POLÍCIA PRENDE SEIS VEREADORES EM FRUTAL

Dos seis, três foram eleitos neste ano. Ou seja, os caras nem assumiram o cargo e já estão aprontando. A notícia é do Diário da Região:

vistaaerea_igrejamatriznsradocarmoSeis vereadores de Frutal (MG) foram presos em operação promovida pela Polícia Civil e Ministério Público na tarde desta sexta-feira, 16. Denominada “Déjà vu”, a operação apura o suposto envolvimento dos políticos na compra e venda de apoio político para as eleições da Mesa Diretora do Legislativo, já para o biênio 2017/2018. Um sétimo parlamentar está foragido desde a madrugada. A cidade, a 114 km de Rio Preto, tem 15 vereadores. Os vereadores presos seriam da base da prefeita Maria Cecília Borges (PR).

“As investigações empreendidas pela Polícia Civil, em parceria com o Ministério Público, se iniciaram no final do mês de outubro deste ano, com o objetivo de apurar informações de que alguns vereadores estavam repetindo práticas ilícitas de eleições passadas, com o fim de comprar e prometer o voto, principalmente para a função de presidente da Câmara”, consta em nota emitida pela Polícia Civil.

O delegado Fábio Ruz Borges afirma que dois vereadores foram presos pela prática de crimes de corrupção ativa e quatro por crimes de corrupção passiva (mesma situação do vereador foragido) e que todos ainda podem ser indiciados por crimes de associação ou organização criminosa. Os vereadores presos deverão prestar depoimento apenas na próxima semana. A operação contou com a participação de 23 policiais civis, quatro delegados, dois escrivães, dezesseis investigadores e um legista.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *