UMA OBRA DE MEIO MILHÃO DE REAIS

DSC00404-ed

A caixa de contatos do blog registrou, um dia desses, a mensagem de uma leitora sobre uma obra contratada pelo Departamento de Estradas e Rodagem (DER) para a rodovia “Eliezer Montenegro Magalhães”, também conhecida como SP 463.

A obra foi realizada no trecho que liga Jales a Vitória Brasil. Eis a mensagem da leitora:  

DSC00402-pqCausa-me estranheza essa obra construída pelo DER na Rodovia que liga Jales a Vitoria Brasil. A obra, tudo bem, talvez fosse  necessária, mas o valor contratado é impressionante: R$ 552.983,07. Dê uma checada na placa e analise se é compatível com a obra. E o governo do Estado ainda reclama que nao tem dinheiro para investimentos… Claro que não tem mesmo, pois o que tem é mal investido e, pior, mal fiscalizado…”.

O contrato firmado com a empresa Mogi Engenharia Civil Ltda, em agosto do ano passado, diz que o objetivo da contratação era a realização de “obras e serviços de contenção de taludes de corte”, do km 151,0 ao 151,2 e do km 151,6 ao 151,8, lados direito e esquerdo.

Como se nota, o contrato menciona dois trechos da rodovia, mas a parte mais visível da obra são as muretas da foto lá de cima, com uns 150 metros de extensão, construída em um dos trechos citados.

DSC00406Atrás dos barrancos foram plantados alguns rolos de grama e construídas duas canaletas – uma de cada lado – para escoamento de água da chuva. A foto ao lado mostra uma das canaletas e a grama plantada.

Faço a ressalva de que não entendo nada de obras de engenharia, mas, aparentemente, a leitora tem lá suas razões para estranhar o valor pago pelo DER.

27 comentários

  • Evandro

    Será que vc não consegui ser parcial, com seus leitores, vc está igual esse governo sem respeito por ninguém.

  • KUDO JAPONES

    E OS COXINHAS AINDA SAEM ÀS RUAS CONTRA O QUE MESMO??? meio milhao ai, 1,.200,000,00 nas bases das policias rodoviarias de jales e na de fernandopolis tambem.

  • morador de vitoria brasil

    a da outra serrinha perto do motel é mais caro 750.000,00 esse ainda é barato, mas é um concreto novo que o PSDB inventou agora tem flocos de ouro em sua mistura kkkkkkkkkkkk, vai la para vc se ver a outra serrinha Cardosinho

  • obra cara

    A leitora deve ter razao mas e’ impossivel analisar o custo da obra pela placa pois deveria analisar a planilha de custos.
    Isso o blogueiro deveria ver antes de publicar essa desconfiança mas como ele e’ petista……………..
    Vamos criticar

    • é asim

      vamos criticar sim ? que sete PSDB ta de brincadeira , mafiar legalizada exemplo nos temos aqui em minha cidade , nos brasileiro é que pagamos ….

  • Professor

    Cardosinho, isso não me causa estranheza alguma. Aqui em Francisco Morato, um muro de blocos de, no máximo, 20 metros, custou 45 mil reais.

  • resumo da ópera

    por essas e por outras o PSDB vai fazendo sua caixinha de campanha e enriquecendo os Paulos Pretos da vida… e deixando o Estado ser operado por narcotraficantes.

  • Anônimo

    Então cade o MP? Entendi não é do PT e do povo de São Paulo do PSDB, então que se foda mesmo!

  • π

    Os valores poderão ser checados através dos custos praticados pelo DER, que estão disponíveis na internet. As planilhas da obra em si, são públicas. Mas o que me intriga e a tecnologia adotada para contenção da encosta neste local.Colocaram uma tela , talvez até de origem natural, que definitivamente não funcionou. Apenas ficou parecendo uma cortina de trapo nas encostas.O procedimento técnico é uma invenção do DER. Seria importante acionar, e vou fazer isso, a ouvidoria do DER e do governo.

  • π

    Pronto. Fiz a reclamação junto a ouvidoria do estado.

  • Evandro:contra fatos não a argumentos passa ai na rodovia tira um tempinho sai de dentro do seu ninho de Tucano e vai ver se o nosso blogueiro inventou algo ta la a placa: Vai la ver da sua casa até ai na rodovia da uns 10 minutos

  • Paulo César

    É obra do Geraldinho.. Ah esquece,, ninguém investiga. 20 anos no governo nenhuminha CPI passa. Ninguém investiga as concessões dos pedágios, dos trens da capital, da privatizção da FEPASA da segurança pública onde o PCC domina, etc. E assim vamos igual vaquinha de presépio: Fazendo amém pra tudo.

    • Verdadeiro

      Também é obra do Geraldinho a duplicação do Rodovia Euclides da Cunha, aquela via utilizada por muitos que aqui criticam a pessoa do Governador. Imagino como é duro para vcs trafegarem pela citada via, com todo conforto e segurança, e terem na consciência que foi uma obra do governo tucano. Eita dorzinha que não passa…kkkk

  • Jalesense

    Isso ai não é nada comparado as obras do PAC (Programa de aceleração da Corrupção) do PT nas rodovias federais. Bilhões de reais pra passar tinta nas BRs. Perguntem aos caminhoneiros.

  • Blurppºº

    como diz o Milton Leite….quiii beleeeeza

  • Cesar R. Fioretto

    Primeiro, nenhum dos comentaristas é Engenheiro.
    Segundo, a técnica utilizada realmente não é a ideal (lembrando-se que eu sou habilitado como Engenheiro, perante o CONFEA).
    Terceiro, as criticas tem conotação politica.
    Já que é assim, vamos lá – obras do PT:
    Estádio de Brasília – licitação 800 milhões de reais (com os aditivos, ficou em 1,2 bilhões);
    Aeroporto de Vitoria/ES – 500 milhões gastos só na terraplenagem (hoje abandonada, e cheia de erosão);
    Programa Luz para Todos – Instalaram “padrão” até em galinheiro no Pará (próximo a Tucuruí);
    Dentre outras.
    Pois é……

  • Enquanto isso

    Viagem de Dilma aos EUA dá calote de US$ 100 mil em aluguel de limusines http://www.folha.com.br/no1669730 Via Folha de S.Paulo

  • Jalesense: como vc nunca saiu de jales vc não sabe o que é uma rodovia federal de uma estadual viaja nos estados de mato grosso,Goias,minas e outros estados do norte /nordeste ai você vera o que uma BR sai do teu ninho de tucano amigo ai vc poderá falar algo

  • É nítido que as pessoas que deixaram seus comentários, não entendem nada de engenharia!
    Talvez as placas deveriam registrar vários momentos, como o antes, durante e depois; para que entendessem que um serviço como esse envolve várias horas/máquina para o aterro, proteção das encostras e aplicação das proteções que aparecem na foto.
    A obra foi feita mediante licitação, então, teoricamente ganhou o menor orçamento. Imaginem se tivessem publicado o valor dos outros orçamentos?

    • Professor

      Pelo jeito você entende tão bem quanto o governo, que adora superfaturar obras!!!

      • Estimado professor…
        Para esse tipo de obra, utiliza-se de equipamentos especiais, que praticamente, equiparariam ao valor da obra.
        Não somente pelo uso desse equipamento, mas o custo hora/trabalhada, o custo da remoção de vários metros cúbicos de terra, o custo do aterramento e o trabalho de impermeabilização, para que o serviço não seja “perdido”.
        Esses equipamentos são fornecidos pela Caterpillar e diversas outras empresas. Daí as empresas terem um teto mínimo, em função do custo operacional. Isso é devidamente registrado em planilhas de custo, disponíveis na internet, por ser informação pública.
        Dê uma olhada…

    • Cesar R. Fioretto

      Parabéns pelo seu brilhante e oportuno comentário !!!

  • Ele

    Acho que seria muito mais barato a retirada dos barrancos como fizeram nos trechos um pouco atrás, utilização da terra em outros aterros necessários.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *