PRISÃO DE MEMBRO DA COMITIVA DE BOLSONARO COM 39 QUILOS DE COCAÍNA REPERCUTE NO MUNDO

A imagem do Brasil perante o mundo – já manchada pela eleição do Bozo – ganhou mais uma mancha. Bons tempos aqueles em que a única clandestina no avião presidencial era a Rose Noronha.  Deu no Brasil 247:

edição global do jornal El País destacou nesta quarta-feira (26) a prisão do membro da comitiva de Bolsonaro com 39 quilos de cocaína. 

A edição explicou que “a prisão ocorreu quando a aeronave parou no aeroporto da capital da Andaluzia com destino a Tóquio para servir de avião de reserva para o presidente brasileiro, que viaja em outro avião para participar do G-20 realizada na capital japonesa. O Ministério da Defesa do Brasil emitiu uma nota confirmando a prisão do militar por tráfico de drogas. Bolsonaro também lançou um tweet confirmando o evento”.

Fontes da Guarda Civil detalham que a detecção da droga e a subsequente detenção do militar ocorreram quando os tripulantes e suas bagagens passaram o controle alfandegário obrigatório na chegada ao aeroporto de Sevilha. Após a sua detenção, o militar foi transferido para a sede do Comando da capital da Andaluzia. 

A prisão causou uma mudança nos planos de viagem de Bolsonaro. O avião presidencial, que deveria fazer escala em Sevilha para seguir caminho a Tóquio, teve sua rota alterada sem explicação oficial e o pouso será em Lisboa. 

Não é a primeira vez que membros da FAB usam sua condição de militares para traficar drogas. Em abril, o Tribunal Superior Militar decretou a expulsão da corporação de um comandante pelo transporte de 33 quilos de cocaína numa aeronave militar que se dirigia à França com escala nas ilhas Canárias.

Outros dois colegas do comandante já tinham perdido o posto por sua participação no caso, ocorrido em 1999. O comandante foi condenado a 16 anos da prisão por integrar “uma rede especializada no tráfico internacional de cocaína” com a ajuda de aviões da FAB.

9 comentários

  • Sérgio

    O cara era membro da comitiva ou é membro das Milícias dos Bozonaros? Tem caroço neste angu… Alem de traficante, o cara é escoltado pela força aérea. Impressionante. Esse Brasil mudou mesmo. Será que o QUEIRÓZ também estava neste vôo???

  • jalesexburaco

    Pode ter certz nenhum sindicato e “estudandes”vão na avenida pedir a soltura de bandido.cometeu crime que fique preso,assim com a quadrilha e seu chefe maior!

  • Depois de propinas, vem a cocaína!

    O caso do militar brasileiro preso na Espanha transportando 39 quilos de cocaína, na sua mala, em um avião da FAB lembrou um fato que já foi investigado no Brasil há duas décadas.
    Em 1999, uma operação da Polícia Federal revelou um esquema de tráfico internacional de drogas utilizando aeronaves da FAB. Na época, três oficiais da Aeronáutica foram processados e acabaram condenados.
    Certamente, o culpado é Bolsonaro que não vistoriou a mala do militar.
    Não acho que esse fato manchou a imagem do Brasil perante o mundo e nem, pela eleição do Bozo, ganhou mais uma mancha. Pior seria ter votado no presidiário!
    Bons tempos aqueles em que o Lula levava os donos e diretores das empreiteiras para pegarem obras, no exterior, com o dinheiro do BNDES. Gordas propinas viajavam nos aviões da FAB.

  • Que Curriculo

    que curriculo

    rindo até amanhaaaaaa kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk

  • Sérgio

    Pode ser que alguns como você vão vestir a camisa verde e amarela da seleção e irão pedir a soltura do coleguinha dos bozos, afinal, basta enviarem umas fakes que vocês acreditam.

  • grobo

    como disse o camarada Martini a duplicata chegou…

  • Mito

    Militar que já voou com Dilma e Temer.
    Ainda bem quem temos um presidente sério e não tolera esse tipo de bandido na tripulação!

    https://www1.folha.uol.com.br/cotidiano/2019/06/sargento-preso-com-cocaina-na-espanha-fez-29-viagens-e-acompanhou-tres-presidentes.shtml

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *