Arquivos do autor: cardosinho

A TRIBUNA: PREPARAÇÃO DE RECINTO DE EXPOSIÇÕES PARA FACIP 2015 GERA PEDIDO DE INDENIZAÇÃO

capa tribuna 05.07.15No jornal A Tribuna deste final de semana a principal manchete destaca a ação de indenização por dano material que a BX Eventos está movendo contra a Prefeitura de Jales na Justiça. A empresa está cobrando R$ 107 mil a título de ressarcimento pelos gastos com a preparação do recinto de exposições “Juvenal Giraldelli”, para realização da Facip 2015.

Outro destaque é para a troca do telhado da Câmara, um assunto que virou polêmica depois da constatação de que o material utilizado na cobertura do prédio do Legislativo, durante uma reforma executada em 2011, não correspondia ao que havia sido contratado. O caso foi arquivado pelo Ministério Público, mas continua sendo investigado pela Polícia Civil.

A morte de um morador do JACB, vítima de leishmaniose; a instalação de uma indústria de gêneros alimentícios no prédio do antigo Frigorífico Jalles; a investigação aberta pelo Ministério Público, envolvendo a ex-prefeita Nice e três de seus ex-assessores; e a retirada da famigerada rotatória da Rua Dez com a Avenida “Francisco Jalles”, são outros assuntos de A Tribuna.

Na coluna Enfoque, o caso de um morador da Vila Pinheiro que ficou internado durante oito dias na Santa Casa de Jales. Suspeita-se que ele possa ter contraído a doença do pombo. O morador é vizinho de um sobrado inacabado, que estaria infestado por pombos. No caderno social, destaque para a coluna do Douglas Zílio e para o casamento dos jovens Camila Sano Vieira e Márcio Okajima.

TJ-SP CONFIRMA INDENIZAÇÃO DE R$ 240 MIL QUE CONSIRJ TERÁ QUE PAGAR POR MORTE DE FETO

O desembargador Cláudio Augusto Pedrassi, da 2ª Câmara de Direito Público do TJ-SP, manteve decisão da Justiça de Jales que condenou o Consórcio Intermunicipal de Saúde da Região – Consirj – ao pagamento de R$ 240 mil a título de indenização por erro médico que redundou na morte de um feto.

A indenização por danos morais deverá ser paga aos pais da criança. O caso aconteceu em março de 2009. Segundo o processo, a gestante, que estava prestes a dar a luz, sentiu cólicas e procurou o Pronto-Socorro, mas, depois de examinada, foi mandada de volta pra casa pela médica que a atendeu.

Dois dias depois, a gestante voltou ao Pronto-Socorro e foi atendida por outro médico que constatou a morte do feto que – segundo exame do médico responsável pelo pré-natal, realizado três dias antes – se mostrava saudável. O exame necroscópico, de seu lado, mostrou que no dia da primeira visita da gestante ao Pronto-Socorro, o feto ainda estava vivo.

Para a Justiça, ficou comprovado que a imperícia médica e o atraso na realização do parto foram as causas da morte. Segundo a decisão, a mãe deverá ser indenizada em R$ 140 mil, enquanto o pai receberá indenização de R$ 100 mil.

DEU NA FOLHA NOROESTE DE HOJE

folha noroeste 04.07.15O jornal Folha Noroeste deste sábado está destacando o Índice Paulista de Responsabilidade Social-IPRS, que mede algumas características dos 645 municípios paulistas. A medição divulgada nesta semana está baseada em números de 2012. Segundo o jornal, os municípios da região de Jales apresentaram uma ligeira queda no tal índice. Jales, no entanto, manteve-se estável.

A visita que os técnicos da CODASP fizeram a Jales para vistoriar nossas estradas rurais; a liberação de recursos do Ministério da Saúde para os Centros de Especialidades Odontológicas de Jales e Urânia; a instalação, em Jales, de uma empresa fabricante de derivados de carne; e a reunião do prefeito Callado com moradores do conjunto “João Batista Colodetti”, são outros assuntos da Folha Noroeste.

Na coluna FolhaGeral, o editor Roberto Carvalho – também conhecido como Roberto Pestinha – está informando que a Associação dos Deficientes Físicos da Região de Jales-ADERJ, foi condenada pelo TCE a devolver R$ 275 mil aos cofres da Prefeitura de Jales. A condenação refere-se à prestação de contas do ano de 2009, quando a Prefeitura repassou quase R$ 1,7 milhão para a ADERJ.

DRAMA E CHORO NO TRIBUNAL: O REENCONTRO ENTRE UMA JUÍZA E O EX-COLEGA DE ESCOLA

A notícia é do iG:

Dois ex-colegas de escola, uma juíza e um suspeito de furto a residência, tiveram um reencontro emocionante em um tribunal de Miami, na Flórida.

A juíza Mindy Glazer estava à frente de uma audiência com o suspeito, Arthur Booth, de 49 anos, acusado de furto e de resistir à prisão.

No fim da audiência, a juíza pergunta se o suspeito frequentou, no ensino médio, a escola Nautilus Middle School. Arthur Booth demonstra grande surpresa ao reconhecer a juíza, começa a chorar e cobre o rosto repetindo “Meu Deus, meu Deus”.

“Sinto muito em encontrá-lo aqui. Sempre me perguntei o que havia acontecido com você, senhor”, disse a juíza em meio ao choro contínuo do ex-colega.

“Esse era o menino mais legal na escola, ele era a melhor criança da escola. Eu jogava futebol com ele (…) e vejam o que aconteceu”, disse a juíza. “Espero que você seja capaz de mudar. Boa sorte para você. Espero que você consiga sair dessa bem e levar uma vida dentro da lei”, acrescentou.

A juíza determinou que o suspeito permaneça preso sob fiança de U$ 43 mil (R$ 134 mil).

POLÍCIA RODOVIÁRIA DE JALES PRENDE DUPLA QUE ROUBOU CERVEJAS EM APARECIDA DO TABOADO

GetAttachmentOs jornais estão noticiando que a produção de cerveja, no Brasil, caiu 10% de abril a junho deste ano, na comparação com o mesmo período do ano passado. Se dependesse, no entanto, da dupla que aparece nas fotos, a produção não cairia tanto.

GetAttachment1Notícia enviada por um amigo diz que a Polícia Rodoviária de Jales prendeu, nesta sexta-feira, dois homens que, ao invés de procurar uma morena que os fizessem ficar 60 dias apaixonados, preferiram furtar  algumas “loiras” nem tão geladas em um estabelecimento comercial de Aparecida do Taboado.

GetAttachment2Sucedeu assim: a Polícia Militar de Santa Fé do Sul, avisada do furto, passou alerta na rede de rádio policial, relatando que dois indivíduos – um de camisa listada e outro com um enorme “9” às costas – ambos em um Fiat Uno branco, com placas de General Salgado, tinham cometido o desatino de furtar várias latas de cerveja.

Dois policiais rodoviários avistaram o veículo, onde dois homens conversavam alegremente, provavelmente fazendo planos para o churrasco de final de semana. Os dois policiais cuidaram, então, de enviar alerta para a Base da Polícia Rodoviária de Jales, enquanto acompanhavam, à distância, o Fiat Uno e sua valiosa carga.  

Na Base, uma equipe de policiais rodoviários conseguiram fazer a abordagem do veículo e, após a vistoria de praxe, encontraram, no porta-malas, as latas com o precioso líquido. Os policiais, após inquirir os dois meliantes, constataram que eles não tinham comprovante de compra do produto.

Chamadas à Base da Polícia Rodoviária de Jales, as vítimas do furto – quais sejam, os donos do estabelecimento – reconheceram os dois indivíduos. Além de fazer o reconhecimento, as vítimas entregaram à polícia as imagens do circuito interno do estabelecimento para comprovação do delito e de sua autoria.

Segundo a polícia, um dos meliantes – o condutor do veículo – já colecionava um mandado de prisão por conta de outros crimes. É provável que eles fiquem mais de 60 dias aprisionados.

TJ-SP CONFIRMA DECISÃO QUE SUSPENDEU CONTRATO ENTRE PREFEITURA E ESCRITÓRIO DE ADVOCACIA

Nice 4O desembargador da 2ª Câmara de Direito Público do TJ-SP, José Luiz Germano, que já trabalhou em Jales, negou provimento a um recurso da ex-prefeita Nice Mistilides e confirmou  liminar do juiz da 3ª Vara de Jales, José Geraldo Nóbrega Curitiba, que suspendeu o contrato firmado entre um escritório de advocacia e a Prefeitura de Jales. A decisão do desembargador é de ontem, 02/07.

O escritório Antônio Sérgio Baptista Advogados Associados, de Barueri, foi contratado, sem licitação,  em junho de 2014, por R$ 8 mil mensais, para defender o município e a então prefeita junto ao Tribunal de Contas do Estado.

Três meses depois, em setembro de 2014, o Ministério Público local ajuizou uma ação civil pública contra Nice, por improbidade administrativa, em função da contratação. O juiz Curitiba, atendendo solicitação do MP, concedeu liminar suspendendo a contratação do escritório.

Na decisão de ontem, o desembargador Germano não acatou os argumentos da defesa de Nice que, entre outras coisas, alegou a notória especialização do escritório. O magistrado registrou que “à primeira vista, a contratação direta mostra-se eivada de ilegalidade, o que justifica a suspensão liminar do contrato para melhor apuração”.

A ação civil pública ajuizada pelo MP de Jales continua tramitando na 3ª Vara e ainda não foi julgada no mérito. Se for condenada, Nice poderá ter que devolver os R$ 16 mil pagos ao escritório, antes da suspensão. 

PRÍNCIPE SAUDITA DECIDE DOAR FORTUNA DE 32 BILHÕES DE DÓLARES

Certamente que a moça da foto também deverá receber alguma doação. A notícia é do InfoMoney:

11846_2_LO príncipe da Arábia Saudita, Alwaleed Bin Talal Al-Saud, é um dos homens mais ricos do mundo. Com uma fortuna que gira em torno dos US$ 32 bilhões, ele ocupa a 20ª posição no ranking de bilionários da Bloomberg. Porém, parece que ele quer mudar esse cenário.

Ele pretende doar toda sua fortuna para causas filantrópicas ao longo dos próximos anos. Em um comunicado em seu site, Al-Saud afirma que busca construir um mundo com mais tolerância, aceitação, igualdade e oportunidade para todos.

“Todo mundo passa por certas situações de mudança de vida que têm um grande efeito sobre as suas futuras decisões. Eu tive a oportunidade de testemunhar as condições desafiadoras de muitas comunidades em todo o globo e me encontrar entre aqueles que estavam sofrendo e passando por grandes necessidades”, relata.

O dinheiro vai para a Alwaleed Philanthropies, que tem parceria com a Bill & Melinda Gates Foundation, Carter Center e Weill Cornell Medical College, para reforçar os cuidados de saúde e de controle de epidemias pelo mundo.

JUIZ DO DISTRITO FEDERAL OBRIGA QUE ADVOGADOS FIQUEM DE PÉ DIANTE DELE

A notícia é do portal Brasil 247:

images_cms-image-000443544Uma norma interna decretada pelo juiz José Roberto Moraes Marques, titular da 4ª Vara Cível de Taguatinga (DF), causou desconforto entre os advogados que frequentam o local. Um cartaz pendurado na porta da sala de audiências do cartório exige que as partes e os advogados devem se levantar quando o magistrado entrar no recinto.

Os advogados consideraram a obrigação “um absurdo”. Por isso, dirigentes da Ordem dos Advogados do Brasil do Distrito Federal (OAB-DF) enviaram um “pedido de providências” para a Corregedoria do Tribunal de Justiça do Distrito Federal e dos Territórios (TJDFT) contra a 4ª Cível de Taguatinga.

EMPRESA QUE VAI CUIDAR DA ILUMINAÇÃO PÚBLICA INICIA SERVIÇOS E DIVULGA TELEFONES PARA CONTATOS

DSC00235

A empresa D.Malta da Faria Silveira, que ganhou a licitação para cuidar da manutenção da iluminação pública em Jales, assinou contrato com a Prefeitura na terça-feira, 30, e já iniciou a prestação de serviços.

A empresa começou os reparos pelas avenidas “Shiguero Kitayama” e “Francisco Jalles”, nas proximidades do Hospital de Câncer. O secretário de Planejamento, explicou que a Prefeitura estabeleceu uma relação de prioridades, começando pelos locais onde existem mais pontos de iluminação com problemas.

Ele esclareceu, também, que a partir de agora, as solicitações/reclamações devem ser encaminhadas diretamente à empresa. Para tanto, a Malta já disponibilizou o seu endereço eletrônico – iluminacao@maltaindustrial.com.br – e dois telefones: 

0800 – 761-1212, para quem ligar de telefones fixos, ou

(17) 3422-1212, para quem ligar de aparelhos celulares.

As solicitações/reclamações via telefone poderão ser feitas de segunda à sexta-feira, das 07:00 às 22:00 horas, com atendimento pessoal. Nos finais de semana, as ligações para os telefones acima serão atendidas por computadores.

BOA NOTÍCIA: GAÚCHOS INSTALAM EMPRESA DE ALIMENTÍCIOS EM PRÉDIO DE ANTIGO FRIGORÍFICO JALES

Frigorífico001

Não obstante as cores do novo empreendimento, o empresário gaúcho me garantiu que toda a sua família é gremista. A notícia é da Secretaria Municipal de Comunicação:

DSC00237Uma importante empresa no ramo alimentício está se instalando em nossa cidade. Trata-se da Alles Indústria e Comércio de Carnes e Derivados, com sede na cidade de Dois Irmãos, próxima a Porto Alegre, no Rio Grande do Sul. A empresa vai ocupar as instalações do antigo Frigorífico Jales, próxima a Facip e vai produzir hambúrguer, almôndegas e embutidos. 

Na manhã de quinta-feira, o prefeito Pedro Callado visitou o local, sendo recebido pelo diretor José Claudemir Alles e sua filha Priscilla Alles, diretora financeira. O ex-proprietário do Frigorífico Jales, Manolo Gonzales Outumuro estava presente. 

Alles explicou que a vinda de sua empresa para Jales é, principalmente, pela privilegiada posição geográfica da região, pela rodovia duplicada e ferrovia que permite o acesso a São Paulo, Santos e Rio de Janeiro. 

O prédio está sendo reformado, recebendo pintura nova e os equipamentos industriais, adquiridos no exterior, estão sendo instalados. As autorizações de funcionamento estão em andamento junto aos órgãos fiscalizadores. 

O prefeito Pedro Callado agradeceu o empresário gaúcho pela sua decisão de investir em Jales, criar novos empregos e participar do nosso desenvolvimento, colocando a prefeitura à disposição em tudo que tiver ao seu alcance. Também agradeceu Manolo por ter cedido através de arrendamento, as instalações do frigorífico, fato que permitiu a viabilização do empreendimento. 

“Vamos continuar trabalhando e apoiando iniciativas que tragam novas empresas, gerando empregos e renda para o município. Que seja bem-vinda a Jales a empresa Alles e seus diretores.”, ressaltou Pedro Callado.

MINISTÉRIO PÚBLICO ABRE INQUÉRITO PARA APURAR GASTOS COM ‘FEIRA DO VERDE’

DSC00291 (2)-pqO Diário Oficial desta quinta-feira está publicando a abertura de um inquérito civil, pelo Ministério Público de Jales, onde aparecem como investigados a ex-prefeita Nice Mistilides, e seus ex-assessores Adriano Lisboa, Angélica Boleta e Sandra Gigante.

Tudo indica que a encrenca seja por conta dos gastos com eventos paralelos à Facip 2014 – Feira do Verde, Festa do Arroz e Exposição de Animais – e com os festejos de aniversário da cidade. Os gastos já foram alvo de investigação da Câmara, através da chamada “CEI da Feira do Verde”.

Para quem não se lembra, a Prefeitura teria gasto R$ 68 mil com os eventos, tudo sem licitação. Uma das notas mencionava inclusive os gastos com a breguíssima decoração do camarote da então prefeita (foto).

Sandra Gigante, ex-secretária de Agricultura e responsável pela prestação de contas, declarou à CEI que todas as contratações foram feitas por Adriano Lisboa e Angélica Boleta.

A prestação de contas menciona, por exemplo, o pagamento de R$ 7,9 mil pelo aluguel de tendas. Sandra confirmou, porém, que “a Feira do Verde e a Festa do Arroz foram realizadas nos barracões do próprio recinto e que não foi utilizada nenhuma tenda”.

De seu lado, o ex-chefe de gabinete Adriano Lisboa declarou à CEI que teve pouquíssima participação na organização dos eventos e desmentiu que tivesse sido o responsável pelas contratações. “Ou tem alguma confusão ou ela (Sandra) está faltando com a verdade”.

Como se vê, o MP terá muita coisa para apurar.  

VICINAL JALES-DIRCE REIS: ITAMAR BORGES E PREFEITO VISONÁ PEDEM RECURSOS EM SÃO PAULO E BRASÍLIA

visoná-itamar

Na semana passada, o deputado Itamar Borges (PMDB) participou de audiência com o secretário estadual de Logística e Transportes, Duarte Nogueira, para reforçar o pedido de recape da vicinal Jales-Dirce Reis.

O secretário, na ocasião, deu a resposta padrão, dizendo que a Secretaria de Transportes passa por uma reestruturação financeira e que “para o segundo semestre vamos elaborar um plano de pavimentação de vicinais e colocaremos a vicinal como prioridade para o município”.

A resposta não foi das mais esperançosas. Tanto que, nesta semana, Itamar Borges e o prefeito de Dirce Reis, Roberto Visoná, fizeram uma incursão a Brasília e, no Ministério das Cidades, pediram recursos para o recape da vicinal. A notícia é da assessoria de imprensa do deputado:

Na segunda-feira, 29 de junho, o deputado Itamar Borges (PMDB) esteve em Brasília, para acompanhar o prefeito de Dirce Reis, Roberto Visoná, em audiência com o ministro das Cidades, Gilberto Kassab. 

O deputado Itamar Borges apoiou a reivindicação do município para liberação de recursos para recapeamento na vicinal Dirce Reis/Jales, recapeamento na cidade e casas do Programa Minha Casa Minha Vida. 

Kassab ouviu atentamente as reivindicações do município e informou que o Ministério avaliará a viabilidade das obras. O ministro também falou sobre os programas e projetos. 

O deputado Itamar pediu ao ministro atenção especial às demandas dos municípios paulistas. “São os prefeitos e gestores municipais que conhecem os problemas e as necessidades dos municípios. Agradeço muito ao ministro Kassab por ter nos recebido, por ter ouvido o município. Continuaremos trabalhando para buscar mais estas conquistas para Dirce Reis”, finalizou.

BX EVENTOS VAI À JUSTIÇA PARA COBRAR PREFEITURA

DSC02298

A BX Eventos, do empresário Osvaldo Costa Júnior, responsável pela realização da Facip 2015, está batendo às portas da Justiça com uma ação de indenização por dano material contra a Prefeitura de Jales.

A empresa está cobrando R$ 106,9 mil do município, por conta de despesas com serviços e eventos realizados no recinto de exposições, que, supostamente, seriam de responsabilidade do município.

A ação está tramitando na 1ª Vara Judicial de Jales.

MARIDO DA ATUAL PREFEITA, EX-PREFEITO DE TURMALINA ESTÁ PROIBIDO DE FREQUENTAR PREFEITURA

58843A juíza de Estrela D’Oeste, Marina Miranda Beloti, recebeu denúncia do Ministério Público contra o ex-prefeito de Turmalina, José Carlos Massoni, marido da atual prefeita, Fernanda Menezes Andrea, onde ele está sendo acusado de burlar uma decisão anterior que o afastou do cargo de secretário.

Segundo consta, apesar de afastado do cargo pela Justiça, o ex-prefeito continua dando as cartas na administração da esposa. Na decisão de ontem, terça-feira, a juíza proíbe Massoni de frequentar o prédio da Prefeitura.

Massoni, que aparece na foto acima com a esposa prefeita e o deputado Campos Machado, foi proibido, também, de se aproximar a menos de 100 metros das três testemunhas que foram ouvidas pelo MP, sob pena de, em caso contrário, ser decretada a sua prisão preventiva.

Na próxima edição do jornal A Tribuna, mais detalhes do caso.

MAIORIDADE PENAL: VOTAÇÃO AINDA NÃO ACABOU

LM-MaioriadadePenal-20150630-17-14-850x610

Protesto-no-dia-da-votacao-da-PEC-da-maioridade-penal_300620150028-850x557

As fotos acima, do site Fotos Públicas, mostram que os dois lados – os favoráveis e os contrários à redução da maioridade penal – estavam atentos à votação de ontem. Os contrários venceram o primeiro round, mas ainda é cedo para comemorar.

Segundo a BBC, o presidente da Câmara, Eduardo Cunha, teria afirmado, logo depois do encerramento da sessão, que “a votação ainda está muito longe de acabar”.

Cunha está dizendo isso porque a proposta votada ontem foi um substitutivo à PEC originalmente em discussão, que previa a redução da maioridade para todos os crimes. Com a rejeição do substitutivo, a PEC original será colocada em votação.

O substitutivo era resultado de um acordo entre o PSDB e o PMDB. Na votação de ontem, cinco parlamentares do PSDB votaram contra a redução da maioridade penal, exatamente o número de votos que faltou para a aprovação.

No PMDB, 17 dos seus 62 deputados votaram contra o projeto. De outro lado, dos 60 parlamentares petistas, apenas 01 – Welliton Prado(MG) – votou favorável à redução da maioridade. 

1 2 3 530