ADVOGADO DE TUCANO NEGA IRREGULARIDADES NA DISTRIBUIÇÃO DE BOLSAS DA FEF

neuclairSegundo informações do site Ethos on Line, o advogado criminalista e vereador de Fernandópolis Maurílio Saves “está convicto” de que seu cliente, Neuclair Félix do Nascimento, não cometeu nenhuma ilegalidade ou irregularidade na concessão de bolsas do programa “Escola da Família”, do governo estadual.

Ele não era ordenador de nada e não há relação sobre a distribuição de bolsas. Os repasses financeiros é de ordem da Fundação e não dele”, está argumentando o advogado.

Neuclair – que aparece na foto acima recebendo homenagem da Câmara de Fernandópolis, acompanhado pela deputada Analice Fernandes – foi detido pela Polícia Federal, durante a “Operação Bolsa Fantasma”, sob a acusação de ter cometido fraudes na concessão de bolsas a estudantes da Fundação Educacional de Fernandópolis – FEF.

Como consequência das suspeitas da PF, o tucano Neuclair, que estava cotado inclusive para ocupar o cargo de dirigente regional de Ensino da Diretoria de Fernandópolis, foi afastado de suas funções de coordenador do “Escola da Família”. Além dele, a dirigente regional, Adélia Menezes da Silva, também foi afastada do cargo.

Outro que perdeu o cargo foi o presidente da FEF, o advogado Paulo Sérgio Nascimento, preso preventivamente pela PF, sob a acusação de participar das fraudes. Para o lugar dele, a Justiça nomeou o interventor Titose Uehara, como administrador da Fundação.

Paulo Sérgio já foi indiciado por estelionato, apropriação indébita e participação em organização criminosa. As últimas informações da PF dão conta de que as fraudes devem ultrapassar a cifra de R$ 2 milhões.

1 comentário

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *