VIVA BOLSONARO! CESTA BÁSICA CONSOME SOZINHA ATÉ 67% DO SALÁRIO MÍNIMO

Deu no portal Brasil Atual:

O salário mínimo deveria ser de R$ 5.800 em dezembro do ano passado, segundo o Dieese, para cumprir seu papel constitucional. Ou seja, suprir despesas básicas de uma família de quatro pessoas com alimentação, moradia, saúde, educação, vestuário, higiene, transporte, lazer e previdência. O Dieese calcula e divulga o valor do salário mínimo necessário todos os meses, junto com a Pesquisa Nacional da Cesta Básica de Alimentos.

Em dezembro, a cesta aumentou em todas as 17 capitais pesquisadas pelo instituto. Desse modo, na média, somente a compra dos itens da cesta consome entre metade e 67% do salário mínimo, conforme a região.

Na prática, o salário mínimo necessário em São Paulo, por exemplo, é 5,3 vezes maior do que o oficial, de R$ 1.100. Ou seja, quem ganha o piso nacional tem de trabalhar mais de cinco meses para receber o que a Constituição determina para um mês.

A pesquisa apurou em Curitiba a alta mais expressiva da cesta básica em um ano (16,30%). Em seguida vêm Natal (15,42%), Recife (13,42%), Florianópolis (12,02%) e Campo Grande (11,26%). As menores taxas acumuladas foram as de Brasília (5,03%), Aracaju (5,49%) e Goiânia (5,93%).

Já as capitais com cesta básica mais cara, ou seja, que exige mais horas de trabalho para comprá-la, foram São Paulo (R$ 690,51), Florianópolis (R$ 689,56) e Porto Alegre (R$ 682,90). Entre as cidades do Norte e Nordeste, localidades onde a composição da cesta é diferente, os menores valores médios foram observados em Aracaju (R$ 478,05), João Pessoa (R$ 510,82) e Salvador (R$ 518,21).

EMPRESA RECORRE À JUSTIÇA PARA TENTAR RECEBER R$ 110 MIL DA PREFEITURA

A empresa Carvalho & Garcia Construções e Empreendimentos, de Votuporanga, protocolou no final de 2021, junto ao Fórum local, uma Ação de Cobrança contra a Prefeitura de Jales. A ação, no valor de R$ 110 mil, tramita na 1ª Vara Cível, cujo titular é o juiz José Geraldo Nóbrega Curitiba.

A Carvalho & Garcia, para quem não se lembra, foi contratada pela Prefeitura em outubro de 2019, para realizar algumas obras de infraestrutura no problemático bairro Parque das Flores. As obras estavam estimadas em R$ 2,4 milhões, mas a empresa, na licitação, topou executar os serviços por R$ 1,6 milhão, com um desconto superior a 30%.

Claro que isso não poderia dar certo. Logo no início de 2020, a empresa pediu um aditivo de R$ 200 mil, alegando o surgimento de serviços que não estavam previstos na planilha. Enquanto isso, as obras transcorriam – digamos assim – devagar quase parando.

Tão devagar que a Prefeitura resolveu rescindir o contrato em dezembro de 2020 e suspender o pagamento da 4ª medição, no valor de R$ 104 mil (as três primeiras, que somaram R$ 507.7 mil, já tinham sido pagas). São exatamente esses R$ 104 mil que, acrescidos de juros e correção monetária, transformaram-se nos R$ 110 mil que a empresa está pleiteando na Justiça.

A Prefeitura, ainda no governo Flá, suspendeu o pagamento alegando que as chuvas que caíram no final daquele ano tinham danificado as obras executadas. A empresa, em sua ação de cobrança, está argumentando que os serviços foram executados e que as chuvas foram acontecimentos alheios à sua vontade. Caberá, agora, ao juiz Curitiba decidir quem está com a razão. 

JORNAL DE JALES: CASOS DE COVID VOLTAM A CRESCER EM JALES, QUE REGISTROU 78 CONTAMINAÇÕES EM 24 HORAS

Eis a capa do Jornal de Jales, que está chegando aos assinantes e às bancas neste domingo, trazendo como manchete principal o crescimento dos casos de covid-19 no município. O jornal informa que, de acordo com o boletim epidemiológico divulgado na tarde de sexta-feira, 07, Jales registrou 154 notificações de casos suspeitos para o coronavírus nas 24 horas anteriores. O boletim informa, também, que nessas mesmas 24 horas foram registrados 78 casos positivos da doença. Pelo menos quatro dos casos positivos foram diagnosticados em crianças de 04 a 10 anos. Por conta disso, a Prefeitura divulgou que passará a contar com mais três unidades de saúde para atendimento de pacientes com covid.

O jornal traz, também, uma entrevista exclusiva com o arquiteto e cenógrafo jalesense Guto Mistilides, que foi contratado para criar os cenários do festival “The Town”, que acontece em São Paulo e é promovido pelos mesmos empresários que realizam o “Rock in Rio”. Na entrevista, Guto explica como os responsáveis pelo festival tomaram conhecimento do seu trabalho. Segundo o arquiteto, seu projeto já foi apresentado e bastante elogiado em uma coletiva em São Paulo, com a presença de vários artistas, do governador, do prefeito de São Paulo e de diversos investidores.

Os projetos da Prefeitura para diminuir os impactos das chuvas, que já existem mas dependem da obtenção de recursos financeiros; os anúncios feitos pelo deputado estadual Itamar Borges – atual secretário de estado da Agricultura – em sua visita a Jales; a participação da sempre jovial Célia Almeida, diretora da New Corpus, na famosa corrida de São Silvestre; o reencontro pós-pandemia dos membros da família Guzzo; e o interessante artigo do médico e diretor teatral, Manoel Paz Landim, a respeito da degradação da humanidade retratada pelo filme “Não olhe pra cima”, são outros assuntos do JJ.

Na coluna Fique Sabendo, o jornalista Deonel Rosa Júnior informa que a deputada estadual Analice Fernandes(PSDB) fechou o ano de 2021 com “chave de ouro”. O colunista explica que, no dia 24 de dezembro, véspera do Natal, o governador em exercício Rodrigo Garcia sancionou a lei de autoria de Analice, que determina a prioridade de atendimento e emissão de laudos pelo IML às mulheres vítimas de violência doméstica. Segundo Deonel, essa não é a primeira vez que Analice dá demonstrações de que não tem medo de cara feia de homem metido a machão. O colunista lembra que, no caso do deputado Fernando Cury – aquele que apalpou os seios de uma colega durante uma sessão da Alesp – Analice foi solidária com a deputada, apesar de Cury fazer parte da base aliada do governo tucano.   

TOQUINHO EXPLICA COMO COMPÔS “AQUARELA”

Dia desses, vi um podcast em que duas meninas entrevistam o Toquinho que, apesar do sobrenome italiano (Antonio Pecci Filho é o nome dele) e das ligações com a Itália, é um grande corintiano. Achei bastante interessante a entrevista, mas sou meio suspeito porque quase tudo que diz respeito a música me atrai muito.

Separei um trecho onde o Toquinho conta como foi o processo de criação da música “Aquarela”, de 1983, gravada por diversos artistas em vários idiomas e eleita na Espanha como uma das 20 melhores canções do século passado.

Se você é como eu e gosta de saber como foram feitas as músicas que a gente gosta, vale a pena investir 10 minutos do seu tempo no vídeo abaixo:

INAUGURADO HÁ TRÊS ANOS E ABANDONADO PELA PREFEITURA, SISTEMA DE LAZER DO JARDIM SÃO LUCAS PEDE SOCORRO

Inaugurado em setembro de 2018, com toda pompa e circunstância, o “Sistema de Lazer Laurindo Palminonde”, localizado no Jardim São Lucas, próximo ao Jardim Oiti, é hoje mais um caso de abandono do Poder Público.

Há não muito tempo, em janeiro de 2021, o sistema de lazer serviu de modelo para a Prefeitura mostrar como estava bonita a iluminação de algumas praças, como mostra a foto acima. Depois da foto, o local caiu no esquecimento e se encontra, atualmente, abandonado, com várias lâmpadas queimadas e a quadra de basquete em péssimas condições.

A situação está causando desconforto entre as lideranças comunitárias dos dois bairros – São Luca e Oiti – que dizem já ter procurado o competentíssimo secretário de Esportes, Wilter Guerzoni, e alguns vereadores, sem, no entanto, obter algum resultado prático.

Entre as lideranças citadas, está o amigo Clóvis Palminonde – o Crovão do Oiti – que, por sinal, é filho do falecido Laurindo Palminonde, um dos primeiros moradores do bairro e uma das pessoas mais corretas que eu conheci.

O Crovão enviou algumas fotos que mostram o estado de abandono do sistema de lazer e do seu entorno. Eis três delas:

 

A TRIBUNA: JALESENSES RECLAMAM DO AUMENTO NO CARNÊ DO IPTU, MAS AGORA A INÊS É MORTA

No jornal A Tribuna deste final de semana, a principal manchete destaca que Jales volta a ter quatro unidades de saúde para atendimento exclusivo de síndromes gripais, o que se deve ao recrudescimento da pandemia do coronavírus, causado pela variante Ômicron. Além da ESF do Uniamérica, no antigo Pronto-Socorro, também as unidades do Jardim Municipal, Jardim Paraíso e do JACB farão o atendimento dos casos suspeitos e/ou confirmados da covid-19. A reorganização do atendimento visa dar mais agilidade aos serviços e garantir mais segurança à população e às equipes de saúde, segundo explicou a secretária de Saúde, Nilva Gomes Rodrigues.

Destaque, igualmente, para as chuvas que desabaram sobre Jales durante a semana. Segundo o jornal, a quantidade de chuva registrada na segunda, 03, e na terça-feira, 04, foi muito acima do esperado e superou em quatro vezes o volume registrado durante todo o mês de dezembro. Somente na terça-feira, choveu o dobro de dezembro. Com tanta água caindo em um curto espaço de tempo, o resultado foi o rompimento do sistema de drenagem e estragos no pavimento em alguns pontos da cidade, o que obrigou servidores a saírem às ruas para atender pessoas que sofreram danos com as chuvas.

A prorrogação do prazo para inscrição no processo seletivo do IBGE, que visa contratar pessoal para a realização do Censo 2022; a visita do bigodudo Itamar Borges a Jales, para anunciar melhorias em 21 quilômetros de estradas rurais; o número de óbitos registrados em Jales durante o ano de 2021, que superou em 22,8% a quantidade de nascimentos; o sorteio da ACIJ, que distribuiu R$ 50 mil em vales-compras da promoção Natal da Virada; e a proposta do Sindicato dos Servidores, que está pleiteando 18% de reajuste salarial para o funcionalismo municipal de Santa Fé do Sul, são outros assuntos de A Tribuna.

Na coluna Enfoque, a constatação de que as redes sociais já estão repletas de reclamações dos contribuintes locais que só agora, depois da chegada dos carnês do IPTU, se deram conta de que a Prefeitura está promovendo um ataque aos bolsos da brava gente jalesense. O colunista lembra que, assim como o gado negacionista retratado no filme “Não olhe para cima”, os contribuintes jalesenses não deram a mínima importância aos alertas de parte da imprensa local, quando ela noticiou que os nossos vereadores estavam aprovando – às pressas e com pouquíssima discussão – o projeto de lei do prefeito Luís Henrique que criou três novas taxas para a população pagar. Agora, conclui o colunista, “não adianta chorar”.     

SUPREMA CORTE DA ESPANHA DECIDE QUE PAGAR DÍVIDA COM SEXO ORAL É LEGAL

A notícia é do portal Metrópoles:

A Justiça da Espanha julgou um caso peculiar de pagamento de dívidas. Uma mulher recorreu à Suprema Corte do país, equivalente ao Supremo Tribunal Federal (STF) no Brasil, para validar a quitação de R$ 96,3 mil com boquetes.

Segundo relata na ação, a mulher teria feito um acordo com seu ex-cunhado para quitar o valor com os atos sexuais. O tribunal não viu ilegalidade no pagamento, pois considerou que houve consenso entre as partes.

A mulher acionou a Justiça depois de pagar pela dívida por 16 meses consecutivos. Ela passou a se recusar a fazer os boquetes e o ex-cunhado pediu a quitação da dívida em dinheiro.

Após a cobrança, a mulher denunciou a coerção sexual. A primeira instância local entendeu que não houve agressão por parte do homem por ter sido um acordo consensual. O caso seguiu para instância superior e houve o mesmo entendimento, assim como a decisão de que a dívida estava quitada.

DEU NA FOLHA NOROESTE DE HOJE

No jornal Folha Noroeste, edição digital deste sábado – a primeira do ano – o principal destaque é a cordial visita que o secretário estadual de Agricultura, Itamar Borges, fez a Jales na quarta-feira, 05. Segundo a matéria, Itamar foi recebido pelo prefeito Luís Henrique Moreira e, depois de conversarem sobre melhorias e benefícios para o município de Jales, o secretário agradeceu a recepção e ressaltou que não poderia passar por Jales sem anunciar a liberação de recursos para a cidade. O beijoqueiro anunciou que estava autorizando melhorias em mais 15 quilômetros de estradas rurais. Em seguida, o prefeito e o secretário, acompanhados por uma numerosa e alegre comitiva, visitaram duas estradas rurais – uma no Córrego da Sofia e outra no Ribeirão Lagoa – que serão reabilitadas pelo Programa Melhor Caminho.

O jornal está destacando, também, que o ex-ministro da Justiça do governo Bolsonaro, o ex-juiz imparcial de Curitiba, Sérgio Moro, deverá fazer uma incursão à nossa região no próximo dia 1º de fevereiro, para participar de um encontro promovido pelo LIDE Noroeste Paulista, que irá abordar o tema “Propostas para o Brasil acelerar”. Segundo o jornal, durante o encontro – que será exclusivo para filiados do LIDE – o pré-candidato à presidência da República irá apresentar suas ideias de governo – se é que ele as têm – e conhecer as demandas no Noroeste Paulista.

Na coluna FolhaGeral, o telúrico redator-chefe Roberto Carvalho, o Pestinha, comenta a mais recente pesquisa eleitoral, realizada pelo PoderData entre os dias 02 e 04 de janeiro. Segundo o colunista, a pesquisa – que realizou 3.000 entrevistas em 501 municípios de todos os estados brasileiros – está colocando o presidente Bolsonaro contra a parede, na medida em que demonstra que 36% dos eleitores que votaram em Bolsonaro no segundo turno das eleições de 2018 consideram seu governo ruim ou péssimo, enquanto 44% consideram bom ou ótimo. De acordo com o Roberto, isso significa que 25,4 milhões de eleitores do Bozo continuam firmes com ele, enquanto 20,8 milhões o abandonaram.

PM AFASTA POLICIAIS FLAGRADOS BEIJANDO MULHERES EM SAÍDA DE BOATE

Vida de policial não está fácil… Se dão uns pescoções em algum malandro, são criticados. Se dão uns beijos em algumas mulheres que gostam de fardas, são afastados. Deu no UOL:

Os dois policiais militares fardados que foram flagrados beijando mulheres na saída de uma boate no Distrito Federal foram afastados dos serviços operacionais, informou hoje a corporação. Os agentes estavam em horário de serviço na madrugada do dia 31 de dezembro e foram vistos trocando carícias com mulheres por uma câmera de segurança.

Em nota, a PMDF ainda afirmou que “a análise dos fatos está em andamento” e que “é necessário aguardar o rito processual”.

As imagens foram divulgadas pelo site Metrópoles e, nelas, os PMs aparecem chegando ao local da balada por volta das 4h30 e passam algum tempo sozinhos até que um grupo se aproxima dos dois e oferece um cigarro.

Logo depois, duas mulheres se juntam a eles. Um dos PMs se afasta com uma delas para perto de alguns carros estacionados, onde começa a beijá-la, antes de andar para um lugar ainda mais escondido da visão dos outros pedestres.

Os dois continuam trocando carícias atrás de uma pilastra, de onde a câmera consegue uma visão clara da cena. Já alguns minutos depois, o segundo PM aparece em cena beijando a outra jovem. A identidade dos agentes não foi divulgada.

1 2 3 4 5 1.641