XUXA: “O NOSSO DESGOVERNO VIROU PIADA, É VERGONHOSO VER O MUNDO RIR DO NOSSO PAÍS”

Deu no portal da revista Fórum:

Xuxa Meneghel fez críticas contundentes a Jair Bolsonaro, no domingo (10), em sua coluna na Vogue. A apresentadora defendeu a urgência na vacinação contra a Covid-19, acusou o presidente de proteger os filhos, além de promover um “desgoverno” no país.

Xuxa disse que “um ministro da Saúde foi arrancado por Bolsonaro, porque nos falava a verdade, o outro porque não quis compactuar com um remédio que a eficácia não foi comprovada […] Você acha que acaba por aí? Não. Cada dia tem mais. A família que não pode ser ‘tocada’, tudo para proteção de seus filhos. Se não há nada a temer, por que não deixam revirarem tudo? Por que não cooperam com a PF [Polícia Federal]? Pelo contrário, trocam todas as pessoas que são contra seus pensamentos”, escreveu.

“O nosso desgoverno virou piada e chacota no mundo todo, é vergonhoso ver o mundo rir do nosso país. Tem muita gente ainda que diz que o ama e, pasmem, o chamam de ‘mito’, riem das nossas leis. O presidente ri de tudo: do ozônio, tira sarro com o uso de máscaras, chama a pandemia de ‘gripezinha’, diz que todos um dia vão morrer, não é mesmo?”, acrescentou.

Em relação à necessidade de vacinação, Xuxa foi clara: “Hoje me vejo contando os dias para essa vacina sair. Já pensei em ir para São Paulo com Ju [Junno Andrade, seu namorado] e tomar lá, já pensei tanta coisa menos em não ser vacinada. Ouvi tanta gente ignorante falando que ela daria doenças, teria um chip… Mas o pior é saber que tem pessoas que estão na dúvida se vacinam ou não porque ela é da China ou da Inglaterra”, disse a apresentadora em outro trecho.

“Você pode ser caçado e crucificado por ignorantes vestidos com uma bandeira do Brasil e eu como muitos brasileiros que pagam impostos (faço isso desde os meus 16 anos) quero vacina para todos. Eu, como brasileira envergonhada que estou, exijo respeito por minhas decisões e postura. É inadmissível ouvir que todos vão morrer um dia, tentando justificar o injustificável. Já perdi muitas pessoas perto de mim e não aceito que outras se vão por causa de uma política podre e vergonhosa”, destacou.

5 comentários

  • Bolsonaro : Da Cloroquina até a vacina chinesa do Dória

    Cerca de 50 países e milhões de pessoas já vacinaram, no mundo. Xuxa deu um puxão de orelha nos bolsonaristas. A vacina do Dória e do Butantan salvou o desgoverno do Bolsonaro.
    A vacina que tanto o Bolsonaro criticou. Disse que não ia comprar! kkkkkkk Agora, os bolsonaristas vão tomar. kkk
    A sua desmoralização de que o mundo está vacinando fez com que Bolsonaro comprasse a vacina chinesa do Dória. Com CoronaVac, Bolsonaro quer tirar de Doria. O protagonismo na vacinação. Dória já marcou o dia inicial da vacinação. Bolsonaro está tentando correr atrás do Doria. Pois nem agulha e seringa ele tem. kkkkkk É uma vergonha para um presidente que não acredita em vacina. Cloroquina! Ele acredita.

  • Bolsonaro engole a língua e bebe o próprio veneno

    Bolsonaro foi categórico que não compraria a “vachina’, e que o “calça apertadinha” deveria procurar outro freguês, pois “jamais veria a cor do dinheiro do povo brasileiro”. Facebook e Twitter não me deixam mentir.
    Nossa pequena sorte – e alguma esperança – reside na competência de alguns governadores, como o próprio Doria, que abasteceram seus estados com insumos (como Minas Gerais e Paraná) e correram atrás de imunizantes antecipadamente.
    Inclusive, de forma autoritária – e aí sim, tipicamente chinesa -, Bolsonaro tentou confiscar vacinas, seringas e agulhas dos estados, mas quebrou a cara! O STF, com um humilhante e sonoro NÃO! Impediu o roubo bolsonarista da competência alheia.
    Dias atrás, o ignorante declarou que “os laboratórios devem correr atrás do Brasil para vender suas vacinas”. Além de estar enganado, como sempre, mentiu mais uma vez. A Pfizer provou que fez uma oferta de 70 milhões de doses, ainda em meados de 2020.
    Agora, desesperado pela queda drástica da popularidade comprada em três parcelas de 600 reais e a crescente possibilidade de impeachment. O devoto da cloroquina se rendeu ao “globalismo comunista chinês” e correu para o colo de João Doria.
    Novamente, Bolsonaro engole as próprias mentiras e ofensas que tanto agradam à turba de limitados e recalcados que lhe puxam o saco – presencial e virtualmente – todos os dias.
    E ainda que engana sua própria seita, seguirá com a razão. Resta saber qual?
    Texto : Revista Isto É

  • so jumento votou no bozo

    meu deus, ate a xuxa falando isso. abandona o barco famiglia bozonaiana.

  • Vixi

    Sai pra lá Maria!!!

  • TILASKO

    Bom era ver o filme pornô dela.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *