DECORAÇÃO NATALINA VAI CUSTAR R$ 469 MIL. TRÊS VEZES MAIS DO QUE CUSTOU EM 2021

A Prefeitura de Jales firmou, na semana passada, um contrato com a empresa N.C. Locações e Estruturas Para Eventos, de Barretos, visando a instalação da decoração natalina deste ano, em diversos pontos da cidade.

Além da N.C. Locações, apenas duas outras empresas – uma de Barretos e uma de Várzea Paulista – participaram da licitação, na modalidade pregão eletrônica, realizada no dia 20 de setembro.

O valor da contratação – R$ 469 mil – ficou apenas R$ 5,2 mil abaixo do valor estimado pela Prefeitura, que era de R$ 474,2 mil. Dessa vez a assessoria do prefeito não poderá repetir a cantilena de que a licitação proporcionou uma economia de 40% ou 50%, como costuma propagar.

A decoração deste ano terá algumas atrações novas, como é o caso do Papai Noel gigante, com quatro metros de altura, que terá a companhia da Mamãe Noel em um banco onde as crianças (e os adultos também) poderão se sentar para as fotos.  

Por conta dessa e de outras novidades, a decoração custará três vezes mais do que custou no ano passado, quando foram investidos R$ 149 mil nesse quesito. Em 2020, último ano do ex-prefeito Flá Prandi, foram investidos R$ 50 mil.

CAMPANHA DE TARCÍSIO PEDE A CASSAÇÃO DA CANDIDATURA DE RODRIGO GARCIA

Só pode ser brincadeira! E os R$ 5 bilhões distribuídos pelo Bolsonaro em período eleitoral? A notícia é do portal Conjur:

Os advogados da campanha de Tarcísio de Freitas (Republicanos) ao governo de São Paulo ajuizaram ação no Tribunal Regional Eleitoral paulista com o objetivo de cassar o registro do governador Rodrigo Garcia (PSDB), candidato à reeleição, e do vice de sua chapa, Geninho Zuliani (União Brasil).

O candidato do presidente Jair Bolsonaro (PL) ao Palácio dos Bandeirantes acusa Garcia de abuso de poder político e econômico. A informação é do jornal O Globo.

Na ação, Tarcísio sustenta que Garcia utilizou o poderio econômico do governo de São Paulo para cooptar prefeitos em período eleitoral. Segundo o bolsonarista, nos primeiros três meses de 2022 fora destinados R$ 251,3 milhões em transferências voluntárias para prefeituras do estado.

Depois que Garcia assumiu o governo, após a saída de João Doria, os repasses chegaram a R$ 554,7 milhões, segundo Tarcísio. A legislação eleitoral proíbe transferências voluntária de recursos dos estados aos municípios nos três meses anteriores à eleição.

Além da cassação de registro, o bolsonarista pede que o tucano e o seu vice sejam declarados inelegíveis por oito anos.

VEREADORES E PREFEITO DISCUTEM PROJETO PARA ALTERAR COBRANÇA DE TAXA DE LIXO

E a novela continua… A notícia é da assessoria de imprensa da Câmara:

Na manhã da última sexta-feira (23), os vereadores Bismark Kuwakino (PSDB), Riva Rodrigues (PP), Andrea Moreto (Pode), Carol Amador (MDB), Bruno de Paula (PSDB), João Zanetoni (PSD), Deley Vieira (DEM) e Elder Mansueli (Pode) participaram de uma reunião com o prefeito Luis Henrique Moreira e o secretário de governo Wellington Assunção para discutir a apresentação de um novo projeto para instituir taxas de tratamento de resíduos e saneamento, em substituição à Lei Complementar 350/2021.

No dia 8 de agosto, a Câmara aprovou o Projeto de Lei Complementar 7/2022, de iniciativa popular, que revogou a Lei Complementar 350/2021. O PLC 7/2022 foi vetado pelo prefeito e os motivos do veto foram apresentados na Sessão Ordinária de segunda-feira (26).

O advogado Marcus Vinicius Ibanês Borges, a convite do prefeito, participou da reunião por videoconferência, para esclarecer dúvidas jurídicas a respeito do projeto que será apresentado pelo Executivo.

O prefeito Luis Henrique Moreira demonstrou algumas alterações que poderão ser feitas nas cobranças das taxas e os valores que serão subsidiados pela Prefeitura para instituir os serviços determinados pelo marco legal do saneamento.  

Os presentes discutiram sobre a apresentação de um novo projeto para criar taxas de resíduos e saneamento menores do que as atuais e sobre a possibilidade de realizar uma audiência pública para consultar a opinião da população a respeito do tema.

IDEB 2021: ESCOLA “DOM ARTHUR” FOI A MELHOR DA REGIÃO NOROESTE NOS EXAMES DOS ANOS FINAIS DO FUNDAMENTAL

O jornal Diário da Região, de Rio Preto, publicou extensa matéria sobre as escolas da Região Noroeste que se destacaram no Ideb 2021, cujos resultados foram divulgados na semana passada.

A matéria destaca o desempenho da EE “Dom Arthur Horsthuis”, aqui de Jales, que foi a melhor colocada no Noroeste Paulista e a 8ª colocada no estado de São Paulo, nos exames dos anos finais do ensino fundamental (6º ao 9º ano).

A escola “Dom Arthur” obteve nota 6,86, a maior entre as escolas da região, que inclui Rio Preto, Catanduva, Olímpia, Mirassol, Santa Fé do Sul, etc. E não foi só isso. A escola de Jales foi também a 6ª colocada da região nos exames do Ensino Médio, com nota 5,76.

A escola “dom Arthur”, que passou a ser de tempo integral em 2020, conta com aproximadamente 550 estudantes e atende os anos finais do fundamental e o ensino médio. Segundo a diretora Sílvia Cristina Pissolito, a mudança para tempo integral e a pandemia foram um desafio a mais para os professores, que tiveram que revolucionar o jeito de ensinar.

“Fizemos um trabalho muito intenso de busca ativa dos estudantes. Entrávamos em contato por telefone e até íamos na casa dos alunos que não estavam acompanhando as atividades remotas. Outro diferencial é que mesmo com a escola sem aulas presenciais, fizemos um rodízio de professores para acolher estudantes que tinham dificuldade”, contou Silvia ao Diário da Região.

Mas, se a “dom Arthur” foi destaque nos anos finais do ensino fundamental, outra escola de Jales se destacou nos exames dos anos iniciais do ensino fundamental: a Escola Municipal “Maria Olympia Braga Sobrinho”, que obteve o 8º lugar na região, com nota 7,49.

Já no ensino médio, além do 6º lugar da escola “dom Arthur”, outra escola estadual de Jales – a “Juvenal Giraldelli” – também foi destaque, obtendo a 10ª colocação, com nota 5,41.

MICHELLE BOLSONARO AGRIDE BRUNA MARQUEZINE: “FEIA E VULGAR”

A notícia é do UOL:

A primeira-dama Michelle Bolsonaro, de 40 anos, se manifestou, na noite de hoje, para chamar a atriz Bruna Marquezine, de 27, de “feia e vulgar” após a divulgação do look usado no desfile de ontem da coleção de verão 2023 da Burberry, em Londres, na Inglaterra.

Para o evento, a artista brasileira, que é uma das protagonistas do filme “Besouro Azul”, da DC, apostou em um vestido preto transparente com recortes nos braços e na lateral das pernas — e que era possível avistar seu biquíni preto. Ela ainda apostou em brincos no formato de laços.

Em uma publicação no Instagram que criticava o look de Marquezine no desfile, a primeira-dama não deixou de opinar e chamou a atriz de “feia e vulgar”.

O comentário de Michelle Bolsonaro rapidamente viralizou nas redes sociais. Os fãs de Bruna Marquezine fizeram chacota do posicionamento da primeira-dama.

“Querendo chamar a Bruna Marquezine de feia e vulgar chega a ser piada”, ironizou um seguidor. “Ousadia enorme querer falar da aparência da Bruna quando é casada com um estrupício”, cutucou outro internauta. “Essa mulher tem sérios problemas”, debochou um terceiro fã da atriz.

Bruna Marquezine não respondeu ao comentário de Michelle Bolsonaro até o momento, mas compartilhou um post que comentava sobre a investigação da Polícia Federal (PF) sobre transações no gabinete de Jair Bolsonaro (PL). Antes disso, a artista divulgou fotos de sua participação no desfile e curtiu alguns elogios dos fãs sobre o seu vestido.

A atriz Bruna Marquezine integra o time de famosos que estão em campanha a favor do candidato Luiz Inácio Lula da Silva (PT) nas eleições presidenciáveis de 2022.

Em participação recente no “Quem Pod, Pode”, podcast das atrizes Gio Ewbank e Fernanda Paes Leme, a artista usou vestido vermelho em referência à cor do PT e falou sobre voto secreto enquanto fazia com as mãos o “L” de Lula.

IPEC: MULHERES, NORDESTINOS E MAIS POBRES SÃO OS MAIORES APOIADORES DE LULA

No geral, Lula aparece com 48% na pesquisa Ipec (ex-Ibope), enquanto Bolsonaro permanece com 31%. Em um eventual segundo turno, Lula venceria Bolsonaro por 54% a 35%. Deu no DCM:

De acordo com a pesquisa Ipec divulgada nesta segunda-feira (26), o ex-presidente e candidato Lula (PT) tem maior apoio entre o eleitorado feminino, os nordestinos e o eleitorado mais pobre.

Entre o eleitorado feminino, o petista tem 51% das intenções de votos, enquanto Bolsonaro, possui 26%. O atual presidente vem tentando atrair o voto feminino com a ajuda da primeira-dama, Michelle Bolsonaro. Entretanto, de acordo com as últimas pesquisas, Bolsonaro vem caindo entre esse grupo. Ele tinha 29% no final de agosto.

Já no eleitorado mais pobre, de quem ganha até um salário-mínimo por família, Lula segue liderando o placar, com 57% das intenções de voto contra 23% de Bolsonaro. No final de agosto, Lula tinha 54% e Bolsonaro 22%.

Na região Nordeste o candidato do PT tem sua maior força, com 62% da intenção de voto, contra 23% de Bolsonaro.

Na pesquisa anterior, divulgada na segunda-feira passada, 19, Bolsonaro tinha apenas 18% entre os nordestinos, o que significa que ele cresceu 5% nesse grupo. Lula tinha 63% e oscilou negativamente 1%, mas mesmo assim, mantém uma diferença de 39% em relação a Bolsonaro, no Nordeste.

SEMANA TERÁ 11 PESQUISAS PARA PRESIDENTE, QUATRO DELAS NO SÁBADO

Deu no Brasil de Fato:

A menos de uma semana do primeiro turno da eleição que definirá o próximo presidente da República, pelo menos 11 pesquisas eleitorais estão previstas para os próximos dias. Até o momento, o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) lidera todos os cenários para a corrida eleitoral ao cargo de presidente. Sempre seguido pelo atual mandatário, Jair Bolsonaro (PL), que tenta a reeleição.

A expectativa gira em torno da realização ou não de um segundo turno na disputa. Levantamento realizado pelo Brasil de Fato no final da semana passada mostra que a vantagem de Lula cresceu numericamente nas últimas nove pesquisas eleitorais de relevância nacional. No sábado, uma pesquisa Ipespe/Abrapel e, nesta segunda-feira (26), a pesquisa FSB/BTG engrossaram a estatística.

Agora, já são 11 pesquisas consecutivas que mostram a distância de Lula para Bolsonaro crescendo na reta final da campanha eleitoral antes do primeiro turno da eleição presidencial.

Eis os institutos e as datas previstas:

FSB/BTG: segunda-feira, 26/09; (já divulgada – Lula 45% x Bolsonaro 35%)

Ipec: segunda-feira, 26/09;

Atlas: terça-feira, 27/09;

Quaest/Genial: quarta-feira, 28/09;

Exame/Ideia: quinta-feira, 29/09;

Datafolha: quinta-feira, 29/09;

Atlas: sexta-feira, 30/09;

Quaest/Genial: sábado, 01/10;

MDA/CNT: sábado, 01/10;

Ipec: sábado, 01/10;

Datafolha: sábado, 01/10.

BOLSONARO DEVERÁ FICAR “ESCONDIDO” NO PALÁCIO DA ALVORADA DURANTE APURAÇÃO

Deu no portal da revista Fórum:

A agenda do presidente Jair Bolsonaro (PL) no próximo domingo (02), dias das eleições, ainda não foi definida pelo comando da sua campanha. A tendência, no entanto, de acordo com a coluna de Bela Megale no Globo, é que ele retorne rapidamente para o Palácio da Alvorada, em Brasília, logo após votar no Rio de Janeiro, para acompanhar a apuração.

A intenção é tentar proteger Bolsonaro do resultado eleitoral, pois há o receio generalizado que o seu desempenho deve ficar “aquém do esperado”, ou seja, que ele seja derrotado no primeiro turno ou fiquei muito atrás do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT).

O clima entre a cúpula da campanha de Bolsonaro é de desânimo. O discurso entre os dirigentes é que o cenário está “muito difícil” e que o “sistema está todo com Lula”. Além disso, a ala política voltou a entrar na mira dos ideológicos, que os acusam de estarem “abandonando o barco”.

CIRO NOGUEIRA:

Quem esteve com o ministro chefe da Casa Civil, Ciro Nogueira, em Teresina no fim de semana passado, diz que seu semblante é de desalento. A ex-mulher de Ciro, a deputada federal Iracema Portella (PP), é candidata a vice-governadora de Mendes na chapa de Sílvio Mendes (União Brasil).

Levantamento do instituto Amostragem de intenção de voto estimulada no Piauí mostra que Lula lidera no estado com 72,19% nos válidos, sem levar em conta os brancos e nulos.

O presidente Jair Bolsonaro (PL) aparece em segundo com 17,16%. O candidato Ciro Gomes (PDT) registra 7,73% das intenções de votos válidos.

1 2 3 4 5 6 1.731