SÃO PAULO: NAS RUAS, TROPA DE CHOQUE. NOS JORNAIS, BLINDAGEM AO PSDB

fotorcreated_96

A notícia é do GGN:

Na noite de terça-feira (1º), enquando a oposição ao governo Dilma Rousseff (PT), liderada pelo PSDB do governador de São Paulo, Geraldo Alckmin, obstruia a pauta de votação, a senadora petista Gleise Hoffmann pediu a palavra para informar que pela primeira vez desde a ditadura militar, uma dirigente estudantil havia sido presa pela Polícia Militar durante um protesto.

Camila Lanes, presidente da UBES (União Brasileira dos Estudantes Secundaristas), participava da manifestação dos estudantes da escola Maria José, na Bela Vista, no centro da capital paulista, quando a PM de Alckmin – que tentou forçar a desocupação que ocorria em protesto ao plano de fechar mais de 90 escolas no Estado – invadiu o local. O deputado federal Orlando Silva (PCdoB) precisou ligar para o governador paulista intercedendo pela liberdade da líder estudantil.

Na edição impressa da Folha, nenhuma linha sobre este fato. O que aconteceu ao longo da terça-feira entre a PM e estudantes que repudiam o que a grande mídia chama de “reorganização do ensino” paulista, aliás, foi melhor registrado em vídeos e imagens que circularam na internet. Algumas, inclusive, mostram a PM abordando menores de idade com armas de fogo. Em outras, há agressões com cassetetes a meninos e meninas à luz do dia, indiscriminadamente.

A notícia completa, incluindo vídeos sobre o caso, podem ser vistos aqui.

38 comentários

  • SOMOS TODOS IGUAIS

    É claro que temos que repudiar uma ação desse tipo, quanto ao fato que a grande impressa, Folha, não coloca uma linha, aí já passo a entender, igualzinho a grande imprensa de Jales.

    Vc por exemplo: Não colocou uma linha da aberração dos gastos com essa iluminação ridícula de Natal e saber que foram gastos R$ 100 mil reais.

    É assim, caro Cardosinho! Só escreve aquilo que interessa àqueles que estão no poder, aos governantes que pagam por propagandas milionários e amordação quem de fato poderia informar o povo. Infelizmente . . . . !

  • NOIS

    ISSO É O QUE O FASCISTA, CAPITALISTA, CORRUPTO E SE DIZENDO FUTURO CANDIDATO A PRESIDÊNCIA DA REPÚBLICA ESTA FAZENDO COM A EDUCAÇÃO NO ESTADO DE SÃO PAULO (AFUNDANDO A EDUCAÇÃO ), MANDANDO A POLICIA BATER EM ALUNOS,PAIS DE ALUNOS E TAMBÉM EM PROFESSORES , PARA PODER FECHAR ESCOLAR E ECONOMIZAR EM CIMA DA EDUCAÇÃO MAIS DE 2 BILHÕES.
    AGORA A TÁTICA , MUDOU CONTRATOU POLICIAIS A PAISANA, VÂNDALOS E A JUVENTUDE DO PSDB, PARA DESTRUÍREM AS ESCOLAS, E, COLOCAREM A CULPA, NOS ALUNOS, PROFESSORES E PAIS DE ALUNOS, COLOCA NA MÍDIA, PRINCIPALMENTE NA GLOBO, FOLHA E ESTADÃO, PARA CRIAREM A DUVIDA NA POPULAÇÃO, ISSO É TÁTICA DE GUERRA SUJA, DE UM GOVERNADOR, QUE JÁ FOI UMA VEZ CASTIGADO POR DEUS, ESTE ANO E NÃO APREENDEU.

    Matéria retirada do O Globo, Uol.com. , Facebook
    Estudantes reclamam de truculência da PM em protesto em São Paulo.
    Fernanda Cruz
    Da Agência Brasil, em São Paulo 02/12/201511h18

    Estudantes protestam contra fechamento de escolas públicas de SP418 fotos 415 / 418
    2.dez.2-15 – Manifestantes foram detidos durante protesto contra a reorganização escolar na avenida Doutor Arnaldo, na zona oeste de São Paulo. Jovem será encaminhado ao 23º DP (Perdizes). A confusão começou quando policiais militares retiraram cadeiras utilizadas pelos estudantes para fechar o sentido Sumaré da via Leia mais Renato S. Cerqueira/Futura Press/Estadão
    Os alunos que protestaram na manhã de hoje (2) na Avenida Doutor Arnaldo, zona oeste da capital paulista, reclamaram da truculência da Polícia Militar (PM), durante o ato. A manifestação é contra a reorganização escolar que levará ao fechamento de 93 unidades de ensino.
    Quatro pessoas foram levadas ao 23º Distrito Policial, na Pompeia. De acordo com o tenente da PM Diego Marcel Fernandes Dias, a maioria dos 80 manifestantes aceitou liberar a via. “O problema é que tinham alguns que não aceitaram as ordens e foram se jogando pra cima dos carros, resistiram a ordem de liberar pelo menos uma das faixas”, declarou.
    O tenente nega que tenha havido confronto e truculência. “O protesto pacífico sempre é permitido, desde que seja previamente avisado ou que não bloqueie totalmente a via”, disse o tenente.
    Os estudantes, por sua vez, disseram que a polícia agiu de forma violenta. “A gente estava muito pacífico, muito tranquilo. Os policiais vieram e pegaram a cadeira que a gente estava sentado. Depois foi piorando porque ninguém queria sair. Falaram que não podia bloquear tudo”, disse Willian Dias de Andrade Silva, estudante da Escola Romeu de Moraes.
    Segundo os alunos, quando um contingente maior de policiais chegou, partiu para a agressão com cacetetes.
    Depredação de escolas
    Estudantes também disseram que policiais à paisana têm depredado escolas para culpar os manifestantes. “Isso é um erro. Só fazem isso nas escolas de periferia. Não tem que fechar escolas”, disse William.
    Ariel de Castro, advogado de direitos humanos, também denunciou a ação de policiais. “Temos isso todos os dias e ontem tivemos na escola da Bela Vista, policias fardados ou à paisana para intimidar sem qualquer ordem judicial. Temos relatos de policiais que promovem os danos ao patrimônio para depois culpabilizar os estudantes”, declarou.
    A “Agência Brasil” entrou em contato com a Secretaria de Segurança Pública a respeito das denúncias, mas o órgão ainda não se manifestou.
    Essa é a Politica Educacional da Burguesia, Fascista, e Capitalista, adotada pelo Corrupto Alkimn no Estado de São Paulo.
    Fechar mais de 100 Escolas, Prejudicar Milhares de Alunos e Centenas de Professores e economizar mais de 2 Bilhões, para rachar entre seus comparsas.

  • Professor

    O MILITARISMO já chegou em São Paulo, através do Governador Alkimin, na área da Educação, e, quer ser candidato a Presidente do Brasil. Pode isso?

    Esse é o remédio primordial da genericada rsrsrs, não faz parte do consumo dos 54 milhões de BRASILEIROS NATOS, GENUÍNOS, que querem ser felizes, querem pensar por conta própria e tem nas mãos a chance de crescer através da EDUCAÇÃO, pois queiram ou não o PT abriu as PORTAS da EDUCAÇÃO, seja do elementar ao PHD.
    AOS falsos BRASILEIROS o cassetete usado em 64 é sua mela.Continuem abaixando a cabeça e tomando porrada, pior que dessa vez não são dos milicos são dos ratos da senzala deles, e ratos são facilmente extermináveis , com a derratização.
    https://www.facebook.com/jornalistaslivres/photos/a.292153227575228.1073741829.292074710916413/331807396943144/?type=3

  • Isso é uma Vergonha--Século XXI

    AOS COXINHAS-BURGUESES–CAPITALISTAS–FASCISTAS
    Como participar

    CARTA ABERTA À SOCIEDADE BRASILEIRA: O Brasil precisa abrir escolas, não fechá-las
    Brasil, 30 de novembro de 2015
    O direito à educação está distante de ser consagrado no Brasil. Mais de 3,5 milhões de crianças e adolescentes, de 4 a 17 anos, estão fora da escola. Segundo a Constituição Federal, com o advento da Emenda 59/2009, todos os brasileiros nessa faixa-etária devem estar matriculados até 2016 – e dificilmente isso ocorrerá. Além das demandas estabelecidas pela Carta Magna, até 2024, o Plano Nacional de Educação (PNE) determina a necessidade de criação e manutenção de mais de 3,4 milhões de matrículas em creche e mais de 13 milhões de matrículas para a alfabetização de jovens e adultos.
    Os desafios nacionais são enormes, advém de dívidas sociais históricas e precisam ser enfrentados. A educação é um direito fundamental, parte essencial da cidadania e está listada como o primeiro direito social no artigo sexto da Constituição Federal.
    Consagrar o direito à educação exige a abertura de escolas, além da qualificação urgente das matrículas, com a garantia de um padrão mínimo de qualidade – conforme determina o PNE por meio do Custo Aluno-Qualidade Inicial (CAQi) e demanda o parágrafo primeiro do artigo 211 da Carta Magna. Em vez disso, em todo território nacional, é verificado o fechamento de turmas e escolas, da creche ao ensino médio, nas cidades e no campo, com forte ênfase na Educação de Jovens e Adultos (EJA). E essa medida contraproducente e arbitrária tem sido empreendida em processos administrativos impostos às comunidades escolares, alheios às questões pedagógicas.
    A proposta de reorganização de escolas no estado de São Paulo é mais um exemplo dessa lógica perversa que se espalha pelo Brasil. Não foi debatida junto às comunidades escolares, tampouco com a comunidade educacional e com a sociedade paulista. Pela falta de critérios técnicos e de um documento público que justifique a medida, tudo indica que é uma ação orientada à redução de custos e de desresponsabilização do Estado com a oferta de matrículas, pressionando a transferência de responsabilidades aos municípios.
    Diante desse fato, a rede da Campanha Nacional pelo Direito à Educação, que há 16 anos luta ininterruptamente pela garantia do direito à educação no país, manifesta seu apoio aos estudantes paulistas que ocupam suas escolas, legitimamente amparados pelo sistema de justiça, que até aqui tem negado – quase sempre – os pedidos de reintegração de posse ao Governo do Estado. Os estudantes estão dando uma verdadeira aula de cidadania e luta pelo direito à educação.
    Desse modo, a Campanha repudia o fechamento arbitrário de mais de 90 escolas públicas no Estado de São Paulo, sob o argumento de uma “reorganização” baseada na separação das escolas por nível de ensino. E reitera que é inaceitável o fato de que não foram amplamente divulgadas as justificativas técnicas que embasam estruturalmente a proposta. Até o momento, graças à Lei de Acesso à Informação, apenas veículos de imprensa tiveram acesso a essas informações. E segundo consta, elas evidenciam a ausência de racionalidade pedagógica.
    A posição da Campanha Nacional pelo Direito à Educação no caso de São Paulo, e em qualquer processo que resultará no fechamento de escolas em qualquer lugar do Brasil, é consonante com o princípio de respeito às opiniões das crianças e dos adolescentes no que se refere a seus direitos e com as premissas do direito à educação estabelecidas nos principais documentos de direitos humanos internacionais, em especial com os artigos 12, 15, 28 e 29 da Convenção dos Direitos da Criança da ONU. Todos esses ditames estão refletidos na legislação brasileira no Estatuto da Criança e do Adolescente – ECA e também com as metas e estratégias contidas no Plano Nacional de Educação (Lei 13.005/14), afora o direito fundamental à participação asseverado na Constituição Federal. A negociação e as consultas devem também ser prática corrente no tocante ao fechamento de escolas e turmas da modalidade da Educação de Jovens e Adultos (EJA), na qual, desafortunadamente, o encerramento de matrículas é prática frequente. E isso explica o fato de o Brasil ter mais 13 milhões de analfabetos com mais de 15 anos.

    Mais do que fechar cerca de 90 escolas, a atual proposta de “reorganização” do ensino atingirá mais de 1.500 estabelecimentos, prejudicando estudantes, suas famílias e milhares de profissionais da educação. A análise dos poucos dados existentes demonstra que seria possível reorganizar escolas, porém negociando com todos os envolvidos, sem fechar estabelecimentos. É isso que se espera da gestão pública: promover direitos, não limitá-los. A Campanha Nacional pelo Direito à Educação sugere, portanto, aos estudantes e ao Governo do Estado de São Paulo, esse caminho: nenhuma escola deve ser fechada. Ao contrário, todas devem ser melhor geridas, de modo democrático.
    Ao visitar as ocupações e dialogar com os estudantes, a rede da Campanha Nacional pelo Direito à Educação externa sua preocupação com a forma como se dá a presença da Polícia Militar nas unidades escolares ocupadas. Já ocorreram conflitos e há risco constante de que os estudantes sejam vítimas de acuamento e atos violência. Qualquer tentativa de calar os alunos ou as comunidades escolares por meio da intimidação ou da força só aumenta a violação dos direitos humanos. Ademais, desnuda a forma truculenta como o Governo do Estado de São Paulo tem tratado do assunto, em um jogo incansável de contrainformação, tentando jogar estudantes contra professores e pais contra alunos por meio de pressão de ordem administrativa. Nesse momento, é preciso diálogo, com base na promoção dos direitos educacionais.
    Alinhada com os posicionamentos públicos das faculdades de educação da USP, UFSCar, Unicamp e com o colegiado da Unifesp, a Campanha Nacional pelo Direito à Educação insiste que o problema que se enfrenta em São Paulo deve chamar a atenção de todo país.
    Entre 2002 e 2014, mais de 40,7 mil escolas do campo foram fechadas. Apenas em 2014, segundo análise do Censo Escolar produzida pelo MST (Movimento dos Trabalhadores Rurais Sem Terra), 4 mil escolas do campo foram fechadas. A Bahia (872 unidades), o Maranhão (407) e o Piauí (377) lideraram o fechamento de escolas nas áreas rurais em 2014. Inclusive, fica evidente a necessidade de legislação para tratar do assunto, no âmbito das diretrizes e base da educação nacional. O país deve evitar e problematizar o fechamento de escolas.
    Ao estabelecer contato com os jovens e adolescentes que ocupam suas unidades escolares e ao analisar o cenário brasileiro, a rede da Campanha Nacional pelo Direito à Educação manifesta seu apoio integral aos estudantes que ocupam centenas de escolas paulistas, não apenas defendendo seu direito à matrícula e à manutenção de suas unidades escolares, mas também reivindicando estabelecimentos públicos que ofertem qualidade da educação. Que suas lutas inspirem todo o Brasil a debater, com profundidade, as políticas educacionais, constrangendo e encerrando a prática equivocada do fechamento de escolas.
    CAMPANHA NACIONAL PELO DIREITO À EDUCAÇÃO
    Fonte: Campanha Nacional pelo Direito à Educação

  • Anônimo

    Os di menor estão abusando do direito de protestar. A escola é da coletividade e não de meia duzia de folgados que estão com preguiça de andar talvez 1 ou 2km a mais (servidos de transporte público) e querem obrigar o Estado manterem abertas escolas com merrecas de estudantes.

    Escola que tinha 500 alunos, hoje tem 100, talves 150. Tem que readequar mesmo.

    E borrachada nos desordeiros

  • Saiu na chuva, e' para se molhar

    Enquanto a bancada petista de 3 deputados eram pressionados (pelo governo Dilma) a votar contra a continuidade do processo de cassaçao do dep. Eduardo Cunha — os estudantes apanhavam da policia militar, em SP.
    Aluno nao deve invadir escolar logo o problema (invasao) e’ da policia militar e com isso vem a violencia com os alunos e sindicalistas posando de coitadinho.
    Aluno nem deveria repudiar determinaçao do governo de fechar escolas para economizar recursos e despesas. A obrigaçao de estudante e’ estudar e nao se discute determinaçao do estado.
    A medida foi tomada para separar os alunos que sao crianças de adultos portanto vamos economizar 94 predios (a seram redefinidos) e salarios dos professores.
    Esses alunos estao sendo usados como massa de manobra de sindicatos que aparecem na tv com cara de bonzinhos.
    Petistas, xinguem

  • Antonio Rodrigues Belon

    Os governos estaduais do PSDB, na linha do partido, são muito coerentes. Começam o ano batendo em professores no Paraná; e, terminam este 2015, batendo em alunos em São Paulo. Tudo pela educação.

    • Saiu na chuva, e' para se molhar

      Os petistas acham que governo estadual manda na policia militar assim como pensavam que o PT mandava na policia federal, MP, PGR, TSE, STF, etc
      Hoje, o Lula aprendeu que ele nao manda na bancada do PT, na comissao de etica pois os seus 3 deputados vao votar contra o Cunha
      Depois de ter feito o acordo com o Cunha de “engavetar” os 2 processos da Dilma e do Cunha, Lula esta’ perdendo a sua força pois nao manda mais.
      Gente que sai de casa para invadir escola, sabe de suas consequencias com a policia
      Gente boa nao e’

  • Leitor

    Caro “NOIS e ISSO É UMA VERGONHA” sem adentrar ao mérito, o texto de vcs ficou muito grande pra ler – acho melhor esperar virar filme

  • PROFESSOR

    Anônimo, você para responder, alguma coisa, deveria ter ao menos um pouco de entendimento sobre o assunto, para não falar besteira e também não passar por ignorante.
    Será que seu filho ou ( a ), se és que tem,? Para poderes sentir a diferença entre uma e outra , estudou em Escola Pública ou talvez em Escola Particular?
    Nenhum aluno estão abusando do direito de protestar, pois este direito, esta incluído na Constituição Federal de 1998, e, se a escola é da coletividade ( como realmente é ), esse alunos pertencem a essa coletividade ou sociedade, e quem paga essa Escola Pública ( hoje podre como esta ), são seus pais com seus impostos. E nessa manifestação não estão meia duzia de folgados e nem com preguiça, isso é resposta de uma pessoa despreparada, onde só ouve ou vê, ou lê na mídia golpista.
    Se não conhece a Constituição nela esta estabelecido, que é dever e competência do Estado dar, uma Escola de qualidade, a todos os alunos dos 7 anos de idade, até sua formação no Ensino Médio,inclusive com transporte público e merenda nas escolas, fornecido pelo Governo Estadual e Municipal, através do repasse, .que vem do Governo Federal.
    E como já disse anteriormente, não tens conhecimento sobre o assunto, citando como exemplo,para ficar mais fácil sua senhoria conferir, as escolas de Jales, em uma classe onde cabem no máximo 35 alunos, estas estão lotadas com 50 alunos e com o fechamento de escolas,para economizar dinheiro, e com a fuga dos alunos das Escolas Particulares, por causa do aumento dos custos da mensalidades,( o que já esta acontecendo aos milhares ), para as Escolas Públicas a defasagem será maior ainda.
    Será que algum dia foste aluno, ou é ou era filhinho de papai e sempre estudou em escola particular. Estas desinformados ande pelas Escolas de Jales e cite 1 Escola que tem 100 ou 200 alunos. Além de tudo manda descer a borracha, é, esse o tratamento que costuma dar a seus filhos , se és que tem,ou dará futuramente, ou mesmo foi tratado assim pelo seu pai ? Pois nessas Manifestações não tem nenhum desordeiro ou malandro, ou pensas que quem luta pelos seus direitos é desordeiro.
    Meu caro o tempo de andar a pé ou a cavalo 2, 3, 4 Km, para estudar, já passou, hoje nos estamos em pleno século XXI, para não continuar desentendido do assunto, leia como é a Educação no Japão, na Coréia do Sul, na Argentina, em Cuba ( não vem com essa que sou comunista, pois sou um democrata ) e, estamos falando sobre Educação.
    Lembre-se sempre o caminho é investir na Educação e não reorganização para economizar 2 Bilhões. E para onde ira esse dinheiro?
    Por

    REORGANIZAÇÃO ESCOLA
    10 motivos para ser contra a reorganização das escolas do estado de São Paulo

    10 motivos para ser contra a reorganização das escolas do estado de São PauloMaíra Machado
    10 motivos para ser contra a reorganização das escolas do estado de São PauloMárcio Barbio
    Comentários 135Email Imprimir Twitter Facebook Compartir por Google+

    Na semana passada milhões de pessoas que vivem a realidade da escola (professores, trabalhadores da escola, pais e alunos) tomaram conhecimento da proposta do governo do estado de São Paulo de “reorganização” do ensino público. O projeto em longo prazo é municipalizar todo ensino fundamental, mas imediatamente dividir as escolas por ciclo único: primeiros anos do ensino fundamental, anos finais do ensino fundamental e ensino médio. Buscamos nesse artigo elencar os dez impactos mais importantes dessa profunda alteração das escolas estaduais em 2016.

    ]1- O projeto de reorganização escolar mudará a vida de todos, porém não foi debatido com professores, pais, alunos e funcionários das escolas de forma democrática. Fomos informados pela televisão e nosso destino será definido por decreto.

    2- O objetivo central da “reorganização” é corte de verbas. Centenas de escolas serão fechadas, já que o remanejamento de mais de 1 milhão de alunos é concentrar a demanda em determinadas unidades de ensino e fechar outras.

    3- Os professores temporários serão demitidos, pois haverá ainda menos aulas para atribuir.

    4- Trabalhadores terceirizados da merenda e limpeza, que possuem contratos de trabalhos mais frágeis, também serão demitidos.

    5- Mais alunos por sala de aula. A realidade de aulas lotadas será ainda pior.

    6- A reorganização é uma preparação para abrir a escola pública ainda mais para a iniciativa privada. Com a municipalização do ensino fundamental, parcerias públicos privadas na gestão escolar poderão ser implementadas.

    7- Os alunos terão que estudar até 1,5 km da escola de origem, o que significa 3km entre uma escola e outra (se cada uma tiver na ponta do diâmetro) e em linha reta. Isso dificultará enormemente para os pais que tem filhos em ciclos diferentes.

    8- Aumenta a evasão escolar, principalmente no ensino noturno, já muitos alunos organizam sua vida em função do trabalho, estudam até as 23hs e acordam muito cedo.

    9- Reduzirá oferta pelo ensino noturno e os cursos de EJA ou torná-los extremamente precários.

    10- Com o ensino em ciclos divididos por escola, a implementação do Ensino em Tempo Integral e a flexibilização do currículo serão facilitados, retirando disciplinas e esvaziando a escola de conteúdo.

  • PROFESSOR

    Anônimo, você para responder, alguma coisa, deveria ter ao menos um pouco de entendimento sobre o assunto, para não falar besteira e também não passar por ignorante.
    Será que seu filho ou ( a ), se és que tem,? Para poderes sentir a diferença entre uma e outra , estudou em Escola Pública ou talvez em Escola Particular?
    Nenhum aluno estão abusando do direito de protestar, pois este direito, esta incluído na Constituição Federal de 1998, e, se a escola é da coletividade ( como realmente é ), esse alunos pertencem a essa coletividade ou sociedade, e quem paga essa Escola Pública ( hoje podre como esta ), são seus pais com seus impostos. E nessa manifestação não estão meia duzia de folgados e nem com preguiça, isso é resposta de uma pessoa despreparada, onde só ouve ou vê, ou lê na mídia golpista.
    Se não conhece a Constituição nela esta estabelecido, que é dever e competência do Estado dar, uma Escola de qualidade, a todos os alunos dos 7 anos de idade, até sua formação no Ensino Médio,inclusive com transporte público e merenda nas escolas, fornecido pelo Governo Estadual e Municipal, através do repasse, .que vem do Governo Federal.
    E como já disse anteriormente, não tens conhecimento sobre o assunto, citando como exemplo,para ficar mais fácil sua senhoria conferir, as escolas de Jales, em uma classe onde cabem no máximo 35 alunos, estas estão lotadas com 50 alunos e com o fechamento de escolas,para economizar dinheiro, e com a fuga dos alunos das Escolas Particulares, por causa do aumento dos custos da mensalidades,( o que já esta acontecendo aos milhares ), para as Escolas Públicas a defasagem será maior ainda.
    Será que algum dia foste aluno, ou é ou era filhinho de papai e sempre estudou em escola particular. Estas desinformados ande pelas Escolas de Jales e cite 1 Escola que tem 100 ou 200 alunos. Além de tudo manda descer a borracha, é, esse o tratamento que costuma dar a seus filhos , se és que tem,ou dará futuramente, ou mesmo foi tratado assim pelo seu pai ? Pois nessas Manifestações não tem nenhum desordeiro ou malandro, ou pensas que quem luta pelos seus direitos é desordeiro.
    Meu caro o tempo de andar a pé ou a cavalo 2, 3, 4 Km, para estudar, já passou, hoje nos estamos em pleno século XXI, para não continuar desentendido do assunto, leia como é a Educação no Japão, na Coréia do Sul, na Argentina, em Cuba ( não vem com essa que sou comunista, pois sou um democrata ) e, estamos falando sobre Educação.
    Lembre-se sempre o caminho é investir na Educação e não reorganização para economizar 2 Bilhões. E para onde ira esse dinheiro?
    Por

    REORGANIZAÇÃO ESCOLA
    10 motivos para ser contra a reorganização das escolas do estado de São Paulo

    Na semana passada milhões de pessoas que vivem a realidade da escola (professors, trabalhadores da escola, pais e alunos) tomaram conhecimento da proposta do governo do estado de São Paulo de “reorganização” do ensino público. O projeto em longo prazo é municipalizar todo ensino fundamental, mas imediatamente dividir as escolas por ciclo único: primeiros anos do ensino fundamental, anos finais do ensino fundamental e ensino médio. Buscamos nesse artigo elencar os dez impactos mais importantes dessa profunda alteração das escolas estaduais em 2016.

    ]1- O projeto de reorganização escolar mudará a vida de todos, porém não foi debatido com professores, pais, alunos e funcionários das escolas de forma democrática. Fomos informados pela televisão e nosso destino será definido por decreto.

    2- O objetivo central da “reorganização” é corte de verbas. Centenas de escolas serão fechadas, já que o remanejamento de mais de 1 milhão de alunos é concentrar a demanda em determinadas unidades de ensino e fechar outras.

    3- Os professores temporários serão demitidos, pois haverá ainda menos aulas para atribuir.

    4- Trabalhadores terceirizados da merenda e limpeza, que possuem contratos de trabalhos mais frágeis, também serão demitidos.

    5- Mais alunos por sala de aula. A realidade de aulas lotadas será ainda pior.

    6- A reorganização é uma preparação para abrir a escola pública ainda mais para a iniciativa privada. Com a municipalização do ensino fundamental, parcerias públicos privadas na gestão escolar poderão ser implementadas.

    7- Os alunos terão que estudar até 1,5 km da escola de origem, o que significa 3km entre uma escola e outra (se cada uma tiver na ponta do diâmetro) e em linha reta. Isso dificultará enormemente para os pais que tem filhos em ciclos diferentes.

    8- Aumenta a evasão escolar, principalmente no ensino noturno, já muitos alunos organizam sua vida em função do trabalho, estudam até as 23hs e acordam muito cedo.

    9- Reduzirá oferta pelo ensino noturno e os cursos de EJA ou torná-los extremamente precários.

    10- Com o ensino em ciclos divididos por escola, a implementação do Ensino em Tempo Integral e a flexibilização do currículo serão facilitados, retirando disciplinas e esvaziando a escola de conteúdo.

  • Revoltado

    COMEÇOU O MILITARISMO FASCISTA NO ESTADO DE SÃO PAULO COMANDADO POR ALKIMIN:—

    Alckmin promove barbárie em escolas ocupadas: Milícias fascistas destroem patrimônio público e PM bate em crianças e jovens
    publicado em 02 de dezembro de 2015 às 13:52

    Como ficou a Escola Estadual Coronel Sampaio, em Osasco, após ser invadida por homens encapuzados e armados

    Sorocaba, 27 de novembro, sexta-feira.

    Oficiais de Justiça tentam, sem sucesso, entregar a notificação de reintegração de posse aos estudantes, que ocupam 21 escolas contra a“reorganização” do governo Geraldo Alckmin (PSDB).
    Nas 48 horas seguintes, duas são invadidas por pessoas encapuzadas e armadas, que cortam a luz elétrica, ameaçam os alunos, roubam equipamentos e destroem o patrimônio público de ambas, quebrando vidros das janelas, portas, carteiras, máquinas.
    Na madrugada de sábado, 28, isso acontece na Escola Estadual Mário Guilherme Notari, no Jardim Luciana Maria. Na noite de sábado, na EE Guiomar Camolesi Souza, no Jardim Maria Eugênia. À força, os estudantes desocupam as duas escolas.

    Mais grave do que isso é o motivo que levou os estudantes a deixarem as escolas estaduais Mario Guilherme Notari, no Jardim Luciana Maria, e Guiomar Camolesi Souza, no Jardim Maria Eugênia: invasão da escola por bandidos que nada têm a ver com o movimento de resistência ao fechamento de escolas por parte do Governo do Estado e o constrangimento a que foram submetidos por profissionais da educação e “lideranças” dos bairros. Outras 19 escolas seguem ocupadas pelos alunos

    Osasco, 30 de novembro, segunda-feira.

    O modus operandi utilizado em Sorocaba é aplicado na Escola Estadual Coronel Sampaio, em Osasco, na Grande São Paulo.

    “ATAQUE À E.E. CORONEL SAMPAIO EM OSASCO!! ESSA É A ESTRATÉGIA DE “GUERRA” DO GOVERNO?

    Logo após o Governo declarar que iniciaria uma “guerra” contra o movimento dos estudantes, começam ataques violentos contra as ocupações mais afastadas das câmeras da grande mídia. Em Osasco, a E.E. Coronel Sampaio foi invadida e destruída por pessoas estranhas. A Polícia Militar estava no local e jogou bombas nos estudantes, mas não impediu que os invasores ateassem fogo no colégio.
    O que aconteceu? Na manhã dessa segunda-feira, a Diretoria de Ensino de Osasco convocou a comunidade escolar para uma reunião para incentivar a desocupação da E.E. Coronel Sampaio. Logo em seguida, à tarde, um grupo de pessoas de fora invadiu a ocupação e começou a quebrar toda a escola, roubando muitos materiais. Aterrorizados, muitos dos estudantes que estavam ocupando o prédio saíram. Logo em seguida chegou a PM jogando bombas dentro da escola.
    Os estudantes que permaneceram tentavam se reunir no pátio para decidir o que fazer, quando a escola foi novamente invadida pelos fundos e incendiada – e a PM estava presente o tempo todo! Tentando ajudar os outros alunos, dois estudantes ficaram feridos, um cortado pelos pedaços de vidro no chão, outro que passou mal devido ao medo e a fumaça. Um estudante conseguiu recuperar um tablet que fora roubado e trouxe de volta à escola.

    São Paulo, 1º dezembro

    Sai no Diário Oficial do Estado de São Paulo (DOSP) o decreto 61.671/2015, do governador Geraldo Alckmin, oficializando a “reorganização” escolar, que fechará 94 escolas e desestruturará outras 782. Curiosamente não traz a assinatura do secretário da Educação, Herman Voorwald, nem a lista das escolas atingidas.
    Ao mesmo tempo, a Secretaria Estadual de Educação põe escancaradamente em prática outra estratégia de “guerra” do governo tucano contra os estudantes.
    Ela foi acertada no domingo 29, na reunião reservada do chefe de gabinete de Voorwald, Fernando Padula Novaes, com 40 dirigentes de ensino do Estado, e que vazou. “A gente vai brigar até o fim e vamos ganhar e vamos desmoralizar [quem está lutando contra a reorganização]”, Padula arrotou.
    Ao arrepio da lei, inclusive contrariando decisão do Tribunal de Justiça do Estado de São Paulo (T-SP), manda a PM invadir escolas. Além disso, para mobilizar a comunidade espalha mentiras. Por exemplo, a de que os alunos irão perder o ano. Chega ao cúmulo de orientar pais e mães a fazerem matrícula em escolas ocupadas, para gerar tensão.
    O alvo “inaugural” desta outra estrategia é a Escola Estadual Maria, na Bela Vista, zona central da capital.

    Jornalistas Livres acompanhou toda ação desde cedo:

    * No início da manhã, Fernando Padula foi pessoalmente à Maria José pressionar os estudantes. Ridícula a sua “performance” como tiozão legal, compreensivo (veja no vídeo abaixo). Mais falsa que nota de R$ 3. Não convenceu.
    *Em seguida, um bando, tendo à frente o diretor da escola, Vladimir Teofilo Fragnan Filho, arrombou o cadeado do portão do colégio e invadiu o prédio, que vem sendo mantido e cuidado pelos alunos.
    * À porta, a Polícia Militar (PM) assistiu toda essa movimentação, como se não estivesse acontecendo nada. O spray de pimenta ficou apontado só para os alunos.
    * Na sequência, orquestrados pela diretoria de ensino na sua chamada “guerra” contra as escolas ocupadas, a Polícia Militar e um bando de civis invade a escola e expulsa os jornalistas (veja no segundo vídeo abaixo). A ação é truculenta. Na tentativa de desocupar, policiais espirram spray de pimenta em crianças e adolescentes.
    * E, aí, a covardia das covardias. O diretor da Escola Estadual Maria José, Vladimir Teofilo Fragnan Filho, deu um tapa rosto de uma estudante de 16 anos que protestava contra a “reorganização escolar”. Um colega foi socorrê-la e acabou espancado por policiais que escoltavam o diretor. Acompanhados da mãe da menina, os dois jovens fizeram Boletim de Ocorrência (BO) na 5ª DP, para denunciar diretor e PMs por lesão corporal.
    Diante da leitura do BO e das imagens destes vídeos, a pergunta óbvia: Se o governo Alckmin agiu com tamanha truculência, em plena região central da capital, o que não será capaz de fazer nas escolas das “quebradas”?

    CONEXÃO SOROCABA-OSASCO-BELA VISTA SP

    A esta altura, outras perguntas são inevitáveis:

    – O que aconteceu em Sorocaba tem a ver com o que ocorreu em Osasco e Bela Vista, na capital paulista?

    A resposta é sim, claro.

    – O que une os ataques de grupos armados a escolas ocupadas em Sorocaba e Osasco?

    Como o Tribunal de Justiça do Estado de São Paulo (TJ-SP) vetou a reintegração de posse das escolas ocupadas e o uso da PM nessas ações, aparentemente a “solução” foi criar milícias de cunho fascista para expulsar a garotada. Há indícios de digitais tucanas nelas.

    Barbárie — roney – devolve a minha escola1. Na semana passada, o Movimento Ação Popular, ligado à juventude do PSDB, criou no Facebook a página Devolve a Minha Escola, cujo objetivo é combater as ocupações nos colégios. Administra-a Roney Glauber (na foto ao lado, com Alckmin). Ele trabalha no Diretório do PSDB em Guarulhos e preside Juventude tucana Guarulhos.
    Além da página no Facebook, integrantes do Movimento da Ação Popular têm visitado escolas ocupadas para pressionar os alunos, revela a revista Fórum. Quando percebem que não vão conseguir, fazem ameaças. “Tudo bem, se não vai sair por bem, vai sair por mal”, disseram a uma manifestante da capital.
    2. Tudo indica que aí eles já iniciavam os preparativos para a “guerra” contra as escolas ocupadas, deflagrada por Fernando Padula, chefe de gabinete do secretário da Educação de São Paulo,em reunião reservada, cujo áudio vazou.
    3. Coincidentemente, nessa reunião do domingo, Padula apresentou de forma solene um militante do Movimento Ação Popular, que frequentemente comparece nas manifestações pelo impeachment da presidenta Dilma. Seria o próprio Roney? Como apenas o áudio vazou, não dá para ter certeza.
    4.O fato é que o movimento fascista contra as escolas ocupadas se intensificou na já famosa reunião de domingo, quando foram divulgadas por Fernando Padula e Valéria Volpato as estratégias do governo Alckmin contra os movimento dos estudantes.
    Ouvir Padula contar que as placas de carros estacionados próximos às escolas estavam sendo fotografadas para saber se eram de integrantes da Apeoesp (Sindicato dos Professores do Estado de São Paulo) deu náuseas. Me fez voltar aos tempos da ditadura militar, quando professores, alunos, funcionários eram vigiados.
    Barbárie – Coronel4-0035. Curiosamente, o chefe de gabinete do Secretário da Educação (ao lado, de terno) chegou à Escola Estadual Coronel Sampaio, em Osasco, logo após o ataque armado de destruiu o colégio. Teria sabido antes?
    No caso da Maria José, a PM e um bando de civis (acompanhava o diretor) partiram para cima da garotada pouco depois de Fernando Padula ir embora. Teria partido dele a ordem para a PM invadir a escola?
    6. Estranhamente, tanto em Osasco quanto na Bela Vista a Polícia Militar do governo Alckmin assistiu passivamente às agressões aos estudantes e às escolas e nada fez. Pelo contrário. Na escola da Bela Vista, os estudantes levaram spray de pimenta no rosto. Seriam ordens superiores?

    CONLUIO CRIMINOSO DA GRANDE MÍDIA COM O GOVERNO PAULISTA

    Como era de esperar, os telejornais desde ontem cedo apontavam para os alunos como responsáveis pelo vandalismo, livrando a cara do governo Alckmin.
    No caso de TV Globo, isso começou no Bom Dia São Paulo e culminou no Jornal Nacional. O conluio mídia/tucanos, como sempre.
    Ao mesmo tempo, abriu os microfones para o chefe de gabinete do secretário da Educação conjeturar sobre haver “movimento político por trás”. Ele quis incriminar
    PT, PCdoB, movimentos sociais de esquerda… Nada de novo.
    Só que não é necessário contratar nenhuma força-tarefa para se descobrir que os ataques de vandalismo às escolas ocupadas não partiram de alunos. Destruí-las não lhes interessa nem aos seus apoiadores.
    A quem então interessa detonar uma escola?
    A quem interessa fazer com que os estudantes desocupem uma escola?
    Será essa a tática “de guerra” do governo em ação, para colocar a população contra a luta justa e digna dos estudantes?
    Sugiro que o governador Alckmin procure os responsáveis por estas arbitrariedades e truculências, nas próprias hostes tucanas, talvez alguns mercenários.

    Diante tudo isso:

    * Por que o Ministério Público do Estado de São Paulo demorou tanto para intervir e, assim, proteger crianças e adolescentes? Estava esperando uma morte para cumprir o seu papel constitucional de defender a sociedade? Nessa terça 1, finalmente, MP começou a se movimentar.
    * Cadê os Conselhos Tutelares para proteger crianças e adolescentes de agressões e abusos?
    * Os ataques não seriam a materialização da volta de um eventual “acordo” entre o PCC e o governo Alckmin para impedir a continuidade do movimento?
    Assim como Alckmin, os traficantes estão gostando nenhum pouco das escolas ocupadas. Primeiro, porque os alunos proíbem o uso de drogas nelas. Segundo, porque aumenta o policiamento nas escolas, atrapalhando os “negócios”.
    Há, portanto, uma tragédia anunciada e não dá para silenciar diante de tantas barbaridades.
    Mais do que nunca quem realmente defende Estado de direito e a democracia só pode estar de um lado neste momento: o dos estudantes que ocupam as escolas.
    A propósito: por trás dessa barbárie toda não estaria também o truculento Saulo de Castro, secretário de Governo de Alckmin? É aquele mesmo Saulo de Castro, que desacatou deputados e foi denunciado ao Ministério Público. Esse cidadão é conhecido pelo estilo trator e pela truculência.
    SÓ CHAMAR O PCC QUE OS MILITARES CAGAM NAS CAUSA E FOGEM.
    ISSO É GOVERNO FASCISTA -MILITARISTA-TOTALITÁRIO DO ALKIMN E ELE JÁ CONHECEU A MÃO DE DEUS UMA VEZ.

    • Abraham Lincoln

      Prezado Cardosinho, bom dia. Em que pese nossas diferenças ideológicas, em que pese nosso posicionamento político antagônico, eu aprecio muito o blog, sobretudo por ser um canal de contato direto com a população e entre a população. Nele expressam-se sentimentos, anseios e insatisfações; é uma espécie de termômetro em pequena escala. Agora veja só a extensão dos dois comentários acima. Você sabe quem os escreveu, aliás, nós sabemos. Não estou aqui sugerindo que você promova cortes indiscriminados no texto por conta própria, nem tampouco que bloqueie o indivíduo que os escreve, até porque, quando o assunto é censura, você nunca deixou a desejar, ao menos nos comentários que eu envio ao blog. O que sugiro é que você aconselhe, sugira, incentive os comentaristas a serem mais concisos. É muito copia e cola, credo. Esta é apenas uma sugestão de um mero leitor, tentando melhorar o blog.

      • Preclaro Abraão, pessoalmente também não gosto de ler textos extensos e acredito que grande parte dos leitores também não gosta. Por isso mesmo, procuro ser conciso nas notícias, coisa que nem sempre consigo. A sua sugestão é pertinente e, acho que, além de incentivar a concisão, é preciso estimular alguns comentaristas a evitar xingamentos.

    • O conselho tutelar segue a cartilha do ECA que foi inventado pelo governo ,logo o ECA avisou os conselheiros que não dessesmas caras por lá.

  • NOIS

    Leitor, entrando no mérito da questão, que é a Educação no Estado de São Paulo, que já esta chegando no fim do poço, você deve ter achado os comentários longos ou extensos, pois o mesmo não tem:
    1.Compreensão—ou seja a faculdade de entender e perceber o significado de algo ou entendimento do tema discutido e , isso é razoável de se perceber.
    2.Conhecimento—que é o ato ou efeito de conhecer o assunto e de perceber ou compreender por meio da razão ou de sua experiência, do tema. A essência do conhecimento, consiste em aplica-lo sempre, coisa que você não deve estar fazendo.
    3.Argumento:– é a razão, raciocínio que conduz a inclusão ou direção de algo. provapara afirmar ou negar um fato.
    Então o melhor a fazer é pesquisar.

  • PROFESSOR

    Saiu na chuva é para se molhar–me caro a banca do PT, já tinha desde ontem decidido, votar para a retirada de Cunha da Presidência da Câmara, e enfrentar, qual quer para que virá pela frente e não aceitar , ser coagido por este bandido, tanto é seu inteligente, que por este motivo o Cunha aceitou o pedido de Impeachment , da Dilma, que agora será discutido no Senado. E quem tiver culpa vai para o beleleu.
    Amigos és muito ignorante, o direito de ocupar as escolas os alunos e professores tem de acordo com a Constituição brasileira e isso seu Imbecil não foi invasão, foi ocupação ( só fala invasão os retrógrados, os burros,os fascistas, os capitalistas, os idiotas, os otários etc…),como você.
    E de acordo com a lei brasileira criada através, do Conselho Tutelar, é, crime bater em adolescentes e por este motivo o MP, entrou na justiça contra o Governado e a Policia Civil e Militar. Você deve ser o famoso Ogro em dizer que essa ocupação é politica e tem respaldo de sindicalistas, lógico a não ser a Apeoesp, através dos professores.
    Burro todo aluno, todo cidadão tem o direito de enfrentar o que quer que seja, e esse direito lhe é dado pela Constituição Brasileira e se discute sim, seu Asno decisão de governo seja ele Federal, Estadual e Municipal, és muito ignorante , boçal e mentecapto ao concordar com o fechamento de escolas. Sua Mentalidade da Idade da Pedra, é, que leva você a esses pensamento retrógrados e imbecis, por isso que tu és um Analfabeto, que não conhece Ortografia, Acentuação e Virgula, tenho pena e dó de sua pessoa insignificante.
    O Cadete estava certo quanto, ao seu estado doentio mentalmente.

  • Farrista

    è triste demais ver mais uma das tantas quadrilhas partidárias tentando acabar com um Estado rsrsrrss

    Mais Cardosinho fica tisti não, Delcidio já rodou, jaja Levandowisk… é aquele articulador mestre instalado em Brasilia, que vc sabe né transformava réu petista em vitima rapidinho, principalmente prefeitos petista né uauahuahuahauhaua, e os parceiros costas quentes do graaaaaande PTzão do povo estão rodando hein, nem o Beira Mar tem mais amigo preso que o Metalúrgico hein….jaja vai chegar a vez de um dos maiores canalhas da historia brasileira, e o churrasco de comemoração vai ser dos bom hein
    uhauahuahuahuahahaa
    Pra encerrar Eduardo Cunha aceita o impecheament que m%[email protected]# é o sujo contra o mal lavado, e se der certo da Dilmais roda tbm hein, quem assume é o Temer kkkkkkk avanti Brasil kkkk

  • Aluno

    Tucano Alckimin, o exterminador do futuro.

  • NO BANDIDO NINGUÉM BATE, MAS SE ALGUÉM PROTESTAR POR UM DIREITO A PM MANDA O CACETE, UMA VERGONHA VEJO QUE ESTAMOS MESMO NO — DO SACI.

  • CADETE

    PROFESSOR, com todo respeito, pois possuo quase que totalmente as mesmas idéias,que as suas, mas não preciso que ninguém me defenda, sou auto suficiente,em tudo que faço.

  • PSDB

    Para que é ato é padrão do PSDB, igual ao governo Alckmin, “O EXTERMINADOR DA EDUCAÇÃO”. Aqui, o prefeito também é Exterminador da Educação Superior, coitados dos alunos que queiram buscar uma formação diferente da que é oferecida aqui na unijales.

  • Saiu na chuva, e' para se molhar

    O agora PROFESSOR
    O PT sempre , atraves de seus sindicatos e associaçoes, mandou os alunos invadirem as escolas e chamar de ocupaçao dizendo que e’ um direito.
    O PT agora, mandou os estudantes parar 4 grandes avenidas de SP, dizendo que e’ um direito portanto eu pergunto : onde esta’ o direito do estado (da maioria do cidadao) de organizar as escolas para economizar e fechar 94 escolas?
    Concluindo, o PT manda os estudantes bagunçar as ruas e escolas de SP, a policia logicamente vai intervir (pela populaçao), tem o confronto e depois o governador e’ o culpado?
    A Dilma e o Lula pressionaram o PT a votar favor do mafioso Cunha porque sabem que tem culpa “no cartorio” e nao querem ser investigados. O impeachment da Dilma vem ai
    Como eu te conheço, vai ser dificil, voce ter educaçao (ja’ que diz que e’ professor) e respeitar a opiniao dos outros

  • Zé da égua

    Prezado blogueiro: por favor, coloque um tutorial no blog ensinando o REVOLTADO, o PROFESSOR, o CADETE (creio serem a mesma pessoa, usando de alcunhas diferentes no intuito de se auto elogiar e mostrar inteligência) e outros parvos de plantão, a simplesmente colocarem o link de onde a matéria fora copiada, pois esses imensos textos, copiados e colados, deixam o blog chato ao extremo. Ademais, quanto a xingamentos e ofensas, creio que deveriam ser filtrados e banidos, pois nenhum leitor é obrigado a compartilhar da suína educação dada aos mencionados seres por seus genitores!!!

  • Brasileiro

    É só olhar as fotos para ver que não é aluno.

  • PROFESSOR

    Prezado blogueiro, não sei se temos ou não diferenças ideológicas, ou politicamente, pensamos diferentemente, e quando escrevo no referido Blog, é sim simplesmente para expor minhas idéias, sejam elas cópias ou mesmo comentários meus, por isso não preciso, ficar bajulando, se o Blog é bom ou ruim, se é ou não um canal de contato entre as pessoas, ou de sentimento, anseios ou também insatisfação, pois isso todo individuo sabe que é, e para que serve o Blog.
    Por isso continuarei a escrever, quando for a minha vontade e com cópias também, agora colocar ou não minhas opiniões, isso blogueiro é um problema exclusivo seu, que não irá me afetar em nada. Agora quanto ao individuo, que pensa quem sou eu ou não, a minha preocupação é menor ainda quanto as suas sugestões, mostrando inclusive seu tom de puxa saco e ao mesmo tempo de autoritário, deixando lhe bem explicado que não preciso de conselho de pessoas indesejáveis, pequenas, que se sente superior as outras, sendo que na verdade, as vezes até mais baixa são. E se continuar a escrever, sendo ou não conciso, este é um direito que tenho e nenhum boçal, me fara mudar de idéias.
    Pois se é muita cola, cópia é sinal que o inteligente lê . E isso tudo que eu coloco, tirando do O Globo, Folha, Estadão, Carta Capital, UOL,Com. alguns Blogs, no Google etc…, tiro essas idéias e comentários, para que se fique tudo bem, explicado, para alguns analfabetos como esse acima, que pensa ser o dono da verdade absoluta. Quanto aos xingamentos dificilmente eu pratico, é só ler os textos ou comentários, que verá que xingamentos existem de vários elementos. ( não citarei quais ), é só o sabichão continuar lendo.
    Blogueiro se não gosta de ler textos longos e parte de seus leitores também não gostam, é fácil, não publique.. E se você não consegue ser conciso, por que eu precisarei ser, se não quero. Cada um na sua. Existe o Livre Arbítrio. pratique-o.
    Abraham quem sabe para melhorar o Blog, é , só você não escrever . E se você sabe quem sou eu, seja homem e venha conversar comigo.

    • Abraham Lincoln

      Prezado Professor, boa tarde.
      Em que lugar você leu seu nome em meu comentário? Porque você o respondeu? Porque você insiste em ser açoitado por mim aqui no blog? Quem você realmente é? Cadete? Cacete? Isso é uma vergonha – Século XXI? Professor? Revoltado? O Professor que defende o Cadete? (esse último foi foda; de verdade). Veja só, aqui entre nós: Sabe por que é possível saber quando é você que escreve? É que ninguém é tão chato na utilização do plágio como você. É que ninguém, que tenha freqüentado o ensino fundamental, escreve tão mal quanto você. Acredite em mim, eu não estou te criticando, estou apenas fazendo uma constatação que, para todos os demais, é bastante nítida, só você não percebe. É feito halitose, somente o “bafudo” não sabe que tem. Eu tive um professor universitário que dizia: “Não corrijam erros ortográficos de pessoas que não lhes solicitaram a correção, soa arrogância. O erro só é realmente relevante quando a comunicação é afetada”. Pois bem, você escreve tão mal que quase não conseguimos te compreender; a comunicação é, de fato, afetada. Só por isso eu lhe digo: Melhore. Quanto aos xingamentos, você os profere sim, e aos montes. Você não é aquele a quem eu chamaria, exatamente, de “educado”. Quanto a te encontrar pessoalmente, eu, de início, lhe digo que sou contrário a qualquer espécie de violência; além disso, eu soube, por um amigo, que você é um senhor (senil, sacou), o que representa outro óbice a um corretivo físico que, diga-se de passagem, você merece.

  • PROFESSOR

    O Passado, o Presente, O Futuro.Todos condenam o PSDB–DEM–PMDB, menos o nosso Judiciário.
    Isso pode Abraham Lincoln e Blogueiro? ou vai censurado.

  • PROFESSOR

    Para a cúpula do Governo,o PMDM ( partido do toma-la da cá ), assinou em baixo a decisão de Eduardo Cunha, para poder dar inicio ao processo de Impeachment da Presidenta Dilma. Os auxiliares mais próximos de Dilma, com medo de virar a bola da vez, o PMDB, optou pelo Impeachment da Presidente como um meio de misturar o jogo politico nesta hora, como o partido sempre faz.
    Além de Cunha, outro nome é citado dentro do governo, o nome do vice-presidente Michel Temer, inclusive do senador Renan Calheiro, sendo os integrantes da tropa do PMDB ( o partido do toma la da cá ),dando suporte à atitude tomada pelo Cunha, Presidente da Câmara. Agora o estado que se chegou, é, que todo mundo quer salvar sua própria pele, necessitando então , ter a maior confusão co Congresso.

    Isso pode Blogueiro e Abraham Lincoln ?

    • Vixi

      Is you, teacher K??? Pois está chato na mesma medida… monta um blog pra você… de preferência cujo tema seja filosofia, pois daí poderá derramar seu irrefutável saber em longas e sonolentas páginas…

  • PROFESSOR

    Zé da égua,só podia ter esse nome, meu pseudônimo e este ( Professor), não sou nenhum Cadete e nem Revoltado, mas se você esse seria um problema exclusivamente meu. Nunca precisei e nunca precisarei, me vangloriar, de coisa nenhum, pois sou um ser humano normal, igual a todo mundo.
    Já disse antes se os textos são copiados ou colados é sinal que o boçal esta lendo e gostando. Alguns sim são copiados e depois eu mesmo, coloco minhas ideias, outros são tirados não por completo pois também coloco minhas idéias e opiniões da Uol.Com., Carta Capita, O Globo Blogs,, Folha de São Paulo, Estadão, Facebook, Google etc.Quanto ao Blog ficar chato ou não esse problema é do Blogueiro, pois o mesmo já disse antes, tem o direito de não colocar os textos. Mas existe uma forma melhor de tornar o Blog legal, deixa de escrever nele.
    Sua educação deve ser exemplar, pois acha errado os xingamentos,e , dificilmente o faço, a não ser para me defender, como agora ao dizer-me ( Suína Educação ), talvez porque você, pensou estar falando com, papai e mamãe, escreveste suína.Ou estas escrevendo de dentro de sua residência o Chiqueiro.
    Pode isso Blogueiro ou Abranham Lincoln ?

  • Eu e o rei

    PROFESSOR
    Eu tenho certeza que todos temos ideias e pensamentos diferentes porem temos que respeitar a opiniao de cada um
    Se voce nao concorda logo nao precisa chamar o outro de asno, burro, idiota, otario, etc basta respeitar a opiniao alheia
    Voce tem todo o direito de copiar textos de revistas e jornais embora parece que ninguem lê mas
    seja educado pois voce disse que e’ um professor
    Honre o seu diploma

  • PROFESSOR

    Eu e o rei, sempre respeitei e respeito, opiniões e ideias diferentes das minhas, pois nesses tempos são raros as idéias e opiniões serem totalmente iguais e quando eu chamo determinado pseudônimo de asno, idiota e otário é porque antes de alguma maneira diferente, ou com palavras sutis, como já aconteceram várias vezes, é só o senhor rei procurar e acharas ,( me insultaram ), antes com sutilizas e eu, diferentemente dos outros já vou ao ponto certo, porque palavras sutis, para mim, não entra no meu vocabulário, pois sou autentico, verdadeiro e sincero e minhas respostas não me permitem,a usar a sutileza, para ferir ou tentar ferir alguém.
    Poe exemplo ( tenho direito de copiar textos de revistas e jornais) o que é isso rei do lixo, isso é sutileza, isso é querer ofender sem machucar. Comigo não já lhe chamo de asno e imbecil. Então seu asno eu já disse, várias vezes que realmente algumas vezes copio noticias de jornais e textos, de revista nunca, mas depois complemento com minhas ideias e opiniões e não vejo vergonha nenhuma em assim fazer, pois minhas ideias e opiniões para mim ficam bem mais clara e assim continuarei a fazer e o rei do curral terá que aceitar, ou o Blogueiro não editar.
    Eu sou um educado mal educado verdadeiro e você é um educado, mal educado mentiroso e falso.
    E se o rei da cocada preta e o vixi estão falando dos textos é sinal que estão lendo e eu estou fazendo sucesso .

  • PROFESSOR

    BLOGUEIRO–não estas sendo leal, onde esta a minha resposta ao pseudônimo Zé da égua , que por sinal me ofendeu duas vezes ( suiná educação ) e ( má educação que meu genitores passaram ) e dizendo que ( Professor*–Revoltado e Cadete são as mesmas pessoas. ).
    Não sabia que usas dois pesos e duas medidas, onde esta a sua lealdade, a quem participa desse Blog?
    Prefiro parar do que ser descriminado, ou o mesmo é algum parente seu?

  • PROFESSOR

    COPIA DO TEXTO DA UOL.Com. Educação–por que o Blog e os educadinhos de plantão não comentam esta reportagem, que saiu também no O Globo e Facebook?

    “Estou com muito medo”, diz estudante pendurado por policiais em protesto
    Lucas Rodrigues
    Do UOL, em São Paulo 03/12/201517h11

    Estudantes protestam contra fechamento de escolas públicas de SP481 fotos 477 / 481
    3.dez.2015 – Elissantro Dias Nazaré da Siqueira, de 18 anos, estudante do terceiro ano do ensino médio, que foi solto na tarde desta quinta-feira após ficar cerca de três horas detido no 14 °DP (Pinheiros), na zona oeste da capital paulista, acusado por desacato. Segundo ele, um capitão da tropa deu um soco no rosto dele e outros policiais ameaçaram torturá-lo. O estudante foi detido, algemado e carregado de barriga para baixo por quatro policiais militares Leia mais Dario Oliveira/Código19/Estadão Conteúdo
    “Estou com muito medo. Eles me ameaçaram para ficar calado e sumir, mas vou continuar na guerra.” Quem afirma isso é o estudante Elissantro Dias Nazaré da Siqueira, de 18 anos, um dos seis detidos durante protesto contra o projeto de reorganização do governo Geraldo Alckmin (PSDB), que aconteceu na tarde desta quinta-feira (3) na zona oeste da capital paulista.
    Houve dois pontos de confronto com a Polícia Militar: na avenida Faria Lima e na avenida Deputado Lacerda Franco. Elissantro foi detido e chegou a ser pendurado de cabeça para baixo por quatro policiais neste último local. “Falaram na delegacia que eu estava jogando cadeira mas eu nem estava com cadeira”, afirma o aluno, que está com machucados no ombro, nas costas e nos pulsos (por conta das algemas).
    O professor da rede estadual R.P.V., de 39 anos, estava no local e confirma a versão do estudante. “Ele foi levado pendurado por quatro policiais de cabeça para baixo. O rosto dele estava bem vermelho por conta do sangue que estava descendo”, diz. “Eu tentei impedir que ele fosse levado daquela forma e um policial me ameaçou com cacetete.”
    Para R.P.V., o confronto de hoje foi o mais violento. “Foi uma agressão violenta da PM, que usou bomba contra os estudantes. E isso bem próximo a uma feira. Foi nesse momento que os policias conseguiram prender dois estudantes. Eu fui quase detido na Faria Lima.”
    Procurada no local, a tenente Sarah da Polícia Militar afirmou que Elissantro foi levado dessa forma até a delegacia porque apresentou resistência no momento da prisão. “Os policiais tiveram que usar de força”, afirma. “Usamos, ainda, bomba de gás lacrimogêneo para desinterditar a via”, relata. Segundo ela, cerca de 30 pessoas ainda aguardam a liberação de outros dois estudantes no cruzamento das avenidas Deputado Lacerda Franco e Cardeal Arcoverde, na zona oeste.
    Quero ler os comentários dos amigos íntimos do Blogueiro e sem palavrões, pois crianças estão lendo estas barbaridades, mandadas fazer pelo Alkimin Fascista-Burgues e Capitalista, querendo afundar a Educação, no Estado

  • PROFESSOR

    IMBECIL ABRAHAM LINCOLN, além de tudo é cínico, querendo usar de sutilezas e indiretas para tentar me atingir , mas o burro aqui é você, não citaste o meu nome mas disse em seu comentário (veja só a extensão dos comentários acima–você sabe quem escreveu, alias nos sabemos quem escreveu os dois comentários acima ), seu asno são meus e em nenhum momento sujei esse blog com seu pseudônimo. Sua sutileza é fenomenal, não para mim. Não sou açoitado por você ao contrário as chibatadas, que dou sou eu, para você e a família puxarem a carroça.
    Sugeriu ao Blogueiro cortar meus comentários, através de sua sutileza, ( Não estou aqui sugerindo que você promova cortes indiscriminados no texto e nem bloqueie os textos ).
    Mais uma vez seu energúmeno aqui não tem nada de Cadete e nem Cacete é Professor, mas como a turma familiar gosta de Cacete, que culpa tenho eu. E Chato eu tenho naquele lugar que tu gosta de ficar passando sua mão.
    Boçal se eu escrevo, tão mal, por que lê meus textos e comentários copiados, seu estrume. Boçal todo o erro é relevante, pois com o erro não se pode comunicar, e tenho a hombridade de reconhecer que cometo sim, alguns erros, mas sua burrice consegue ler então já basta , pois o meu principal objetivo é te fazer de Palhaço kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk, falo palavrões sim, mas para me defender de Escroto como você, que achas,que com suas palavras sutis, vai me atingir sem respostas. Estas errado as resposta voltam voando, com uma diferença eu falo abertamente e você querendo ser gentil vem com essa educação mentirosa e ardilosa, que costumas a usar.
    Quanto ao vir conversar comigo, quando escrevi não foi nesse sentido de violência, pois não vivo na idade da pedra,foi simplesmente para tentarmos através do dialogo chegarmos a alguma conclusão, que não conseguimos, através do Blog,. mas, se queres me dar um corretivo físico, ´por que não tenta, já que se julga suficiente. Este seu , amigo deve ser mais um babaca igual a você,mas se ter 46 anos é ser um senhor, por que não tenta a sorte?
    Mas uma vez me esqueça, que vai ser bem melhor, e não tente me atacar sutilmente, pois não sou da sua raça. e os pseudônimos: Revoltado, Cadete e o que você mais gosta Cacete não são meus, o meu é simplesmente Professor, mas se não queres acreditar, problema seu . Boa Noite

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *