Arquivos mensais: Fevereiro 2016

SANTA CASA DE JALES BUSCA APOIO EM BRASÍLIA

A notícia é da assessoria de imprensa da Santa Casa:

SANTA CASA IMG-20160222A gerente de Captação de Recursos da Santa Casa de Jales, Luciana Marques Vicente, esteve em Brasília durante os dias 15 a 19 de fevereiro, com o objetivo de visitar os gabinetes dos Deputados Federais e Senadores.

Em outubro do ano passado, José Devanir Rodrigues, o Garça, e o membro da mesa administrativa, José Luiz Socorro, estiveram na sede do Governo Federal e entregaram ofícios para solicitar recursos para o hospital. Dessa vez, Luciana, foi reafirmar esses pedidos, fazer novos contatos e parcerias.

O provedor enalteceu o quanto é significativo marcar presença nos gabinetes, bem como levar o nome do hospital para Brasília. “Anualmente realizamos esse tipo de trabalho, de ir até os deputados e senadores, para mostrar o que estamos fazendo. Dessa maneira podemos conseguir recursos federais para melhorar ainda mais a nossa estrutura. Vale ressaltar que os parlamentares realizam as indicações, mas há todo um procedimento até a liberação do recurso”, afirma Garça.  

Como 2016 promete ser mais um ano de incertezas na economia, as expectativas não são as melhores, e foi anunciado na última semana no Jornal O Globo, que o corte no orçamento também atingiu as emendas individuais dos parlamentares, que sofreram uma redução de R$ 1,39 bilhão, diminuindo a verba dos R$ 8,09 bilhões previstos para R$ 6,69 bilhões. Com isso, segundo o Ministério do Planejamento, os parlamentares perderão mais de R$ 2 bilhões entre emendas impositivas individuais e de bancada. Com o contingenciamento a cota individual de cada parlamentar cai de R$13,6 milhões para R$ 11,26 para cada um dos 513 deputados e 81 senadores.

Para a Santa Casa que espera indicações de aproximadamente R$ 1,5 milhão, isso significa uma redução catastrófica, pois pode ser que nem as próprias indicações sejam liberadas, o que não é bom para o hospital, que depende de emendas federais, estaduais e também do apoio da população.

Vale ressaltar que as verbas federais vêm exclusivamente para custeios e equipamentos. A proposta é que em outubro desse ano, a gerente de Captação, retorne a Brasília, afim de, pleitear novas emendas para o ano de 2017.

MUTIRÃO DE COMBATE À DENGUE CONTINUA EM VÁRIOS BAIRROS

dengue01

A notícia é da Secretaria Municipal de Comunicação:

O mutirão de combate à dengue que teve início em 30 de janeiro teve continuidade no último final de semana, 20 de fevereiro, pelos bairros Jardim Oiti, Jardim São Francisco, Parque São Bernardo, Residencial das Paineiras e Jardim Morumbi. Muito entulho foi recolhido nas residências pelas equipes da Secretaria Municipal de Saúde, Comitê Municipal de Mobilização e Combate à Dengue e voluntários. 

Além de recolher objetos que podem acumular água e servir de criadouro de insetos, as equipes prestaram esclarecimentos à população quanto aos procedimentos sobre como eliminar os focos do mosquito Aedes aegypt, transmissor da dengue, chikungunya e Zika. Também houve a distribuição de material educativo. 

Ao todo, 1044 imóveis foram vistoriados. “São bairros onde ocorreram muita notificações e casos confirmados de dengue. Neles encontramos pontos de procriação”, informou Vanessa Luzia da Silva Tonholi, profissional de informação, educação e comunicação da Secretaria da Saúde. 

Patricia Albarello Ribeiro Oliveira, secretária Municipal da Saúde, participou da ação, oportunidade em que pediu o apoio e a participação da comunidade no combate ao Aedes Aegypti.  

“A maior parte dos criadouros estão em nossos quintais. Estamos somando todas as forças possíveis para o combate ao mosquito transmissor. Precisamos do apoio de todos. A população tem que ajudar e cada fazer a sua parte. Somente com a ajuda de todos, vamos poder vencer a dengue”, ressaltou Patrícia. 

A ação prossegue no sábado, 27 de fevereiro, nos bairros Jardim Bom Jesus, Pires de Andrade, Maria Silveira, Maria Paula e Vila Norma.

LICITAÇÃO FRACASSA E PREFEITURA NÃO CONSEGUE COMPRAR PRODUTOS PARA OPERAÇÃO TAPA-BURACOS

DSC01261-esf roque viola

Tudo indica que os jalesenses vão ter que continuar convivendo com ruas esburacadas por mais algum tempo. É que fracassou a licitação aberta pela Prefeitura visando a aquisição de produtos asfálticos para uma operação tapa-buracos.

A licitação – na modalidade pregão – estava marcada para ontem, mas não apareceu nenhuma empresa interessada em vender para a nossa Prefeitura. Não se sabe os motivos para o desinteresse.

O que se sabe é que o prefeito Pedro Callado determinou que fosse iniciada uma nova licitação imediatamente. A reabertura já foi publicada hoje no Diário Oficial. O novo pregão está marcado para o dia 08 de março e a Prefeitura estima gastar cerca de R$ 500 mil com a aquisição da massa asfáltica.

O PROCURADOR QUE ESTÁ À PROCURA DE LULA

Do portal do jornalista Luís Nassif, o GGN:

Antes de se tornar personagem nacional, atuando em parceria com a revista Época em casos envolvendo o ex-presidente Lula, o procurador Douglas Kirchner foi aprovado em um concurso em 2012 e alocado no Ministério Público Federal de Rondônia.

Lá envolveu-se em problemas religiosos-amorosos. 

O procurador é fiel de uma seita em Porto Velho, a Igreja Evangélica Hadar, acusada de explorar crianças e adolescentes, obrigando os menores a vender sanduiches em vias públicas, de madrugada, a realizar serviços de faxina no templo.  Em agosto de 2014 a seita foi denunciada à DEPCA (Delegacia de Proteção a Criança e ao Adolescente) (http://migre.me/t3ORW).

Na última semana de julho de 2014, Douglas foi denunciado ao Juizado de Violência Doméstica e Familiar Contra a Mulher, acusado de agressões físicas contra sua esposa, Tamires Souza Alexandre.

Segundo o GNotícias, da gospel.com.br, após o casamento, ambos foram residir no alojamento da igreja. Quando tentou se separar de Douglas, ele e uma pastora da igreja espancaram a moça com cipó e cinto. Depois, Tamires ficou em cárcere privado, só podendo se alimentar depois que os outros comessem. Foi obrigada a dormir no chão, com ventilador e sem cobertor, tendo adoecido por conta disso (http://migre.me/t3P5U).

Segundo o portal Rondônia ao Vivo, em uma das ocasiões a esposa teria ficado dois dias sem comer e, depois, foi trancafiada no alojamento da igreja. Mais tarde, conseguiu fugir e foi dormir na rua, sendo acolhida na casa de pessoas que a encontraram (http://migre.me/t3Paq). Era um crime previsto na Lei Maria da Penha.

No dia 8 de setembro de 2014, o Procurador Geral da República Rodrigo Janot dispensou Douglas do cargo de substituto eventual do Procurador-Chefe da Procuradoria do Estado de Rondônia (http://migre.me/t3Peg). Em seguida, Douglas foi promovido para o Distrito Federal.

Apenas um ano depois, em 5 de outubro de 2015, a corregedoria nacional do Ministério Público instaura um processo administrativo contra ele. O crime cometido por Douglas foi transformado em “infração disciplinar” e submetido a julgamento pelo CNMP (Conselho Nacional do Ministério Público). O processo ainda não chegou ao fim. Não o impediu de ocupar cargos relevantes no Ministério Público do Distrito Federal.

Segundo relatório do CNMP, paira contra Douglas a acusação de ter mantido a esposa em cárcere privado, sem produtos essenciais para higiene pessoal, incluindo papel higienênico, pasta de dente. Tamires precisou rasgar a própria roupa para usar como absorvente. E era humilhada na frente de todas, tratada como “prostituta” pela pastora.  Teria ficado anêmica e o marido, influenciado pela pastora, recusou-se a comprar medicamentos.

CÂMARA MUNICIPAL ESTÁ CONTRATANDO EMPRESA PARA FAZER CONCURSO PÚBLICO

A Câmara Municipal de Jales publicou, no último fim de semana, a abertura de licitação para contratação de uma empresa especializada visando a realização de um concurso público para preenchimento de quatro cargos efetivos.

A realização do concurso é consequência de um Termo de Ajustamento de Conduta (TAC) firmado no ano passado entre o Ministério Público local e a Câmara Municipal, que prevê a extinção de três cargos de confiança – “procurador jurídico”, “assessor de comunicação” e “assessor especial” (motorista) – os quais deverão ser preenchidos por concurso.

Além dos três citados cargos, a Câmara está aproveitando para criar – e preencher por concurso – o cargo de “recepcionista”. De acordo com o TAC, a Câmara terá até o final do ano para realizar o concurso e dar posse aos novos contratados.

JAYME PEDRO PÊGOLO SERÁ SEPULTADO ÀS 17:00 HORAS

jayme pêgoloO corpo do comerciante Jayme Pedro Pêgolo, que faleceu na manhã desta terça-feira, está sendo velado no Velório Municipal e será sepultado às 17:00 horas, no Cemitério da Consolação (antigo), segundo informações da Funerária Ângelus.

Jayme Pêgolo tinha 76 anos. Ele estava adoentado e ficou internado na UTI da Santa Casa de Jales por duas semanas. Como comerciante de calçados, o seo Jayme chegou a possuir duas lojas em Jales e uma em Fernandópolis. Foi presidente da Associação Comercial de Jales (ACIJ) entre 1974 e 1976.

Como esportista, ele atuou em todas as posições. Foi jogador (um aguerrido lateral-direito) de times amadores, árbitro de futebol, presidente do Clube Atlético Jalesense(CAJ), organizador e patrocinador do famoso torneio “Cruzeirão”, etc. Foi incentivador também do futsal.   

PETISTA CONDENADO EM JALES É INOCENTADO PELO TRIBUNAL DE JUSTIÇA

murilo1Defendido pelo advogado Carlos de Oliveira Mello, o ex-presidente da Oscip “A Rede da Cidadania”, Arnaldo Murilo Pohl, conseguiu reverter no Tribunal de Justiça a condenação que lhe fora imposta pelo juiz da 3ª Vara Judicial de Jales, José Geraldo Nóbrega Curitiba, sob a acusação de crime de peculato.

Murilo tinha sido condenado, no início de 2014, a dois anos e seis meses de reclusão, substituída por prestação de serviços à comunidade. A pena incluía, também, a devolução de R$ 29,5 mil. No entanto, para os três desembargadores do TJ-SP que julgaram o recurso de Murilo, o acusado não cometeu nenhum crime.

Para quem não se lembra, Murilo – que é filiado ao PT e foi, durante algum tempo, um dos principais conselheiros do ex-prefeito Parini – foi acusado de receber, indevidamente, R$ 29,5 mil de salários, entre 2007 e 2009, por seu trabalho como “coordenador geral” de um projeto voltado ao atendimento de crianças e adolescentes, desenvolvido pela Rede da Cidadania. O projeto contava com recursos da Petrobras.

Ocorre que, como presidente da Rede, Murilo estava impedido, estatutariamente, de receber salários. Seu advogado alegou, porém, que ele recebeu salários como “coordenador geral” do projeto e não como presidente, tese que foi aceita pelo TJ-SP.

Para o relator do caso – desembargador Airton Vieira – o pagamento de salários a Murilo não causou nenhum prejuízo ao erário público. “Se era possível e necessário contratar qualquer outra pessoa para exercer a mesmíssima atividade (coordenador) sendo remunerada da mesmíssima forma sem que isso implicasse em prejuízo à entidade ou ao erário, não é razoável achar que os salários pagos ao acusado possam caracterizar desvio de finalidade ou prejuízo”.      

Na decisão de 30 páginas, o relator registrou ainda haver indicativos concretos de que Murilo efetivamente trabalhava como “coordenador geral” do projeto que cuidava de crianças e adolescentes. “Além disso, a remuneração do cargo não extrapolou o valor razoavelmente devido. Não era um salário exorbitante“, concluiu o desembargador.

GÊMEAS QUE CASARAM JUNTAS ENTERRAM MARIDOS NO MESMO DIA

GÊMEAS_3x2_sm

A notícia é do F5:

Unidas desde o ventre, as gêmeas Lynda e Ann agora estão unidas também na viuvez.

As irmãs de 61 anos, que se casaram na mesma cerimônia em 1975, em Derby, na Inglaterra, ficaram viúvas com apenas um dia de diferença.

Os maridos Ron Ross e Derrick Tomlinson, que eram melhores amigos e vizinhos desde a infância, conheceram as gêmeas na mesma noite de 1973, em uma boate.

Ron trabalhava como polidor de carros enquanto Derrick era motorista. As gêmeas trabalham como merendeiras na mesma escola.

Oito anos atrás, Derrick perdeu os dedos do pé por causa da diabete e precisou parar de trabalhar.

Mas Ron, que foi diagnosticado com um câncer no intestino no ano passado, foi o primeiro a morrer, no dia 7 de fevereiro, aos 64 anos. Um dia depois, Derrick sofreu um ataque cardíaco e morreu no mesmo hospital.

O funeral conjunto será na próxima quarta-feira (24).

“Foi um milagre eles terem partido juntos. Nossa conexão de gêmeas vai definitivamente nos ajudar a lidar com isso juntas. Amo Derrick e vou sentir falta dele para sempre”, chorou Lynda em entrevista ao “Derby Telegraph”. Ela tem duas filhas, Marie e Sarah, e seis netos. Ann tem três filhos, Andrew, Adam e Lindsay.

A ‘CUNHADINHA DO BRASIL’ E O CORTE DOS GASTOS PÚBLICOS DO JOSÉ SERRA

cunhada do fhc

Deu na coluna do Jânio de Freitas, na Folha de S.Paulo:

Indagado para o blog de Lauro Jardim sobre uma funcionária fantasma do seu gabinete, Margrit Dutra Schmidt, “num primeiro momento” José Serra “afirmou não saber ao certo” se a sua fantasma “trabalha ou não em casa”. Informado de que ninguém no seu gabinete sequer a conhece, disse “imaginar” que ela trabalhe em casa. Mas ninguém no gabinete soube, jamais, de algum trabalho dela. Então Serra decidiu que “ela trabalha” em casa.

O trabalho de funcionário do Senado “em casa” é ilegal. A cessão para tal, por parte do senador, também é.

Serra é um dos mais ferrenhos cobradores de “ajuste fiscal”, ou seja, do corte de gastos públicos. Desde, percebe-se, que não atinjam os seus gastos de dinheiro público, mesmo para fantasmas que, aliás, com o Congresso funcionando, estão na República Dominicana. Talvez Serra tenha casa por lá.

EX-AMANTE DIZ QUE FHC BENEFICIOU GLOBO COM EMPRÉSTIMOS DO BNDES

images_cms-image-000482682

Deu no Brasil 247:

Em nova entrevista, desta vez ao jornalista Joaquim Carvalho, publicada no DCM, a ex-amante de FHC, Mirian Dutra, dá detalhes da sua relação com o ex-presidente e de como ele usou o cargo para esconde-la. Segundo ela, o ex-diretor de jornalismo da Globo, Alberico de Souza Cruz, pode ter recebido uma concessão de uma TV em Minas Gerais como “retribuição pelo bem que fez ao Fernando Henrique Cardoso” por ajuda-la a sair do Brasil. Mirian fala também de sua irmã, a quem chama de ‘cunhadinha do Brasil’ e sugere que ela também se beneficiou da relação com FHC. A ex-amante do ex-presidente também ataca a Globo, que, segundo ela, a manteve contratada para ser beneficiada em negócios com o BNDES.

Abaixo os principais trechos da matéria:

Mirian chama sua saída do Brasil de um autoexílio, e diz que o diretor de jornalismo da Globo à época, Alberico de Souza Cruz, padrinho do seu filho Tomás, o ajudou muito nessa saída.

“Eu gosto muito do Alberico, e ele dizia que me ajudou porque me respeitava profissionalmente. Éramos amigos, conhecíamos segredos um do outro, mas eu fiquei surpresa quando, mais tarde, no governo de Fernando Henrique, ele ganhou a concessão de uma TV em Minas. Será que foi retribuição pelo bem que fez ao Fernando Henrique por me ajudar a sair do Brasil?”

No caso de Alberico, ela não passa da insinuação, mas quando o assunto é uma de suas irmãs, Margrit Dutra Schmidt, a jornalista é direta. Segundo Mirian, a irmã era dona da Polimídia, uma empresa de lobby em sociedade com o marido, Fernando Lemos, que cresceu nos anos 90, com a venda de serviços de gestão de crise.

“A minha irmã tinha as portas abertas em tudo quanto é lugar e era chamada de ‘a cunhadinha do Brasil.’ Agora soube que ela tem um cargo de assessora do Serra no Senado e não aparece para trabalhar. Eu não sabia, mas não fiquei surpresa. Este é o bando de gente para quem ela sempre trabalhou. E o Serra eu conheço bem.”

“Por que a imprensa não vai atrás dessas informações? A minha irmã, funcionária pública sem nenhuma expressão, tem um patrimônio muito grande. Só o terreno dela em Troncoso vale mais de 1 milhão de reais. Tem conta no Canadá e apartamentos no Brasil. Era a ‘cunhadinha do Brasil’”.

No que diz respeito a seu contrato com a Globo, nos anos que ela considera de exílio no exterior, Mirian quebra o silêncio e vai além das declarações protocolares. “Sabe o que eles fizeram comigo? Ensaboa mulata, ensaboa…”, diz, cantarolando a música de Cartola.

Segundo ela, quem ensaboava era Carlos Henrique Schroeder, atual diretor geral da Globo, na época o número 2 do jornalismo.

Mirian tomou a decisão de comprar um apartamento em Barcelona e ir para lá, como contratada da Globo, e produzir matérias de lá. A empresa topou, mas, mesmo pagando a ela um salário de 4 mil euros (cerca de R$ 18 mil), não aprovou a realização de nenhuma pauta em muitos anos.

“Me manter longe do Brasil era um grande negócio para a Globo”, diz. “Minha imagem na TV era propaganda subliminar contra Fernando Henrique e isso prejudicaria o projeto da reeleição.”

Mas o que a empresa ganhou com isso?

“BNDES”.

Como assim?

“Financiamentos a juro baixo, e não foram poucos”.

Mirian afirma que a demissão da TV Globo, em setembro do ano passado, foi o que a levou a decidir fazer um relato da sua vida.

Foi um episódio que ela considera cruel. Depois de 25 anos de Globo, entre afiliada em Santa Catarina e Brasília, recebeu um e-mail de José Mariano Boni de Mathis, diretor executivo da Central Globo de Jornalismo. Curto e seco, ele informou: seu contrato não será renovado.

“A partir daí, eu não era mais a Mirian da TV Globo e me senti livre para fazer o que sempre quis, mas não podia: desenterrar os ossos e enterrar de novo, era como publicar um diário. Mas vi que esse cadáver incomoda muita gente, e a repercussão foi maior do que eu imaginava. Agora eu tenho que ler até o artigo de uma jornalista que me conhece e sabe bem dessa história, a Eliane Cantanhede, que me compara ao caso da Luriam, Miriam Cordeiro. Esse pessoal perde a compostura quando é para defender seus amigos. Absurdo.”

E qual a relação do seu exílio com o projeto de poder representado pela emenda da reeleição?

“Mostra o jogo pesado que foi a continuidade do governo de Fernando Henrique Cardoso. Só olhar para o que aconteceu no segundo governo: as privatizações mais selvagens. Não podia dar errado, a Mirian não podia atrapalhar os grandes negócios. Está na hora de quebrar a blindagem desse pessoal. Mas onde estão os jornalistas, que não investigam?”

A entrevista completa da ex-amante do FHC ao Diário do Centro do Mundo pode ser lida aqui.

1 2 3 4 5 10