EM RIO PRETO, VIZINHAS DENUNCIAM MÉDICO POR BARULHO E ‘GEMIDOS DE PRÁTICA SEXUAL’

A notícia é do Diário da Região:

Duas mulheres que moram em um prédio no bairro Vila Santa Cândida, em Rio Preto, procuraram a polícia na madrugada desta terça-feira, dia 1º, para denunciar um vizinho por perturbação do sossego.

O homem, um médico, que também mora no prédio, estaria causando transtorno com barulhos de portas, móveis e “gemidos característicos da prática sexual”.

As duas mulheres, uma psicóloga de 26 anos e uma operadora de caixa de 20 anos, disseram à polícia que já apresentaram suas reclamações à administração do prédio, que chegou a notificar o médico. No entanto, os barulhos não terminaram.

“Já faz um ano e meio que eu moro aqui e sempre tive esse problema. Todo mundo reclama, nós sempre conversamos com ele sobre isso, mas nada resolve, por isso chamamos a polícia”, disse a operadora de caixa.

De acordo com o boletim de ocorrência, a psicóloga também já reclamou dos barulhos pessoalmente com o médico, mas nada adiantou. Segundo relato dela à polícia, os barulhos até pioraram depois da reclamação.

O caso foi registrado como perturbação do sossego alheio e será investigado pelo 5º Distrito Policial. As vítimas foram orientadas acerca do prazo para representar judicialmente contra o vizinho. O médico não foi localizado para comentar o caso.

2 comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *