Arquivos mensais: junho 2015

PF DE JALES PRENDE EMPRESÁRIO FORAGIDO DA OPERAÇÃO VULPINO QUE INVESTIGOU DESVIOS NA FEF

Esse é aquele caso em que o ex-prefeito de Fernandópolis, Luiz Vilar, figura entre os suspeitos. A notícia é da assessoria de imprensa da Polícia Federal:

A Polícia Federal de Jales prendeu ontem, (01), um homem que estava foragido desde a deflagração da Operação Vulpino, que investiga desvios de mais de R$ 10 milhões de reais da Fundação Educacional de Fernandópolis – (FEF).

E. J. O., 45 anos, empresário em Francisco Beltrão (PR) e presidente da ABRACI (Associação Brasileira de Assistência ao Cidadão), sediada em Curitiba-PR, recebeu recursos provenientes de negociação fraudulenta entre a direção da FEF, a ABRACI e uma Usina de cana-de-açúcar de Maceió-AL.

À época dos fatos, títulos de crédito da Usina foram adquiridos pela FEF por intermédio da ABRACI. Os títulos seriam utilizados para serem abatidos em dívidas da Fundação Educacional com a Receita Federal. Mesmo sem confirmar a validade dos títulos, os valores foram pagos antecipadamente pela FEF. Posteriormente, a Receita Federal verificou que os títulos não tinham valor contábil e, por esta razão, multas e juros foram adicionados à dívida. Somente nesta fraude, a FEF teve um prejuízo de mais de R$ 3.000.000,00 (três milhões de reais).

Na ocasião de sua prisão, o empresário confessou que ficou com “apenas” R$ 150.000,00 (cento e cinquenta mil reais) do total recebido e que o restante foi repassado a outros envolvidos no golpe. Segundo o investigado, o ex-prefeito de Fernandópolis, L.V. e o assessor jurídico da FEF à época e presidente da Fundação posteriormente, P.S.N., presos na deflagração da Operação Vulpino, viajaram para Curitiba-PR, Brasília-DF e Maceió-AL à época dos fatos, para concretizar a negociação dos títulos “podres”.

Atualmente, a Fundação Educacional está sendo administrada por equipe multidisciplinar indicada pelo Poder Judiciário para organizar as finanças e, também, identificar outros possíveis desvios ocorridos nas duas últimas administrações.

Após ser ouvido pelo Delegado Federal Cristiano Pádua da Silva, que preside as investigações, o preso foi encaminhado até a Cadeia de Jales onde permanecerá à disposição da Justiça Estadual de Fernandópolis.

CONTAS DE CLAUDIR ARANDA FORAM APROVADAS PELO TCE, MAS ELE TEVE QUE DEVOLVER DINHEIRO

claudir aranda1As contas anuais da Câmara de Jales, relativas a 2011, período em que o vereador Claudir Aranda ocupou a presidência do Legislativo, foram aprovadas pelo Tribunal de Contas do Estado(TCE), em sessão do dia 05 de maio passado.

Claudir teve, no entanto, que devolver pouco mais de R$ 3,5 mil aos cofres públicos, por determinação do TCE. Segundo o Tribunal, ficou comprovado que, durante 30 minutos por dia, o vereador trabalhava ao mesmo tempo nos Correios e na Câmara.

Explico melhor: durante o período em que Claudir foi presidente da Câmara, sua jornada de trabalho nos Correios terminava às 13:30 horas, enquanto a jornada na Câmara começava às 13:00 horas. O Tribunal concluiu, portanto, que, das 13:00 às 13:30 horas, Claudir dava expediente em dois lugares ao mesmo tempo.

O curioso nessa história, é que o “dom da bilocação” de Claudir foi denunciado pelo seu ex-colega de partido  Gilbertão que, à época, estava fora da Câmara. Gilbertão e Claudir tinham uma disputa por conta do PDT, partido que já abrigou os dois.

Apesar da devolução do dinheiro, Claudir pode sentir-se desagravado com a aprovação de suas contas, pois o aval do Tribunal coloca, definitivamente, uma pá de cal na polêmica reforma do telhado da Câmara, assunto que já foi, também, arquivado pelo Ministério Público.

OS PERIGOS DO HIDROGEL

GRACIELLE CARVALHO

A ex-latinete Andressa Urach não foi a única subcelebridade que padeceu por conta da aplicação de hidrogel. No caso dela, os problemas vieram cinco anos depois da aplicação, quando Andressa resolveu retirar a substância do seu corpo.

Já a dona do gracioso traseiro da foto acima passou por maus bocados logo após aplicar o produto. Em novembro do ano passado, ela teve que ser internada às pressas em virtude de uma infecção após a aplicação de 100 ml de hidrogel no bumbum.

“Não tive problemas com o produto, mas tive uma infecção hospitalar. Fiquei internada por quatro dias para drenar o liquido da infecção”.  Meses depois da internação, ela ainda sofre consequências. “Estou tendo de tomar antibióticos até hoje (…)”.

Quer saber quem é a dona do bumbum? Então, clique aqui e veja o ensaio que ela fez para o site Paparazzo.

FÁTIMA BERNARDES VOLTA A PERDER PARA TOM & JERRY

images_cms-image-000437659

A notícia é do Brasil 247:

A Globo voltou a perder para o SBT na última sexta-feira 29, com o programa Encontro com Fátima Bernardes, apresentado pela ex-âncora do Jornal Nacional, competindo contra o desenho Tom & Jerry, atração do Bom Dia e Cia.

Foram 5,2 pontos registrados pelo programa da Globo, contra 5,5 do desenho animado. No dia 13 de maio, Fátima já havia sido derrotada pela dupla de gato e rato na emissora de Silvio Santos, informa a coluna Notícias da TV.

Na mesma sexta-feira, o Jornal Nacional, que vem amargando recordes negativos na audiência, registrou apenas 21,5 pontos. O principal noticiário da emissora dos Marinho marcava cerca de 40 pontos há dez anos.

 

PROCURADORIA DIZ QUE TERRENO NO DISTRITO INDUSTRIAL PERTENCE A QUEM POSSUI A ESCRITURA

DSC00129

Chamada a dar opinião sobre o caso do terreno doado duas vezes, no Distrito Industrial, a Procuradoria Geral do Município já emitiu parecer. E ele diz que o terreno pertence à empresa Antônio de Almeida Munch ME, que possui a escritura do imóvel.

Como não poderia deixar de ser, os advogados da Prefeitura confirmaram que a escritura, devidamente registrada em Cartório, tem muito mais validade do que os termos de doação emitidos pela Secretaria de Planejamento.

Como o blog informou há alguns dias, o terreno foi doado à empresa em 2012, ainda no governo Parini. Em outubro de 2014, o ex-supersecretário Aldo Nunes de Sá dividiu em três o lote de 900m² e os doou a três outras empresas.

O dono do terreno só descobriu a novidade quando uma das empresas – uma fábrica de sorvetes – começou a construção de um prédio no local.

Na Câmara, o vereador Tiago Abra disse que essa não é a única herança ruim deixada pela passagem de Aldo na Secretaria de Planejamento. O vereador confirmou que já recebeu diversas reclamações e que o ex-secretário terá que responder por suas ações à frente da pasta.

Enquanto isso, os donos da fábrica de sorvete – pessoas simples e trabalhadoras, que já investiram cerca de R$ 30 mil na construção do prédio – esperam, preocupados, que os prejuízos sejam ressarcidos pelo município.  

SANTA CASA: COLABORADORA DO SETOR DE CONTABILIDADE RECEBE PRÊMIO ‘FUNCIONÁRIO DO MÊS’

SANTA CASA-DSC00836

A notícia é da assessoria de imprensa da Santa Casa:

A colaboradora Elini Aligiani Gandolfo, assistente administrativo II, há 13 anos na Santa Casa, recebeu o prêmio de funcionária destaque do mês de maio. Ela foi homenageada pelo Centro Integrado de Humanização (CIH), que a parabenizou pelo bom trabalho desenvolvido na instituição.

O projeto que teve inicio em janeiro deste ano, está gerando expectativa entre os colaboradores que nunca sabem o setor que está sendo avaliado pelo CIH naquele mês, no entanto, os rumores aparecem e a ânsia de ser considerado destaque faz com que haja motivação no ambiente de trabalho. A proposito, este é o objetivo do projeto, que pretende incentivar os colaboradores a realizarem as funções com êxito e maior comprometimento, baseando-se na atenção aos pacientes e acompanhantes.

De acordo com a colaboradora Elini, foi uma surpresa ter recebido a premiação do funcionário do mês. “Fiquei feliz em saber que dentro dos critérios de avaliação fui escolhida. O projeto é interessante, sendo uma forma de estimular os funcionários a serem cada vez melhor nas suas tarefas e no convívio dentro da empresa, elevando a motivação e a positividade. Acredito que para tornarmos destaque, devemos cumprir com as obrigações e mostrar o bom desempenho”.

Segundo o gestor da contabilidade, Celvio de Souza, este projeto vista confirmar o comprometimento e a dedicação que os funcionários têm com a Santa Casa, além do mais ter uma colaboradora escolhida dentre os demais setores é um privilégio. “É muito gratificante, pois mostra que todos os setores do hospital são importantes na engrenagem do sistema, um departamento que é burocrático, porém de suma importância para o conjunto, demonstrando que a união é peça fundamental para o funcionamento”.

Durante maio os setores avaliados foram Caixa, Contabilidade e Financeiro, sendo que gestores e integrantes do CIH não participam da avaliação. Todos os meses são observados setores diferentes, e em dezembro o projeto irá juntar os 11 finalistas e fazer a votação do Funcionário do Ano.

1 11 12 13