Arquivos mensais: Fevereiro 2016

DEU NA FOLHA NOROESTE DE HOJE

folha noroeste 27.02.16O jornal Folha Noroeste deste sábado está destacando iniciativa do Ministério Público Federal de Jales que visa apertar o cerco ao mosquito Aedes aegypti. Segundo a notícia, o MPF irá se reunir na segunda-feira(29), com representantes de 12 municípios da região para debater o aumento nos índices de infestação do mosquito. As cidades de Aspásia, Fernandópolis, Jales, Ouroeste, Palmeira D’Oeste, Populina, Rubinéia, Santa Fé do Sul, São Francisco, Três Fronteiras e Urânia apresentam Índice de Infestação acima dos limites aceitos pelo Ministério da Saúde.

As conclusões do Ministério Público Estadual sobre a briga entre o auditor fiscal Ricardo Junqueira e o servidor aposentado Lauro Figueiredo, o Matogrosso; a aprovação de um aluno do curso de História da Unijales na prova de seleção de Mestrado da Universidade Federal do Mato Grosso do Sul; e o mutirão contra a dengue que está sendo realizado em Urânia, por iniciativa da administração municipal, são outros assuntos da Folha Noroeste.

Na coluna FolhaGeral, o redator Roberto Carvalho registrou que os vereadores jalesenses foram alvo de duras críticas durante a semana, depois que eles aprovaram – com inusitada rapidez – o projeto que criou o Plano Municipal de Mobilidade Urbana. Segundo Roberto, os vereadores não analisaram o assunto em profundidade e por isso foram criticados. O colunista lembrou, ainda, que eles já foram criticados mais duramente por ocasião da rejeição do parecer do Tribunal de Contas que desaprovava as contas de 2012 da administração Parini-Viola.

JALES PRODUZIU 94 NOVOS EMPREGOS EM JANEIRO. É O MELHOR RESULTADO DESDE JULHO DE 2011

carteira de trabalhoJales é mesmo uma cidade curiosa. O Ministério do Trabalho divulgou, hoje à tarde, os números do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (CAGED), relativos a janeiro de 2016. Segundo tais números, o Brasil perdeu 99.964 empregos formais, dos quais 27.056 foram fechados no estado de São Paulo.

Jales, ao contrário, registrou 295 admissões e 201 demissões, o que significa um saldo positivo de 94 novos empregos com carteira assinada gerados em janeiro, a maioria (48) no setor de Comércio. O setor de Serviços também foi muito bem, com a criação 37 novos empregos.

Para que os prezados leitores tenham uma ideia do feito, o saldo positivo (+ 94) alcançado por Jales em janeiro é o melhor desde julho de 2011, quando a cidade produziu 114 novos empregos. Ainda à guisa de comparação, em janeiro do ano passado, o nosso resultado foi negativo, com o fechamento de 72 empregos. A mesma coisa aconteceu em janeiro de 2014 (-75).

Se compararmos com a vizinhança, o desempenho de Jales se torna ainda mais expressivo: Fernandópolis fechou 225 empregos, a maior parte na Indústria; Santa Fé do Sul perdeu 25 empregos e São José do Rio Preto  perdeu 579, enquanto Votuporanga gerou apenas 17 novos empregos formais.

Melhor do que Jales, só Tanabi, que produziu 116 postos de trabalho, a maioria na Construção Civil. Pelo jeito, o seo Genésio Mendes Seixas e sua cara metade, a Marina, dois dos mais ilustres moradores de Tanabi, andam investindo um pouco do dinheiro deles na construção de casas e prédios comerciais.  

NO PARANÁ, PROJETO DE INICIATIVA POPULAR QUER EQUIPARAR SALÁRIO DE VEREADOR AO DE PROFESSOR MUNICIPAL

Em Jales, onde o salário de vereador é de R$ 4,6 mil, esse projeto não faria muito sucesso. Por aqui, tem professor municipal que recebe bem mais que os vereadores. A notícia é do portal Tribuna do Norte on Line:

tn_c009fe606f_camara-apucaranajpgUm movimento denominado “Cristãos pelo Brasil” em Apucarana, no Norte do Paraná, vai recolher assinaturas para um projeto de lei de iniciativa popular  para reduzir o valor dos subsídios pagos na Câmara no município. O grupo defende a ideia de que um vereador receba o mesmo salário pago a um professor municipal. A proposta tem apoio do Observatório Social de Apucarana (OSA) e deve gerar bastante polêmica.

Um professor municipal de Apucarana recebe hoje R$ 2,1 mil por mês, enquanto o subsídio do vereador está na faixa de R$ 8,8 mil. Já o presidente da Câmara tem vencimentos na ordem de R$ 12 mil.

Segundo o presidente do movimento “Cristãos pelo Brasil”, André Romagnolli, afirma que o Legislativo recebe mensalmente do Executivo 6% do orçamento geral do município. Segundo ele, isto corresponde a 40% do repasse feito à saúde. “Acho que 3% seria um índice ideal para a Câmara de Vereadores trabalhar”, comenta. Ele assinala que o vereador representa o povo e tem que ter um mínimo de recurso para suas atividades. “Mas é preciso refletir sobre o momento de crise econômica por que passa o País”, completa.

O presidente da Câmara, José Airton Deco de Araújo (PR), diz que desconhece a proposta do grupo “Cristãos pelo Brasil” para nivelar os subsídios dos vereadores ao piso de um professor da rede municipal, por isso prefere não comentar.

Deco salienta que a Câmara tem que definir neste ano os subsídios para o próximo mandato. E para isso todos os vereadores vão se reunir e definir uma proposta em conjunto. “Uma coisa é certa: aumento nem pensar, de jeito nenhum os subsídios serão aumentados”, garante ele, que defende o congelamento do que os vereadores recebem hoje.

FUNDADOR DO PSDB DIZ QUE PERSEGUIÇÃO A LULA É ‘INACEITÁVEL’

O economista e cientista político Bresser Pereira, fundador do PSDB e ex-ministro dos governos de José Sarney e Fernando Henrique Cardoso, afirma que o que está sendo feito em relação ao ex-presidente Lula, “através da Lava Jato e da mídia”,  é “inaceitável”.

“Se quer transformar Lula num corrupto, quando na verdade ele é um grande líder ao qual o Brasil deve muito”, ressaltou.

Para Bresser, a oposição “inconformada” por não ter vencido a eleição de 2014 “joga tudo para desmoralizar o Lula porque ele é o candidato da esquerda em 2018”.

Veja vídeo com o depoimento do ex-tucano:

You need to a flashplayer enabled browser to view this YouTube video

TIAGO ABRA ANUNCIA RECURSOS FEDERAIS PARA FUTEBOL AMADOR

IVAN E TIAGO ABRA

A notícia é da assessoria de imprensa da Câmara:

O vereador Tiago Abra esteve na capital federal na última quinta-feira, 25 de fevereiro, onde participou, junto com o chefe de gabinete do Prefeito, Sr. Ivan Bertucci, de cerimônia de apresentação do Programa Futebol Para Todos. 

Por intermédio do Deputado Federal Fausto Pinato (PRB), Jales foi um dos 10 municípios de todo o país contemplados com o montante de R$ 120.000,00 (Cento e vinte mil reais) oriundos do Ministério do Esporte, através do referido Programa, para a realização da Copa Jales de Futebol Amador.

“Ficamos muito felizes com a conquista e em nome da Câmara de Jales e da Prefeitura agradecemos o deputado Fausto Pinato por ter se esforçado para que Jales fosse uma das 10 primeiras cidades contempladas pelo Programa Futebol Para Todos. Parabenizamos também o Secretário Municipal de Esportes, Ademir Molina, que será um dos responsáveis pela organização e realização da Copa Jales de Futebol Amador”, afirmou o vereador Tiago Abra.

Na ocasião, o Edil solicitou, também, que o parlamentar Fausto Pinato intervenha junto ao Governo Estadual para que Jales seja contemplada com o Programa Desenvolve São Paulo, que é um financiamento cuja verba poderá ser utilizada na execução de obras de recape em nosso município.

PROJETO DO POLO DA FUNEC EM JALES É PROTOCOLADO EM SÃO PAULO

funec protocolo

A notícia é do portal do Ilson Colombo, o Informa Mais:

A direção da FUNEC anunciou oficialmente que foi dada a largada nesta quinta feira, 25 de fevereiro de 2016 o projeto de implantaçao do Polo da Fundação na cidade de Jales.

O presidente da instituiçao informou que foi protocolado junto ao Conselho Estadual de Educação de São Paulo o Projeto para instalação do Pólo do Curso de Direito da Funec na cidade de Jales.

Segundo Maschio, a proposta representa a expansão da Funec e o rompimento de fronteiras para continuar promovendo ensino de qualidade a toda a região.

Agora a torcida é para que os Conselheiros do CEE aprovem a proposta que é pioneira no Estado, disse o presidente.

FUNEC calcula que de início, o curso de Direito em Jales poderá ter entre 100 e 120 alunos. O objetivo da Fundação é atrair os alunos de Jales e das cidades próximas, que, em função da distância, tem preferido fazer Direito em Fernandópolis.

O local escolhido para a instalação do Pólo foi o prédio da Universidade Aberta do Brasil, localizada no bairro Jacb que recebeu a visita do presidente do CEE e que teria aprovado o local.

RESTAM POUCAS MESAS PARA SHOW BENEFICENTE DE CHITÃOZINHO E XORORÓ EM PROL DO HOSPITAL DE CÂNCER

A notícia é da assessoria de imprensa do Hospital de Câncer:

Chitaozinho e XororoNo dia 15 de junho, o Hospital de Câncer de Barretos – Unidade de Jales irá realizar um jantar show beneficente com a dupla sertaneja, Chitãozinho e Xororó.

O evento será realizado no salão de festas Villa Rocca, com direito a Jantar e bebidas (uísque com energético, cerveja, água e refrigerante) à vontade.

Quem tiver interesse em adquirir uma mesa e colaborar com o hospital, basta entrar em contato com a Captação de Recursos, através do telefone (017) 3624-3910 com Camila ou pessoalmente no hospital, onde está disponível o mapa das mesas.

As vendas começaram em 15 de janeiro e já foram vendidas mais de 80% das mesas que custam a partir de R$ 3.000, dependendo da localização, com 10 lugares cada.

Valor das mesas:

R$ 3.000,00 – área bronze

R$ 3.500,00 – área prata

R$ 4.500,00 – área ouro

Formas de pagamento:

* à vista

* cartão de crédito: entrada + 4x no cartão de crédito.

* cheque: parcelado até 15 de maio de 2016.

Patrocínio:

De acordo com o Setor de Captação de Recursos, essa é uma ótima oportunidade para que as empresas possam patrocinar o evento e aliar sua marca a um hospital de reconhecimento nacional e internacional que atende todo o país. “Além de terem a marca divulgada, elas (as empresas) ainda vão ajudar o Hospital de Jales, que realiza 1.000 atendimentos diariamente”, reforçou a gerente de captação de recursos, Adriana Mariano.

PEDRO CALLADO PARTICIPA DA POSSE DA NOVA MESA DIRETORA DO TRIBUNAL DE CONTAS

A notícia é da Secretaria Municipal de Comunicação:

TCE02O prefeito Pedro Manoel Callado Moraes participou na segunda-feira (22/2), da sessão solene de posse do novo corpo diretivo do Tribunal de Contas do Estado de São Paulo (TCE/SP). A solenidade foi realizada no auditório nobre da Faculdade de Direito da Universidade de São Paulo (USP). 

Foram empossados, para exercer mandato de um ano, o conselheiro Dimas Eduardo Ramalho, que responderá pela presidência do órgão e os conselheiros Sidney Estanislau Beraldo (vice-presidente) e Renato Martins Costa (corregedor). O evento contou com a presença de autoridades e dirigentes dos três poderes, ministério público, membros de tribunais de contas, prefeitos, vereadores e servidores públicos.

A sessão foi presidida pela conselheira Cristiana de Castro Moraes, que esteve à frente da corte de contas paulista em 2015. A mesa solene foi integrada pelo governador Geraldo Alckmin; pelo Presidente da Assembléia Legislativa (Alesp), deputado Fernando Capez; pelo presidente do Tribunal de Justiça do Estado de São Paulo (TJ-SP), Paulo Dimas; pelo Ministro da Defesa, Aldo Rebelo; pelo Ministro do Tribunal de Contas da União, Augusto Nardes; pelo Procurador- Geral do Ministério Público de São Paulo (MPSP), Márcio Elias Rosa e pelo Presidente da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB/SP), Marcos da Costa.

CÂMARA DERRUBA VETO DO PREFEITO CALLADO A PROJETO QUE DECLARA ‘UTILIDADE PÚBLICA’ DE ESCOLA DE AVIAÇÃO

Eu sempre achei que o “título de utilidade pública” era algo que se dava a associações, fundações e sociedades civis sem fins lucrativos. Ou seja, às entidades que prestam serviços à coletividade, desinteressadamente. Vejo que eu estava errado.

A notícia é da assessoria de imprensa da Câmara:

A Câmara Municipal de Jales discutiu e votou o Veto Integral nº01/2016, encaminhado ao Poder Legislativo pelo senhor Prefeito Municipal, Dr. Pedro Manoel Callado Moraes, na Sessão Ordinária de segunda-feira, 22 de fevereiro.

O Veto Integral se referiu ao Projeto de Lei nº115/2015, que declarou de Utilidade Pública a CMM – Escola de Aviação Civil de Jales, que havia sido aprovado por unanimidade em Sessão Ordinária realizada em 07 de dezembro de 2015.

De acordo com a mensagem do Veto, que baseou-se em Parecer da Procuradoria Geral do Município, a referida Escola não poderia ser considerada de utilidade pública porque é uma empresa que visa lucro aos seus proprietários, além da impossibilidade da Administração Municipal isentar a Escola de alguns tributos municipais e a mesma ser uma empresa que só atende a pessoas com alto poder aquisitivo, não sendo de interesse social ou popular.

Destacou, ainda, que em sendo sancionada referida Lei, abriria a possibilidade para que outra empresa venha pretender ser considerada de utilidade pública para ser isentada de alguns tributos municipais.

Os senhores vereadores à Câmara de Jales, após discussão, derrubaram o Veto nº01/2016 por unanimidade, seguindo Parecer da Assessoria Jurídica da Casa, no qual foi destacado a existência de Lei Federal que dispõe sobre o Código Brasileiro de Aeronáutica (Lei Federal nº 7.565, de 19 de dezembro de 1986) e que autoriza tal declaração de utilidade pública, além de outras considerações.

De acordo com o Regimento da Casa e Lei Orgânica o Poder Executivo conta agora com o prazo de 48 (quarenta e oito horas), após oficiado, para promulgar a referida Lei. Caso o Prefeito não a promulgue, o Presidente da Câmara deverá fazê-lo em igual prazo.

CÂMARA APROVA DECRETO QUE REDUZ “SALÁRIOS” DE DILMA, TEMER E MINISTROS

O Plenário da Câmara dos Deputados aprovou ontem (24) o Projeto de Decreto Legislativo 295/15, que reduz os subsídios da presidenta Dilma Rousseff, do vice-presidente Michel Temer e dos ministros de Estado. A medida, proposta pelo governo, reduz em 10% os subsídios que passam de R$ 30.934,70 para R$ 27.841,23. A matéria será enviada ao Senado.

Ao propor a redução, Dilma argumentou que, diante da crise econômica internacional e de seus reflexos no cenário nacional, é necessário a redução de gastos públicos. Cálculos do próprio governo indicam economia de R$ 1,69 milhão com a redução ao ano.

A medida faz parte do processo de reforma administrativa feita pelo governo no ano passado e, de acordo com a mensagem, “insere-se no processo de racionalização e redução de despesas no âmbito do governo federal, em decorrência das dificuldades impostas pelo momento turbulento por que passa a economia mundial”

1 2 3 4 10