PEQUENO PERFIL DE JOSÉ MARIA MARIN, O CORRUPTO PRESO PELO FBI

del nero e marin

No Brasil, ele não seria preso nem se vivesse mais 80 anos. O texto do site Memórias da Ditadura nos mostra que Marin nunca foi flor de se cheirar. Uma coisa, porém, não podemos negar: ele e o Del Nero sabem apreciar as boas coisas da vida.

José Maria Marin é advogado, político e, desde 2012, presidente da Confederação Brasileira de Futebol (CBF). Iniciou a carreira política em 1964, quando se elegeu vereador de São Paulo, pouco antes do golpe militar, pelo Partido de Representação Popular (PRP). Em 1966, migrou para o partido Aliança Renovadora Nacional (Arena). De acordo com a ficha de Marin no Sistema Nacional de Informação (SNI), ele chegou à presidência da Câmara Municipal em 1969 com ajuda dos militares e de Gama e Silva, então titular do Ministério da Justiça e redator do Ato Institucional Nº 5 (AI-5). Em 1971, foi eleito deputado estadual.

Em maio de 1974, Marin fez um discurso para homenagear o delegado Rubens Liberatori por sua nomeação à chefia do então Departamento Estadual de Investigações Criminais (Deic). De acordo com o livro “Crianças e Adolescentes”, o Deic realizou, sob o comando de Liberatori, a Operação Camanducaia, em que 90 meninos foram detidos e agredidos nus numa rodovia do interior paulista.

Em outro discurso, em outubro de 1975, Marin pediu providências sobre a TV Cultura que, segundo ele, exibia reportagens que não retratavam corretamente o governo e programas que causavam “intranquilidade” nos lares de São Paulo. Quinze dias após o discurso, o jornalista Vladimir Herzog, editor-chefe da emissora, foi preso e assassinado pelo DOI-Codi. Em 1976, na Assembleia Legislativa de São Paulo, Marin elogiou publicamente o delegado Sergio Paranhos Fleury, delegado do Dops.

Marin se tornou vice-governador de São Paulo em 1978 e, entre 1982 e 1983, assumiu o governo, substituindo Paulo Maluf, que se afastou do cargo para concorrer à Câmara dos Deputados. Assinou a extinção do Dops, atendendo a uma ordem do então presidente João Baptista Figueiredo. A partir de 1983, Marin começou a perder prestígio político e não se elegeu para nenhum cargo público. Hoje, é filiado ao Partido Trabalhista Brasileiro (PTB).

Marin presidiu a Federação Paulista de Futebol entre 1982 e 1988 e chefiou a Delegação Brasileira na Copa do Mundo de 1986, no México. Assumiu a CBF após a renúncia de Ricardo Teixeira, em 2012, e o Comitê Organizador Local da Copa do Mundo FIFA Brasil 2014.

COM MEDO DE CONFISCO, RICARDO TEIXEIRA PÕE CASA DE R$ 22 MILHÕES À VENDA EM MIAMI

aécio-teixeira

Há algum tempo, o governador mineiro, Fernando Pimentel(PT) deixou muita gente revoltada, após condecorar o líder do MST, João Pedro Stédile, com a Medalha da Inconfidência, a maior honraria concedida pelo governo de Minas Gerais.

O ex-goleiro do Atlético Mineiro e deputado João Leite(PSDB), por exemplo, protestou ameaçando devolver a Medalha que ganhou em 1997, do governo Eduardo Azeredo(PSDB).

Talvez fosse o caso, também, do João Leite protestar contra o ex-governador Aécio Neves(PSDB), que condecorou o impoluto Ricardo Teixeira. E por falar em Teixeira, vejam a notícia da Folha de S.Paulo:

image230-300x185O ex-presidente da CBF Ricardo Teixeira decidiu vender sua mansão de mais de 600 metros quadrados em Miami. O cartola anunciou a propriedade em corretoras de imóveis da Flórida após saber, no ano passado, que o empresário J. Hawilla começou a colaborar com investigação das autoridades norte-americanas.

Parceiro da CBF em negócios na gestão de Teixeira, Hawilla, dono do Grupo Traffic, uma das maiores empresas de marketing esportivo do mundo, fez acordo com a Justiça dos EUA. Ele confessou crimes de extorsão, fraude eletrônica, lavagem de dinheiro, obstrução da justiça e vai pagar multa de US$ 151 milhões (pouco mais de R$ 475 milhões).

O ex-cartola teme perder a mansão durante o desdobramento das investigações nos EUA. José Maria Marin, seu sucessor, foi preso na quarta pelo FBI.

O imóvel de dois andares, com sete quartos e oito banheiros, entrou no catálogo de imobiliárias especializadas no mercado de alto luxo dos Estados Unidos há cerca de seis meses. Em 2012, ele pagou cerca de R$ 22 milhões pela mansão localizada num do condomínio de alto padrão em Miami. A casa conta com uma marina particular.

Teixeira quer vender a residência abaixo do valor para tentar se livrar do negócio. A antiga proprietária da casa, a ex-tenista russa Anna Kournikova, demorou quase nove meses para negociar o imóvel.

Em 2013, a Folha revelou que o ex-cartola comprou a propriedade após renunciar ao cargo de presidente da CBF.

VIDA PÓS-CBF

Teixeira comandou a CBF por mais de duas décadas e decidiu deixar o poder após as denúncias de corrupção no Brasil e no exterior. Ele saiu do país às pressas em março de 2012, pressionado pelas investigações sobre suspeita de desvio de dinheiro público na realização do amistoso entre Brasil e Portugal, em Brasília.

Teixeira redigiu sua carta de renúncia nos Estados Unidos e só voltou ao país no ano seguinte. Mesmo assim, o ex-cartola articulou a posse do sucessor José Maria Marin, preso na quarta-feira (27), e continuou recebendo salário da CBF –mais de R$ 100 mil mensais.

Neste período nos Estados Unidos, ele aproveitava a vida dirigindo carros de luxo ou navegando um barco de 65 pés avaliado em cerca de R$ 6 milhões.

ricardo teixeira e esposaEm 2013, Teixeira sofreu dois golpes. Terminou o seu segundo casamento e correu risco de morte por causa de uma crise renal.

O ex-presidente da CBF voltou ao país para se submeter a um transplante. Seu irmão doou o rim. Abatido, o ex-cartola ganhou peso e decidiu voltar novamente ao Rio, onde era visto com frequência num restaurante no Leblon.

Ele voltaria a deixar o país na véspera do início da Copa do Mundo de 2014. Temia ser alvo de protestos. Alugou um iate e ficou por dois meses viajando pela Europa, onde gostava de encontrar com Sandro Rosell, ex-presidente do Barcelona, que renunciou ao cargo após suspeitas de irregularidades no clube catalão.

Na última semana, ele voltou ao Rio depois de um período em Mônaco. No mês passado, Teixeira fez outra mudança. Ele viajou ao Uruguai, onde registrou o país como seu novo domicílio fiscal.

CONTRIBUINTES FAZEM FILA PARA PAGAR IMPOSTOS. ANISTIA DE MULTA VAI ATÉ O DIA 30 DE JUNHO

contribuintes em fila-IMG_5812

contribuintes em fila-IMG_5813

Como mostram as fotos, a fila de hoje na Prefeitura foi de “dobrar a esquina”. São contribuintes que foram até o setor de Tributação nesta sexta-feira, último dia para firmar o acordo que permite pagar os impostos atrasados em sete parcelas, com 80% de desconto no valor da multa.

A partir de segunda-feira, 01, e até o dia 30 de junho, ainda será possível fazer o acordo, mas o número de parcelas cai para seis. Para os contribuintes que desejarem pagar à vista, a anistia de 100% da multa continua valendo também até o dia 30 de junho. Depois disso, não mais será possível firmar o acordo.

Segundo fontes, os acordos firmados até esta sexta-feira, já totalizavam mais de R$ 2 milhões, sendo que uma parte disso – cerca de R$ 500 mil – foi paga à vista. A expectativa é de que, até o dia 30 de junho, os acordos alcancem a cifra de R$ 3 milhões.

Como sempre tem aqueles contribuintes que fazem o acordo mas não pagam todas as parcelas, é possível que, no frigir dos ovos, a Prefeitura consiga arrecadar cerca de R$ 2,5 milhões. 

PRESIDENTE DA CBF DIZ QUE NÃO TINHA CONHECIMENTO DE PROPINAS

del nero 3

Quem tem, tem medo, já dizia minha avó. Causou estranheza a repentina volta do presidente da CBF, Marco Polo Del Nero, ao Brasil. Ele estava na Suíça, para as eleições da FIFA, hospedado no mesmo hotel onde a polícia suíça prendeu José Maria Marin e outros sete dirigentes da FIFA.

marin-e-aecioOntem, sem qualquer explicação, Del Nero deixou as eleições de lado e tratou de pegar o primeiro avião que o trouxesse de volta ao Brasil, onde ele tem amigos influentes e coleciona belas namoradas. Teria sido saudade de alguma delas?

Nada disso! O que o fez mandar o Blatter às favas e voltar antes do tempo não foi nenhum rabo de saia. Aparentemente, foi tão-somente seu extremado amor pelo del nero 2futebol brasileiro.

Del Nero, segundo ele mesmo disse, estava muito preocupado  com o que poderia estar acontecendo por aqui, em virtude do escândalo padrão FIFA. E resolveu que deveria  retornar para nos tranquilizar a todos, amantes do futebol que somos. 

Abaixo, matéria da Istoé, sobre entrevista que Del Nero deu hoje, na sede da CBF:

O presidente da CBF, Marco Polo Del Nero, afirmou nesta sexta-feira (29), durante entrevista coletiva, que não tinha conhecimento de nenhum esquema de pagamentos de propina envolvendo membros de alto escalão da Fifa, entre eles José Maria Marin, ex-presidente da Confederação Brasileira de Futebol.

Del Nero, que também é suspeito de receber pagamentos irregulares, negou qualquer participação no escândalo de corrupção investigado pelo FBI (a polícia federal americana). “Não recebi nada, não sou conspirador”, afirmou o presidente da CBF. O cartola disse, ainda, que não renunciará à chefia da confederação. 

Marco Polo deixou a Suíça, onde participava do congresso da Fifa, nesta quinta-feira (28), em meio às consequências da ação da polícia que resultou na prisão de 7 membros da entidade máxima do futebol, entre eles Marin. 

Segundo a investigação americana, Marin teria dividido o valor de propinas recebidas pela exploração comercial da Copa do Brasil com seu antecessor, Ricardo Teixeira, e com o atual presidente da entidade, Marco Polo Del Nero. 

De acordo com os investigadores, Marin pediu ao presidente da empresa de marketing esportivo Traffic, J. Hawilla, que a propina que vinha sendo dividida com Teixeira passasse a ser paga apenas a ele e a Del Nero. O esquema dentro da exploração comercial da Copa do Brasil existiria desde 1990.

JUSTIÇA DE TANABI MANDA CÂMARA PAGAR SALÁRIO A VEREADOR QUE ESTÁ PRESO DESDE DEZEMBRO

É ou não é o fim da picada? O vereador foi preso por suposto envolvimento com o tráfico de drogas (veja aqui) e substituído pelo suplente – Osmar Canela, do mesmo partido, o PDT – mas vai continuar recebendo salário.

A decisão do juiz Rafael Salomão Spinelli foi publicada ontem. O magistrado argumentou a tese da “presunção de inocência” e da “irredutibilidade dos salários” para conceder a liminar que determina o pagamento do salário. Uma decisão salomônica? Vejam a notícia do blog do Julião:

A justiça acaba de conceder liminar obrigando o presidente da Câmara de Tanabi, Nivaldinho Evangelista de Almeida (PRB) a pagar os salários do vereador Gésio da Costa Viveiros, conhecido como Dida (PDT), preso em 9 de dezembro do ano passado na Operação Aves de Rapina. De acordo com a decisão, o vereador tem direito de receber os seus vencimentos enquanto estiver preso.

Dida foi preso numa grande operação que mobilizou policiais de toda região. Os presos “estavam envolvidos em furto e roubos de tratores que eram trocados por drogas, mas depois que evoluímos as investigações descobrimos que os maquinários agrícolas já estavam sendo negociados por cocaína na fronteira do Brasil com a Bolívia e cidades da região”, disse o delegado na época das prisões.

O vereador continua preso e, evidentemente, não tem comparecido a nenhuma sessão, inclusive da eleição do presidente da Casa, que aconteceu duas semanas depois de sua prisão.

O presidente da Câmara não quis gravar entrevista e disse apenas que vai cumprir a decisão liminar, mas o advogado do legislativo já esta preparando um recurso.

COM RODRIGO E FLÁ, GOVERNADOR ALCKMIN PARTICIPA DE SORTEIOS E ENTREGAS DE CASAS NA REGIÃO

Flá e Rodrigo Garcia-2014

O governador Geraldo Alckmin(PSDB) confirmou que estará na região nessa sexta-feira e no sábado, acompanhando o secretário estadual de Habitação, Rodrigo Garcia, e o gerente regional da CDHU de Rio Preto, Flávio Prandi Franco.

Na sexta-feira, 29, o governador visitará as cidades de Nova Canaã, Três Fronteiras, Aspásia e Paranapuã, onde serão realizados os sorteios das casas populares construídas pela CDHU para famílias de baixa renda.

No sábado, Alckmin, Rodrigo e Flá, participarão da entrega de 90 moradias em Parisi e outras 150 em Poloni.

DEPUTADOS SÃO FLAGRADOS ASSISTINDO PORNOGRAFIA DURANTE VOTAÇÃO DE REFORMA POLÍTICA

b8277ea0-0565-11e5-b3d7-036211068d4b_Screen-Shot-2015-05-28-at-3-15-49-PM

A notícia é do Yahoo, mas pode ser vista também em vídeo, aqui.

O SBT, por meio sua página no Facebook, denuncia que um grupo de deputados assistia vídeos com conteúdo pornográfico durante a votação da reforma política, que ocorreu na última quarta-feira (27).

A reportagem do SBT não informa quem são os deputados envolvidos no escândalo e censura as imagens, vistas em um telefone celular, afirmando que elas são muito “pesadas”.

Em determinado momento é possível ver um grupo com mais de quatro deputados assistindo aos vídeos.

Chama a atenção também que na mesa do parlamentar que mostra o vídeo para os colegas está um convite para uma missa a ser realizada na CNBB pela Frente Parlamentar Católica.

Nas imagens, é possível ver que o convite para a missa é assinado pelo deputado Givaldo Carimbão (PROS-AL), que não é nenhum dos parlamentares ávidos para ver o vídeo.

Basicamente, o que você tem de saber é que na sessão onde os vivaldinos aí estão vendo vídeo de sacanagem, estava sendo decidido como o Brasil vai eleger seus políticos nas próximas décadas. Vale dizer que o nosso Congresso já vetou o voto distrital misto – que permite que o eleitor fique muito mais próximo do seu parlamentar, inclusive na hora de fiscalizá-lo.

A Reforma Política é tranquilamente o mais importante conjunto de votações de 2015 e provavelmente o mais relevante do segundo mandato de Dilma Roussef. Mas, como é possível ver nas imagens, os parlamentares têm preocupações mais ‘mundanas’.

JUIZ DE FERNANDÓPOLIS DEVERÁ ASSUMIR A 5a VARA DE JALES

adílson ballottiO juiz Adílson Vagner Ballotti, da 3ª Vara de Fernandópolis deverá ser o titular da 5ª Vara Judicial de Jales. A novidade está publicada no Diário da Justiça de ontem.

O magistrado, que já atuou também em Estrela D’Oeste, é o primeiro colocado no concurso de promoção e remoção aberto pelo Tribunal de Justiça-SP. Nas horas vagas, Ballotti se dedica a um esporte diferente, como se pode ver aqui.

O anúncio da instalação da 5ª Vara de Jales – criada há alguns anos – foi feito em abril deste ano pelo presidente do TJ-SP, José Renato Nalini, e estava dependendo apenas da nomeação do juiz titular e da mudança da Vara Especial Cível e Criminal para um novo prédio.

Na semana passada, o diretor do Fórum, Marcos Takaoka, confirmou ao repórter Alexandre Ribeiro, de A Tribuna, que a inauguração da 5ª Vara está prevista para o início de agosto. 

DIRETORIA DE ENSINO DE JALES FARÁ PROCESSO SELETIVO PARA AGENTES DE SERVIÇOS ESCOLARES

A Diretoria de Ensino da Região de Jales está anunciando a realização de um Processo Seletivo para contratação de Agentes de Serviços Escolares – Serviços de Limpeza.

Os servidores, de nível Fundamental, devem atuar em jornadas de 40h semanais por tempo determinado. O salário é de R$ 842,00.

As inscrições poderão ser feitas entre 8 e 12 de junho de 2015, das 8h30 às 11h30 e das 13h30 às 16h30, gratuitamente, em um dos diferentes locais mencionados no edital de abertura.

Para fins de avaliação, certificados, experiência profissional na área e encargos de família somam pontos no resultado final. O edital pode ser consultado aqui.

POLÍCIA FEDERAL DE JALES E POLÍCIA MILITAR-SP APREENDEM 20 KG DE COCAÍNA NA SP-320

A notícia é da assessoria de imprensa da Polícia Federal:

PF-07Uma grande operação conjunta entre a Polícia Federal de Jales e a Polícia Militar (TOR – Tático Ostensivo Rodoviário – e CAEP – Companhia de Ações Especiais – de São José do Rio Preto/SP) foi realizada na tarde desta quarta-feira (27). Mais de 20kg de cocaína, quatro veículos, R$ 22.980,00 em espécie, além de uma pistola automática foram apreendidos. Três homens também foram presos.

A PF já investigava o grupo criminoso que adquiria drogas no Mato Grosso do Sul para ser comercializada na região de Jales, Mirassol e São José do Rio Preto/SP. Hoje, com auxílio de policiais militares do TOR, um veículo foi abordado na SP-320 nas proximidades do município de Fernandópolis/SP. O veículo que estava com a droga, um Corsa Sedan, placa de Auriflama/SP, estava sendo transportado em um caminhão guincho, pois, havia apresentado problemas mecânicos durante a viagem.

Em um fundo falso do banco traseiro do veículo, os policiais encontraram vinte tabletes de cocaína que pesaram mais de vinte quilos da droga. Os compradores do entorpecente, de São José do Rio Preto e Mirassol, bem como o fornecedor da droga, residente no Estado de Mato Grosso, aguardavam a chegada da droga em uma residência do Bairro Vale do Sol em Mirassol.

Após a confirmação da apreensão do entorpecente na SP-320, em Fernandópolis, policiais militares do CAEP e uma equipe da PF de Jales foram até a residência em Mirassol onde os traficantes aguardavam a chegada da droga. Eles foram presos, e no local, mais de R$ 20.000,00 foram encontrados, além de uma pistola automática calibre 7.65. As apreensões foram localizadas em um fundo falso na cozinha da casa. Os veículos dos investigados, modelos Golf, Scenic e Audi também foram apreendidos.

Os presos, os bens e os materiais apreendidos foram transportados até a sede da PF em Jales. Os presos foram indiciados pelos crimes de tráfico interestadual de drogas, associação para o tráfico, além de posse ilegal de arma de fogo. Após os interrogatórios, eles serão conduzidos para a cadeia pública de Guarani d’Oeste/SP onde permanecerão à disposição da Justiça Estadual.

NICE INGRESSA COM MAIS DOIS RECURSOS NO TJ-SP

nice-sorrisoA sede voraz que a ex-prefeita Nice Mistilides tem de voltar ao poder já está se transformando numa novela ridícula e cansativa. E o que é pior: se depender da Ungida, a trama ainda está longe do capítulo  final.

Depois de sofrer um duro golpe no capítulo de segunda-feira, Nice já tratou de, no dia seguinte, iniciar uma nova tentativa de mudar o final melancólico reservado a ela.

Na terça-feira, 26, deram entrada no Tribunal de Justiça de São Paulo mais dois recursos impetrados pelos advogados da ex-prefeita. Um deles é um Agravo de Instrumento. O outro, uma Apelação.

Tudo indica que, em ambos os casos, os advogados de Nice estejam recorrendo contra a decisão do juiz Marcos Takaoka, da 2ª Vara, que, em abril, julgou extinto, um dos trinta e poucos mandados de segurança da prefeita cassada.

RÉU DO MENSALÃO TUCANO, AZEREDO ARRUMA EMPREGO DE R$ 25 MIL

Deu no UOL:

eduardo-azeredoUm ano e três meses após renunciar ao cargo de deputado federal, o ex-governador de Minas Gerais, Eduardo Azeredo (PSDB), réu no processo do mensalão mineiro, está de emprego novo.

O ex-parlamentar, de 66 anos, trabalha agora na Federação das Indústrias do Estado de Minas Gerais (Fiemg). O ex-governador foi contratado como diretor executivo para as áreas internacional e de ciência, tecnologia e inovação da entidade de classe. O salário é de R$ 25 mil mensais, conforme informado pela federação.

A renúncia de Azeredo ao mandato parlamentar aconteceu em 19 de fevereiro de 2014, 12 dias depois de o procurador-geral da República, Rodrigo Janot, pedir ao Supremo Tribunal Federal a condenação do ex-governador a 22 anos de cadeia por peculato e lavagem de dinheiro ao desviar recursos de empresas estatais para a campanha por sua reeleição ao Palácio da Liberdade em 1998.

Com a renúncia, o processo de Azeredo retornou à primeira instância, tramitando hoje na 9.ª Vara Criminal da capital.

Na entidade, o tucano irá participar de encontros com empresários de outros países. Ele é formado em engenharia mecânica com pós-graduação em engenharia econômica.

O ex-governador não quis falar sobre o novo emprego. Segundo sua assessoria de imprensa, a contratação pela federação ocorreu porque a entidade tem conhecimento da experiência de Azeredo nas áreas em que passou a atuar na federação. As informações são do jornal “O Estado de S. Paulo”.

CORRUPÇÃO NA FIFA: J.HAWILLA, DONO DA TV TEM E DA TRAFFIC DEVOLVE R$ 473 MILHÕES EM ACORDO

images_cms-image-000436740

O escândalo envolvendo a cartolagem da Fifa atingiu também o empresário J.Hawilla, que, nos tempos de vacas magras, trabalhou como locutor aqui em Jales, na Rádio Assunção. A notícia é do Brasil 247:

O empresário José Hawilla, dono da Traffic, empresa de marketing esportivo, devolveu R$ 473 milhões em um acordo em que assume sua culpa no processo investigado pela Justiça norte-americana e que prendeu nesta quarta-feira 27, na Suíça, os principais cartolas do futebol mundial.

Hawilla assumiu as acusações de conspiração por fraude eletrônica, lavagem de dinheiro e obstrução da justiça no dia 12 de dezembro do ano passado. No último dia 14 de maio, foi considerado culpado por fraude bancária. Outros dois réus também assumiram-se culpados.

Confira abaixo nota divulgada pela Justiça dos Estados Unidos, que cita o acordo:

“Em 12 de dezembro de 2014, o acusado José Hawilla, dono e fundador do Grupo Traffic, o conglomerado de marketing esportivo brasileiro, foi indiciado e declarado culpado por extorsão, conspiração por fraude eletrônica, lavagem de dinheiro e obstrução da justiça. Hawilla concordou em devolver mais de US$ 151 milhões, sendo US$ 25 milhões destes pagos no momento de seu apelo.

Em 14 de maio de 2015, os acusados da Traffic Sports USA Inc. e Traffic Sports International Inc. foram considerados culpados por fraude bancária.

Todo o dinheiro devolvido pelos acusados estão sendo guardados na reserva para assegurar sua disponibilidade para satisfazer qualquer ordem de restituição em sentenças que beneficiem qualquer pessoa ou entidade qualificada como vítima dos crimes destes acusados sob a lei federal”.

CARTOLAS DA FIFA SÃO PRESOS NA SUIÇA POR CORRUPÇÃO. AQUI NO BRASIL, ROMÁRIO COMEMORA

As notícias são da ESPN:

marinA dois dias da eleição para a presidência, um terremoto sacode a Fifa. Na madrugada desta quarta-feira, horário brasileiro, uma operação especial das autoridades suíças, sob liderança do FBI, prendeu sete executivos importantes da entidade sob a acusação de corrupção, entre eles José Maria Marin, ex-presidente da CBF. O grupo dos detidos será extraditado para os Estados Unidos a fim de uma maior investigação sobre o assunto na federação mais importante do futebol mundial.

Segundo nota oficial do Departamento de Justiça norte-americano, 14 réus são acusados de extorsão, fraude e conspiração para lavagem de dinheiro, entre outros delitos, em um “esquema de 24 anos para enriquecer através da corrupção no futebol”. Sete deles foram presos na Suíça. Além de Marin, Jeffrey Webb, Eduardo Li, Julio Rocha, Costas Takkas, Eugenio Figueredo e Rafael Esquivel. Um mandado de busca também será executado na sede da Concacaf, em Miami, nos EUA.

De acordo com informações publicadas pelo jornal NY Times, mais de uma dúzia de policiais suíços à paisana chegaram sem aviso prévio ao Baur au Lac Hotel, local no qual executivos se hospedavam para o congresso anual da organização, marcado para os dias 28 e 29 de maio, e renderam os acusados de corrupção em ação pacífica, sem menor resistência dos envolvidos.

romárioAqui no Brasil, o senador Romário comemorou, nesta quarta-feira, a detenção do opositor e desafeto declarado. Em audiência pública no Senado, ele parabenizou o FBI e pediu que o atual presidente da CBF, Marco Polo Del Nero, deixe o cargo.

“Muitos corruptos e ladrões foram presos na Suíça, inclusive um dos maiores: José Maria Marin. Quero parabenizar o FBI. Essa prisão é o início de um grande futuro para o futebol”, discursou Romário.

“Espero que a investigação que repercuta definitivamente limpar o futebol desses corruptos, como Marco Polo Del Nero. A situação do futebol brasileiro é culpa dessas pessoas, que não estão nem um pouco interessadas em ajudar. Só pensam no dinheiro”, completou.

JUSTIÇA RECEBE DENÚNCIA DO MINISTÉRIO PÚBLICO CONTRA ANDRÉ MACETÃO

DSC02046-pq-2Não sei se os prezados leitores se lembram, mas, no início de março, em meio à confusão causada pelas inconfidências de André Macetão ao gravador do ex-supersecretário Aldo Nunes de Sá, o Ministério Público local ajuizou uma Ação Civil Pública contra o ex-vereador, por improbidade administrativa.

Na ocasião, o promotor  argumentou que a solicitação de vantagens indevidas e o envolvimento do nome de outros parlamentares, por parte de Macetão, causou danos morais coletivos e atentou contra os princípios da moralidade e legalidade. Deu-se à causa o valor de R$ 394 mil.

Pois bem, transcorridos pouco mais de dois meses, o juiz da 2ª Vara de Jales, Marcos Takaoka, após analisar a defesa prévia apresentada pelos advogados de Macetão, decidiu receber a ação proposta pelo Ministério Público e dar sequência ao processo.

Para Takaoka, a petição do MP está bem fundamentada e aponta para existência da suposta improbidade. Além de receber a ação, o juiz determinou que Macetão dê seus pulos e, em querendo, apresente sua contestação em 15 dias.

1 2 3 520