RATO SE LIVRA DE DENÚNCIA SOBRE DESVIO DE VERBA

Um amigo mandou o link com a notícia do site Região Noroeste. Se não me falha a memória, os R$ 400 mil se referem a uma emenda do ex-deputado petista Luciano Zica. Vejam a novidade:

A 4ª Câmara de Direito Público do Tribunal de Justiça de São Paulo reformou sentença que havia julgado procedente ação civil pública ajuizada pela Prefeitura de Jales contra o ex-prefeito Antonio Sanches Cardoso por suposto ato de improbidade administrativa.

Segundo a petição inicial, Cardoso, que foi prefeito de Jales no período de 1997 a 2000, firmou convênio com o Ministério da Saúde para obra de ampliação do prédio do Pronto Socorro Municipal para implantação de um mini hospital que daria atendimento a emergências e aumentaria a capacidade do serviço de saúde do município, com sua integração ao Sistema Único de Saúde (SUS). Foi acordado que o Ministério da Saúde repassaria R$ 400 mil e o município custearia os R$ 80 mil restantes.

De acordo com a prefeitura, Cardoso não aplicou integralmente os recursos recebidos, levando o município à condição de inadimplente e impedindo-o de receber recursos da União por meio de novos convênios. O ex-prefeito, no entanto, afirma que aplicou o total recebido e que a obra foi concluída e inaugurada em 2000.

A notícia completa, do Região Noroeste, pode ser lida aqui.

5 comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *