WASHINGTON POST PUBLICA ARTIGO QUE DEFENDE IMPEACHMENT DE BOLSONARO

A notícia é do UOL:

O jornal Washington Post, considerado uma das publicações mais importantes dos Estados Unidos, abriu espaço para artigo da antropóloga Rosana Pinheiro Machado, da Universidade de Bath, no Reino Unido, que defende abertamente o impeachment do presidente brasileiro, Jair Bolsonaro (sem partido).

Sob o título “Bolsonaro está colocando o Brasil em risco. Ele deve ser retirado” (na tradução livre), Rosana Pinheiro cita a sua “alarmante incapacidade de governar” e o acusa de ter “comportamento irresponsável e divisivo”.

“Enquanto o novo coronavírus se espalha no Brasil, o presidente Jair Bolsonaro demonstrou uma incapacidade alarmante de governar o país, minando a pandemia e os esforços para proteger e salvar vidas. E como resultado de seu comportamento irresponsável e divisivo, ele jogou o Brasil em uma profunda crise. Ele deve ser removido do cargo”.

No texto, a antropóloga diz que Bolsonaro participou de atos, apertando as mãos de apoiadores, contradizendo até mesmo especialistas em saúde. “E ele ignorou as recomendações para praticar o distanciamento social depois que membros de sua própria equipe deram positivo para o vírus. É claro que Bolsonaro abandonou seu dever de proteger a população”, afirma.

Rosa Pinheiro concluiu dizendo que Bolsonaro representa uma ameaça existencial. “Deve haver profunda articulação política e legitimidade social para realizar sua remoção, e uma transição deve ser cuidadosamente planejada”.

2 comentários

  • Eles querem tirar. Mas quem vai pegar a bucha?

    Não é só antropóloga que quer o impeachment de Bolsonaro. Temos três pedidos de impeachment já foram protocolados na Câmara alem do Abaixo-assinado que se aproxima de 1 milhão de assinaturas. Os três principais candidatos de esquerda derrotados por Bolsonaro na eleição também querem.
    Mas tem muitos não querem. O PSOL e Lula não querem! Pelo menos por enquanto. Não é hora para isso.
    Eles tem a sua razão para isso. Mesmo com as besteiras que ele faz. Não tem oposição ao governo. Para isso, precisa de ter o desgaste do Bolso com o Congresso, a recessão e o povo nas ruas. Não temos isso!
    A oposição sabe que, se iniciar uma discussão sobre impeachment agora, passará a fazer parte do problema e não da solução. A oposição sabe que depois da crise do coronavírus, teremos uma recessão mundial e uma desorganização da economia. Milhares de empresas fecharão as suas portas, centenas de milhares de brasileiros perderão os seus empregos e haverá uma queda geral na renda. Vamos colocar quem, para enfrentar a crise? O vice e desconhecido (por eles) Mourão?
    Ninguém sabe ao certo como lidar com este momento.

  • Eu acho que o que incomoda a antropóloga Rosana são os olhos azuis do Presidente.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *