CANDIDATOS SÃO MULTADOS EM R$ 500 MIL E INTIMADOS PELA PF EM URÂNIA

A notícia é do Região Noroeste:

Candidatos a prefeito e vice prefeito de Urânia/SP são intimados pela PF sobre decisão da Justiça Eleitoral, que estipulou multa de um milhão de reais e apreensão de veículos em razão de descumprimento de regras eleitorais da Comarca

Candidatos a prefeito e vice prefeitos, além de representantes dos partidos políticos de Urânia/SP foram intimados, na manhã deste sábado (14), na sede da Polícia Federal em Jales/SP sobre decisão da Justiça Eleitoral da respectiva Comarca, que estipulou multa no valor de um milhão de reais, além da apreensão dos veículos dos políticos intimados, em razão do descumprimento das regras determinadas pela Justiça Eleitoral na última quarta-feira (11). A multa só será aplicada caso as determinações ratificadas na data de hoje não sejam cumpridas pelas campanhas dos candidatos.

Após a Polícia Federal, bem como as Polícias Civil e Militar receberem várias denúncias sobre carreatas, aglomerações de apoiadores dos candidatos e utilização de cabos eleitorais ostentando bandeiras dos partidos, promovidas nesta sexta e sábado em desacordo com as regras da Comarca, a Justiça Eleitoral foi informada e expediu nova decisão na data de hoje aumentando a multa de R$ 100 mil para R$ 1 milhão e determinando a busca e apreensão dos veículos dos candidatos envolvidos.

De acordo com a decisão judicial, os recursos obtidos com eventuais multas aplicadas deverão ser integralmente revertidos em prol à educação do município de Urânia, como por exemplo: melhorias salariais dos professores e nas instalações das escolas. Os candidatos aos cargos eletivos foram intimados e cientificados da decisão em reunião com o chefe da PF na sede do órgão em Jales/SP.

Neste sábado e domingo, nos municípios que integram a Comarca de Urânia/SP não será permitida a aglomeração de pessoas, principalmente aquelas promovidas pelas respectivas campanhas políticas, bem como carreatas, passeatas, “bandeiraços” e qualquer tipo de propaganda eleitoral em desacordo com a decisão da Justiça Eleitoral proferida no dia 11/11/2020 e ratificada na data de hoje.

As Polícias Federal, Civil e Militar continuarão monitorando as eleições municipais em toda a região de Jales/SP com o objetivo de reprimir qualquer tipo de crime eleitoral, bem como proporcionar uma eleição pacífica e tranquila à população.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *