VEJA: ALCKMIN USAVA CUNHADO PARA RECEBER PROPINA, DIZEM DELATORES

alckmin-lava jato

O final de tarde desta terça-feira foi agitado – inclusive na Bolsa, que caiu 0,45% – por conta da divulgação da lista de políticos que serão alvo de investigações autorizadas pelo ministro Fachin com base nas delações da Odebrecht. 

Na lista estão alguns políticos conhecidos – e bem votados – aqui na nossa região, como o senador (atualmente ministro) Aloysio Nunes Ferreira Filho-PSDB e o deputado federal Rodrigo Garcia-DEM (atualmente secretário estadual). Ambos teriam recebido recursos não contabilizados (caixa 2) da Odebrecht.

A notícia abaixo, sobre o governador Geraldo Alckmin, é da revista Veja:

No acordo de delação da Odebrecht, homologado pelo Supremo Tribunal Federal (STF), três executivos da empreiteira, Benedicto Júnior, Carlos Guedes e Arnaldo Cumplido, relatam que o governador de São Paulo, Geraldo Alckmin recebeu 10,3 milhões de reais da empreiteira durante as campanhas de 2010 e 2014. Os recursos, repassados via caixa dois, foram contabilizados no famoso “Departamento de Operações Estruturadas”, o setor de controle de propinas da empreiteira.

Segundo os delatores, Geraldo Alckmin recebeu 2 milhões de reais “a pretexto de contribuição eleitoral” na eleição de 2010. Já em 2014, quando disputou a reeleição ao Palácio dos Bandeirantes, o governador levou outros 8,3 milhões de reais da empreiteira.

O responsável por receber o dinheiro sujo em nome do governador, segundo os delatores, era Adhemar César Ribeiro, cunhado de Geraldo Alckmin. “Adhemar receberia pessoalmente parte desses valores (…) Todas somas não contabilizadas”, relata o relator da Lava-Jato no STF, ministro Edson Fachin.

Na decisão, o ministro determina a abertura do sigilos e o envio das declarações dos delatores sobre Geraldo Alckmin ao Superior Tribunal de Justiça (STJ), que é responsável por investigar os governadores. 

22 comentários

  • lorena Antunes

    Cardosinho você não colocou o nome do DEPUTADO FEDERAL RODRIGO GARCIA só citou deputado federal foi esquecimento ou foi proposital para agradar o pupilo dele o prefeito do centro de região FLA PRANDI.

  • Pintasildo

    Esqueceu de colocar o nome do deputado, corrige ai pra que fiquemos todos sabendo.

  • Não vai virar nada mas pode virar!

    Certamente os petistas paulistas comemoraram o nome do Picolé de Chuchu que apareceu na lista do ministros Fachin, de 100 politicos envolvido na delação premiada da Odebrecht.
    Em 3 anos. o STF não prendeu ninguem portanto não vai mandar prender nenhum desses politicos “empregados” pois eles tem foro privilegiado.
    O grande problema será depois que eles perderem a “boquinha” no governo pois aí cairá nas mãos de Sergio Moro/MPF e alem disso, para investigar todos esses politicos, vai demorar muito tempo.
    Alegria de petista dura pouco!

  • SERJÃO BERRANTEIRO

    Delator disse tbm que “amigo” era o Lula… e que ele pagou em dinheiro vivo para o ladrão de 9 dedos… porque não posta a noticia ai tbm?

  • vem chumbo grosso para a Lula

    SERJÃO BERRANTEIRO
    Voce pediu e tenho noticias de Lula pois alem de estar com 5 processos e 6 investigações, ele ganhou esta (veja a noticia) :
    “Considerado pela força-tarefa da Lava Jato o ‘general’ do esquema de corrupção na Petrobrás, Lula foi citado por delatores da Odebrecht por obras no sítio de Atibaia (SP), mesada para Frei Chico, por negociação de medida provisória, por negócios da Brasken, contratos em Angola, entre outros.
    Principal nome do PT para as eleições de 2018, o Lula é alvo de seis pedidos de investigações criminais enviados para a primeira instância,”
    Fonte : O Estadão

  • Depois que o Renan Canalha descumpriu uma ordem judicial…….alguém acredita que vai acontecer alguma coisa???

  • Até tu Brutus??? Está começando a ficar boa essa história…
    Não vai sobrar pedra sobre pedra!

  • CHUMBO GROSSO VAMOS COMPRAR VOTOS NO CONGRESSO.

    Temer libera 1.8 bilhões aos deputados para aprovar Reforma da Previdência
    A Portaria n.º 163 do Ministério da Fazenda publicada nesta segunda-feira, 10, no Diário Oficial da União remanejou recursos para emendas impositivas individuais que estavam programados para serem liberados apenas em outubro, novembro e dezembro. Com isso, R$ 1 bilhão serão liberados para projetos de parlamentares neste mês e R$ 800 milhões em maio.
    A liberação ocorre na semana que antecede a apresentação do relatório do deputado Arthur Maia, na comissão especial que discute a Reforma da Previdência.
    Conforme informações do Estadão, os valores liberados podem ajudar o governo a reverter o placar desfavorável para a votação da Reforma da Previdência na Câmara. São necessários 308 votos para a aprovação em cada um dos dois turnos de votação no Plenário, mostra que o governo tem só 100 votos favoráveis, enquanto 273 deputados já se manifestaram contrários.
    VIVA A CORRUPÇÃO.

  • CHUMBO GROSSO—-
    Aécio Neves acumula o maior número de pedidos de investigação nas delações da Odebrecht, só faltou a do helicóptero com 450 KG de cocaína e de que ele cheira demais.
    Ex-governador de Minas Gerais e candidato derrotado à Presidência da República em 2014, Aécio foi citado nas delações feitas por Marcelo Odebrecht, Benedicto Barbosa da Silva Júnior, Sérgio Luiz Neves, Cláudio Melo Filho e Henrique Valladares. Nas denúncias apresentadas ao STF, o Ministério Público Federal (MPF) diz que o tucano praticou os crimes de corrupção ativa, passiva e lavagem de dinheiro.
    No primeiro inquérito, os executivos da maior empreiteira do país afirmam à força tarefa da Lava Jato que Aécio recebeu pagamento de vantagens indevidas em seu favor e em benefício de aliados políticos.
    No segundo, os delatores relataram promessa e pagamento de vantagens indevidas ao senador mineiro em troca do apoio do parlamentar em assuntos de interesse da Odebrecht relacionados às usinas hidroelétricas de Santo Antônio e Jirau, no Rio Madeira.
    O terceiro inquérito aberto para investigar a conduta do senador é baseado nas declarações de Benedicto Barbosa e Marcelo Odebrecht de que pagaram a Aécio Neves e aliados “vantagens indevidas” durante campanha eleitoral em 2014.
    À Operação Lava Jato, Benedicto Barbosa e Sérgio Luiz Neves disseram que repassaram de forma ilegal, a pedido de Aécio Neves, R$ 5,475 milhões para a campanha eleitoral do então candidato ao governo de Minas Gerais e hoje senador Antonio Anastasia.
    O quinto inquérito investigará a suspeita de que Aécio, no início de 2007, recém-empossado para o segundo mandato como governador de Minas Gerais, teria organizado esquema para fraudar processos licitatórios, mediante organização de um cartel de empreiteiras, na construção da Cidade Administrativa (ou Centro Administrativo) de Minas Gerais.
    To errado ou to certo?

    • Bety Mary Christmas

      Piu Piu, você tá certinho, se gritar pega ladrão não fica um meu irmão!

      • vem chumbo grosso para a Lula

        BETY MARY
        Não é porque a maioria roubou que vamos votar ou defender Alckimin, Aécio, Lula, Temer, Dilma e outros.
        Todos são bandidos, não é Cardozinho?

  • Bolsomito

    Bolsonaro 2018

  • vem a salvação para a Lula

    Parece que já está rolando um acordo entre Lula, FHC e Temer para que Temer termine o seu mandato e que Lula seja candidato nas proximas eleições/2018.
    Tudo isso para não acabar o PT, PMDB e PSDB pois eles acham que se eles não unirem aparecerá um aventureiro como presidente que acabará com o “esquema” da roubalheira do caixa 1 e 2 desses partidos.
    Esse pacto beneficiaria Lula que está entrando em mais 6 processos com Moro pois não tem foro privilegiado e está nas mãos deste juiz
    Se eleger presidente, Lula sai tranquilo das acusações
    Será que a midia e a opinião aceitarão esse pacto?.

  • De jararaca a crocodilo

    Assistindo os videos e gravaçoes da fala do presidente da Odebrecht fiquei estarrecido em saber que esta empresa “comprou” Lula com um cartão de credito milionario (fora da campanha) de R$ 40 milhões, a ser sacado pelo Palocci (puxa saco de Lula) quando quisesse.
    A empreeiteira ainda deu dinheiro para os filhos, irmão (mesada de R$ 5 mil) e o sobrinho de Lula assim como a reforma do sitio e o seu instituto.
    Na realidade, a Odebrecht comprou Lula, o presidente deste país.
    Será que Lula terá a cara de pau de ser candidato a presidente, ainda?

  • DE JARARACA A CROCODILO—-Assistindo vários videos da fala do presidente da Odebrecht fiquei indignado ao saber que a empresa Odebrecht comprou o Aécio Cheira Cheira Cocaína, o mesmo que queria ser presidente do Brasil, tendo sua irmã como receptora da propina de 50 Milhões para defender interesse de empreiteiras em hidrelétricas.
    Os executivos Marcelo Odebrecht e Henrique Valladares afirmam, que o senador Aécio Neves (PSDB-MG) recebeu R$ 50 milhões para defender interesses das empreiteiras Odebrecht e Andrade Gutierrez nas obras das hidrelétricas de Santo Antonio e Jirau, no Rio Madeira, em Rondônia.
    De acordo com os delatores, a propina foi acertada em 2008, quando Aécio era governador de Minas Gerais. Eles afirmam que pelo menos parte dos pagamentos foi feita em contas no exterior – uma delas em Cingapura – e que vinham de Dimas Toledo, identificado como operador do PSDB, as orientações sobre como os repasses deveriam ser feitos.
    Ainda de acordo com os delatores, dos R$ 50 milhões, R$ 30 milhões foram pagos pela Odebrecht e os outros R$ 20 milhões pela Andrade Gutierrez.
    Valladares, que era responsável pela área de energia da Odebrecht, afirma em sua delação que, em fevereiro de 2008, participou de uma reunião com Aécio e Marcelo Odebrecht na sede do governo de Minas Gerais.
    O delator afirma que não se recorda de o tema propina ter sido abordado durante a reunião. A informação sobre o acerto com Aécio, diz ele, veio de Marcelo Odebrecht após o encontro.
    “Já no carro, o colaborador Henrique Valladares foi informado por Marcelo Odebrecht que tinha acertado com Aécio Neves a quantia de R$ 50 milhões a serem pagos R$ 30 milhões pela Odebrecht e R$ 20 milhões pela Andrade Gutierrez”, diz trecho do inquérito aberto pelo Supremo para investigar a suspeita contra o senador mineiro.
    Outro ex-executivo da Odebrecht, Sérgio Neves, que também fechou acordo de delação, afirmou em depoimento que Aécio Neves, que além de senador é presidente nacional do PSDB, recebeu propina de 3% sobre o valor das obras da Cidade Administrativa, em Minas Gerais.
    O complexo, em Belo Horizonte, funciona como sede do governo de Minas. Os prédios foram construídos quando Aécio Neves era governador.
    Sérgio Neves e Benedicto Júnior, outro delator da Odebrecht na Lava Jato, relataram ao Ministério Público que, em 2007, quando deu início ao segundo mandato como governador de Minas, Aécio Neves organizou um esquema para fraudar a licitação para as obras da Cidade Administrativa.
    O esquema, segundo os delatores, envolvia a formação de um cartel de empreiteiras. Eles disseram, ainda, que a Odebrecht teria repassado aproximadamente R$ 5,2 milhões em propina ao tucano.
    Na verdade as empresas compram quem queria ser presidente do Brasil, que além de receber propinas cheira cocaína

  • DE JARARACA A CROCODILO***/imagina meu caro fascista, continuei assistindo os videos das delações da Odebrecht e não é que pelo meu espanto me deparo com uma delação sobre José Serra ( PSDB ), que também já quis ser presidente e levou na tarraqueta, este também é fascista e da direita brasileira. Leia o que ouvi:
    O ex-executivo da Odebrecht Pedro Novis afirmou que aproximadamente R$ 21 milhões foram repassados ao senador José Serra (PSDB-SP) por meio de caixa dois. Os pagamentos teriam sido feitos para as campanhas de 2002, 2004 e 2006.
    Novis é um dos ex-dirigentes da empreiteira que fecharam acordo de delação premiada no âmbito da Operação Lava Jato. As delações foram homologadas pelo Supremo Tribunal Federal (STF).
    Nesta semana, o ministro Edson Fachin, relator da Lava Jato no STF, autorizou a abertura de inquérito sobre Serra. Ele é suspeito de receber doações ilegais da Odebrecht para suas campanhas em troca de facilitar contratos da empresa no estado de São Paulo.
    Em 2002, quando Serra perdeu a disputa presidencial para Luiz Inácio Lula da Silva, Novis afirma que o valor repassado ao então candidato tucano foi de até R$ 15 milhões. “Foram entregues recursos de caixa 2 às pessoas indicadas por ele”, disse, afirmando não se lembrar de detalhes desse pagamento.
    Em 2004, também sem declarar à Justiça Eleitoral, teriam sido pagos R$ 2 milhões à companha de Serra para a prefeitura de São Paulo.
    Já em 2006, na campanha para o governo do estado de São Paulo, teria sido doado € 1,6 milhão (equivalente a R$ 4,6 milhões). Os pagamentos teriam sido feitos durante a campanha eleitoral e também em 2007, para cobrir dívidas de campanha.
    “Os pagamentos foram realizados entre junho e dezembro de 2006 e entre julho e outubro de 2007, por meio de depósitos em contas correntes bancárias no exterior”, disse.
    Isso não é um absurdo meu caro colega, já são dois do PSDB e queriam ser presidente do Brasil, mas pelo visato com esses crápulas você concorda né?

  • DE JARARACA A CROCODILO**imagina meu caro homem forte da direita brasileira, como não tinha nada a fazer, continuei a assistir os videos das delações das Odebrecht e eis que por meu espanto, apareceu , agora uma das delações contra Alkimin, mais ou menos nesses termos:
    Alckmin, o “candidato com muitos valores” que teria recebido 10 milhões em propina o mesmo é governador de São Paulo ( o Ladrão da Merenda Escolar–só 200 Milhões ), delatado por três diretores da Odebrecht
    três funcionários da construtora Odebrecht.
    Eles dizem que o cunhado de Alckmin era quem tratava da propina de suas campanhas, como diz a noticia acima:—
    O Governador de São Paulo, Geraldo Alckmin (PSDB), foi delatado por três funcionários da Odebrecht. Com base nas declarações e em documentos apresentados por eles como prova, o procurador-geral da República, Rodrigo Janot, afirmou que “há elementos que indicam a possível prática de ilícitos em 2010 e 2014” relacionados a ele. Segundo o processo, suas duas campanhas ao Governo receberam recursos de caixa dois vindos da Odebrecht. Em 2010, ele teria recebido dois milhões de reais e, em 2014, 8,3 milhões.
    Imagina Crocodilo colocou seu cunhado na corrupção, roubou a Merenda Escolar de São Paulo é citado 5 vezes nas delações e queria ser presidente do Brasil? Pode isso? Ia esquecendo é do PSDB também e levou chumbo de Lula na luta para presidente.

  • DE JARARACA A CROCODILO—continuando a falar em videos de delações premiadas e eu assistindo, eis que me pega de surpresa uma da delações contra o Pitt Bull ( Aloysio Nunes ). que queria ser vice presidente do Brasil.

    O ministro Teori Zavascki, do Supremo Tribunal Federal (STF), autorizou a abertura de inquérito contra o senador Aloysio Nunes Ferreira (PSDB-SP), um dos principais nomes da oposição.
    A investigação será feita com base nas declarações do empresário Ricardo Pessoa, dono da construtora UTC, em delação premiada. Pessoa apresentou à Procuradoria-Geral da República (PGR) que Aloysio Nunes teria recebido R$ 300 mil de forma oficial e R$ 200 mil em dinheiro de caixa dois para sua campanha ao Senado.
    O empresário afirmou que as doações, oficiais ou não, eram pagamentos de propina para obtenção de contratos com a Petrobrás.
    Os inquéritos tramitam no Supremo como “ocultos”, situação em que não é possível saber quem são os alvos, nem mesmo qual é o andamento processual. Eles só se tornarão públicos se, ao final das investigações, a procuradoria apresentar uma denúncia e ela for aceita pela corte.
    No ano passado, Aloysio Nunes foi vice da chapa do candidato tucano Aécio Neves para a presidência. As declarações de Pessoa, no entanto, fazem referência ao período em que o parlamentar disputava vaga para o Senado.
    Em junho, quando foi acusado por Pessoa, Aloysio Nunes declarou que a doação feita pela UTC à sua campanha em 2010 “foi efetiva e legalmente arrecadada”, conforme “consta da prestação de contas encaminhada à Justiça Eleitoral”.
    Nossa Jacaré mais um. Como ficamos? Paro por aqui ou continuo?

  • De jararaca a crocodilo

    TIJOLAÇO
    Se for comprovado tudo o que foi denunciado pelos diretores da Odebrecht, acho que Alckimin, Serra e Aloysio Nunes deveriam ser presos
    Continue a escrever sobre os coxinhas.
    Tem mais coxinha na panela?

  • DE JARARACA A CROCODILO meu caro quando falas de Lula e Dilma, falas como se tudo foi comprovado, mas quando falas dos teus amigos da direita golpista , vem com o papo de se for comprovado. Apreenda a ser honesto e coerente em seus comentários. Não sejas um inconsequente deve ter batido muito panelas e agora vai aposentar com no minimo 65 anos, pagar mais 2% de contribuição do INSS, vai ser terceirizado, esta vendo tudo ser privatizado, esta vendo o CPMF voltar, a gasolina e o álcool ser aumentado todo dia, então qual a saída vai bater panelas e ser mais honesto e coerente .
    Não falei de coxinhas, falei de políticos, delatados pela Odebrecht e na maioria são do PSDB, PMDB, DEM e PP, pois enquanto era só PT e Lula para você estava ótimo, agora chupa que é gostoso ou vai comer da Merenda que Alkimin e o Presidente da Câmara de São Paulo roubaram dos alunos, foi só 200 Milhões ou entra no rateio das propinas, recebidas pelos golpista e fascistas da direita brasileira.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *