HOMEM QUE TENTOU MATAR COMPANHEIRA EM DIRCE REIS É CONDENADO A QUATRO ANOS DE RECLUSÃO

O Tribunal do Júri de Jales, presidido pela juíza Maria Paula Branquinho Pini, reuniu-se na quinta-feira, 08 de agosto, para julgar o réu D.B.L., que em 30 de março de 2013, na cidade de Dirce Reis, tentou matar com golpe de faca a sua convivente A.M.B.C.

Ao final do julgamento, que durou pouco mais de três horas, o acusado – que foi defendido pela advogada Sirlei Aparecida Gianini de Amorim – foi julgado culpado pelos jurados e condenado à pena mínima de 04 anos de reclusão, em regime inicial aberto.

Os jurados levaram em consideração os indicativos de que o comportamento da vítima contribuiu para a prática do crime. Ao fixar a pena, a magistrada levou em conta que o réu não possuía maus antecedentes criminais e que ele desferiu um único golpe contra a vítima.

Segundo foi apurado, no dia do crime os dois personagens estavam embriagados e, após uma discussão, a vítima desafiou seu convivente a matá-la, oferecendo-lhe uma faca para isso. A mulher deixou o instrumento sobre um armário e deu as costas para o acusado, ocasião em que ele pegou a faca e desferiu um golpe no seu pescoço.

Ouvida em juízo, a vítima confirmou que ambos estavam embriagados no dia do crime, ressaltando que ela tem o costume de beber diariamente, enquanto o convivente bebe apenas nos finais de semana. Autorizada pela Justiça, ela não compareceu ao julgamento do companheiro.

No dia do crime, o acusado fugiu a pé até a cidade vizinha de Dalas e de lá tomou rumo ignorado, permanecendo foragido por cerca de três meses, até ser preso temporariamente. Após cumprir a prisão temporária, ele foi libertado e reatou o relacionamento com a mulher, mas, segundo ela própria, o romance continua tumultuado.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *