CASO PADULA: BETTO MARIANO ENTREVISTA DELEGADO BIAZI E ADVOGADO DE DEFESA DE CLAYTON

biazi

O intrépido Betto Mariano entrevistou o delegado Sebastião Biazi sobre o resultado da necropsia feita no corpo do pecuarista e comerciante João Antônio Padula, que confirmou a caneta como a “arma” que causou a morte da vítima. A entrevista pode ser vista aqui.

Betto entrevistou, também, o advogado Aislan Queiroga Trigo, que está atuando na defesa do colega Clayton Colavite. Aislan explica, em detalhes, como foi o desentendimento e a luta corporal entre Padula e Clayton. A entrevista com Aislan está dividida em duas partes, que podem ser vistas aqui e aqui.

28 comentários

  • Diante do laudo pericial, que atestou que a morte foi em decorrência da caneta, isto não significa, que POR SI SÓ, o ato tenha sido efetuado em legítima defesa. O que o entrevistador esqueceu de perguntar ao Delegado é se na perícia constava a angulação do golpe, e se nela, haveria a compatibilidade de quem desfere um golpe de “traz para frente”, com quem estaria tomando uma gravata.

    Pontos que ainda necessitam ser esclarecidos:

    1 – Por qual razão a reunião foi marcada para o período noturno, e a briga em si, no segundo momento, após o golpe da caneta.

    Condutas inadequadas do Clayton, ainda que sob o suposto mantra da legítima defesa:

    1- arrastar o corpo para outro local, havendo a modificação da cena do crime.

    2 – Jogar água sanitária no local, “possivelmente” para limpar a cena do crime.

    3 – Enxugar o sangue.

    4 – Não acionar socorro, ou mesmo ligar para a polícia no mesmo momento dos fatos.

    A tendência de se omitir, e modificação da cena do crime, certamente irão complicar sua defesa, ainda que tenha sido impensado naquele momento.

    Tenho respeito a psiquiatria, mas esse discurso vai ser difícil de colar no Tribunal do Júri, sobretudo por ele se tratar de uma pessoa que sempre possuiu a plenitude e sanidade mental, mas além disso, se trata de um advogado e conhecedor das leis e de todo andamento/funcionamento do sistema penal. (se fosse uma pessoa desprovida de conhecimentos, ou uma pessoa que possuísse alguma deficiência mental, conforme o estatuto da deficiência prevê, até que se “engoliria”).

    Clayton irá a juri popular, no juri vige o princípio “in dubio pro societate”, na dúvida, se manda ao Tribunal do Júri.

    Finalizando: não estou julgando ninguém, estes serão fatos que terão que ser esclarecidos no Tribunal do Júri.

    Prevejo, do ponto de vista jurídico, um grande debate entre o membro do Ministério Público e o Dr Aislan, que terá que se preparar muito do ponto de vista jurídico e oratório, sobretudo para convencer os jurados (quem julga no juri são os jurados, o juiz apenas define a pena) de que seu cliente agiu em legítima defesa.

    Agora é aguardar, tanto o júri, quanto a definição do mérito do habeas corpus.

    • Por qual razão a reunião foi marcada para o horário noturno? O cliente tinha vários processos nos quais o Clayton atuava como defensor e, quando tinha compromissos durante o dia, pedia para ser atendido fora do horário normal. Em algumas dessas reuniões, a mulher do Clayton o acompanhava.

      Por que a briga continuou depois da canetada? Porque o Padula não parou. Depois de arrancar a caneta ele foi pra cima do Clayton. Se tivesse parado e pedido para o advogado chamar socorro, certamente o Clayton o teria feito.

      Finalizando: o amigo diz que não está julgando ninguém, mas, nas entrelinhas, já faz um prejulgamento.

    • Tenha paciência!

      Quem teve contato com o que foi apurado pela Polícia Civil sabe que vai ser preciso um esforço muito grande (leia-se má fé) para extrair das provas produzidas no inquérito policial qualquer indício que contrarie a tese de legítima defesa. O jurisconsulto que postou o primeiro comentário está certo em afirmar que na fase de pronúncia vige o princípio “in dubio pro societate”, que se traduz, não literalmente, em “na dúvida, leve-se a julgamento pelo Tribunal do Júri”. Ocorre que para isso é preciso que HAJA DÚVIDA, mas nada, absolutamente nada nos autos poderia suscitar qualquer questionamento a respeito da ocorrência da excludente de ilicitude da legítima defesa.
      No mais, ainda que prevaleça o embuste e a desídia para que o Dr. Clayton seja levado a julgamento pelo Tribunal do Júri, vai ser necessário que o MP convença 7 pessoas de que um advogado sem qualquer traço de agressividade tenha atacado um senhor conhecido por seu temperamento difícil, maior e mais forte, o fazendo com uma arma de alto poder vulnerante (risos), após um pequeno desentendimento em que o réu se autolesionou no pescoço, braços, costas e tórax.
      Nessa hipótese, sugiro que a OAB autorize que a defesa do Dr. Clayton seja feita pelo Bica, uma vez que ele está sempre no Fórum e tem plenas condições de contestar uma tese dessa natureza.

  • Betto Mariano

    Caro “Lamento pelas duas família a tragédia” – Da parte que me toca, não sei se o amigo percebeu que as perguntas ao Delegado foram basicamente Técnicas, de forma que que no laudo em questão acredito não constar angulação porque primeiro não se trata de tiro de arma de fogo onde as angulações são mais costumeiramente verificadas, e segundo o suposto questionamento de angulação deveria ser perguntado ao Perito e não ao Delegado. Ademais, ainda que nas entrelinhas você esteja insinuando que a “canetada” seria de frente e não de costas, não acredito quer ainda sim não se possa arguir por LEGÍTIMA DEFESA”. Com relação aos demais pontos acredito que a maioria de seus questionamentos são respondidos pelo Advogado de Defesa Dr Aislan, e finalizando como o seu próprio pseudo nome diz foi inquestionavelmente uma TRAGÉDIA sem o elemento fundamental o DOLO, abraços.

  • Nelson José Costa Junor

    LAMENTO PELAS DUAS FAMÍLIAS A TRAGÉDIA****HOMICÍDIO QUALIFICADO***MUDAREI E COLOCAREI MEU NOME****NÃO SABE FALAR NÃO FALE E RESPEITE OPINIÕES CONTRÁRIA:–para mim esse pseudônimos são a mesma pessoa, sempre com um nome falso e fictício, pois não tem a hombridade, caráter e índole, para se identificar, por medo ou razões escusas, talvez quem sabe, pelo Cleyton ter tomado alguma atitude como presidente do Conselho de Ética da OAB de Jales contra certa pessoa ( ? ).
    Não sou Advogado, talvez então comente alguma asneira mas faço minhas as palavras do Sr. BETO MARIANO,que inteligentemente fez as perguntas corretas na hora certa e você não gostou das resposta, como :não foi crime qualificado, não houve mudanças na cena do crime, o Dr. puxou o corpo para uma ante sala, para que o mesmo não ficasse em sua sala de trabalho e nem do seu tio e o mesmo estava em estado de choque, sem saber o que fazer, nem como se limpar do sangue, que não foram as marteladas que pôs fim a vida do Padula ( infelizmente), ( tudo isso Cleyton falou em seu depoimento, que bateram com os laudos periciais, da policia técnica ).
    Meu caro continuas doente, querendo colocar coisa onde nada tem, estas como sempre fazendo um pré-julgamento e isso só faz quem tem alguma coisa contra determinada pessoa. Não são palavras suas, são uma ofensa, como de um Justiceiro, machucando cada vez mais as duas famílias, coisa que nem o filho da vitima é capaz de fazer.
    Sua inteligência poderia me dizer, como um elemento que esta levando uma gravata, poderia dar uma caneta ou seja lá o que for pela frente dessa pessoa, até parece que não és um advogado do diabo.
    Você não pode querer resposta, pois não és ninguém, pois não tem nome , não existe o que existe é um pseudônimo que por falta de brio se esconde pois não tem coragem e vergonha na cara, para colocar seu nome, E se quer resposta ou explicação vai procurar com quem de direito, o Delegado, o Promotor e o Juiz de Direito.
    Inexistente meu nome é realmente Nelson José Costa Junior e não vem com a conversa que estou lhe ofendo, estou dizendo o que realmente tu és ( na realidade ninguém m )., pois não tem nome.
    Eu e talvez o Blog respeite idéias e opiniões mas não pré julgamento de um João Ninguém. Diz que tem respeito a Psiquiatria, mas não tem respeito a ninguém , a não ser sua fictícia pessoa ( sé é que és), mas se respeita mesmo a Psiquiatria, procure um bom Psiquiatra.

    • kkkkkk

      Ow professor aloprado. Foi bom te encontrar. Tem um cara aí usando seu pseudônimo para ficar xingando as pessoas, e como sei que é simpático e educado, achei que devia te falar….É aquele mala do Tô aí…Aproveitando a oportunidade, kkkkkk….me xinga. E, por favor, quando for me responder use meu apelido aqui….o kkkkkk

  • Abraham Lincoln

    Desculpem-me os leitores do Blog por meu comentário sem conexão com a notícia veiculada, mas eu não podia deixar de contar algo ao nosso amigo Cardoso, algo que talvez ele já saiba.

    Pois bem… Cardoso, bom dia… Eu, talvez atrasado, acabo de saber que Leonardo Attuch, um dos totens da resistência esquerdista no “jornalismo” digital, foi coercitivamente conduzido para clarear algumas situações obscuras. Eu já havia lhe alertado sobre minhas suspeições com relação ao “jornalista” e seu informativo, o Brasil 247… Rapaz, a coisa tá apertando eim, começo a acreditar que o Barbudão vai envelhecer em uma cela… ou com uma tornozeleira dessas mais “modernas”…

    • Preclaro Abraão, como diz a canção, “procurando bem, todo mundo tem pereba”. Sendo você, porém, um moço benevolente, haverá de dar ao “acusado” o benefício da dúvida. Hoje cedo, ele já deu algumas explicações, que reproduzo abaixo:

      Na manhã desta quinta-feira 23, o jornalista Leonardo Attuch, editor responsável do Brasil 247, foi convidado a prestar depoimento no âmbito da Operação Custo Brasil, um desdobramento da Operação Lava Jato.

      A Editora 247 considera esta uma boa oportunidade para esclarecer quaisquer dúvidas relacionadas a sua atividade empresarial e jornalística.

      Não procede a informação divulgada de que o jornalista é alvo de mandado de condução coercitiva. Ele foi convidado a prestar depoimento judicial, o que será atendido de forma voluntária e espontânea.

      As solicitações da Polícia Federal estão todas sendo atendidas de forma voluntária. No caso da Editora 247, a dúvida diz respeito a um contrato realizado com a empresa Jamp Engenheiros Associados, que será plenamente esclarecido.

  • Só Isso

    Segundo pessoas que acompanham o caso, o laudo do exame de corpo de delito feito em Clayton Colavite atesta a existência de arranhões, escoriações e hematomas nas costas, joelhos, braços e pescoço do advogado, comprovando a luta corporal e a tese da legítima defesa.

  • JORNALISMO

    LEONARDO ATTUCH….Jornalista que começou no Correio Brasiliense, Veja, Exame, Estado de Minas, e Isto é Dinheiro, graduou-se em jornalismo pela Universidade de Brasilia, trabalhou no Jornal o Estado de São Paulo, foi para a sucursal da Veja, da Editora Abril e mesmo na Abril passou a ser repórter da revista Exame, publicou uma das principais reportagens da crise do governo Lula e no ano de 2011, criou o Brasil 247, jornal brasileiro desenvolvido para o iPad.
    Sua inteligência parece não ser muito boa, pois trabalhou em poucos jornais e revista sem renomes.Por esse motivo no dia 31 na fase da Operação Lava Jato, que a quadrilha do PMDB e PSDB, quer acabar, pois ela chegou nas ratazanas, a redação de noticias Brasil 247 informou que não procede a noticia vinculada no G 1, que o jornalista dono da Brasil 247 irá prestar depoimento de maneira voluntaria e não como segue as noticias da mídia golpista.
    por outro lado a Lava Jato resvala em Reinaldo Azevedo, o fascista, golpista, através deLuiz Carlos Mendonça homem forte de FHC na época de seu governo.
    Sergio Machado citou Mendonça em sua delação, o coordenador da campanha de FHC e dai surgiu 4 milhões para Aécio. Nesta mesma época Mendonça montava uma revista a Primeira Leitura junrto com Reinaldo Azevedo. Surgiu dinheiro. Mas de onde veio?
    Em 2004 a revista não decolava e Mendonça estava cansado de colocar dinheiro, mas a Primeira Leitura continuou. A vida após saída de Mendonça não foi fácil financeiramente. Virou noticia uma mãozinha de Alkimin, por meio da Nossa Caixa.
    Alkimin sempre bonzinho , quando se trata da mídia amiga acertou a situação financeira da Revista. Soube-se há pouco tempo, que um site chamado Implicante que ataca o PT, era também bancado por Alkimin..
    Nem assim a revista subiu.
    Em 2006 Reinaldo Azevedo tentou explicar os anúncios da nossa Caixa a sua revista, lidas por pessoas que hoje seriam os coxinhas. Revistas essas que o governo Alkimin compra aos milhares, para distribuir as escolas estaduais, usarem como papel higiênico
    .Azevedo tergiversou. disse que os números justificavam os anúncios da Caixa. Falou em 2 milhões de acessoa na Primeira Leitura. Mas veja bem, o DCM tem dez vezes mais que isso e nada de ajuda.
    Acabaram-se na Revista Primeira Leitura e Veja, seus problemas econômicos, até porque a Abril tem o domínio de mamar no e em dinheiro público.
    Falta agora esclarecer o dinheiro que sustentou a Primeira Leitura de Mendonça e Reinaldo Azevedo os fascista de direita, que querem manipular a população.

    • Abraham Lincoln

      Prezado “JORNALISMO”, boa tarde.
      Não seja precoce, não deixe que seus ideais de esquerda o levem a defender sagazmente alguém ainda investigado, deixe essa parte com os advogados dele. Algum indício o ligou a algo de errado, pois do contrário ele teria tido um dia comum como qualquer outro. Então, antes de sair por aí replicando o que encontra na internet, se dê ao luxo de aguardar o resultado das investigações. Você sabe, por exemplo, que o “jornalista”, antes de a Presidanta ser enxotada de Brasília pelos ratos que ela mesmo criou, recebeu pouco mais de dois milhões de reais sabe-se lá porque, ou para quê? Uma coisa é certa, santo ele não é.

  • Bic ponta porosa

    Se fosse negro e pobre nem estariam discutindo aqui.
    A lei é para todos.
    ####

  • JORNALISMO

    Abraham Lincoln , não deixe seu precoce envelhecimento que chegou antes do tempo, ideal ou prematuro, faça com que suas idéias fascistas, capitalistas e de uma direita massacrante o, levem a defender o seu imaginário, que tenta colocar suas fantasias politicas autoritárias nas mente da pessoas, que contrariam seus pensamentos retrogradas da direita golpista. Meu caro, cada ser humano tem seus direitos e suas ideais ou opiniões principalmente pessoas normais e não as que tentam ser diferenciadas, mas não são.Se eu devo aguardar os resultados e você com suas verdades de um celebro mal ajustado politicamente, que só vê um lado, deve o que? aceitar o que leu na internet ou no G1.
    O que a presidente deixou ou não de receber isso é um problema dela, da mídia golpista e de sua imaginação, visto que através de uma delação de Sergio Machado, inclusive gravado, os que receberam dinheiro e tentaram acabar com a Lava Jato, foram Renan, Sarney e Jucá pois seus dias estão contados e não da presidente., mas como só lê a Folha, Estadão, Veja, Isto é, Uol etc….e sua pessoa.
    Uma coisa é certa és um capitalista, fascista de direita e golpista, com a mente que sofreu uma pequena lavagem celebral.
    És esperto então procure a verdade sobre os dois jornalistas. Não a sua verdade, mas a verdade histórica de uma politica moral.
    Boa noite.

    • Reverendo José Carlos da Silva

      “Precoce envelhecimento que chegou antes do tempo” , foi maravilhoso…Você já explicou na frase o sentido de precoce…kkkkkk

  • Jales tem solução, e é já: Agora é Betto Mariano PREFEITO e Matogrosso Vice (Não é o Ney)! Esses Sim!

  • Daqui a pouco vão querer CANONIZAR o advogado aqui neste blog, sejam IMPARCIAIS, por favor, é o mínimo né!

    Daqui a pouco haverá uma MOÇÃO para convertê-lo a SANTO na BASÍLICA DE ROMA!

    Quem age em legítima defesa não derrama QBOA (OU ÁGUA SANITÁRIA, caso prefiram) para limpar a cena do crime!

    Quem age em legítima defesa não fica horas com um corpo dentro de sua sala, e modificando a cena do crime, PENSANDO NO QUE FAZER!

    Quem age em legítima defesa na mesma hora iria acionar a polícia, ou a santa casa, ou algum médico.

    E digo mais, pra mim, após o golpe da caneta, Padula , com a quantidade de sangue jorrando de seu pescoço , como o proprio acusado alega, não iria querer continuar indo pra cima, o instinto natural nessa hora é de auto-proteção. Só um leigo pra acreditar que ele ainda iria continuar indo pra cima, vendo uma quantidade de sangue enorme jorrando de seu pescoço!

    Podem ficar chateados, bravos, o que for, mas vocês tem que aceitar opinião contrária, e essa é a minha.

    Ele só confessou porque viu que não tinha mais jeito de fugir da situação, então o jeito foi confessar, mas quero ver com que argumento ele vai justificar o uso da agua sanitária.

    Ou vocês vão querer dizer pra mim que ele queria lavar seu escritorio na quinta-feira a noite agora??
    Essa historia do martelo tambem, que JUSTO NO DIA foi usado para consertar a mesa??? Por favor, respeitem a minha inteligência!

    Não tenham dúvida que o promotor irá triturar essa versão dele de legítima defesa, versão na qual eu não acredito

    • jales buraco sp

      Temos aqui um psiquiatra,promotor e juiz em um só comentário…estranho a pessoa vem fala que daqui a pouco as pessoas vão canonizar o Clayton e tudo mais,e no mesmo acha ruim que outros pensam diferente dele..Sou colega do Clayton que a justiça seja feita e torço por ele!!!!!

    • sp

      Nossa. Acho que devem até dispensar a instrução processual, contraditório e ampla defesa, e todos os demais princípios constitucionais, temos aqui a mais perfeita e idônea condenação. Sinceramente.

      Ao contrário do que você diz, vejo que, justamente por Clayton ser advogado, já o estão julgando. Vamos olhar o ser humano, antes de tudo, são duas famílias envolvidas e que merecem nosso respeito, e não pre julgamentos para ambas as partes que estão envolvidas.

      Vá estudar um pouco direito penal, colega. Ninguém que esteja no seu juízo perfeito iria tentar limpar uma cena de crime com as próprias mãos.

    • Tenha paciência!

      Esse comentarista que me parece ser o único, insistente e patético patrono da tese de inocorrência de legítima defesa, a cada novo comentário revela um conhecimento jurídico bastante limitado, típico dos memorizadores de artigos sem qualquer formação humanística, certamente fomentado por algum interesse pessoal no caso. Aparenta não ter a menor intimidade com a psicologia jurídica (que ele desacertadamente chamou de psiquiatria), como também da própria ciência penal.
      Como qualquer estagiário de direito deveria saber, nada que ocorra após a ação praticada em legítima defesa pode invalidar ou reduzir a incidência da excludente de ilicitude, devendo ser punido eventual excesso doloso ou culposo (CP, art. 23, parágrafo único). Seria o caso, por exemplo, de eventual ocultação de cadáver. Traduzindo para os leigos: aquele que pratica homicídio em legítima defesa e em seguida oculta o cadáver responde apenas pelo crime de ocultação. O mesmo valeria para eventual omissão de socorro, valendo informar que há sólido entendimento doutrinário no sentido de que a vítima de injusta agressão não está obrigada a prestar socorro ao agressor na hipótese de ação praticada em legítima defesa.
      No mais, repito que toda essa ignóbil verborragia regurgitada pelo infame comentarista, se repetida em plenário do Júri, não convenceria sequer o habitual telespectador do Jornal Nacional que, como se sabe, acredita em tudo que lhe falam.

  • Irei me habilitar nos autos como assistente de acusação do Ministério Público! Espero que todos os jurisconsultos daqui saiam de suas cadeiras e venham acompanhar o debate.

    Noto que há uma orquestrada defesa do acusado, também pudera né, só que vocês não pensam que ele ceifou uma vida, tirou a vida de outro ser humano!

    É como se tivessem falado que ele matou um mosquito, e não, é uma vida humana!!!

    • E ele matou propositalmente? Será que alguém que está sendo apertado pelo pescoço vai dar uma canetada para trás com a intenção de matar? Sinceramente, o amigo parece ter algo de pessoal contra o Clayton, que o faz ficar cego diante das evidências.

  • sp

    E alguém aqui está dizendo que não houve uma vítima nesse fatídico episódio?

    Se atente aos fatos, caro colega, o próprio Clayton confessou a prática delituosa. Todavia, diante do que vem sendo constatado, e não apenas a morte em si (e não estou relativizando o valor da vida da vítima, para deixar claro), levam a crer que foi em legítima defesa.

  • Nelson José Costa Junior

    HOMICIDO QUALIFICADO***MUDAREI E COLOCAREI MEU NOME***NÃO SABE FALAR NÃO FALE***RESPEITE OPINIÕES CONTRÁRIA***BIC PONTA POROSA***és o mesmo despreparado mentalmente, onde em suas veias correm o ódio. Percebeu dr, fictício que és o único contrário nos comentários no Blog, apesar que opiniõe se idéias honesta e sinceras podem e se divergem. Eu por não ser advogado, joguei a linha e o anzol e j´pa sei quem é o peixe.
    Fictício ninguém quer e nem vai canonizar alguém , mas a sua imparcialidade e seu ódio é que prevalece nos comentários, tanto é verdade que nem apos as entrevistas do Delegado , do Advogado e dos Laudos Periciais , não fizeram você ( ninguém ), repensar um pouco no assunto.
    Gostaria de lhe perguntar na OAB fictício existe Conselho de Ética? Qual a finalidade ? Quando um advogado ganha uma causa em dinheiro para seu cliente o que moralmente ele deve fazer? E se não fizer quais as consequências? Estou fazendo estas perguntas pois sou leigo no assunto e gostaria de saber e, o dr, fictício esta habilitando em fazer nos autos para ser assistente de acusação ( nem para isso serve. Acho eu. ), deve dar muito dinheiro uma causa dessa, não>
    Mais um pergunta como pode um fictício, sem nome sem moral, sem índole, sem caráter, sem sentimento, sem censo de justiça,, com medo, artificial,m hombridade pode se habilitar para alguma coisa?
    Outra pergunta ao dr, fictício o senhor numa briga, onde pode haver até morte, deixaria se matar ou lutará, pela sua vida com unhas e dentes, ou deixaria lhe matarem?
    Sua verdade dr. Fictício já esta aparecendo isso se chama vingança, cometes-te algum deslizes no passado? se nao, não se preocupe.
    Lembrando que meu nome é Nelson José Costa Junior.Para finalizar responda-me outra vez: numa ação penal em que o advogado ganha em dinheiro a causa para seu cliente, qual sua obrigação ética ?
    Mas dr. fictício vamos esperar os fatos acontecerem depois voltaremos conversar, mas se quiser sabes onde me encontra seja durante o dia ou a noite. CONSELHO DE ÉTICA

  • Tenha fé em Deus

    O dia em que uma pessoa conseguir esconder um corpo de mais de 100 kg atrás ou embaixo de um sofá, voceis me ensina, pq vai ser o maior milagre e me dizer que isso se caracteriza “ocultação” tenha senso, se o Dr Clayton fosse um assassino ou tivesse agido por própria vontade , ele não teria ficado, e si deixado ser preso, pois pra quem o conhece sabe de sua capacidade e competência na sua área, então fica a dica “quem não deve não corre”, por isso fatalidades acontece na vida de qualquer pessoa e ele e o sr Padula foram mais uma! #fatalidadrcleyton#

  • Tudo deve terminar, em paz

    Eu não sou advogado portanto não posso julgar se foi legitima defesa? nem o motivo da reunião noturna? nem se houve descaracterização do local do crime? e nem se demorou para chamar a policia?
    Isso é problema da justiça e dos advogados que vão ganhar muito para defende-los
    Só sei que a justiça só condena os pobres, pretos e putas portanto a cadeia não é lugar de advogado que tem bom defensor e bons antecedentes.
    Portanto o juiz soltará o advogado para aguardar o julgamento em liberdade e provavelmente ele será julgado inocente pois certamente não queria matar.
    Temos variadas opiniões, assim como, na politica que os petralhas defendem os seus ladrões e os coxinhas defendem os seus, mesmo, que eles tenham roubado milhões, Mesmo que temos idolatria exagerada por eles, vejamos : Lula, Dilma, FHC, etc

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *