SARACUZA E ASSESSORES DEVEM SER COLOCADOS EM LIBERDADE NESTA SEXTA-FEIRA

A notícia é do portal do Ilson Colombo, o Informa Mais:

SARACUZA 2Francisco Airton Saracuza (PP), ex-prefeito de Urânia, será colocado em liberdade nesta sexta feira (4). Após audiência no judiciário de Urânia foi concedido habeas corpus ao investigado. Saracuza retornou a cadeia de Araçatuba na noite de quinta feira (3), onde está custodiado e passará por exame de corpo de delito e será colocado em liberdade, e aguardará a conclusão das investigações em liberdade.

Os outros assessores investigados também deixarão a cadeia onde permaneciam presos desde o dia 30 de março. Saracuza e três ex-assessores são investigados pela Polícia Federal por desvios de recursos provenientes da repatriação do governo federal, que foram distribuídos a todos os municípios brasileiros no último dia útil do ano passado.

Segundo a PF, o ex-prefeito teria tomado ciência do crédito de mais de R$400 mil nas contas da Prefeitura, provenientes do programa de repatriação de recursos federais, e autorizado expediente extraordinário no setor de recursos humanos da prefeitura, no sábado, dia 31 de dezembro de 2016, último dia de seu mandato.

Segundo a PF, neste dia, apenas 12 servidores comissionados, de um total de 435 (entre comissionados, ativos e inativos), receberam aproximadamente R$300 mil a título de rescisão trabalhista que foi autorizada pelo ex-prefeito. Nestes pagamentos suspeitos, pagos a apenas alguns assessores próximos ao ex-prefeito, foram indenizadas férias e licenças-prêmio de até sete anos de trabalho.

Dois ex-assessores jurídicos (F.A.P. e R.R.C.B.) receberam valores de acerto trabalhista de até R$62 mil. Os 12 servidores beneficiados com as indenizações trabalhistas também receberam os salários de dezembro, décimo terceiro e férias proporcionais, o que não ocorreu com o restante do funcionalismo público municipal, que não recebeu sequer o salário do mês de dezembro e muito menos os valores relativos ao décimo terceiro.

1 comentário

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *