MP INSTAURA INQUÉRITO PARA APURAR DENÚNCIAS DE IRREGULARIDADES NA FICCAP DE SANTA FÉ

A novidade está no Correio Santa Fé:

ficcapO Ministério Público Estadual de Santa Fé do Sul instaurou inquérito civil para apurar possíveis irregularidades na formalização do convênio entre a ASAP – Associação Santa-Fé-Sulense de Apoio a Indústria, Comércio, Cultura e Agropecuária de Santa Fé do Sul para realização da FICCAP de 2013.
 
A denúncia é da advogada Luzia Guerra que juntou vasta documentação sobre a contratação dos três shows pagos pela prefeitura na FICCAP dos cantores Rick e Renner, Rio Negro e Solimões e Cristiano Araújo, que custaram aos cofres públicos o valor de R$ 340.000,00. A advogada informou que a prefeitura repassou um total de R$ 450.000,00 para a realização da festa.
 
A motivação da representação contra a Prefeitura, segundo Guerra também foi à ausência de carta de exclusividade exigida para a contratação do cantor Cristiano Araujo que teria que ter data anterior ao dia de sua apresentação, ou seja, 29 de junho, e não de 3 de julho conforme aparece na documentação.

Luzia disse que obteve informações de que, poucos dias antes de se apresentar em Santa Fé do Sul, o artista Cristiano Araújo teria se apresentado na cidade de Três Lagoas (MS) pelo valor contratual de R$ 60.000,00. A prefeitura pagou R$ 140.000,00 pela apresentação na FICCAP.

A notícia completa, do Correio Santa Fé, pode ser lida aqui.

2 comentários

  • anônimo

    pelo jeito os shows milionários não são tão milionários assim… são milionários para prestação de contas… deve ser por isso que todo prefeito deseja fazer esse tipo de evento mesmo com as cidades arruinadas… se esses artistas ganhassem essa grana toda não ficariam se aventurando em ônibus, teco-tecos e hotéis por décadas… bastariam uns 5 anos.

  • Anonimo

    Só vai escapar a festa de Jales.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *