PREFEITURA DIZ QUE RESPONSABILIDADE POR ACOMODAÇÃO DE PACIENTES DO HOSPITAL DE CÂNCER NÃO É DELA

A chefe de gabinete da Secretaria Municipal de Comunicação, Mila Gonçalves, mandou comentário onde a Prefeitura de Jales se exime de responsabilidade pela disponibilização de local adequado para que os pacientes do Hospital de Câncer, após o atendimento, possam esperar a hora de voltar prá casa com algum conforto.

No momento estou escrevendo minhas matérias para A Tribuna e não  tenho tempo para me aprofundar no assunto, mas, em princípio, não concordo com a posição da Prefeitura, embora a respeite. Uma das coisas mais elogiadas do Hospital de Câncer é o tratamento humanizado que ele dá aos seus pacientes. Portanto, não custaria muita coisa a Prefeitura  de Jales  complementar o tratamento que é oferecido pelo hospital. Mas vamos ao que escreveu a Mila:

Mila Gonçalves
12 janeiro 2012 às 8:38

A respeito do caso contado no título
MORADOR PEDE ESPAÇO PÚBLICO PARA PACIENTES DO HOSPITAL DE CÂNCER

Entendemos que direcionar críticas à Prefeitura de Jales por este problema não é procedente, visto que a responsabilidade pelos pacientes encaminhados pelos municípios, é dos próprios municípios.

As pessoas que por ventura esperam na avenida certamente não moram na cidade e portanto, não são pacientes de Jales. Cabe às prefeituras que encaminham os seus doentes, cuidar do transporte deles, organizando e orientando para que isto se faça da melhor forma possível.

Em Barretos, não existe espaço coberto específico para abrigar pessoas após o atendimento, justamente porque cabe aos municípios instalarem as suas respectivas casas de abrigo.

Neste caso, as prefeituras dos municípios vizinhos devem ser cobradas pela responsabilidade que tem de instalarem aqui em Jales, casas de apoio aos seus pacientes. Jales por exemplo, mantém uma casa de abrigo em Barretos, para seus pacientes que precisam ficar na cidade para atendimento.

Fale Conosco

Solicitamos ao cidadão Marco e a todos os munícipes interessados, quando entenderem necessário fazer reclamações, sugestões, ou mesmo pedidos de informação, utilizem o canal oficial da Prefeitura de Jales, pelo telefone: (17) 3632-3617 ou e-mail: [email protected].

Somente dessa maneira podemos garantir que as solicitações serão registradas e encaminhadas aos setores competentes para esclarecimento e providências.  

23 comentários

  • Vanderlei Bosquilha

    Quanto custa a construção de uma cobertura? Será que custa mais do que o prejuízo que o município já sofreu por conta da merenda terceirizada? Será que custa mais do que o condenado Humberto Parini deve ao município por conta do caso da FACIP 1997?

    Oras bolas, ter a fama de município hospitaleiro não é prejuízo para Jales.

    Prejuízo para o Município é continuar com o crescimento estagnado por conta de pensamentos pequenos como o demonstrado pela forasteira Mila Gonçalves.

    • Preclaro “Bosquilha”, você era bom de apito (aquela expulsão do Rui Rei, na final de 77, foi fantástica)e, pelo jeito, é bom de cálculo também. Com certeza, um abrigo decente para os pacientes do Hospital de Câncer custaria bem menos que os prejuízos (ou desvios) da merenda escolar. Eu não sou engenheiro, mas acredito que custaria menos até que os R$ 100 mil pagos a alguns assessores do prefeito pelas férias que eles não tiraram (não tiraram porque não quiseram).

  • Vanderlei Bosquilha

    Para que hajam casas de apoio é necessária demanda, o que pelo jeito é pequena.

    O problema é simples, os pacientes precisam de um espaço coberto com bancos.

    Não precisam dormir por aqui e a responsabilidade pelos que estão por aqui de passagem é sim do município de Jales, pois se os procuradores do município não alertaram, aqueles que transitam e realizam tratamento nesta cidade possuem residência nesta cidade, basta a leitura de qualquer livreto de direito civil para entender o assunto.

    Deixemos de hipocrisia e por uma Jales melhor busquemos ações eficazes e não respostas vazias.

  • Anônimo

    olha ai senhores candidatos, uma ótima oportunidade de mostrar interesse á uma boa causa,um gesto nobre ,que irá render um bom retorno,tudo na vida a gente passa,mas na hora da doença tudo fica muito difícil ,eles merecem o mínimo de respeito e conforto,pensem; são nossos irmãos.

  • USUARIA

    SENHORA MILA, VC NÃO DEVE TER DOENTES COM CANCER EM SUA FAMILIA ( E REZE MTO PRA NÃO TER)POIS ESSA DOENÇA É TERRIVÉL E O MINIMO DE CONFORTO PARA NÓS PACIENTES JA É DE GRANDE AJUDA. VOCE FOI INFELIZ EM DIZER QUE JALES NÃO TEM ND A VER COM PACIENTES DE FORA SÃO SERES HUMANOS TÃO OU MAIS DIGNOS QUE CERTAS PESSOAS DE RESIDEM AQUI…NÃO DIZ ASNEIRAS PRA NÃO TER QUE LER COISAS QUE NÃO SÃO DO SEU AGRADO. AI ESTA SENHORES CANDIDATOS A PREFEITO BOA HORA DE MOSTRAR SERVIÇO E COMPETENCIA.

  • Alexandre Ribeiro (Carioca)

    Alguém já viu o (péssimo) estado dos pontos de ônibus nesta cidade? Já deram uma olhada naquele do Roque Viola, em frente à AACAJ? Está caindo aos pedaços faz ANOS!
    Fiz matéria sobre o assunto na Tribuna e até os vereadores já questionaram a Prefeitura, que, como sempre, os ignorou.
    Como podemos supor que a resposta da administração seria diferente? Não cuidam nem do que já existe, imagina se vão fazer novos?!?!?

  • Alexandre Ribeiro (Carioca)

    …mas se o pedido fosse pra colocar uma placa de propaganda, aí a Secretaria de Administração autorizaria “na hora”. Nem precisaria de resposta via assessora de imprensa.

  • Patricia

    Cardosinho, gostaria de uma informação.Por acaso vc sabe quando o Centro de Especialidade Odontológica irá voltar a funcionar, pois era um atendimento muito bom, feito por excelentes profissionais e agora dispensaram eles e quem precisa desse atendimento ficou prejudicado.Obrigada.

    • Patrícia, infelizmente não tenho a informação, mas vou procurar saber. Para mim é surpresa o que vc está dizendo sobre o não funcionamento do CEO, pois há alguns dias eu perguntei a um assessor do prefeito sobre isso e ele me disse que estava tudo normal.

  • Anônimo

    Essa Mila ta mais perdida que cego em tiroteio, cada uma que fala viu aff.Ainda bem que a credibilidade que ela ja não tinha está se acabando graças a ela mesma, Ninguém aqui dentro gosta dela e os que parecem gostar,falam mal pelas costas

  • moradora do jd do bosque

    como é triste morar em jales ,nem dos moradores a prefeitura toma conta, olha que eu ja recebi o carne de iptu… que dira dos pobres doentes de fora ,que ñ votam em jales.com certeza eles estao ferrados…

  • MORADORA

    O CARDOSINHO CONTAMOS COM VOCE PARA NOS AJUDAR A ARRANJAR UM “CANTINHO” PARA NOSSOS USUARIOS E PACIENTES DO HOSPITAL DO CANCER.. SEI O QTO SEU BLOG É A ACESSADO. SEI QUE NÃO TEM MAIS RECLAMAÇÃO AQUI OU NA IMPRESA DEVIDO A PERSEGUIÇÃO VC SABE DISSO.OBRIGADO ANTECIPADO.

  • Godoy

    Essa Mila sei lá o que, e da onde é piorou, é uma falastrona, fala e fala sem explicar nada… e ainda por cima coloca a culpa nos municípios vizinhos. Pois como já mencionou o amigo Bosquilha lá em cima minha querida, pega um “livretinho” do direito civil e vai dar um “lidinha”. Não vai te tomar muito tempo e não lhe deixará dizer mais besteiras…
    kkk

  • Patricia

    Pois bem Cardosinho, tente ir lá com encaminhamento para marcar uma cirurgia complexa no dente.Em Dezembro pediram para retornar no começo de janeiro e voltando em janeiro me disseram que a aderj tinha encerrado o contrato com os especialistas que faziam esse trabalho no Ceo.

  • narciso

    Sra Mila.
    Esta sua postura cretina, hipócrita e insensível prova o seu despreparo para assumir um cargo público .
    A prefeitura de Jales tem sim reponsabilidade social , responsabilidade para atender com conforto e humanização as pessoas que moram em Jales , assim como as pessoas qua passam pela nossa cidade , quer seja em busca de saúde , lazer , educação , comércio , negócios , ou seja lá o que for .
    Como a Sra parece ser profundamente obtusa , acredito que seu depoimento deve ser fruto de alguma ordem superior .
    Faça um grande favor a Jales .
    PEÇA DEMISSÃO , e vá morar em outro lugar.
    Algum lugar onde o poder público não se importa com a bem estar de quem não mora lá.
    Tenha paciência .
    Agora teremos que virar as costas para o sofrimento de quem não mora aqui , pelo simples fato de não morar em Jales .
    Teremos que suportar a intervenção constitucional de outros municípios , que passarão a executar obras públicas em Jales?
    E os moradores de Jales ? Poderão ficar à sombra dos abrigos construídos por outros municípios ?
    Onde isto vai parar?
    Deus ilumine sua vida .Reflita na besteira que escreveu e peça desculpas humildemente para aqueles que sofrem pela prórpia dor, pela dor dos outros e pela falta de esperança…

  • VANIA

    Falou tudo seu Narciso, caiu de paraquedas em Jales essa Senhora Mila é quer vir dar lições erroneas, peço a Deus q essa senhora nunca precise de tal hospital. Parabéns seu Narciso e obrigada.

  • os jacarés

    cansamos dessa ladainha. construir um teto lá envolve dinheiro, e não social.

    temos de cobrar a prefeitura daquilo que ela é responsavel em questão de dinherio e não social.

    acontece que cobrar boa postura social tá dificil aqui a cada dia, porque a gente tem nosso papel mas na hora de jogar o “papel no chão” a gente suja a cidade depois quer que alguem limpe o pessimo exemplo de pessoa que somos pra esconder dos nossos vizinhos que fingem que não sabem.

    essa cidade já foi mais fraterna, hoje só existe gente rancorosa, com raiva de qualquer coisa e nem sabe o que.
    enquanto a prefeitura tem que escolher o que construir porque estamos endividados e nao temos coisas nem pra gente!

    ai vem um interesseiro que é pago pra se fazer de exemplo se aproveita da inocencia de uma idéia absurda e faz uma noticia dessa e ai fica todo mundo girando em circulos.

    nesse caso eu concordo que os pacientes devem ter seu direito de transporte depois do atendimento e não ficar debaixo de um teto gigante de cimento!

    pq eles nao ficam dentro do hospital? quem passa ali e ve pensa nossa que coisa e fica com dó vai ver eles estão ali porque querem!

    se a prefeitura construir um teto ali eu vou chamar o prefeito de burro porque só vai contribuir pras outras prefeituras tirarem o corpo fora.

    não é questão de que os pacientes não tem direito, é questão de que esse ´pedido é simplesmente absurdo, quem concorda que deve ter um teto lá não sabe nada sobre nossa cidade e as dividas seculares que os proximos prefeitos vão herdar. precisamos de muitas coisas e não dá pra ter tudo, simples assim.

    fomos excluidos da praça, mas estamos aí e vamos voltar.
    os jacarés vão dar noticia de verdade, porque a gente não merece só ter o site da prefeitura que sempre foi e continua sendo um lixo e um monte de blogs e jornais comprados.

  • inominado

    Se esse texto foi uma amostra do que a “jacarezada” vai escrever, vou ler para dar risada! Crueldade com o Português.

  • VANIA

    NOSSA COMPARAR UM ABRIGO AOS DESOCUPADOS DA PRAÇA DOS JACARÉS, SOMENTE VINDO DE ALGUEM QUE NÃO SENTIU NA PELE OQUE É UM CANCER….UMA PENA SE NÃO PODE AJUDAR NÃO CRITICA…NADA CONTRA AOS APOSENTADOS QUE LA JOGAVAM SEU BARALHO.

  • anonina

    Meu Deus esse tal “os Jacarés” é muito sem noção..quer falar de “dívidas seculares” e direitos sociais sem se quer saber falar o Português direito….meu filho você está no lugar errado, volta pra lagoa que vc saiu.!!!

  • Godoy

    Sempre tem um idiota pra entrar e falar o que não deve, não é senhor ” Os Jacarés “. Estudar um pouco não faz mal pra ninguém. E para de puxar o saco daqueles que estão acomodados nas grandes “cadeiras” do poder de nossa bela cidade, porque não estão fazendo m…. nenhuma.

  • bolero

    Grande estadista, ele tem até um Hitler Asiático ao seu lado com a finalidade de perseguir o funcionalismo público.

    • Preclaro bolero, por duas vezes eu retirei a expressão “Hitler Asiático” dos seus comentários, mas vc insiste em utilizá-la. Já disse e volto a repetir: é possível fazer críticas sem arranjar problemas prá nós mesmos. O tipo de comparação que está sendo feita pode render um processo, prá vc e prá mim, que sou o responsável pelo blog. Há uns anos atrás, um amigo comparou o gerente de um banco aqui de Jales a um general de Hitler e quase arrumou um problemão. Portanto, muito cuidado com as palavras.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *