UM JALESENSE NA LAVA JATO: CARLINHOS RAYEL É CITADO EM DELAÇÃO DE DIRETOR DA ODEBRECHT

rayel-2

Enquanto o procurador geral da República Rodrigo Janot fala em investigar o vazamento da pré-delação do lobista da Odebrecht, Claudio Melo Filho, a revista Veja já está vazando outra delação: a do superintendente da Odebrecht no Rio de Janeiro, Leandro Azevedo, que envolve os nomes das principais lideranças políticas do Rio.

Segundo a revista, ele detalhou doações de caixa dois para o governador Luiz Fernando Pezão (PMDB), o prefeito Eduardo Paes (PMDB), o senador Lindbergh Farias (PT) e para o ex-governador Anthony Garotinho e sua mulher, Rosinha, ambos do PR.

A novidade está no capítulo dedicado ao senador Lindbergh Farias(PT), que, na contabilidade da Odebrecht, era conhecido pelo apelido “Feio”. Segundo o delator, Lindbergh teria recebido R$ 3,2 milhões na forma de caixa dois em suas campanhas.

rayel-lindberghO detalhe vem agora: Azevedo disse que parte do dinheiro entregue a Lindberg foi utilizado para pagar dívidas de campanha – coisa de R$ 700 mil – com o marqueteiro Carlos Rayel. Entre outras coisas, o delator disse que reuniu-se, em junho/julho de 2007, com Rayel e Lindbergh no gabinete deste último, à época prefeito de Nova Iguaçu.

Ainda de acordo com o delator, Carlinhos Rayel participou da negociação com Benedicto Júnior, outro diretor da Odebrecht, quando foi solicitada a ajuda financeira. Azevedo, o delator, afirmou que foi Rayel quem passou todas as informações necessárias para que os pagamentos, via caixa 2, fossem efetuados.

O suposto envolvimento do jalesense Carlinhos Rayel na Vaza Jato já repercutiu no estado de Mato Grosso (veja aqui), onde ele foi o marqueteiro e secretário de Comunicação do ex-governador Silval Barbosa, que, atualmente, está preso por corrupção.

Carlinhos Rayel, foi coordenador de imprensa e comunicação do governo Quércia, entre março de 1987 e março de 1991. Ele foi, também, o marqueteiro da campanha presidencial de Anthony Garotinho, em 2002, e da campanha vitoriosa da governadora Rosinha Garotinho, no Rio de Janeiro.

dsc02387-ed

Nos anos 70, Carlinhos desfilava seu requintado futebol pelos gramados de Jales. Na foto acima, registrada no nosso estádio municipal, ele é o terceiro da esquerda para a direita, entre o magro e cabeludo Cardosão (ele mesmo! o tucano Carlos Roberto Cardoso da Silva) e o renitente solteirão Evandro Spolon, o Kerkhof.

Nos anos 90, Carlinhos passou à categoria de “cartola”. Ele presidiu o time de basquete de Jales, três vezes vice-campeão da Liga Nacional (1991/92/93), que tinha jogadores da seleção brasileira – como Mauri, Gérson Victalino e Luís Felipe – e estrangeiros famosos, como o porto-riquenho George Torres e o americano Rocky Smith, além do técnico Flor Melendez.

22 comentários

  • Geroma.

    Ele é filho do Oscar de Almeida Rayel?

  • Santos

    Este Carlos Rayel ėra um que tinha uma loja de móveis em jales,???

  • Tadinho dos Coxinhas

    Quero ver o que os coxinhas vão falar agora a turma do PT tá presa agora a turma do Temer vai rodar muita gente. Será que a culpa é do PT, ou eles são todos santo Moro que não vai denunciar nenhum deles. Kkkkkk se lascaram coxinhas olha e foi a Globo e a Veja que falou mas deve ser mentira Kkkkkk até tus Santo Alkimim? Kkkkk

  • Triste

    Olá .ontem teve a festa de confraternização do Sindicato dos Funcionários públicos de Jales e região o ginásio de esportes lotado ,além do presidente Zé Luiz sendo o locutor aficial do evento foram vários políticos lá fazerem o seu discurso o mais bonito foi o prefeito de jales Pedro sempre calado fazendo coraçãozinho e mandando para o povo e nós os bobos da corte todos molhados da chuva quando estava todos acomodados veio um vento entrou água pelas aberturas na parede da frente mais um banho. O povo pedia para ir mais rápido o senhor presidente do sindicato ainda Ironizava as pessoas falando além de vir aqui para ganhar prêmios alguém fica reclamando. Sr presidente o sindicato existe graças a nós funcionários públicos, acho que temos o direito de reclamar sim .provavelmente este foi meu primeiro e última vez que participo mas nem por isto deixarei de ser associado ao sindicato, mas da próxima vez vamos ser mais objetivo agora presidente um elogio a você quando os marmanjöes evadiram e pegaram as bolas da criança aí tiro o chapéu para você. Mas por favor no próximo ano seja mais rápido
    Populinense.

  • Triste

    Completando tiro o chapéu pois você deu uma comida de toco no pessoal que invadiu e ainda estouraram a metade das bolas das crianças.

  • É SÓ PROCURAR E LER

    RATAZANAS:::::
    Brasil
    ACOADO: Para quem dizia que PT havia roubado o Brasil, Caiado se “encolhe” com delação da Odebrecht e “silencia”
    O Senador Ronaldo Caiado (DEM) que enchia a boca para dizer que o PT havia roubado o Brasil, ficou “caladinho” após a delação que comprometeu toda a cúpula do PMDB, PSDB e de seu partido, o DEM.
    Caiado que se diz contra a corrupção, não usou a tribuna do senado, nem tão pouco a imprensa para mostrar a sua indignação.
    O seu partido, o democratas, foi apontado como recebedor de propina. Mais de um milhão de reais, a pedido do seu colega Aécio Neves (PSDB).
    Após a delação da Odebrecht, Caiado terá que mudar o discurso, pois corre risco de sofrer represálias da tribuna do Congresso Nacional.
    Vamos pra frente Brasil das passeatas e da panelas, só que agora não teremos mais. kkkkkkkkkkkkkkkkk.

  • ESTAMOS CONVIDANDO OS COXINHAS FASCISTAS PARA APOIAREM OS RATAZANAS NA PASSEATA E NA BATEÇÃO DE PANELA QUE SERÁ REALIZADO EM TODA AS GRANDES CAPITAIS NO DIA 18 DE DEZEMBRO DE 2016. POR FAVOR COMPAREÇAM-MAS SEM RATOEIRAS NAS MÃOS.

    TEMER CONVOCA EQUIPE DOS RATOS PARA DISCUTIR CRISE POLITICA APÓS DELAÇÃO.

    O presidente Michel Temer convocou uma reunião neste domingo (11) com o ministro Eliseu Padilha (Casa Civil) e Moreira Franco, secretário do Programa de Parceria de Investimentos, no Palácio do Jaburu.
    O encontro, que não estava previsto na agenda, servirá para que discutam a crise política instalada no Planalto depois da revelação do teor do acordo de delação de um ex-executivo da Odebrecht em que os três são mencionados.
    Temer estava em São Paulo e chegou a Brasília no início da tarde. A ordem do presidente é ter sangue frio e calma para enfrentar as acusações do ex-diretor da empreiteira Cláudio Melo Filho. A equipe de Temer diz que não há nada contra ele que possa gerar suspeitas de irregularidades e que a expectativa é que o fim de ano acalme os ânimos em Brasília.
    Segundo interlocutores do presidente, o governo terá de reagir à nova crise política, para dar demonstrações de que não está parado. O presidente pretende discutir com seu ministro da Fazenda, Henrique Meirelles, medidas para tentar tirar a economia da recessão, que poderiam ser lançadas ainda neste ano.
    Além disto, Temer quer resolver as pendências para nomear mais um ministro na cota do PSDB dentro da estratégia de trazer os tucanos definitivamente para dentro do núcleo duro do Palácio do Planalto. O nome mais forte é o do deputado Antonio Imbassahy (PSDB-BA), que chegou a ser dado como certo na Secretaria de Governo. A oficialização do nome foi suspensa depois de pressões do centrão.
    DELAÇÃO
    O teor da delação de Cláudio Melo Filho, ex-vice-presidente de Relações Institucionais da Odebrecht, expõe a atuação de Temer e Padilha e Moreira Franco.
    Segundo Melo, “o atual presidente da República também utilizava seus prepostos para atingir interesses pessoais, como no caso dos pagamentos que participei, operacionalizado via Eliseu Padilha”.
    O nome Michel Temer (ou só o sobrenome dele) aparece 43 vezes no relato. Padilha, apelidado de “primo”, é mencionado 45 vezes e Moreira Franco, o “angorá”, 34.
    DATAFOLHA
    A popularidade do presidente despencou desde julho, acompanhada da queda na confiança na economia a níveis pré-impeachment, revela nova pesquisa Datafolha.
    De acordo com o levantamento, 51% dos brasileiros consideram a gestão do peemedebista ruim ou péssima, ante 31%, em julho.
    O levantamento foi realizado entre 7 e 8 de dezembro, antes de virem à tona novos detalhes de delação da Odebrecht com menções a Temer.

  • Tenho inveja do Rayel! Entrou na festa de Lula

    Temos a impressão que, na era PT, em 13 anos, qualquer político que precisasse de dinheiro bastava pedir a Odebrecht que ela “dava” desde que o politico defendesse os interesses da empresa, no governo.
    Cerca de 200 políticos receberam dinheiro da Odebrecht, sem contar a OAS, Andrade Gutierrez, Constran, A Carioca, e outras pois neste caso, todos pegaram dinheiro das empreiteiras. Se o chefe Lula “pegava”, por que, não?
    Depois de ter trabalhado com Garotinho e esposa, Sinval Barbosa, etc, Carlos Rayel trabalhou com esse bandido e senador do PT Faria por R$ 700 mil. Muito esperto! Teve muito lucro.
    E recebeu. Parabens!

  • Edson de Souza

    Boa tarde Cardosinho,,, saberia identificar o terceiro atleta agachado da esquerda para a direita,, obrigado

  • AS RATAZANAS DELATADAS PELA ODEBRECHT–VAMOS QUERIDOS COXINHAS LER JUNTINHOS O BRASIL ESTA INTERESSADO:
    Ao lidar com o repasse de propina a políticos, a empreiteira Odebrecht elaborou codinomes para referir-se aos beneficiários dos pagamentos. Em seu documento de delação premiada, Cláudio Melo Filho, ex-vice-presidente de Relações Institucionais da Odebrecht, explica a quem cada apelido se refere.
    Eliseu Padilha (PMDB-RS), o ministro-chefe da Casa Civil de Michel Temer, por exemplo, é o “Primo”. O senador (PMDB-RR), que se licenciou do cargo de ministro do Planejamento após a divulgação de gravações em que ele falava em um pacto para deter avanço da Operação Lava Jato, é o “Caju”. Geddel Vieira Lima (PMDB-BA), que deixou a Secretaria de Governo após ser acusado de pressionar pela liberação de um empreendimento imobiliário onde teria um apartamento, é o “Babel”.
    Os três codinomes são mais lisonjeadores que os apelidos usados para referir-se aos deputados Heráclito Fortes (PSB-PI) e Paes Landim (PTB-PI) e ao ex-deputado Inaldo Leitão (PB): “Boca Mole”, “Decrépito” e “Todo Feio”, respectivamente.
    Vejam os nomes o quanto receberam de propina, informação veio da Folha de São Paulo.Alguns dos citados em delação premiada de Cláudio Melo Filho, ex-executivo da empreiteira ODEBRECHT–veja o nome do Rato seu pseudônimo e valor recebido:–vamos ler juntos Coxinhas–VIVA.

    Citado Posição atual Apelido Quanto a Odebrecht diz que pagou (R$)
    Michel Temer (PMDB-SP) Presidente da República 10.000.000
    Eliseu Padilha (PMDB-RS) Ministro da Casa Civil Primo 4.000.000
    José Yunes (PMDB-SP) Assessor especial da Presidência da República e amigo de Michel Temer Valor não determinado
    Moreira Franco (PMDB-RJ) Secretário do Programa de Parcerias em Investimentos do governo de Michel Temer Angorá Valor não determinado
    Geddel Vieira Lima (PMDB-BA) Ex-ministro dos governos Temer e Lula Babel 5.880.000
    Eduardo Cunha (PMDB-RJ) Ex-deputado federal Caranguejo 11.500.000
    Renan Calheiros (PMDB-AL) Presidente do Senado Justiça 6.020.000
    Romero Jucá (PMDB-RR) Senador Caju 19.150.000
    Eunicio Oliveira (PMDB-CE) Senador Índio 2.100.000
    Jaques Wagner (PT-BA) Ex-ministro do governo Dilma e ex-governador da Bahia Polo 20.500.000
    Adolfo Viana (PSDB-BA) Deputado estadual Jovem 50.000
    Anderson Dornelles (PT-RS) Ex-assessor da presidente Dilma Rousseff Las Vegas 350.000
    Antonio Brito (PSD-BA) Deputado federal Misericórdia 230.000
    Antônio Imbassahy (PSDB-BA) Deputado federal 299.700
    Arthur Maia (SD-BA) Deputado federal Tuca 600.000
    Arthur Virgílio (PSDB-AM) Prefeito de Manaus
    Kimono 300.000Benito Gama (PTB-BA) Ex-deputado federal 30.000
    Aécio Nunes ( PSDB-MG) Senador Mineirinho 4.000.000Carlinhos
    José Serra ( PSDB -SP) Senador Nervoso 23.000.000
    Alkimin ( PSDB-SP) Governador de SP Santo 12.000.000
    Ciro Nogueira (PP-PI) Senador Cerrado, Piqui 1.600.000
    Claudio Cajado (DEM-BA) Deputado federal 305.000
    Colbert Martins (PMDB-BA) Suplente de deputado federal, eleito vice-prefeito de Feira de Santana (BA) Médico 591.443
    Daniel Almeida (PC do B-BA) Deputado federal, líder do PCdoB na Câmara Comuna 100.000
    Delcidio do Amaral (PT-MT) Ex-senador Ferrari 500.000
    Duarte Nogueira (PSDB-SP) Deputado federal, eleito prefeito de Ribeirão Preto Corredor 750.000
    Edvaldo Brito (PSD-BA) Vereador Candomblé 300.000
    Flávio Dolabella (-) Funcionário público Fazendeiro 45.000
    Francisco Dornelles (PP-RJ) Vice-governador do Rio Velhinho 200.000
    Gim Argello (PTB-DF) Ex-senador Campari 2.800.000
    Heráclito Fortes (PSB-PI) Deputado federal Boca Mole 250.000
    Hugo Napoleão (DEM-PI) Ex-governador, ex-deputado e ex-senador pelo Piauí Diplomata 200.000
    Inaldo Leitão (PR-PI) Deputado federal Todo Feio, Cunhado 100.000
    Iracema Portella (PP-PI) Ex-deputada federal 500.000
    João Almeida (PSDB-BA) Ex-deputado federal 500.000
    José Agripino Maia (DEM-RN) Senador Pino, Gripado 1.000.000
    José Carlos Aleluia (DEM-BA) Deputado federal Missa 580.000
    Jutahy Magalhães (PSDB-BA) Deputado federal Moleza 850.000
    Kátia Abreu (PMDB-TO) Senadora
    Leur Lomanto Junior (PMDB-BA) Deputado estadual 250.000
    Lídice da Mata (PSB-BA) Senadora Feia 200.000
    Lucio Vieira Lima (PMDB-BA) Deputado federal Bitelo 1.900.000
    Marco Maia (PT-RS) Deputado federal Gremista 1.350.000
    Orlando Silva (PC do B-SP) Deputado federal 100.000
    Paes Landim (PTB-PI) Deputado federal Decrépito 180.000
    Paulo Henrique Lustosa (PMDB-CE) Deputado federal Educador 200.000
    Paulo Magalhães Junior (DEM-BA) Vereador Goleiro 50.000
    Paulo Skaf (PMDB-SP) Presidente da Fiesp 6.000.000
    Robério Negreiros (PMDB-DF) Deputado distrital 50.000
    Rodrigo Maia (DEM-RJ) Presidente da Câmara dos Deputados Botafogo 600.000
    Renan Calheiro ( PMDB ) Senador 19.150.000
    Sérgio Cabral ( PMDB-RJ) Proximus 8.000.000
    E agora o que os coxinhas fascistas golpista irão falar ? O Juiz MORO e o JANOT terão coragem de dar inicio nos processos e prender todos os Ratos na Ratoeira junto com o líder Temer que recebeu 10.000.000 e é o famoso MT.
    Isso tudo é uma gracinha , vamos ver o que vai acontecer, mas de antes, estamos convidando todos os coxinhas para a passeata e bateção de panelas no dias 18 de dezembro de 2016, contra essa mentira horrivel . E tem que ir de amarelo e azul. kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkm.

  • TENHO INVEJA DE RAYEL !! ENTROU NA FESTA DE LULA, só pode ser mesmo um Otário, meu caro leia com atenção dois textos abaixo e veras seu irracional os ratos , seus codinomes e os valores que surrupiaram com a Odebrecht, seja mais esperto, inteligente leia a lista completa e verá que nela não esta o nome de Lula e Dilma. Nunca vi em minha vida um individuo com a mente tão suja de merda, só você mesmo, deve ser o mesmo idiota de sempre. És um delinquente sem o minimo de desconfiômetro, não deu pára perceber seu Imbecil que o chefe da quadrilha é o MT ( Temer ), Mineirinho ( é o Aécio ), Alkimin ( é o Santo ), Serra ( é o Senador Nervoso ), Renan Calheiro ( é o Atleta ) e mais uma vez ameba não verá nas delações da Odebrecht nem Lula e nem Dilma. Burro apreenda a ler , a noticia esta na Folha de São Paulo, O Globo e no Estadão seu louco Incompetente . kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk. Trouxa. Falo estes palavrões pois não gosto de pessoa ignorantes e maldosas que faltam com a verdade, ahahahahahahahahah.

    • Tenho inveja do Rayel! Entrou na festa de Lula

      Ao idiota NOIS
      Seu burro, leia a noticia que vou te escrever para voce parar de puxar de um ladrão Lula
      Lula, certamente, sabia que existia em seu governo, uma quadrilha do PMDB pois teve que entregar a Petrobras para Renan, Temer e Romero Jucá para que eles salvassem do processo de impeachment, no mensalão.
      Deu cargos a eles dentro do governo, para que aprovassem tudo que o quadrilheiro Lula queria que com o PT e o PP faliram a Petrobras.
      Posteriormente, essa corja de bandidos, do chefe Temer (voce votou nele!) percebeu a fraqueza da presid-“anta” Dilma e deram um ponta a pé e expulsaram Dilma e Lula do governo.
      Seu delinquente, pense um pouco se é que consegue pois sua cabeça tem muita merda.
      Desculpe, mas eu tenho que falar besteira pois tambem não gosto de imbecil

  • MORO PERSEGUINDO LULA:::::

    COXINHAS FASCISTAS LEIAM AS OPINIÕES DE ALGUNS JURISTAS SOBRE A PERSEGUIÇÃO INFAME DE MORO CONTRA O FUTURO PRESIDENTE LULA:::::
    Juristas revelam abusos e ilegalidades de Sérgio Moro contra Lula.
    Em lançamento de livro sobre o assunto , personalidades do Direito brasileiro e internacional jogam luz sobre violações do juiz Moro
    Lula diz à Justiça que foto com Aécio reforça parcialidade de Moro
    A perseguição judicial contra o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva é tema do livro “O caso Lula: A luta pela afirmação dos direitos fundamentais no Brasil” (Editora Contracorrente). A publicação foi lançada na terça (6), na livraria Martins Fontes, em São Paulo (SP).
    A obra traz uma série de artigos de importantes juristas brasileiros e estrangeiros que revelam, cada qual em sua área de atuação, os abusos, arbitrariedades e ilegalidades do juiz de primeira instância Sérgio Moro à frente da Operação Lava Jato.
    A opinião é unânime: há fatos evidentes de que Moro usa a Lava Jato como um instrumento de perseguição política contra o ex-presidente e o Partido dos Trabalhadores.
    Sob a coordenação de Cristiano Zanin Martins, Valeska Teixeira Zanin Martins e do professor da Faculdade de Direito da PUC-SP, Rafael Valim, a obra revela um cenário estarrecedor de violação de Direitos Humanos e de falência do Estado de Direito brasileiro em relação à caçada judicial a Lula.

    1.Marcelo Neves, professor titular de Direito Público da Universidade de Brasilia: “Está havendo uma atuação à margem da lei e da Constituição por parte do juiz Moro. O juiz tem sido parcial, e é possível demonstrar isso por vários atos praticados por ele. Mesmo assim, não tem havido medidas para reformar suas decisões ou afastá-lo do processo.
    Cabe então, neste caso, uma comunicação ao Comitê de Direitos Humanos das Nações Unidas para que sejam tomadas providências em relação ao Estado brasileiro. Não é suficiente dizer, como alguns fazem, que tem que se esgotar as instâncias. Se não houver perspectiva de uma revisão em face de decisões já tomadas, o presidente pode recorrer.
    É algo que está no próprio pacto de Direitos Civis e Políticos da Organização das Nações Unidas, que criou o Comitê de Direitos Humanos. Lula tem a legitimidade para recorrer a esse órgão”.
    2.Celso Antônio Bandeira de Mello, professor titular de Direito Administrativo da PUC-SP: “A perseguição ao Lula é evidente. Ela resulta simplesmente de um pavor que eles têm de que o Lula seja candidato a presidente em 2018. Como eles têm esse pavor, é claro que vão persegui-lo até o limite.
    3.;Leonardo Isaac Yarochewsky, professor de Direito Penal e doutor em Ciências Penais pela Universidade Federal de Minas Gerais: “Está havendo um abuso em relação ao instituto da delação premiada, ou da colaboração premiada, como chamam. É um instituto totalmente questionável do ponto de vista ético e do ponto de vista jurídico. Nas mãos do juiz Sérgio Moro, a delação premiada tem se transformado em moeda de troca para a obtenção da liberdade. Decreta-se a prisão de pessoas esperando a delação.
    Ele criou uma nova espécie de prisão preventiva: a prisão para a obtenção da delação, para delatar quem ele quer, como ele quer e quando ele quer. Delação é um outro nome da tortura.
    Outro problema muito sério da delação é que ela não pode servir de base para a condenação de uma pessoa. Aquele que delata, que dedura, que entrega uma outra pessoa para se livrar é capaz de qualquer coisa.
    Essa prática tem servido de manipulação na Operação Lava Jato contra determinadas pessoas e contra o presidente Lula.
    4.Gisele Cittadino, professora de Direito da PUC-RJ: “Há uns 40 anos há uma perseguição implacável da grande mídia contra Lula. Depois da sua eleição em 2002, houve uma espécie de arrefecimento, mas foi apenas um arrefecimento. Após o fim do seu segundo mandato, o presidente passou a ser um alvo não só de uma perseguição midiática, mas também judicial.
    Na verdade, é muito difícil no Brasil hoje separar a perseguição midiática da judicial. Ambas estão absolutamente entrelaçadas. A perseguição midiática de alguma forma assume uma forma jurídica.
    É como se fosse juridicamente legítimo perseguir o ex-presidente Lula, como se efetivamente tivesse alguma culpa a expiar. Assume-se esse caráter de legitimidade jurídica. Essa, talvez, seja uma das torturas mais horríveis.
    Quando somos perseguidos em uma ditadura militar, ou por assaltantes, sabemos que é ilegítimo, temos a certeza que estamos fugindo do mal. Mas a mídia vende à sociedade a ideia de que há uma perseguição do bem, porque judicial, no encalço do ex-presidente. Isso é terrível. É uma forma de tortura absolutamente brutal”.
    5.Gustavo Marinho, mestre em Direito Administrativo e especialista em Direito administrativo pela PUC-SP e pela Universidade de Salamanca (Espanha): “Em vários momentos, os princípios basilares da presunção de inocência e do devido processo legal foram desrespeitados contra Lula. No livro, eu analiso como funciona o sistema de queixas individuais no Comitê de Direitos Humanos da ONU, regrado pelo Pacto Internacional de Direitos Civis e Políticos. Ou seja, se o Brasil seria obrigado a respeitar uma decisão favorável ao ex-presidente. Apesar de ser um tema polêmico, a conclusão que chegamos é que o Brasil se vincula, sim, a decisão do Comitê”.
    6.Pablo Ángel Gutiérrez Colantuono, argentino, professor de Direitos Humanos e de Direito Administrativo: “A América Latina já sofreu muito pelo fato de não respeitar os devidos processos legais e a presunção de inocência. De não respeitar o direito de ir aos tribunais com todas as garantias legais asseguradas. Se observa na América Latina a manipulação de alguns temas com a finalidade de perseguir seus líderes de forma seletiva. No caso de Lula, se trata de uma perseguição a um líder latino-americano, ou, melhor, a um líder mundial, que deu voz a pessoas sem voz.
    São líderes que olham a América Latina para a América Latina, que defendem os interesses do estado, e não somente aos interesses das corporações. O estado e o único espaço em que os setores vulneráveis, as classes mais necessitadas, sentem o apoio que não é dado por outras corporações. O estado é o lugar natural do povo”
    A DIREITA FASCISTA BRASILEIRA ESTA FAZENDO DO BRASIL UM PAÍS PIOR DO QUE NA ÉPOCA DA DITADURA MILITARA ( NÃO QUE EU QUEIRA ISSO ).
    MAS APROVEITANDO A OPORTUNIDADE QUERO CONVOCAR TODOS OS COXINHAS PARA A PASSEATA E A BATEÇÃO DE PANELA NO DIA 18 DE DEZEMBRO DE 2016, CONTRA A DELAÇÃO DA ODEBRECHT, POR FAVOR VAMOS TODOS COMPARECER POIS A MESMA PEGOU TODOS OS NOSSOS RATOS.

  • lorena

    A velha RAPOSA chamada PMDB de novo nos noticiários. E o Vice Prefeito Garça que enchia a boca para dizer que o PMDB de Jales era diferente do PMDB lá de cima no final são todos iguais, é só dar uma olhada na Santa Casa de Jales.
    POUCA VERGONHA!

  • TENHO INVEJA DO RAYEL!! ENTROU NA FESTA DE LULA–em primeiro lugar idiota é o Cavalo de seu pai. E Burro é sua irracionalidade, pois nasceste do cruzamento de um cavalo ( seu P.ai ) e de uma Mula ( sua Mãe ).
    Por isso seu Burraldo você não ouviu e nem leu nas delações premiadas da Odebrecht os nomes de Dilma e do futuro presidente do Brasil Lula. Encéfalo não sei onde achas tanta asneiras para escrever no Blog, tu és uma Besta em colocar Lula, –Renan ( Atleta ), Temer ( MT ), Jucá ( Cajú ) na mesma panela, que sua Irracionalidade vivia a bater pelas passeatas, pois em momento nenhum o futuro presidente participou destas patifarias.
    Idiota. Como Lula poderia dar cargo politico a alguém, se já estava fora do poder a mais de 5 anos e a maior quadrilha da Lava Jato era e é comanda pelo MT, pelo Primo, pelo Justiça, pelo Mineirinho, pelo Angorá, pelo Babel, pelo Caju etc….um verdadeiro time de futebol só de ratos e dos grandes. E agora em uma reunião ontem à noite decidiram que irão tentar anular a Delação da Odebrecht na Justiça.
    Agora seu Burro acho e tenho certeza que quando falas em corja, bandidos delinquente e imbecil estas falando de toda a tropa de sua família que vai do pai ( o cavalo ) a sua mãe ( a mula ).
    Já percebeste a inveja que tem de meu pseudo e agora as palavras escritas pelas suas patas são todas iguais as minhas, quando me dirijo a um animal Irracional, que por falta de neurônios tem merda na cabeça. Tu és um Trouxa nas minhas mãos e gostaria de poder de pelo menos um pouquinho da minha inteligência, que só uso com pessoa racionais e, não com irracionais devoradores de capim como sua família de Asnos kkkklkkkkkkkkkkkkkkk.Lacraia. ahahahahahahahahahaha.

  • AO BURRO TENHO INVEJA DE RAYEL!!

    Governo Temer termina com ele ainda no cargo.
    O governo Temer começou a terminar neste domingo, 11 de dezembro de 2016, quando o presidente da República esboçou sua reação à delação coletiva da Odebrecht. De saída, concluiu que nada justifica a demissão de auxiliares como Eliseu Padilha e Moreira Franco. Não se deu conta de que nada, neste caso, é uma palavra que ultrapassa tudo. De resto, Temer estimulou aliados a questionarem o vazamento de delação ainda não homologada pela Justiça. Ficou entendido que, incapaz de curar a doença, opera para esconder a radiografia.
    Temer está diante de uma adversidade que lhe sonega o único papel que desempenhou nos seis meses de sua gestão. Não pode mais culpar a herança de Dilma Rousseff por tudo. O apodrecimento do PMDB é culpa dos políticos que o controlam. Temer preside a legenda há 15 anos. Não demite Padilhas e moreiras porque eles não fizeram nada que não estivesse combinado. Não se afasta de Renans eJjucás porque todos os gatunos ficaram pardos depois que o PMDB virou apenas mais uma organização partidária com fins lucrativos.
    Em política, não adianta brigar com o inevitável. Diante de um pé d’água, a primeira coisa a fazer é encontrar um guarda chuva. A segunda, é abrir o guarda chuva. A terceira, é tentar se molhar o mínimo possível. Alcançado por um temporal, Temer está ensopado. Começou a se molhar quando ainda era vice-presidente. Convidou Marcelo Odebrecht para jantar no Jaburu. Antes que fosse servida a sobremesa, mordeu o comensal em R$ 10 milhões. Ao liberar a grana para os destinatários combinados, o príncipe das empreiteiras transformou o guarda chuva de Temer numa armação sem pano.
    Na fase de montagem do seu ministério, Temer reuniu os amigos em São Paulo para definir o posto que cada um ocuparia no seu governo provisório. Nesse encontro, firmou-se um entendimento prévio: auxiliares pilhados em escândalos deveriam tomar a iniciativa de se afastar dos respectivos cargos. Participaram da conversa, além de Temer: Romero Jucá, Geddel Vieira Lima. Eliseu Padilha e Moreira Franco. Jucá e Geddel já deixaram a Esplanada. Padilha e Moreira também já caíram, só que Temer finge que não percebeu.
    O governo de Michel Temer, tal como o presidente imagina existir, já acabou. Ainda que permaneça no Planalto até 2018, Temer será um presidente coxo. Constrangido e rejeitado, promete reformas e crescimento econômico arrastando as correntes da Odebrecht como um zumbi.
    VIVA AS PASSEATA E PANELADAS DERAM RESULTADO O BRASIL ESTA AFUNDANDO AOS POUCO.

  • Jales
    Your comment is awaiting moderation.

    12 de dezembro de 2016 at 15:30
    COXINHAS TENHAM VERGONHA NA CARA–DEPOIS QUE A DELAÇÃO DA ODEBRECHT, CONSEGUIU COLOCAR TODOS OS RATOS NA RATOEIRA, OS MESMOS SE REUNIRAM o; MT, PRIMO, ANGORÁ, BABEL, MINEIRINHO, SANTO,CARANGUEJO,Justiça,ÍNDIO,POLO,ESCRITOR, ATLETA ETC…., VEM AS RATAZANAS E:
    Golpistas QUEREM ANULAR DELAÇÃO DAS ODEBRECHT altamente preocupantes dão conta que o comando golpista do Brasil, encabeçado pelo senhor Michel Temer, se reuniu na caverna, chamada Palácio do Jaburu, para tomar a decisão de pedir anulação da delação da Odebrecht.
    Afirmam eles que a delação deve ser anulada porque vazou antes de ser homologada pelo Supremo Tribunal Federal. Na verdade, quase todas as delações da Odebrecht foram vazadas e os golpistas se beneficiaram diretamente daqueles vazamentos seletivos. Vazamentos aqueles, que eram direcionados ao Partido dos Trabalhadores e à cúpula do governo Dilma. Agora, quando aponta para o PMDB e seu aliados, os golpistas vêm com esta lorota de pedir anulação.
    Não vamos aceitar em hipótese nenhuma a anulação da delação da Lava Jato. E que venham todos. Que mostrem, também, os podres do PSDB que, até o momento, foi poupado.
    Na verdade, o que Temer tem que fazer, quando demonstra a cada dia que passa que não tem capacidade nenhuma de dirigir o destino dessa Nação, é pedir a renúncia do mandato. Ele, que usurpou a escolha de 54 milhões de brasileiros, que não votaram nele e, sim, em Dilma Rousseff.
    Portanto, Temer, saia do governo e deixe o povo brasileiro decidir o destino da nossa Nação através de eleições diretas, soberanas, quando será respeitada a vontade do povo.
    o QUE ME DIZEM FASCISTAS, VAMOS TAMBÉM FAZER UMA PASSEATA TODOS VESTIDO DE AMARELO E AZUL, COM PANELAS NAS MÃOS,M EXIGINDO A NÃO ACEITAÇÃO DA DELAÇÃO, POIS É TUDO MENTIRA. KKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKK AHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAH.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *