RUA BENEDITO ARTUR OU ARTHUR BENEDICTO?

Em março, escrevi um post (aqui) sobre os buracos da Rua Benedito Artur Peresi e, por conta do nome da rua, o leitor Ailton Peresi mandou, àquela época, o comentário que reproduzo abaixo:

AILTON PERESI
10 abril 2011 às 19:46

Caro Sr.

Sem entrar no mérito dos buracos da referida rua; o que eu gostaria de ver corrigido é o nome da rua.
Meu avô, chamava-se Arthur Benedicto Peresi e não como consta do nome da rua.
Com certeza trata-se da mesma pessoa, pois o Sr. Orestes Peresi era meu tio.
Se necessitar de algum documento, posso enviar-lhe cópia da certidão de casamento de meu avó .
Atenciosamente,
Ailton Peresi.

Bem, se tem alguma coisa de errada com o nome da rua, é melhor verificar na Prefeitura e, se for o caso, mandar trocar a placa que está afixada por lá (vide foto ao lado). Mas o que eu gostaria de repetir é que, apesar de o vereador Luís Especiato, líder e defensor do prefeito, vir solicitando, desde 2007, que a rua seja recapeada, a situação continua a mesma, conforme se pode ver pela foto abaixo.

 

1 comentário

  • Camarada Martini

    QUANDO SE PERDE A ALMA

    Quando você chama Orestes Quércia de ladrão de
    carrinho de pipoca e depois pede e recebe o apoio
    dele; quando você passa a vida chamando Maluf de
    tudo quando é nome e depois incorpora o partido
    dele à sua base de apoio no Congresso; quando
    você inferniza o governo Sarney e toda a herança
    dele, inclusive a candidatura de sua filha à
    presidência da republica, e depois o transforma
    em um sábio conselheiro de seu governo; quando
    você diz o diabo do saudoso Antonio Carlos Magalhães
    e depois aceita o apoio dele.
    Quando você ataca feroz e vigorosamente a politica
    econômica de seu antecessor e depois pratica
    política idêntica; quando você sataniza toda a sua
    vida o FMI e depois aplica condições(não pedida)
    ainda mais draconianas para o acordo com o ex-satã;
    quando você passa a vida ensinando os outros quais
    são as políticas sociais certa, a ponto de ter que
    demitir.
    Quando você se alia aos antigos inimigos e expulsa
    antigos companheiros como único crime foi o de
    continuar defedendo o que você defendia até a vés-
    pera; quando você faz campanha eleitoral prometendo
    mudanças e inicia o discurso de posse com única
    palavra(exatamente) e depois muda muito pouco ou
    nada.

    Quando você faz tudo isso, você rifou seus princípios
    vendeu a sua história e tornou se amorfo, sem alma,
    sem projeto de permanecer no poder. Enterra o orgulho
    pela história já vivida porque não pode permitir que
    investiguem a sua nova história. Nem você mesmo sabe
    se existe ou não “conduta irregular” de um funcionário
    seu, como admite agora até seus atuais companheiros.
    Enfim, tem de jogar o jogo como quase todos jogaram
    antes de você. E fracassaram. Temo que seja tarde
    para volta atrás e re-reescrever a história em que
    um filme velho e triste está sendo reencenado com
    novo elenco.

    CARDOSINHO, umas de minhas filhas mandarão a mim

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *