IRÃ COMUNICA DILMA SOBRE SUSPENSÃO DA EXECUÇÃO DE SAKINEH

Deu no jornal Correio do Brasil, do Rio de Janeiro, edição desta terça-feira

Em carta à presidenta Dilma, Irã informa que execução de Sakineh foi suspensa

A presidenta do Comitê de Direitos Humanos do Parlamento iraniano, Zohreh Elahian, disse que o país suspendeu a pena de morte de Sakineh Mohammadi Ashtiani, condenada por suposto adultério e assassinato. Segundo a agência oficial iraniana ILNA, a declaração estaria em uma carta endereçada à presidenta do Brasil, Dilma Rousseff, em que Elahian informa que a pena de Sakineh foi comutada para prisão e chama de “propaganda” as críticas dos governos ocidentais ao sistema judicial iraniano.

De acordo com a agência, Sakineh teve sua pena comutada para dez anos de prisão depois de receber o perdão dos familiares da vítima. A iraniana foi condenada ao apedrejamento em 2006 por supostamente trair e assassinar o marido. Grupos de direitos humanos afirmam que ela tem sido forçada a confessar a culpa.

Brasil – Desde a sua eleição, havia uma expectativa em relação à posição de Dilma Rousseff, primeira mulher eleita presidenta do Brasil, sobre um assunto que o seu predecessor, o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, foi criticado por evitar. Pressionado para usar seu prestígio junto ao governo iraniano em favor de Sakineh, Lula se limitou a enviar uma mensagem ao “amigo” Mahmoud Ahmadinejad oferecendo asilo à iraniana.

Dilma Rousseff, por outro lado, expressou claramente a sua solidariedade com o destino da condenada, afirmando que o apedrejamento seria “uma coisa bárbara”.

O último episódio envolvendo o regime iraniano e o Brasil foi a censura, na semana passada, imposto a livros do escritor Paulo Coelho no Irã. A decisão teria sido tomada depois que o editor de Coelho no país apareceu em manifestações da oposição contra o regime de Ahmadinejad.

JALES X FERNANDÓPOLIS

O Dalua e outros esportistas, como o Garça e o professor Dias, são testemunhas de que, nos tempos em que o Perigo e o Vagnão vestiam a camisa do CAJ, nossas disputas com Fernandópolis eram bem mais equilibradas. Senão vejamos…

O prefeito Luiz Villar(DEM), de Fernandópolis, que entregou 2.400 dentaduras durante o ano de 2010, já iniciou 2011 dando bons motivos para que os seus munícipes continuassem sorrindo à vontade.  No dia 03/01, ele anunciava a assinatura de convênio no valor de R$ 1,1 milhão, para reforma e construção de campos de futebol em bairros da periferia. Desde aquela data até ontem, 17/01, a assessoria de imprensa de Villar já veiculou outras 24 notícias na página oficial da Prefeitura de Fernandópolis, das quais, quatro se referiam a assinaturas de convênios. No total, os cinco convênios anunciados por Villar em 2011, já alcançam R$ 6,4 milhões.

Estou linkando, aqui, a página oficial de Prefeitura de Fernandópolis, prá não dizerem que estou mentindo. Podem conferir! E reparem que na notícia do dia 05/01, além de anunciar um convênio de R$ 2,7 milhões, Villar propagandeia – feito galinha ao botar um ovo – outros cinco convênios que, somados, chegam a R$ 7,5 milhões. Quer dizer, somente neste início de ano, o prefeito de Fernandópolis já assinou convênios no valor total de R$ 13,9 milhões.

Bem, mas e o prefeito de Jales, o que será que ele anunciou neste início de ano? Uma visitinha ao site da Prefeitura de Jales vai nos mostrar que, em 17 dias, a assessoria de Comunicação do prefeito conseguiu produzir apenas duas notícias e um comunicado. E nem sombra de alguma notícia sobre assinatura de convênio.  Culpa da assessoria de Comunicação? Claro que não! É que não existe nada mesmo prá ser noticiado. A assessoria faz o que pode e até inventa alguma coisa, prá não ficar muito feio.

Reparem na notícia “Prefeito vistoria obras de infra-estrutura“. O que vemos?  O prefeito, um pouco desanimado, observando funcionários que capinam uma avenida (foto ao lado). Onde está a vistoria a uma obra de infra-estrutura? Desde quando capinação é obra de infra-estrutura? O prefeito Humberto Parini faria melhor se empreendesse uma vistoria à “obra” que está sendo feita no nosso centro comercial.  Mas, pelo que se comenta, faz muito tempo que o prefeito não dá o ar de sua graça no centro da cidade. Espera-se que ele compareça ao menos na “inauguração”.

PROENÇA ABRE FILIAL EM VOTUPORANGA

O prefeito de Votuporanga, Júnior Marão(PSDB), anunciou a abertura de uma filial do Proença Supermercados na cidade, até o final do ano. Ao anúncio, estavam presentes o diretor-presidente da rede, Fernando Lopes Farinha, e o diretor-administrativo, Fernando Lopes Farinha Júnior. Será o 11º supermercado da rede Proença.

A matriz do Proença Supermercados fica em Pereira Barreto, onde os Farinha iniciaram suas atividades, em 1960. Além de Pereira Barreto, que conta, atualmente, com duas lojas do Proença Supermercados, a rede possui duas lojas em Ilha Solteira, duas em São José do Rio Preto, uma em Auriflama, uma em Três Lagoas(MS) e uma filial em Jales, onde o Proença se instalou em 1999, durante a administração do ex-prefeito Antonio Sanches Cardoso, o Rato. A décima filial do Proença será inaugurada, em 2011, em São José do Rio Preto, onde a rede passará a ter três lojas.

Em Votuporanga, o Proença Supermercados terá área construída de 7.500 m², com 200 vagas para estacionamento, em área de 19.000 m², situada na Rua Alfredo Rodrigues Simões, próximo à Santa Casa. Segundo o diretor-administrativo da rede, Farinha Júnior, o novo empreendimento deverá gerar entre 130 e 140 empregos diretos.

REVISTA INTERATIVA

A Revista Interativa deste mês, que está sendo distribuída aos assinantes nesta segunda-feira, traz como destaque de capa, os professores Fábio Fiorani e Tatiana Fiorani. Com reconhecida experiência no ramo de idiomas, o professor Fábio – também colunista de amenidades do Jornal de Jales – e sua esposa, Tatiana, estão inaugurando, em Jales, uma filial da escola de idiomas CCAA. A revista publica entrevista com o casal de professores e empresários, que falam sobre os motivos que os levaram a investir na franquia do CCAA.

A Interativa também veicula entrevista com Oswaldo Costa Júnior, o Bexiga, presidente da 42ª FACIP. Bexiga fala de suas expectativas e dos preparativos para a principal festa da cidade. Entre outras coisas, ele diz que pretende fazer com que Jales esteja entre as cinco melhores cidades do Estado, no quesito shows e rodeios.

CHUVA INUNDA LENÇÓIS PAULISTA E ATIBAIA

Deu no DiárioWeb, agora há pouco:

Chuvas intensas deixaram sob as águas na manhã de hoje grande parte da cidade de Lençóis Paulista(SP). O Rio Lençóis, que corta a cidade, transbordou e alagou casas, estabelecimentos comerciais, ruas, avenidas e praças. De acordo com o serviço de meteorologia, pode ter chovido 170 milímetros na região desde a noite de ontem.

O manancial subiu rapidamente e em meia hora as águas já inundavam a Avenida 25 de Janeiro, uma das principais da cidade. Alguns comerciantes carregaram o estoque em caminhões na tentativa de reduzir os prejuízos. A sede do Serviço Autônomo de Água e Esgoto (SAAE) foi atingida e a cidade pode ter racionamento de água.

A prefeitura está pedindo à população que permaneça em estado de alerta. De acordo com a prefeita, os últimos monitoramentos indicaram que as represas acima do Rio Lençóis estão no limite de suas capacidades. “Se uma delas se romper, haverá uma piora considerável da situação, visto que até agora as águas subiram apenas pelo grande volume das chuvas”, disse a prefeita Izabel Cristina Campanari Lorenzeti(PSDB).

Na cidade de Atibaia, as chuvas devem continuar essa semana, enquanto Prefeitura e população ainda contabilizam os prejuízos causados pelas enchentes. De acordo com a Prefeitura, 16 bairros foram afetados com a chuva, mas não há informação de mortos. Na semana passada foi decretada situação de emergência na cidade. O prejuízo material com as famílias atingidas até agora está sendo calculado em R$ 11 milhões.

Vamos falar sério: os problemas de Jales, quando chove um pouco mais, não representam nada, diante de tudo que está acontecendo. A previsão do tempo para Jales, nos próximos 8 dias, pode ser vista no link Previsão do Tempo, aí do lado direito. E se você tem problemas de artrite ou está pensando em fazer uma chapinha, o site do Jornal do Tempo também tem dicas interessantes.

SOBRE AS ECONOMIAS DA CÂMARA

Apesar da assessoria do prefeito Parini não ter divulgado, informações obtidas por este aprendiz de blogueiro dão conta de que o ex-presidente da Câmara, Luís Especiato, devolveu cerca de R$ 236 mil à Prefeitura, ao final de 2010. O dinheiro não utilizado pelo Legislativo e devolvido por Especiato ao Executivo, representa 14,75% do valor repassado pela Prefeitura à Câmara (R$ 1,6 milhão), durante o ano de 2010. A devolução do dinheiro não utilizado pela Câmara é uma exigência da Lei e acontece todos os anos.

Em 2008, a então presidenta Aracy de Oliveira Murari Cardoso, a Tatinha, devolveu cerca de R$ 188 mil e, além disso, abriu mão de mais R$ 66 mil, que deveriam ter sido repassados pela Prefeitura à Câmara. Os R$ 254 mil economizados pela Câmara, sob a presidência da vereadora Tatinha, representaram, naquela época, 18,14% do valor reservado ao Legislativo no orçamento de 2008 (R$ 1,4 milhão).

Apesar da economia feita pela Câmara em 2008, e apesar de a presidenta Tatinha não ter exigido o repasse de R$ 66 mil, o prefeito Parini ainda queria mais: ele pediu – quase exigiu – que a vereadora assinasse um documento onde ela abriria mão também do repasse devido pela Prefeitura em dezembro, mas não foi atendido.

DESTAQUES DOS JORNAIS

Essas foram as manchetes dos jornais locais, neste final de semana:

Folha Noroeste: “Santa Casa de Jales inaugura neste sábado, UTI Geral de R$ 1 milhão”

Folha Regional: “Educação mantém 30 horas de serviços comunitários para estudantes que se inscrevem no Auxílio-Transporte”

Jornal de Jales: “Trânsito é o maior desafio para Polícia Militar de Jales”

A Tribuna: “MP propõe nova Ação Civil Pública contra Parini”

Além da entrevista com o capitão Presutto, da Polícia Militar, o Jornal de Jales deu destaque também para a inauguração da nova UTI da Santa Casa e para a posse da nova diretoria do Sindicato do Comércio Varejista, presidida por Alexandre Rensi. Na coluna Fique Sabendo, o comentarisa Deonel Rosa Júnior  deu destaque para o aniversário de Nice Mistilides, duas vezes candidata a prefeita e, provavelmente, candidata mais uma vez em 2012, pelo PTB. Deonel também citou a criação deste Blog do Cardosinho e a minha volta ao jornalismo, dessa vez, na net.

Os blogs também foram destaque no jornal A Tribuna, em matéria assinada pelo jornalista Paulo Reis Aruca, que dedicou quase uma página ao assunto. O Blog do Cardosinho e o Blog do Murilo Pohl serviram de inspiração para a matéria, que reproduziu um post veiculado neste blog sobre o projeto Lar Doce Lar, uma das obras sociais da primeira-dama, Rosângela Parini, ainda não implantada. Na matéria de capa, assinada por Alexandre Ribeiro, A Tribuna repercutiu a nova Ação Civil Pública contra o prefeito Humberto Parini, que está sendo proposta pelo Ministério Público.

DESCANSE EM PAZ, PERIGO!

Estive neste finalzinho de tarde no velório e enterro do Araídes Domingos Leal, o PERIGO, onde além dos seus familiares, encontrei vários de seus amigos, como o Chico Melfi, o Deonel, o Zé Antonio de Carvalho, o Martini, o Wilter, o Igayara, etc., e alguns de seus ex-companheiros de futebol, como o Joaquinzinho e o Murilo.

Conheço o Perigo desde quando ele chegou por aqui, em 1967, trazido de Catanduva pelo lendário técnico Eca, para jogar no glorioso Clube Atlético Jalesense. Toda a minha infância e adolescência, morei na Vila Maria, quase ao lado do Estádio Municipal “Roberto Valle Rollemberg”. Por isso mesmo, presenciei todos os grandes jogos, vi todas as grandes estréias e conheci de perto a maioria dos jogadores daquela época, uma vez que – depois dos treinos – eles costumavam ir tomar umas “biritas” na mercearia do meu pai. Inclusive o Perigo.

Lembro-me, como se fosse hoje, da estréia do Vagner Basso, vindo de Igarapava, do Netão, Tatu, Percival, Kermes, Tota, Rafael, Mário, Lolito, etc. Lembro-me da estréia do Edson, um lateral-esquerdo que o Dalua considera o melhor que já jogou no Caj. Lembro-me da melhor de todas as estréias, a de Hélio Ambrósio Filho, o Helinho, que, vindo do Botafogo de Ribeirão Preto, fez três gols no seu primeiro jogo em Jales. E lembro-me, é claro, da estréia do Perigo.

Como jogador de futebol, ele era um zagueiro voluntarioso, que não dava moleza pros adversários – nem na casa deles! – e, por isso mesmo, tinha uma justificada fama de valente. Quem o conheceu de perto, porém, sabe que, ao contrário do que podia parecer, Perigo era uma pessoa doce, romântica, de coração mole e uma alma tranquila. Uma de suas principais virtudes era a lealdade, qualidade que já trazia impregnada até no nome. 

Me lembro de uma ocasião – um Dia dos Pais – em que ele foi até a Rádio Regional, onde apresento o Brasil & Cia, levando um CD do Altemar Dutra e, em homenagem ao dia, pediu prá que tocássemos a música “Meu Velho”, uma das mais conhecidas do repertório do Trovador das Américas. Quando a música começou, o Perigo encostou-se à parede do estúdio e chorou como um menino. Era assim, o Perigo, um sentimental. 

Nos últimos tempos, já adoentado, ele dedicou-se a ajudar o Hospital do Câncer. Junto com alguns amigos, Perigo empreendeu uma campanha para arrecadação de recursos visando a aquisição de equipamentos para a cozinha daquele hospital, como se pode ver aqui, em matéria da Folha Noroeste. Mesmo doente, tentou ser útil até o fim. Que ele descanse em paz!

1 1.263 1.264 1.265 1.266 1.267 1.273