TSE CONFIRMA INDEFERIMENTO DA CANDIDATURA DE JOTA ERRE

O ministro Henrique Neves julgou, ontem, o recurso do ex-vereador José Roberto Fávaro(PSDB), onde o tucano recorre de decisão do TRE-SP, que indeferiu o registro de sua candidatura a vereador, nas eleições 2012, com base na Lei da Ficha Limpa. A decisão foi publicada hoje, no site do TSE:

08/02/2013 09:31 Registrado(a) Decisão Monocrática no(a) REspe Nº 839-08.2012.6.26.0152 em 07/02/2013. Negação de seguimento

Como se vê, o ministro negou seguimento ao recurso do vereador. Não sou advogado e não entendo de leis, mas creio que, por se tratar de decisão monocrática, ainda seja possível mais algum recurso. Afinal, estamos no país dos recursos.

De qualquer forma, a decisão do ministro não muda muita coisa para Jota Erre, uma vez que ele – concorrendo subjudice – obteve apenas 471 votos nas eleições do ano passado.

De outro lado, a decisão poderia mudar alguma coisa para o tucano Du Venturini, pois, caso os votos de Jota Erre fossem contabilizados, o PSDB atingiria o quociente eleitoral e faria um vereador. No caso, Venturini, que entraria no lugar do petebista Sérgio Nishimoto.

Com a decisão de ontem, fica faltando apenas um caso de indeferimento de candidatura, aqui de Jales, para ser julgado no TSE. Trata-se do caso da candidata Mara Regina de Souza(PSDC), que saiu das urnas com apenas 23 votos. E qualquer que seja o resultado, não mudará nada.

3 comentários

  • Anônimo

    Que pena ……o Du Venturini não ter entrado nessa eleição…….mas Parabéns pelos votos conseguido…..

  • Bolo de Aniversário

    Uma pena é não eleição do Du Venturini, que isso sirva de lição, por estar em partido errado e fazer coligação errada, mas parabéns a Justiça Eleitoral que eleminou um ficha suja destas eleições. Fora JR. Acorda Jales. kikikikiki

  • Anônimo

    APRENDA SENHORES VENTURINIS QUE DINHEIRO NÃO É TUDO NESSA VIDA. MAIS HUMILDADE E ORAÇÃO

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *