UM POUQUINHO DE ALGUMAS COISAS

Levantamento finalizado pela Secretaria Municipal de Educação nesta sexta-feira, indica que o número de crianças que estariam necessitando de vagas nas creches do município seria de apenas 90. Coordenadoras ligaram para as mães e constataram que, em alguns casos, uma mesma criança estava na fila de espera de três ou quatro creches.

Outro fator que contribuiu para a redução da demanda foi a exigência de atestados de trabalho. Algumas mães não teriam conseguido comprovar que estão realmente trabalhando.

E como quem tem, tem medo, a Secretaria de Obras escalou alguns servidores para executar pequenas tarefas na creche do Jardim Maria Silveira, a fim de passar a impressão de que as obras foram retomadas. Como se sabe, a justiça deu 72 horas para que a prefeita desse um jeito de reiniciar a obra.

Não está descartada, no entanto, a possibilidade de um meia volta volver nessa história. É que a Procuradoria Geral do Município está interpondo um recurso (agravo) junto ao Tribunal de Justiça-SP, contra a liminar concedida pelo juiz Fernando Antônio de Lima, de Jales. A alegação é de que o Judiciário não pode se meter nas coisas do Executivo.

As coisas não estão mesmo fáceis para a prefeita Nice Mistilides. Segundo consta, mesmo sem a devolução das portarias, os gastos com o funcionalismo deverão voltar ao patamar dos 56% das receitas nos próximos meses. 

A Câmara vai discutir – e aprovar – na sessão da próxima segunda-feira, um requerimento onde os vereadores pedem informações sobre cargo, salário e função da nora da prefeita e ex-secretária de Fazenda, Angélica Boletta. Informações extraoficiais dão conta de que ela estaria exercendo a função de chefe de gabinete da prefeita.

Conversei nesta sexta-feira com três importantes assessores da prefeita Nice Mistilides e nenhum deles soube informar quem é, afinal, a senhora Sueli de Fátima Araújo, nova secretária de Administração. Uma servidora de carreira também não soube me dizer que apito Sueli toca, mas disse que a moça é oriunda de Campinas.

O Diário Oficial do Estado publicou, nesta sexta-feira, a abertura de um inquérito civil onde a prefeita Nice Mistilides aparece como investigada. A publicação não diz quais seriam as irregularidades que deverão ser investigadas. Sabe-se apenas que o caso é de suposta improbidade administrativa.

A prefeita Nice mandou comunicar a alguns servidores, nesta sexta-feira, que eles serão rodiziados e, a partir de segunda-feira, deverão se apresentar em outros setores. Por enquanto, o troca-troca atingiu servidores do RH, Planejamento, Procon e Compras.

O Tribunal de Contas do Estado(TCE) negou provimento a um recurso do ex-prefeito Parini e confirmou multa de R$ 6 mil, por conta de irregularidades na prestação de contas do desconhecido Consórcio Intermunicipal Circuito dos Rios e Grandes Lagos. Otávio Cianci, ex-prefeito de Mesópolis, que também presidiu o Consórcio, foi multado em R$ 2 mil.  

14 comentários

  • pombo

    A prefeita Nice vem demonstrando uma dinamica na administração. Por isso, é a melhor prefeita de todos os tempos.

  • SERVIDOR

    Apoio totalmente o rodizio de funcionário, pois em sua maioria estão todos encostados e não querem mais responsabilidade. Este rodizio tambem precisa chegar no Setor de Finanças e no Departamento de Obras que são os setores com mais Diretor de Divisão e um dos que menos produzem, lá são poucos que realmente se importam com trabalho.

    • Anônimo

      Poucos não. NO DEPARTAMENTO DE OBRAS EXISTE SOMENTE UMA FUNCIONARIA QUE REALMENTE QUER FAZER A DIFERENÇA E QUE SE PREOCUPA COM O TRABALHO. O restante empurra o dia com a barriga pra receber o salário no fim do mês.

  • anonimo

    E um tremendo absurdo pedir atestado de trabalho para a mãe em ano 2014,quando a educação infantil é “DIRETO DA CRIANÇA”.

  • Cuiabano

    acho justo requerer atestado de trabalho. conheço uma mãe que tem filho na casa da criança, mas a mesma não faz nada o dia todo, faz uma unha ou outra, coisa do tipo trabalha 1 ou 2 horas por dia no máximo e isso quando ela tem unha pra fazer. Deixa a criança na creche fica de bunda pra cima vendo TV o dia todo. Um absurdo.

  • Du

    Este “anônimo” aqui de cima está por fora. Tem que pedir atestado sim; já que não se trata de educação, de escola, e sim de CRECHE. Nas escolas atestados não são pedidos; mas em creches acho muito justo. Se a mãe não está trabalhando que cuide de seu próprio filho.

  • Anônimo

    Anonimo ai de cima, educação é direito, mas creche?

  • Anônimo

    Uma reflexão a luz da inteligência: Todas criança tem o direito a educação, correto! Mas o que leva uma mãe por seu bebe de 8 meses em uma creche se ela não trabalha? E o direito da criança de ter o convívio familiar também não é direito.

  • Chega de sustentar

    Nós, da sociedade que paga impostos estamos cansados em ouvir que os pobres tem direitos
    Eles tem direito de colocar seus filhos em creche, a remedios, maternidade, a bolsa familia, bolsa educaçao, casa (veja os sem teto), terra (veja os sem terra), saude, educaçao e assim vai.
    E nós que pagamos os impostos? Que direitos temos?
    A sustenta-los

  • anonimo

    Cardosinho, esta Sueli de Fatima Araujo, não sei ao certo qual a função; mas, sei que tem um ótimo curriculum pelo que ouvi dizer ela já foi gerente de recursos humanos na CPFL em Campinas.

  • EU E ELE

    Chega de Sustentar, você deve ser um Senhor muito abastado financeiramente e ser for Graças a Deus por isso. Mas o mesmo já se colocou na situação de algum pobre (você que disse), eu digo menos favorecidos por algum motivo, se não se colocou tente algum vez é depois responda. V.Sa. tem todos os direitos que mana na . Constituição, por isso lute por eles, o Voto é uma boa arma e não menosprezar ou diminuir um ser Humano igual a ti. O Livro mais lido no mundo diz: É muito mais fácil um Camelo passar no fundo de uma agulha, do que um Rico se Salvar. Ou da mesma maneira que julgas será julgado. Pense um pouco pois tudo nessa vida muda. Cumpra teus diretos e faça suas obrigações. Pobreza financeira não é doença.

  • CLIENTE

    O problema do Setor de Obras e o mesmo da Tributação, é o serviço particular de Engenharia em horario de expediente, não sobrando tempo para atender a população e resolver suas duvidas.

  • Chega de sustentar

    Eu e Ele, quero dizer que nesse pais, rico nao paga impostos pois que mais paga e’ a classe media.
    A classe media coloca seus filhos em colegio e creche particular para tentar entrar numa faculdade federal e nao pagar mais.
    A classe media tem plano medico, para nao morrer no SUS.
    Ela paga financiamento de uma casinha propria para nao pagar aluguel.
    A classe media trabalha muito para pagar muito mais do que isso.
    Cade os direitos da class media ?

  • EU E ELE

    CHEGA DE SUSTENTAR eu já disse antes e volto a repetir lute pelo seus direito, mas sem ofender o próximo. Como você eu também sou da classe média e devo passar pelos mesmos problemas seus, mas nem por isso menosprezo um ser humano infelizmente em piores condições que a minha. Dentro do possível e das minhas possibilidades procuro ajudar e não proferir palavras maldosas como a sua. O Teu problema meu amigo é com o Estado, seja ele Federal, Estadual ou Municipal, por isso mais uma vez lute por eles mas com dignidade . O VOTO É UMA BOA ARMA.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *