POLICIAL MILITAR QUE MORREU EM ACIDENTE EM JALES ERA MUITO ESTIMADO EM JUNDIAÍ

O cabo da Polícia Militar Edson Pondian, de 47 anos, que morreu em acidente ocorrido na madrugada de terça-feira, 1º de janeiro, na rodovia “Jarbas de Moraes”, que liga Jales a Santa Albertina, pertencia ao 11º Batalhão da PM e trabalhava 1ª Companhia de Jundiaí. Ele era primo do também policial militar Carlos Pondian, que mora e trabalha em Jales.

Segundo o “Jornal da Região”, de Jundiaí, o cabo Pondian atuava no policiamento preventivo na região central da cidade. Ainda de acordo com as informações do jornal, ele era um policial muito dedicado ao trabalho respeitado pelos colegas policiais e pela comunidade.

Ele costumava vir passar férias na região, já que sua família é de Santa Albertina. No dia do acidente, ele teria vindo a Jales visitar uma irmã e voltava para Santa Albertina. Sua esposa, que também é policial, tinha permanecido em Jundiaí e veio para cá após o acidente.

A filha de Pondian, de 19 anos, e um dos gêmeos, de 12 anos (e não 02 anos, como chegou a ser noticiado), já teriam recebido alta, segundo informações obtidas pelo blog. O outro gêmeo continua internado na UTI da Santa Casa de Jales, em estado grave.

Os corpos do cabo Pondian e de sua mãe, Lídia Pondian – que também faleceu no acidente – foram sepultados em Santa Albertina.    

1 comentário

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *