MÉDICO LUIZ HENRIQUE SEMEGHINI É CONDENADO A 16 ANOS E 04 MESES DE PRISÃO

A notícia é do Região Noroeste:

Após exatos 15 anos, o médico Luiz Henrique Semeghini foi finalmente julgado e condenado nesta quinta-feira(8), por matar a tiros a esposa Simone Maldonado, em outubro de 2000.

Em julgamento que durou mais de quinze horas(das 9h à 00h44) no Fórum de Fernandópolis, Semeghini foi condenado por homicídio duplamente qualificado (forma agravada do homicídio “simples” previsto no art. 121º CP) pelo juiz responsável pelo caso, Vinícius Castrequini Buffulin.Com isso, ele terá de cumprir uma pena de 16 anos e 4 meses de detenção em regime fechado.

Porém, o réu não saiu algemado do local, já que aguardará em liberdade o transitado em julgado. A defesa também adiantou que apresentará recurso ao Tribunal de Justiça, e até a execução da sentença, Semeghini poderá levar uma vida normal, e até mesmo atender em seu consultório particular.

Em contato com o RN, um dos irmãos de Simone, Hélio Maldonado, se mostrou satisfeito com a pena imposta para o médico, que segundo ele, era o que a família esperava, de no mínimo 16 anos de detenção.

A notícia completa do Região Noroeste, com detalhes sobre o julgamento, pode ser lida aqui.

3 comentários

  • anonimo

    E aí eu pergunto prá que julgamento então, foi condenado com tudo isso, só que vai aguardar em liberdade, podendo inclusive exercer a profissão. Isso é uma vergonha. Ah se fosse um coitadinho que tivesse roubado um potinho de manteiga, pegava logo uns cinco anos de detenção, sem direito a saidinha de natal e outras coisas mais.

  • VOIS

    EU SEMPRE DIGO E REPITO O PODER MAIS PODRE NO BRASIL É O JUDICIÁRIO.
    MATA A MULHER COM TIROS NO ROSTO E DEPOIS DE VÁRIOS ANOS É JULGADO, NOVAMENTE E CONDENADO E SAI LIVRE DO FÓRUM. AÍ DE FOSSE UM POBRE OU DE PELE DIFERENTE.

  • tomas turbano

    isso me lembra o nome do filme brasileiro ” MATOU A FAMILIA E FOI AO CINEMA”.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *