JORNAL DE JALES: ANDRÉ MACETÃO DIZ QUE VAI À JUSTIÇA PARA RECUPERAR MANDATO CASSADO

DSC02400O Jornal de Jales deste domingo também dedicou a manchete principal à cassação do mandato do vereador André Macetão. O vereador cassado – que não quis se pronunciar na quarta-feira, logo após a sessão de julgamento – confirmou, na sexta-feira, que vai recorrer à justiça alegando que não teve direito à defesa no Conselho de Ética. Macetão está alegando, também, que seu julgamento deveria ter ocorrido em uma sessão normal e não em uma sessão extraordinária.

A Facip 2015, encerrada no domingo passado, também mereceu destaque no JJ. O jornal informa que, ao contrário de todas as previsões que apontavam recorde de público para a apresentação de Ivete Sangalo, os campeões de bilheteria da Facip foi a dupla de cantantes Munhoz e Juliano. Ainda de acordo com o JJ, o público para o show dos pintassilgos Henrique e Mariano também ficou abaixo da expectativa.

A Festa do Motorista, prevista para julho; os preparativos para a decoração de Natal; a operação da Polícia Federal, que prendeu três golpistas em Jales, e a história do comerciante e esportista Marino Manela, responsável pela primeira fase áurea do basquetebol jalesense, são outros assuntos do Jornal de Jales deste domingo.

Na coluna Fique Sabendo, o jornalista Deonel Rosa Júnior está comentando que os radialistas e jornalistas que cobriram a sessão de cassação de André Macetão, na quarta-feira, ficaram sem entender por que o vereador e seu irmão, o ex-vereador Henrique Macetão, permaneceram sorrindo quase que o tempo todo, inclusive quando se preparavam para uma entrevista à TV Tem.

14 Comentários mais...

COISAS NOSSAS

DSC02395

Algum cadeirante se arriscaria a utilizar essa rampa? A menos que seja algum cadeirante acostumado a disputar corridas com obstáculos, acho difícil. O buraco e a rampa podem ser vistos na entrada de um prédio público, na Rua Nove.  

Sem Comentários mais...

NO PARANÁ, PROFESSORES REINICIAM GREVE CONTRA CONFISCO PLANEJADO POR TUCANO

images_cms-image-000431061

Professores paranaenses aprovaram, neste sábado, uma nova greve. Eles protestam contra uma medida do governador Beto Richa, do PSDB, que pretende tapar um rombo na previdência dos servidores com um desconto nos salários dos profissionais da educação.

Na greve anterior, mais de 40 mil pessoas protestaram diante da Assembleia Legislativa do Paraná, contra o confisco. Agora, Richa decidiu se precaver e mandou cercar, a partir deste sábado, o centro cívico de Curitiba. Mais de mil policiais já fazem um cordão de isolamento para garantir que a medida seja votada na segunda-feira. A notícia é do blog do Esmael

Cerca de cinco mil professores e funcionários de escolas decidiram durante assembleia extraordinária da APP-Sindicato, neste sábado (25), em Londrina, retomar a greve nas 2,1 mil escolas da rede pública do Paraná.

Os educadores haviam suspendido a paralisação em 9 de março, depois de um mês de greve, diante de carta-compromisso assinada pelo governo Beto Richa com aval do Tribunal de Justiça do Paraná (TJPR).

O principal motivo da retomada da greve tem como objetivo barrar o confisco do fundo previdenciário, em regime de urgência, que será votado nesta semana pela Assembleia Legislativa do Paraná. O governo tucano pretende aprovar o PL 252/15 que lhe possibilita descapitalizar anualmente a Paranáprevidência em até R$ 2 bilhões.

A APP-Sindicato entende que sem o fundo previdenciário, no futuro, constitucionalmente, o tesouro do governo do estado terá de arcar com aposentadorias e pensões. Isto representaria um risco para o plano de cargos e salários de todos os servidores paranaenses.

Além dos trabalhadores da educação básica, professores e funcionários das universidades estaduais também estão em greve por tempo indeterminado, bem como servidores de outros órgãos da administração pública paranaense.

Os educadores, lideranças sindicais e deputados presentes na assembleia de Londrina criticaram veementemente o cerco planejado pelo governo Richa contra a manifestação prevista para a semana que vem.

O presidente da APP-Sindicato, Hermes Leão, classificou a mobilização policial no Centro Cívico como “coisa de ditaduras, de regimes autoritários, que não se coaduna com o Estado Democrático de Direito”, lamentou.

O dirigente do magistério também acusou o governo do estado de romper acordo com a categoria, avalizado pelo Tribunal de Justiça do Paraná, que suspendeu a greve de março. “O governo se comprometeu a esgotar o debate sobre a previdência”, pontuou o dirigente sindical.

A APP-Sindicato aprovou “assembleia permanente” durante a paralisação contra a votação do projeto que confisca a poupança previdenciária dos servidores.

2 Comentários mais...

SEM RECEBER HÁ SEIS MESES, EMPRESA AMEAÇA PARALISAR COLETA DO LIXO EM JALES

DSC02393

Jales poderá ficar sem os serviços de varrição e coleta de lixo a partir de segunda-feira. A Proposta Ltda, encarregada dos serviços, já protocolou uma notificação prévia junto à Prefeitura, avisando que os serviços deverão ser paralisados, por falta de pagamento. Os funcionários da empresa também já foram avisados sobre a paralisação.

Segundo consta, o atraso nos pagamentos, por parte da Prefeitura de Jales, já chega a seis meses. A dívida já beira os R$ 2 milhões e deverá aumentar daqui a alguns dias, quando terminar o mês de abril e a empresa fechar mais uma medição, completando sete meses de atraso.

Apesar de não receber da Prefeitura, a empresa vem mantendo os salários dos seus 65 funcionários “em dia”. Por sinal, entre os funcionários da Proposta o clima é de tensão, em função da expectativa com a troca da empresa responsável pela limpeza urbana.

Há indícios de que a nova contratada, a Macchione Ltda, de Catanduva, pretende manter a mesma quantidade de varredoras e diminuir para apenas três o número de coletores em cada caminhão (atualmente, são quatro). Ou seja, o que já não estava bom poderá ficar pior.

13 Comentários mais...

A TRIBUNA: A DENGUE PODERÁ EXPLODIR EM JALES, NOS PRÓXIMOS DIAS

DSC02394O jornal A Tribuna deste final de semana destaca a cassação do mandato do vereador André Macetão, que, segundo parecer final do Conselho de Ética e Decoro Parlamentar da Câmara de Jales, teria infringido pelo menos 11 proibições do Código de Ética dos vereadores. Macetão será substituído pelo suplente Fagner Pelarini, o Nenê do Pet Shop, que tomará posse na sessão da próxima segunda-feira.

O jornal traz, também, matéria sobre a final do rodeio da Facip 2015, que teve como ganhadores os peões Rafael Gobato Ferreira (cavalos) e Márcio Costa de Araújo (touros). Rafael, de apenas 19 anos, é de Jales e ganhou o seu primeiro carro como peão profissional. Já Márcio Costa, que  montou cinco touros durante o torneio e não caiu de nenhum deles, é de Tangará da Serra(MT).

A situação da dengue em Jales, que já contabiliza mais de 1.500 notificações; os números da geração de empregos em Jales; o aumento na arrecadação da nossa Prefeitura com o repasse do ICMS; e a entrevista que a presidente da ONG Amigo Bicho, Vivi Vieri, concedeu ao repórter Alexandre “Carioca” Ribeiro, são outros assuntos desta edição de A Tribuna.

Em sua crônica, o blogueiro Hélio Consolaro fala dos tempos em que morava em Rosana(SP) e ouvia Odair José. Já o artigo da Taísa Selis, a filha do meu amigo Pintinho, fala sobre as lutas dos professores. No caderno social, a coluna do Douglas Zílio ganhou uma página a mais e traz as melhores fotos da Facip 2015.

4 Comentários mais...

CACHORRO É ATENDIDO EM UPA NO LITORAL DE SÃO PAULO

A notícia é do Diário de Pernambuco:

cachorro-20150422193127336454uA foto de um cachorro recebendo soro em uma Unidade de Pronto Atendimento (UPA) causou polêmica nas redes sociais. O caso aconteceu em Guarujá, São Paulo, e mostra um cão recebendo atendimento médico utilizando o mesmo equipamento usado para aplicar soro nos pacientes.

De acordo a administração da prefeitura de Guarujá, o atendimento aconteceu na noite do último dia 11 e foi feito por um plantonista da unidade que se comoveu com a situação do cão, que estaria bastante debilitado na porta do hospital.

Pessoas que estavam no local afirmaram que o cachorro não possuia condições de saúde para ser remanejado para um hospital veterinário.

Os plantonistas da UPA se comoveram com o estado do cão e trataram de hidratar o animal até que ele tivesse forças para ser retirado do local. Além do soro, o cachorrrinho também recebeu alimentação adequada e remédio para carrapato.

Após o atendimento, o cachorro foi acolhido no Canil Municipal São Lázaro mas, segundo os responsáveis pelo local, acabou fugindo alguns dias depois.

8 Comentários mais...

EM MINAS GERAIS, PREFEITO TUCANO ASSINA CONTRATO CONSIGO MESMO

Detalhe: os coxinhas de São Sebastião do Paraíso, provavelmente os mesmos que elegeram o prefeito corrupto, também foram às ruas da cidade para protestar contra a corrupção na Petrobras. Já contra a corrupção municipal, ninguém protestou.

A isso se dá o nome de indignação seletiva. A notícia é do blog do Luís Nassif:

O anedotário político brasileiro, movido a patrimonialismo, renova-se sempre. A mais nova história vem do sudoeste de Minas Gerais: em São Sebastião do Paraíso, após fraudar o SUS em R$ 5 milhões, dono de hospital se elege prefeito e instala o Hospital Municipal e a Secretaria de Saúde em prédio de sua propriedade, sujeitando a prefeitura ao pagamento de multa mensal de R$ 40 mil se o edifício não for entregue em boas condições. O contrato, assinado entre o prefeito Rêmolo Aloise (PSDB) e o proprietário Rêmolo Aloise (!) tem validade até dezembro de 2016, quando termina seu mandato.

A anedota paraisense se desdobra em três atos:

Primeiro ato: a Polícia Federal deflagra a Operação Torniquete em 19 de maio de 2006, com o cumprimento de oito mandados de prisão e de busca e apreensão de documentos. Constatou-se a falsificação de fichas de atendimentos e laudos de exames de modo a fazer o hospital receber recursos do SUS por serviços não-prestados. De acordo com o Ministério Público Federal, foram encontradas 107.876 fichas de atendimento ambulatorial e 1.958 laudos de ultrassonografia e mamografia falsificados. O valor exato da fraude chegou a R$ 4.947.338,92.

Como não poderia deixar de ser em uma boa anedota política, a tragédia do assalto aos cofres públicos se converte em comédia: entre as fichas falsificadas, foram encontradas situações como operações de fimose em mulheres, gravidez em homens, ultrassonografia do útero em homens e extração de dente de leite em idosos.

Segundo ato: apesar da repercussão do caso à época, Aloise deu a volta por cima. Elegeu-se prefeito em 2012.

Em novembro de 2013, a Justiça Federal o condenou, em primeira instância, por improbidade administrativa decorrente da fraude no Hospital Sagrado Coração de Jesus. A sentença obriga o prefeito a ressarcir os R$ 5 milhões desviados do SUS e pagar multa equivalente a duas vezes a quantia desviada, acrescida de juros e correção monetária. Aloise também foi condenado à perda de qualquer função pública que esteja exercendo quando a sentença transitar em julgado. Ele recorreu e a ação tramita em segunda instância.

Terceiro ato: em 12 de março de 2015, o prefeito conseguiu a aprovação da Câmara Municipal, onde tem maioria, de projeto de lei para criação do hospital público. Para surpresa da população, no dia 16, uma segunda-feira, o antigo Hospital Sagrado Coração de Jesus, fechado desde a Operação Torniquete da Polícia Federal, abria suas portas e ostentava na fachada o letreiro onde se lia “Hospital Municipal”.

Rêmolo Aloise assinara um contrato de comodato consigo próprio. Não é figura de expressão: no documento consta sua assinatura duas vezes, como comodante e como comodatário. O contrato tem duração até dezembro de 2016, quando termina seu mandato de prefeito. E impõe ao município multa mensal de R$ 40 mil se as instalações não forem devolvidas em bom estado.

Em 10 de abril, o juiz da 2ª Vara Cível de São Sebastião do Paraíso, Marcos Antônio Hipólito Rodrigues, acatou pedido do Ministério Público e determinou o fechamento do hospital. Ficou comprovado que o contrato de comodato fora realizado sem prévia licitação ou procedimento similar.

6 Comentários mais...

REVISTA FESTA: CLIENTE DE JALES GANHA AÇÃO DE MEIO MILHÃO CONTRA BANCO

DSC02369A edição nº 31 da revista Festa já chegou aos assinantes, destacando, na capa, o empresário Daniel Robelo, de Votuporanga. Daniel, que tomou gosto pela profissão ao organizar a própria festa de formatura, atua há quinze anos na organização de eventos, como casamentos, formaturas, debutantes, etc.

Ainda na seara dos enlaces, a revista traz matéria com a  cerimonialista Nelci Azevedo Miguel, que trata de uma das coisas mais importantes do casamento: a “lua de mel”. Segundo Nelci, a lua de mel não pode ser vista apenas como uma viagem de férias, mas sim como a escolha de um local especial para o “enfim sós”.

A revista traz, ainda, a história de uma cliente de Jales que ganhou – em primeira instância – uma ação contra o Banco do Brasil, que havia se negado a entregar-lhe um cartão de crédito. Se a sentença for confirmada pelo Colégio Recursal, a correntista do banco deverá receber cerca de meio milhão de reais, por conta da multa diária imposta pela justiça. 

7 Comentários mais...

DEU NA FOLHA NOROESTE DE HOJE

folha noroeste-25.04.15No jornal Folha Noroeste, deste sábado, a principal manchete destaca a cassação do vereador André Ricardo Viotto, o Macetão. O jornal  lembrou que Macetão foi o segundo vereador cassado na Câmara de Jales. Sílvio Cintra foi o primeiro, em abril de 1995, mas sua cassação foi por decisão do TRE.

Na coluna FolhaGeral, o editor Roberto Carvalho comenta que Macetão morreu politicamente pela boca. “Integrante do time dos ‘fala muito’, muitas vezes não tomava o cuidado de refletir antes de falar. Esta foi sua perdição“, escreveu o colunista.

O jornal destacou, ainda, que, na 1ª Legislatura, entre 1949 e 1953, a vereadora Hilda Elias Rochel de Souza teve seu mandato declarado extinto por abandono do cargo depois do assassinato de seu marido, o delegado de polícia Alysson de Oliveira Souza.

1 Comentário mais...

PREFEITURA ALERTA SOBRE SEMÁFORO DA RUA 10 ESQUINA COM A 11

DSC02388

A informação é da Secretaria Municipal de Comunicação:

A Prefeitura Municipal de Jales, através do departamento de Planejamento e Trânsito, informa que está providenciando o reparo do semáforo instalado na Rua 10, esquina com 11, no centro. Há alguns dias, o dispositivo não está ordenando corretamente o tráfego, devido a um defeito técnico apresentando na placa mãe do sistema. 

A empresa Marau Eletrônica, responsável pelos serviços de manutenção do equipamento, deu um prazo até terça-feira, dia 12, para a solução do problema e conserto da peça danificada. 

Enquanto o seu funcionamento não é restabelecido, pedimos aos motoristas e pedestres a compreensão e muita atenção no transito para evitar acidentes.

7 Comentários mais...

DE VOLTA AOS BURACOS

buraco 02Esse buraco, na calçada da Avenida “João Amadeu”, proximidades do Proença, já foi mostrado aqui no blog. Segundo um amigo que enviou as fotos acima, a situação está piorando a cada dia.

DSC02269-edOs buracos acima estão enfeitando a paisagem da Avenida “Antônio Pavan”, na Cohab “Dercílio Carvalho”.

DSC02363Ainda na mesma Avenida “Antônio Pavan”, só que um pouco mais abaixo, temos essa bonita “panela”. Segundo o vereador Jesus Martins Batista, a Prefeitura deverá fazer, nos próximos dias, uma operação tapa-buracos naquela avenida.

DSC02365Numa das esquinas da movimentada Rua “Rubião Meira”, no conjunto “Roque Viola”, outro belo exemplar de buraco.

DSC02367Hoje, no Jornal do Povo, da rádio Assunção, alguns moradores do Jardim Novo Mundo reclamaram desse e de outros buracos, localizados na Rua Alvorada.

DSC02368Essa outra pequena cratera também está situada na Rua Alvorada. Segundo um vizinho, a cratera já contabiliza algumas vítimas, incluindo uma ambulância de outra cidade que veio trazer um paciente do Hospital de Câncer e, de repente, viu-se dentro do buraco.

12 Comentários mais...

PROFESSORES DA REDE ESTADUAL DE SÃO PAULO DECIDEM MANTER GREVE

IT_professores_na_paulista_Foto_Inacio_Teixeira_24-04-2015-10-850x567

Eu ouço o comentário do urubólogo Alexandre Garcia só de vez em quando, mas tenho quase certeza de que, até ontem, ele não tinha falado um “a” sobre a greve dos professores paulistas, que já dura 42 dias.

Pois bem, hoje ele falou. E falou, é claro, sobre um episódio negativo da greve: a tentativa de invasão da secretaria, ocorrida ontem.

O urubólogo poderia ter aproveitado para dizer que, em São Paulo – o estado mais rico do Brasil – os professores recebem um dos menores salários do país. Em Jales, por exemplo, muitos professores da rede municipal ganham mais que seus colegas da rede estadual.

De qualquer forma, com ou sem o apoio de Garcia e da mídia tucana, a greve continua. A notícia é da Agência Brasil:

Os professores da rede estadual de ensino decidiram hoje (24) continuar com a greve iniciada em 13 de março. A assembleia da categoria ocorreu em frente ao Museu de Arte de São Paulo (Masp). Habitualmente, ela era feita no vão-livre do prédio. Mas, nesta sexta-feira, foram proibidos de fazer a reunião no local. Eles reivindicam, principalmente, aumento salarial de 75,33%.

“Isso demonstra a disposição de luta dos professores depois do reajuste de 0% dado pelo secretário da Educação. Se ele não apresenta reajuste, isso significa que é reajuste de 0%”, disse Maria Izabel Azevedo Noronha, a Bebel, presidente do Sindicato dos Professores no Ensino Oficial do Estado de São Paulo (Apeoesp).

Momentos antes do início da assembleia, quando havia poucos professores, os policiais militares ocuparam o vão-livre, criaram uma barreira e foram retirando os manifestantes do local, afastando-os em direção à Avenida Paulista, onde a assembleia foi feita. A ação policial não sofreu resistência dos grevistas.

Um dos responsáveis pela operação, um capitão da Polícia Militar (PM) que não quis se identificar, disse à reportagem da Agência Brasil que a ação foi feita por solicitação do Masp, que reclama do barulho dos carros de som que estão provocando danos à estrutura do museu. O policial também falou que isso ocorrerá em qualquer manifestação que use como ponto de concentração o vão-livre do museu na Avenida Paulista. A reportagem da Agência Brasil procurou o Masp que não confirmou o pedido feito à PM.

A diretoria da Apeoesp atendeu à solicitação de deixar o local feita pelos policiais e, do carro de som, orientou os professores a se concentrarem na Avenida Paulista, sem forçar passagem para o vão-livre do museu. A assembleia ocorreu sem confronto.

25 Comentários mais...

HENRIQUE PRATA CONFIRMA PRESENÇA EM JALES PARA JANTAR SHOW COM FÁBIO JÚNIOR

HC-Foto01

A informação é da assessoria do Hospital de Câncer:

O Diretor Geral do Hospital de Câncer de Barretos, Henrique Prata esteve na Unidade de Jales no último dia 23 de abril e confirmou presença no Jantar Show com o cantor Fábio Jr. que acontecerá no próximo dia 07 de maio no Villa Rocca. 

fábio JR2O evento que visa exclusivamente arrecadar recursos para manutenção de custeio do hospital, tem todas as mesas esgotadas, motivo que deixou Henrique muito feliz com o comprometimento da população de Jales com o hospital, que é referência nacional no tratamento de câncer atendendo os 27 estados do país. 

A data foi escolhida pelo hospital para celebrar o “Dia das Mães”, já que acontece numa quinta-feira que antecede o dia delas. Além do show com Fábio Jr., quem comprou a mesa na Captação de Recursos do hospital, concorrerá a uma viagem para Natal, Portugal e uma moto 0km, além de oferecer bebidas inclusas (água, refrigerante, cerveja, uísque com energético) e um delicioso jantar servido pelo Buffet Marcos Silva. 

Algumas surpresas estão sendo guardadas pela Gerente de Captação de Recursos da Unidade de Jales, Adriana Mariano e pelo Gerente Administrativo, Roger Dib. Eles garantem que tudo foi pensado com muito carinho para agradecer as 1.000 pessoas que contribuíram com o hospital comprando seus ingressos. 

Data: 07/05/2015 (quinta-feira)

Local: Villa Rocca – Jales/SP

Jantar: das 20h às 22h30

Previsão início show: 22h30

É obrigatório a apresentação do ingresso e da pulseira para entrada.

Sem Comentários mais...

JUIZ DIZ QUE INSISTÊNCIA DE NICE EM PEDIR LIMINARES COM MESMOS ARGUMENTOS É DESRESPEITO AO JUDICIÁRIO

Takaoka visita-1Francamente, isso já está ficando cansativo, mas eu não posso deixar de dar a notícia aos prezados leitores. Hoje à tarde, o site do Tribunal de Justiça publicou mais um revés sofrido pela nossa ex-prefeita Nice Mistilides.

Como noticiado pelo blog, a ex-prefeita ajuizou, na sexta-feira passada, mais um Mandado de Segurança com pedido de liminar, com o objetivo de voltar a repousar o bumbum na cobiçada cadeira de prefeito. O resultado, porém, não foi dos melhores.

Segundo a sentença publicada nesta quinta-feira, o juiz da 2ª Vara Cível, Marcos Takaoka, decidiu, sem muitas delongas, remeter ao arquivo morto o tal Mandado de Segurança. Ao decidir pelo arquivamento, o magistrado anotou que a prefeita repetiu, mais uma vez, argumentos já ventilados em pedidos de liminares anteriores, já negados pela justiça.

Para Takaoka, “a sucessão interminável de ações ajuizadas pela impetrante evidencia a tentativa de obtenção de liminar a todo custo”. Em outro trecho, o juiz sapeca um leve puxão de orelhas na ex-prefeita, ao classificar o novo Mandado como “um evidente abuso, que tangencia a má-fé e denota a tentativa de burlar decisões judiciais proferidas anteriormente, em claro desrespeito ao Poder Judiciário”.

Nice bem que podia dormir sem essa.

28 Comentários mais...

DEPUTADA QUER O FIM DAS CASAS DE PROSTITUIÇÃO NO MATO GROSSO DO SUL

A deputada é uma fofura. E a notícia é do Brasil 247:

grazielle machadoA deputada estadual Grazielle Machado (PR), 2ª vice-presidente da ALMS, defendeu o fechamento de casas clandestinas de prostituição em Mato Grosso do Sul. Durante sessão plenária desta quarta-feira (22/4), a parlamentar pediu amparo às meninas vítimas de exploração e punição aos aliciadores. 

 “Lanço o desafio ao governo do Estado, por meio do secretário de Segurança Sílvio Maluf, de acabar com essas casas que abrigam meninas e mulheres que são obrigadas a vender o próprio corpo”, ressaltou.

De acordo com Grazielle, que está no oitavo mês de gestação, a questão vai além de discussões moralistas e religiosas. “Como mãe, defendo mais do que o fim dessas casas, defendo os valores da família que é a maior instituição de todas”, afirmou.

Para a deputada Antonieta Amorim (PMDB), é preciso criar políticas públicas que vão ao encontro da proteção à família. “Se não sanarmos esse problema agora, esta Casa de Leis estará daqui a 20 anos lutando pela mesma causa”, disse a parlamentar, que reforçou a importância de punir aliciadores.

12 Comentários mais...

  • Rádio Brasil & Cia

  • Sobre

    • Valdir José Cardoso, casado, 4 filhos, aposentado, fã de Chico Buarque e corintiano. Foi funcionário do Banco do Brasil durante 25 anos, onde se aposentou. Gosta de música e futebol. Foi colunista político do jornal Folha D' Oeste. Apresenta há 15 anos, na Rádio Regional FM, o programa Brasil & Cia.

    • Formulário de contato
  • Publicidade

  • Enquete

    Na sua opinião, o vereador André Macetão deve ser cassado?

    Ver resultados

  • Publicidade

  • Apoio

    Extreme Bartenders

    Studio Lívia Cardoso - Fotografia

  • Copyright © Blog do Cardosinho. Todos os direitos reservados.
    Powered by Wordpress