JUIZ MANTÉM DECISÃO QUE VETA VENDA DE LIVRO QUE DIZ QUE LAMPIÃO ERA GAY

Será que a Maria Bonita tinha um concorrente? E será que a amizade entre o Virgulino e o Volta-Seca escondia algo a mais? Era só o que me faltava! Vejam a notícia do UOL:

O juiz da 7ª Vara Cível de Aracaju, Aldo Albuquerque, manteve a decisão de não permitir que o polêmico livro “Lampião Mata Sete”, que sustenta que o Rei do Cangaço, Virgulino Ferreira da Silva, era gay, seja lançado. No dia 25 de novembro do ano passado, Aldo expediu uma liminar suspendendo o lançamento, que iria ocorrer em uma livraria de Aracaju, em virtude de uma ação movida por Expedita Ferreira, filha do cangaceiro.

O autor do livro, o juiz aposentado Pedro de Morais, disse que vai recorrer da decisão junto ao Tribunal de Justiça de Sergipe (TJ-SE) e tem 15 dias para realizar o procedimento legal. Caso não tenha sucesso e o livro continue sendo censurado pela Justiça, ele disse que vai jogar os 1 mil exemplares que lhe restam no Rio Sergipe.

Já que o livro ainda não está à venda, pelo menos a notícia do UOL, completa, pode ser lida aqui.

3 comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *