1 comentário

  • "Homem nasce homem, mulher nasce mulher, na nossa família você não vai poder mexer".

    O jornal “O Globo” escreveu que a ministra, conseguiu uma façanha neste sábado. Apesar da enorme concorrência com celebridades da direita na conferência conservadora CPAC Brasil, foi seu fervoroso discurso que levou o já empolgado público à euforia
    Entre aplausos frequentes, Damares comparou a esquerda ao diabo, rebateu a fala de um arcebispo em sermão na missa de Aparecida e insuflou a direita a se organizar contra o “mal”. Ela rasgou elogios ao CPAC Brasil, que definiu como um divisor de águas na história do conservadorismo no Brasil, e não poupou disparos contra a esquerda como a deputados de esquerda, como Jandira Feghali (PCdoB-RJ) e Jean Wyllys (PSOL-RJ) e ao PT.
    Atribuiu a eleição de Jair Bolsonaro a uma vontade divina. Falando sobre o que afirmou ser um domínio da esquerda sobre a vontade dos povos indígenas, ela arrancou gritos de “Fora, Raoni”.
    Damares foi a conferencista mais aplaudida e ouviu coro de “fica! Fica!” antes de deixar o palco.
    Bolsonaro gostou! Essa ministra não sai do governo, tão cedo. kkkkk

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *