EM MEIO À PANDEMIA E MISÉRIA, BOLSONARO TORROU R$ 25 MIL PARA EXIBIR ROUPAS NA TV

E ainda gastou mas R$ 35 mil com a transmissão daquela “pelada” de Santos, em que ele fez um gol e caiu de cara no gramado. Deu no Brasil 247:

O jornalista Rubens Valente, em sua coluna no portal UOL, informa que, “em 7 de dezembro passado, o presidente Jair Bolsonaro e a primeira-dama, Michelle, protagonizaram um evento insólito no Palácio do Planalto. Em plena pandemia do novo coronavírus, com a presença de ministros, servidores da Presidência, do alfaiate de Bolsonaro e da estilista de Michelle, o casal inaugurou uma exposição dos trajes que usou na posse presidencial de 1º de janeiro de 2019”.

Segundo o jornalista, “de acordo com documentos agora obtidos pela coluna, o ato, que durou apenas 9 minutos, custou R$ 25 mil aos cofres públicos só com a transmissão pela EBC (Empresa Brasil de Comunicação) na TV Brasil. A EBC mantém um contrato com a Secom (Secretaria Especial de Comunicação) pelo qual é remunerada pelas transmissões de eventos com a participação do presidente”.

“No mesmo mês, outro ato que gerou repercussão foi a participação de Bolsonaro num jogo de futebol na Vila Belmiro, em Santos (SP). A partida gerou um meme nas redes sociais porque Bolsonaro caiu de cara no gramado ao fazer um gol. A transmissão da pelada pela EBC custou mais R$ 34,8 mil aos cofres públicos, de acordo com os documentos oficiais”, acrescenta o jornalista. 

3 comentários

  • Policarpo Quaresma

    Eu acho que os R$25.000,00 foram muito bem gastos nesse evento já que chamou mais atenção do que a SPFW 2020.

    Espero que haja mais dinheiro público investido na 2ª edição da Bozo Fashion Week com um desfile de todas as camisas de time de futebol que o Mito já vestiu.

    Quanto à “pelada” de R$35.000,00, o tombo de cara no gramado foi um disfarce para degustação do pasto com o intuito de repassar informações da qualidade do alimento ao gado fiel.

  • EBC! Pra que?

    Com baixíssima audiência, a empresa EBC sempre existiu para falar bem de todos os presidentes. Bolsonaro não é exceção.
    Bolsonaro até interfere nos editoriais. Exige que fale bem dele. Kkkkk
    Ele escolheu a Record e a SBT (Bispo Pedir Macedo e SS) como as suas preferidas. Mas custa caro!
    Tirou o dinheiro que o governo mandava para a Globo através de gordas verbas. publicitárias. Bolsonaro prometeu fecha-la. Só o congresso pode fechar.
    O governo nem precisa de ter canal próprio. Todos os presidentes também achavam mas ninguém fechou.
    Os canais de TV citados já puxam o saco de bolsonaro. Pagamos caro por isso.
    Uma vergonha!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *