ALUNOS DE MEDICINA VÃO AO MPF DE JALES COM NOVA DENÚNCIA CONTRA UNIVERSIDADE BRASIL DE FERNANDÓPOLIS

A cada dia, novas revelações. A notícia é do site Região Noroeste:

Um grupo de alunos do curso de Medicina na Universidade Brasil esteve na quinta-feira, dia 19, no Ministério Público Federal de Jales, reforçando denúncia contra a Universidade Brasil de Fernandópolis, onde cerca de 110 alunos, aprovados no processo seletivo de transferência realizado no dia 20 de julho, foram proibidos de assistirem as aulas.

Esses alunos já pagaram mensalidades, análises e até matrícula, levando prejuízo enorme, enquanto outros 100 que foram aprovados na segunda chamada, assistem aulas normalmente. A Universidade chegou a emitir quatro boletos para esses alunos de primeira chamada, nos valores de R$ 8 mil e R$ 9 mil reais, incluindo as mensalidades do mês de agosto e setembro.

O grupo pediu ajuda ao MPF para resolver essa situação, já que esses alunos não fazem parte do esquema de compra de vagas e fraudes no Fies e ProUni, que está sendo investigado pela Polícia Federal.

A Universidade está sendo acusada, agora, de facilitar a análise de documentos dos alunos em segunda chamada e dificultar o primeiro grupo aprovado no processo seletivo de julho.

Outros alunos que representam um grupo de cerca de 50 estudantes de medicina, estiveram pessoalmente na Polícia Federal de Jales, e foram orientados pelo delegado a procurar o MPF.

“A PF nos passou que não está impedindo a faculdade de realizar análises, e que isso é crime e o MEC precisa ser notificado, por isso fomos orientados a procurar o MPF”, disse um aluno.

PACIENTE CENTENÁRIO ENCANTA COLABORADORES DA SANTA CASA DE JALES

Da assessoria de imprensa da Santa Casa:

Em meio as tarefas diárias da quarta-feira, 11 de setembro, a equipe de enfermagem da Santa Casa de Jales pôde notar um brilho especial no corredor da unidade II do hospital, um paciente centenário que estava chamando a atenção de todos que por lá passavam, o Sr. Oswaldo Polízio.

 Para quem não sabe, ele possui 103 anos e uma alegria inenarrável que é contagiante, apesar de algumas dificuldades ele está sempre de bom humor e fazendo o possível para arrancar sorrisos de quem está a sua volta.

 A equipe de colaboradores do hospital quebrou o protocolo e levou o Sr. Polízio para “passear” pelos corredores da instituição, seguindo para administração e provedoria, onde os demais colaboradores pararam seus afazeres por um instante para apreciar o carisma e simpatia do paciente. 

 Sr. Oswaldo lembrou-se que foi um dos responsáveis por realizar o projeto da Santa Casa de Jales há mais de 61 anos, ele destacou que realizou vários projetos da cidade de Jales, inclusive alguns médicos relembraram que ele arquitetou a “casa do médico” localizada no bairro Jardim Oiti do município de Jales. 

 O provedor Junior Ferreira ficou emocionado ao receber esse exemplo de vida em sua sala “São experiências como essas que nos nutre cada vez mais, quero agradecer aos familiares que permitiram essa quebra de protocolo dos nossos funcionários com o paciente. Desejamos muitas felicidades e saúde ao Sr. Oswaldo que mesmo com mais de 100 anos está forte e muito bem apresentável.” 

 A Santa Casa de Jales sente-se lisonjeada em atender pacientes como o Sr. Oswaldo Polízio, apesar de alguns problemas de saúde ele não se deixou abater, encantou e emocionou toda a equipe envolvida em seu tratamento.

APOSTA DA LIDERANÇA DO PT LEVA OS R$ 120 MILHÕES DA MEGA-SENA

E já tem gente dizendo que se trata de uma conspiração do PT para pagar a fiança do Lula e tirá-lo da prisão. Haja criatividade! Do portal MSN:

A aposta vencedora da Mega-Sena desta quarta-feira saiu para o PT. Um bolão feito na liderança do partido ganhou, sozinho cerca de R$ 120 milhões. Os números sorteados foram:  04 – 11 – 16 – 22 – 29 – 33.

O grupo tem 49 pessoas de deputados, assessores a funcionários da Câmara. De acordo com dois vencedores, que pediram anonimato, confirmaram ao Estado, cada um apostou R$ 10. Cada um vai ganhar cerca de R$ 2,5 milhões. 

Assim que saiu o resultado, o grupo saiu comemorando pelo corredor chamando a atenção de quem passava. De acordo com um dos vencedores, há mais de dez anos, em todos os sorteios, eles apostam.

Além do grupo, 406 apostas acertaram a quina (cinco números) e vão levar R$ 19.407,24 cada uma. Na quadra (quatro acertos) foram 24.366 apostas ganhadoras, que receberão R$ 461,96 cada uma.

O prêmio dos petistas é o terceiro maior prêmio acumulado neste ano e um dos 20 maiores da história. O maior foi sorteado em maio, para um sortudo que apostou pela internet e levou R$ 289 milhões.

MPF QUER QUE SECRETARIA ESTADUAL DE SAÚDE TOME PROVIDÊNCIAS PARA DIMINUIR ESPERA POR ATENDIMENTO NA REGIÃO DE JALES

A notícia está pendurada no portal do MPF:

O Ministério Público Federal em Jales, interior de São Paulo, enviou recomendação à Diretoria Regional de Saúde de São José do Rio Preto para que sejam tomadas medidas a fim de diminuir a espera nos atendimentos do Sistema Único de Saúde (SUS) na região.

O pedido inclui a avaliação da solicitação de reclassificação da Santa Casa de Misericórdia de Jales, para que se torne Hospital Estratégico no Programa Santas Casas SUStentáveis, aumentando as especialidades atendidas via SUS. Também foram solicitadas medidas de descentralização dos serviços de média e alta complexidade – atualmente prestados pelo Hospital de Base de São José do Rio Preto – para outras entidades hospitalares da região.

Segundo a recomendação expedida pela Procuradoria da República, o MPF recebe constantes queixas de usuários do SUS da região de Jales sobre a excessiva demora nas filas para consultas com especialistas, exames e cirurgias. A situação também foi apontada em relatório do Tribunal de Contas do Estado de São Paulo, indicando casos de espera de até sete anos para cirurgia plástica e neurologia, além de previsão de 20 anos para o atendimento do último paciente da fila de neurologia, diante das cotas ofertadas ao Ambulatório Médico de Especialidades (AME) de Jales.

Além dos custos sociais e humanos, os deslocamentos diários de inúmeros pacientes da região, principalmente para São José do Rio Preto, geram impacto financeiro ao poder público e aos usuários. Somente no município de Jales, estima-se uma média mensal de 1.926 pacientes transportados, com mais mil acompanhantes, gerando despesas somente de combustível na ordem de R$ 54 mil.

A Santa Casa de Misericórdia de Jales informou ao MPF o interesse em aumentar os serviços SUS por ela prestados, desde que seja feita a adequação financeira para o hospital e a sua reclassificação de Hospital de Apoio para Hospital Estratégico no Programa Santa Casa SUStentáveis, pedido já feito pela instituição aos órgãos estaduais de saúde.

Outro agravante para o excesso de procura por atendimentos no SUS de Jales e região, é a existência do tratamento altamente especializado em oncologia no Hospital do Amor, que recebe diariamente centenas de pacientes de outros municípios e regiões, impactando o atendimento das demais unidades de saúde em decorrência das complicações do tratamento oncológico ou mesmo outras doenças destes pacientes e de seus familiares.

O MPF determina que, no prazo de 30 dias, a Diretoria Regional de Saúde de São José do Rio Preto avalie a situação do pedido de reclassificação da Santa Casa de Misericórdia de Jales, além de promover medidas de descentralização dos serviços do SUS atualmente realizados apenas em São José do Rio Preto, para outras entidades hospitalares mais próximas. Também é solicitada a ampliação ou redistribuição de cotas mensais nos AMEs dessas cidades.

GOVERNO BOLSONARO AVALIA MUDAR CONSTITUIÇÃO PARA CONGELAR SALÁRIO MÍNIMO

Governo Bolsonaro planeja economizar R$ 37 bilhões, em dois anos, em cima de quem tem salários reajustados com base o salário mínimo. Quase 50 milhões de trabalhadores e beneficiários do INSS serão impactados negativamente com o congelamento.

A notícia é da revista Fórum:

O Ministério da Economia, de Paulo Guedes, analisa retirar da Constituição a obrigatoriedade de que o valor do salário mínimo seja corrigido pela inflação, para então autorizar o seu congelamento provisório em situações de “aperto fiscal”.  Uma das hipóteses é que o valor fique travado por dois anos. Proposta atualmente está em tramitação no Congresso. Informação foi confirmada na segunda-feira (16) por Bernardo Caram, da Folha de S.Paulo.

O salário mínimo já não tem mais a obrigatoriedade de ser reajustado acima da inflação, pois tal regra caiu esse ano no governo Bolsonaro. Agora, a nova mudança iria além, permitindo o congelamento do valor, sem reposição da inflação. No entanto, a Constituição define que o salário mínimo deve ter reajustes periódicos que lhe preservem o poder aquisitivo.

A teoria de Paulo Guedes é que, como o governo tem gastos atrelados ao salário mínimo, como as aposentadorias, a medida traria alívio ao Orçamento em situações de “aperto fiscal”.

A medida será incluída na PEC (Proposta de Emenda à Constituição) que altera regras fiscais e tem autoria do deputado Pedro Paulo (DEM-RJ). O texto atualmente está na CCJ (Comissão de Constituição e Justiça) da Câmara e é debatido por um grupo de parlamentares, representantes do Ministério da Economia e técnicos de Orçamento no Congresso.

DEPUTADO DENUNCIA PERSEGUIÇÃO POLÍTICA A PROFESSORA NA DIRETORIA DE ENSINO DE JALES

Em discurso realizado na Assembleia Legislativa, durante uma das mais recentes sessões, o deputado estadual Carlos Giannazi(PSOL), que é também professor, denunciou caso de perseguição política que estaria ocorrendo na Diretoria de Ensino de Jales, contra uma professora estadual, de nome Abigail Toniol de Oliveira.

Segundo o deputado, a professora, que tinha sido transferida, a pedido, de São Bernardo do Campo para Rubineia, teve sua transferência cancelada sem maiores explicações.

“O pedido dela já tinha sido aceito, a professora já estava trabalhando nessa escola, lá da Diretoria de Jales. E, agora, porque ela participou, se manifestou criticamente ao Projeto PEI, ela está sendo perseguida, boicotada e prejudicada”, discursou o deputado.

Segundo o deputado, a professora alugou uma casa em Rubineia e se mudou de mala e cuia, com toda a família, para a nossa região e, há alguns dias, recebeu um comunicado que dizia simplesmente que “por motivo de força maior, está cancelado o pedido de transferência”. Para o deputado Giannazi, “Isso é um crime, uma perseguição clara!”.

Ao final, o deputado pede que cópias de seu pronunciamento sejam encaminhadas para a Diretoria de Ensino de Jales e para o secretário de Educação, a fim de que sejam tomadas providências garantindo o direito de manifestação crítica da professora e a sua permanência em Rubineia. Caso contrário, finaliza o deputado, “nós vamos acionar o Ministério Público estadual contra esse tipo de procedimento”.

Em tempo: PEI, para quem não sabe, é o Programa de Ensino Integral, que o governo Dória planeja expandir em 2020.

“ACUSAÇÃO É UM AMONTOADO DE SUPOSIÇÕES”, DIZ JUIZ DE SP QUE REJEITOU DENÚNCIA CONTRA LULA E IRMÃO

Se fosse na Justiça Federal do Paraná, a denúncia teria sido aceita e Lula seria mais uma vez condenado. Deu o portal Brasil de Fato

Em derrota para a sessão paulista da Operação Lava Jato, a Justiça Federal rejeitou na segunda-feira (16) a denúncia de corrupção passiva apresentada na semana passada contra o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva e o irmão dele, José Ferreira da Silva, o Frei Chico. As informações são do jornal Folha de S. Paulo.

Na decisão, o juiz Ali Mazloum, da 7ª Vara Federal Criminal em São Paulo, criticou o Ministério Público Federal: “A denúncia é inepta. Não seria preciso ter aguçado senso de justiça, bastando de um pouco de bom senso para perceber que a acusação está lastreada em interpretações e um amontoado de suposições”, afirmou Mazloum.

De acordo com a denúncia, Frei Chico teria recebido mesada da Odebrecht de 2003 a 2015 dentro de um pacote de vantagens indevidas oferecidas ao petista. O valor total chegaria a R$ 1,1 milhão, divididos em repasses de R$ 3 mil a R$ 5 mil ao longo do período.

O relacionamento teria começado, dizem os procuradores, quando o irmão de Lula foi procurado pelo grupo, nos anos 1990, para ser interlocutor com movimentos sindicais, serviço que foi efetivamente prestado até 2002, quando Lula foi eleito presidente. A denúncia, porém, afirma que Frei Chico teria continuado a receber os pagamentos, mesmo sem prestar mais qualquer trabalho à empreiteira.

Para o juiz federal, os fatos da denúncia não possuem todos os elementos legais exigidos para a configuração do delito, não havendo pressuposto processual nem justa causa para a abertura da ação penal.

“Não se tem elementos probatórios de que Lula sabia da continuidade dos pagamentos a Frei Chico sem a contrapartida de serviços, muito menos que tais pagamentos se davam em razão de sua nova função”, afirma o juiz.

Em outro trecho da decisão, o magistrado pontua que “absolutamente nada existe nos autos” no sentido de que Lula, a partir de outubro de 2002, “foi consultado, pediu, acenou, insinuou ou de qualquer forma anuiu ou teve ciência dos subsequentes pagamentos feitos a seu irmão em forma de ‘mesada’”.

O juiz afirma que “a denúncia não descreve nem mesmo alguma conduta humana praticada pelo agente público passível de subsunção ao tipo penal”.

Também foi rejeitada a denúncia em relação a outros três executivos da Odebrecht por suposta prática de corrupção ativa: Alexandrino Alencar, Marcelo Odebrecht, ex-presidente do grupo, e Emilio Odebrecht. Os procuradores do MPF em São Paulo prometem recorrer.

DATAFOLHA: 1/3 DOS TORCEDORES DE FUTEBOL SÃO FLAMENGUISTAS OU CORINTIANOS

Deu no portal MSN:

Pesquisa nacional divulgada pelo Instituto Datafolha nesta terça-feira 17 aponta o Flamengo como dono da maior torcida do Brasil, com preferência de 20% dos entrevistados. A parcela que se declarou torcedora do clube carioca é um pouco menor do que o total de brasileiros que disseram não torcer por nenhum time (22%).

Em segundo lugar entre os clubes com maior torcida, o levantamento mostra o Corinthians (14%). Em relação à última pesquisa divulgada pelo instituto com essa temática, realizada em janeiro de 2018, o percentual dos que se declararam flamenguistas foi de 18% para 20% (dentro da margem de erro), enquanto o clube alvinegro paulista manteve uma taxa de 14%.

As duas agremiações aparecem com as maiores torcidas em todas as classes sociais e nas cinco regiões do país, quase sempre com vantagem flamenguista. A exceção é no Sudeste, onde o instituto diz que o Corinthians tem 18% das preferências, contra 17% do Flamengo.

As variações em relação á última pesquisa mostram estabilidade nas outras torcidas mais bem colocadas: São Paulo (8%), Palmeiras (6%), Vasco (4%) e Cruzeiro (4%) aparecem na sequência repetindo o desempenho de 2018. O Grêmio teve pequeno crescimento (de 3% no ano passado para 4%), enquanto Santos (3%), Internacional (3%) e Atlético-MG (2%) permaneceram com números iguais.

Botafogo, Bahia, Fluminense, Sport, Santa Cruz, Fortaleza, Vitória e Ceará aparecem com apenas 1%. Foram ouvidas 2.878 pessoas, todas com mais de 16 anos, em 175 municípios de todo o país, entre os dias 29 e 30 de agosto. A margem de erro é de dois pontos percentuais para mais ou para menos.

FRASE

“É impossível dar nota para o governo Bolsonaro porque não há governo, há apenas um circo infestado de palhaços sem a mínima graça. Com Bolsonaro, o Brasil virou piada mundial”.

(Do youtuber Felipe Neto, em entrevista ao jornal Valor Econômico, publicada hoje. O canal de Neto, no Youtube, possui 34 milhões de inscritos. E no Twitter, ele tem 10 milhões de seguidores).

 

1 2 3 1.327