VEREADOR É SUSPENSO POR DEZ DIAS APÓS TIRAR CAMISETA NO PLENÁRIO

Já pensaram se ele tivesse tirado as calças. Aí o caso já seria para cassação de mandato. A notícia está no portal da Gazeta de Maringá:

Os vereadores de Maringá aprovaram, durante sessão na tarde desta terça-feira (4), a suspensão por dez dias do vereador John Alves (PMDB), com início imediato. O pedido foi aprovado por unanimidade. Na sessão de quinta-feira (29), o parlamentar tirou a camiseta no meio do plenário, impedindo a votação do projeto que revogaria a exigência de um cadastro para a construção de casas geminadas. A informação foi confirmada pelo presidente da Casa, Mário Hossokawa (PMDB).

O pedido de suspensão foi feito pela Mesa Executiva da Câmara, que se reuniu na noite de segunda-feira (3), para avaliar o pedido de cassação do mandato de Alves, apresentado pelos vereadores de grupo de oposição. “Havíamos recebido um ofício para aplicar a pena máxima, mas a mesa decidiu pela suspensão temporária, que será levada para o plenário”, explicou o presidente do legislativo.

Mesmo com a suspensão de John, não será necessária a convocação do suplente, que só assume o cargo se um vereador for se ausentar da Câmara por um período superior a 120 dias. O parlamentar deixa de receber durante os dez dias.

“Aquele foi o único jeito que encontrei de fazer frear a discussão do meu requerimento. Sei que isso desagradou à população, mas esse é meu jeito e não tem como passar uma borracha. Gostaria de pedir desculpas às parlamentares e as pessoas que se sentiram ofendidas. Qualquer decisão que tomarem a respeito de minha atitude será aceito por mim e não recorrerei”, disse o vereador John Alves durante sessão na tarde desta terça.

1 comentário

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *