VEREZZA DESISTE DO BOZO, CHICO CÉSAR CHORA E ROGER WATERS DÁ CUSPARADA AO CITAR BOLSONARO

Nem o reacionário Carlos Verezza está aguentando as defecadas do Bozo. Um dos mais ferrenhos apoiadores do bolsonarismo, Verezza anunciou hoje que está desistindo de Bolsonaro. A gota d’água teria sido fato de Bolsonaro ter desautorizado o ministro da Saúde, Henrique Mandetta. 

“Estava tentando defender Bolsonaro, não tanto por ele, mas pela normalidade das instituições. Mas ele desautorizar publicamente o ministro da Saúde por ciúmes, não dá mais: tirei o time”, escreveu Vereza em seu Facebook.

Já o cantor, compositor e poeta Chico César afirmou em entrevista à jornalista Regina Zappa, nesta sexta-feira, que “o melhor Brasil que poderíamos desejar e sonhar seria o Brasil sem Bolsonaro”. Ele disse isso ao ser questionado sobre que Brasil ele acha que vai emergir depois do coronavírus.

“Não sei se conseguiremos, mas o Bolsonaro tem criado todas as condições para sair. Ele não tem competência, caráter e instrumental intelectual para conduzir o país. Isso está ficando muito claro, inclusive para setores que o apoiaram. Desejo que surja um Brasil mais solidário”, prosseguiu.

Chico disse que chorou ao ouvir Angela Merkel, a chanceler alemã de quem nem é fã, falar de união entre os alemães. Percebeu que chorou porque teve um sentimento de desamparo por conta da falta de uma liderança confiável no nosso país.

De seu lado, o roqueiro Roger Waters fez duras críticas e cuspiu ao falar sobre Jair Bolsonaro durante um cover publicado em suas redes sociais, da música “The Right to Live in Peace” / “El Derecho de Vivir en Paz” (Victor Jara), que exalta os protestos ocorridos no Chile.  

O fundador do Pink Floyd alterou alguns versos da música para mencionar outros países como o Brasil, criticando o presidente brasileiro, entre outros líderes internacionais. A reação a Bolsonaro, no entanto, foi a mais forte. Ele dá uma cusparada no chão ao citar o nome do Bozo. 

Em outubro de 2018, Roger Waters causou durante seus shows no Brasil ao denunciar onde o “neofacismo” está em ascensão pelo mundo. Um telão mostrava líderes considerados neofacistas por ele, e tinha Jair Bolsonaro como um dos destaques ao lado de Trump. 

6 comentários

  • Erramos! Não adianta chorar.

    Certamente a maioria que votou em Bolsonaro, votou contra o PT pois não conhecia o Bolso e muito menos, os seus filhos. Queriam um militar, um “linha dura”. Diziam que só um milico, consertaria o Brasil. Estávamos da Lava Jato, quando a corrupção imperava.
    Atualmente, o presidente tem todos os defeitos citados. Mas é honesto, trabalhador e bem intencionado. Temos poucos casos de corrupção, no governo. Seus filhos, tão criticados, não estão no governo.
    Na época, era o que todos queriam! Pode não concordar com a opinião do presidente. Se você gosta dele ou não. Certamente os seus defeitos não vão tira-lo do seu cargo. Vamos aguenta-lo até o fim do seu mandato. Infelizmente! Incompetência não tira ninguém do cargo.
    Outra coisa, não queiram elogiar Bolsonaro, Guedes, Dória, etc por causa da mesada! O dinheiro que eles estão gastando, não sai do bolso deles. Nós vamos pagar.
    O Brasil votou! Agora vai ter que aguentar.

    • rapizodia

      No início sua análise foi boa, mas endossar a honestidade do presidente, acho que nem você e nem eu, pois o cara é político a 30 anos, baixo clero é verdade, mas mesmo assim, político, e daí…!?
      De ser trabalhador e bem intencionado, está aí uma coisa que nunca foi, foi sim, um aproveitador de oportunidades, usando dinheiro público através de verbas de gabinete para calar ex-esposas, estudar filhos e aliciar apoiadores, todos trabalhando como fantasmas e acolhidos por ele, também é ludibriador, eu diria que até ilusionista, pois iludiu o tempo todo a classe que dizia representar, a saber militares e policiais.
      Quanto aos filhos, são todos mini-ele, ou seja, mini-pai, igual ao mini-mim do Doutor Evil do Austin Powers, mini-cópias fazendo o mesmo papel do papai, nunca trabalharam, suas profissões: filho de deputado.
      Sobre incompetência tirar ou não o poder, é uma possibilidade, veja o que aconteceu com Dilma, também não cometeu crime maior que a desabonasse na presidência, mas sem apoio, deu no que deu.
      Para finalizar, achei que nunca mais teríamos alguém tão despreparado para liderar quanto Dilma, mas o Bozo é de longe superior em qualquer quesito, ele é a nossa vergonha publicada, não tem nem ao menos como tentar ser um pouco solidário, é uma tristeza sem limites.

      • Erramos! Não adianta chorar. 2

        Rapizodia
        Eu analisei o Bolsonaro como presidente. Não teve nenhum escândalo em seu governo. Vc lembra de escandalo que foi julgado e condenado?

  • Erramos! Não adianta chorar. 3

    Rapizodia
    Como você não citou nenhum escândalo do governo Bolsonaro. De acordo com pesquisas, a renúncia do presidente em meio à sua atuação no combate à Covid-19 é rejeitada por 59% dos brasileiros. A esquerda, Boulos, Haddad, Ciro e os nordestinos, querem! Mas o povo não quer.

    • rapizodia

      Você e aqueles que compartilham das mesmas ideias, acham que corrupção só existe quanto envolve troca financeira? Existe nepotismo, ineficiência, incompetência e tráfico de influência, só para citar alguns, que são igualmente nefastos e consomem dinheiro público sem contribuir para o bem comum. Todos que seguem este presidente, parecem ignorar que estamos numa democracia, não percebem as inúmeras tentativas do sujeito para obter o totalitarismo do poder e ai sim subjugar todos os diferentes, enchendo o governo de generais como medida de intimidar a sociedade, nesses sentido está ai a Venezuela como exemplo. Já fazem esta tentativa nas redes sociais, viu aquele caso da professora em Brasília, fazendo uma reclamação, cheia de desesperança, mas carregada de ideologia, que acabou sendo perseguida pela oposição a ponto de ter que a delegacia para se proteger e também os casos de amigos do Bozo que caem e viram desafetos, como a Deputada Joice e Janaína? Os mini-ele ficam o tempo todo alfinetando e causando constrangimento ao povo brasileiro, especialmente o Eduardo Bananinha, juntamente com seu bufão Ernesto Araújo, o Bozo entregou a política externa brasileira ao office boy do escritório. Enfim, minha intenção é te oferecer uma visão mais panorâmica do que estamos vivendo, pois estes personagens não são nenhuma novidade para mim. Hoje eu procuro ter uma visão muito mais clara e ampla do que foi PT, Lula, Dilma, Temer, PSDB, PMDB e a turba que assolou o Estado Brasileiro, assim como foi Color, Sarney e FHC, incluindo ai o atual presidente e seus asseclas, mas não vou na onda do Tiririca, tem como piorar sim e está piorando. Quanto ao não querermos o impedimento ou renúncia do Bozo, confesso neste momento que compartilho que seria pior, mas, depois que passarmos esse momento, ai sim sentaremos e discutiremos as responsabilidades dentro da normalidade democrática, mesmo que para isso se monte um circo, como foi o impedimento de Dilma, mas ai já é outra história. Abraço fraterno.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *