PROCURADORIA ELEITORAL EMITE PARECER CONTRÁRIO A RECURSO DE MAURINHO ENFERMEIRO

O ex-vereador Maurinho Enfermeiro, como já informado por este blog, foi pilhado pela Justiça Eleitoral de Jales ao cometer o grave pecado da bigamia, ou seja, da dupla filiação. Sem conseguir a reeleição, Maurinho, então tucano, começou a flertar com o PT ainda em 2004, quando, a pedido do prefeito Parini, ajudou a aprovar o aumento do IPTU.

Como retribuição, Maurinho ganhou um cargo de chefia no Pronto-Socorro. Estabeleceu-se, então, uma relação estável com o petismo, mas o casamento, propriamente dito, deu-se somente em outubro de 2011, quando Maurinho foi ao Cartório e assinou sua ficha de filiação ao PT. A união, que prometia frutos, está, no entanto, ameaçada, uma vez que, oficialmente, Maurinho e o PSDB ainda não tinham concluído o divórcio.

Por conta disso, o ex-tucano poderá ficar fora da disputa de outubro. Pelo menos, é isso o que pensa o procurador substituto André de Carvalho Ramos que, em março, deu parecer desfavorável ao recurso interposto por Maurinho junto à Procuradoria Regional Eleitoral.

Maurinho bem que tentou jogar a culpa no tucanato local, mas o procurador não concordou e disse que o ex-vereador é quem tinha a obrigação de comunicar o Cartório Eleitoral sobre o fim de seu relacionamento com o PSDB. Se isso for confirmado pelos desembargadores do TRE-SP, o PT de Jales ver-se-á desfalcado de uma de suas apostas para as eleições deste ano. 

2 comentários

  • Anônimo

    Atenção políticos: após acidente em Itararé, a vaga de Judas está à disposição de vossas senhorias!!! Vai um de cada vez, uma encenação por dia, afinal, os senhores são, via de regra, ótimos atores e, como a classe política é bem grande, tenho certeza que não faltarão substitutos!!!
    Quem é o primeiro?

  • Anônimo

    kkkkkkkkkkkkkk Esse tal de Maurinho é uma incompetencia só.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *