STF PUNE PROMOTOR QUE ATACOU ESQUERDA NO FACEBOOK

Deu no Brasil 247:

A Primeira Turma do STF manteve punição de 53 dias de suspensão com corte de salário imposta pelo Conselho Nacional do Ministério Pùblico (CNMP) ao promotor Eugênio Paes Amorim, do Ministério Público do Rio Grande do Sul, que atacou a esquerda em 2018, durante a campanha eleitoral. 

Em 2018, na época das eleições, Eugênio Amorim publicou no Facebook diversos ataques à esquerda, ao PSOL e à vereadora Marielle Franco. Também publicou frases do tipo “chega de mimiminorias” e “Ou o Brasil acaba com a esquerda ou a esquerda acaba com o Brasil!!!”

Por maioria, a Primeira Turma entendeu que os membros do Ministério Público não podem atacar os princípios constitucionais que o órgão deve defender.A decisão foi tomada no dia 18 de agosto, mas o acórdão foi publicado apenas na terça (01/09).

4 comentários

  • Rapizodia

    Ficou barato! Corporativismo é isso!

  • A Venezuela é aqui! Será?

    Lendo as frases ditas pelo promotor. Eu não achei que ele atacou os princípios constitucionais que o Ministério Publico deve defender. Entre as publicações, estão citações a Marielle Franco, assassinada, e à ex-juíza Patrícia Acioli, executada à bala. Ele disse ‘Marielle e Patrícia Acioli morrem nos anais do ativismo seletivo.’
    Em outras publicações: “Ou o Brasil acaba com a esquerda ou a esquerda acaba com o Brasil”. Outra “Venezuela é aqui”. Acho que ele deveria se filiar a um partido politico para exercer o seu ponto de vista.
    Essa medida visa restringir a liberdade de expressão dos juízes, nas redes sociais. Vem, também, se buscando calar também os Promotores e Procuradores que não forem subservientes ao sistema e ao politicamente correto.
    Entretanto, eles ganham um bom salario com regalias. Sabiam que não podem dar pitacos na politica brasileira.

  • Abraham Lincoln

    Bem, eu não sou membro do MP (infelizmente) e, portanto, a externação do meu pensamento não pode ser tida como infração, quer de ordem administrativa, quer de porra de ordem alguma que seja. A esquerda, essa esquerda hoje imposta, essa forma ideológica de pensar, essa deve sim ser extinta. Sou defensor de uma democracia pluripartidarista, mas com a esquerda sendo representada por figuras como Fernando Gabeira e Marina Silva. A esquerda de Boulos, Jandira Feghali, Lula, entre outros, sem dúvida, deve desaparecer.

  • Thiago

    O Blog atualmente só replica matérias ?

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *