Arquivos do autor: cardosinho

FACIP 97: COLUNISTA DA ‘FOLHA NOROESTE’ ACHA QUE PROCESSO PODE SER JULGADO RAPIDINHO

Sinceramente, não entendo nada de tramitação de processos. E, pelo jeito, não estou sozinho. Digo isso porque vejo que alguns advogados têm opiniões bastante divergentes sobre a petição enviada pela juíza Renata Vilalba Serrano Nunes, via fax, ao Supremo Tribunal Federal, a fim de que o ministro Joaquim Barbosa dê seu pitaco a respeito do Agravo de Instrumento 692428. Como se sabe, o tal Agravo adormece em alguma gaveta daquele Colendo Tribunal há quase três anos.

Segundo me disse um desses advogados, por sinal bastante conceituado, o caso ainda vai se arrastar por um longo período. Já um outro causídico me garantiu que a decisão da juíza não foi tão boa assim para o prefeito Humberto Parini. Na opinião dele, o ministro Joaquim Barbosa vai ter que desengavetar o processo e responder ao que a doutora Renata está perguntando. E a resposta do ministro – conhecido pela dureza com que julga políticos – pode não ser muito favorável ao nosso prefeito. Como se vê, existem interpretações para todos os gostos. A coluna FolhaGeral, do jornal Folha Noroeste, por exemplo, está otimista. Vejam o que o colunista escreveu:

Acordando
Depois de três anos adormecido no gabinete do ministro relator Joaquim Barbosa, no STF, o AI 692428, que na semana passada deu fôlego aos réus do Caso Facip, entre eles o prefeito Parini , o chefe de gabinete da Secretaria da Agricultura, Ronaldo José Alves de Souza e o ex-prefeito Antonio Sanches Cardoso, pode ter a qualquer momento uma decisão.
Solicitou
É que a juiza de direito Renata Longo Vilalba Serrano Nunes, que deveria sentenciar a perda dos direitos políticos e a função pública dos réus e corréus, enviou oficio ao ministro relator Joaquim Barbosa, solicitando informações se aquele recurso extraordinário objeto do AI nº 692428 encontra-se prejudicado, possibilitando-se, assim, a verificação do trânsito em julgado da ação. Se a resposta do ministro ao ofício da juiza Renata Longo, for positiva, encerra-se uma década de recursos e mais recursos que protelam o cumprimento de sentenças. 
  

PREFEITO PROMETE CONCLUIR “REVITALIZAÇÃO” BREVEMENTE

Duas publicações interessantes nesta sexta-feira. A primeira delas consta da Revista Interativa, que está chegando às bancas e aos assinantes. Em matéria provavelmente institucional, a revista relaciona uma série de melhorias supostamente obtidas pela administração Parini, as quais, segundo a manchete da capa, transformaram Jales num “centro de região voltado para o futuro”. A matéria está dividida em capítulos, sendo que, no longo capítulo das obras, à pagina 65 da revista, o redator nos garante que “brevemente serão concluídas as obras de revitalização do centro e a reforma da Praça Euphly Jalles”.

A outra publicação está na página 269 do Caderno Executivo I, do Diário Oficial do Estado, de hoje. A Prefeitura de Jales está intimando a Construtora Miranda & Alves Ltda, a comparecer até o setor de tributação da municipalidade e recolher a multa de R$ 68 mil, referente à rescisão do contrato que o município e a empresa haviam firmado em abril de 2010. A Construtora Miranda & Alves Ltda, como se sabe, era a empreiteira que estava realizando as “obras” de revitalização do centro. 

Apesar do otimismo oficial, revelado pela matéria da Interativa, tudo indica que essa novela está longe dos capítulos finais. Como já foi dito por este aprendiz de blogueiro, até as criancinhas da pré-escola perceberam, logo depois de concluídos os primeiros vinte metros da “revitalização (aqueles da foto acima), que a empresa não tinha condições técnicas para realizar os serviços, mas o prefeito Parini só decidiu rescindir o contrato depois que a “obra” estava quase concluída. E agora, como sempre faz, o prefeito tenta se eximir de culpa, atirando toda a responsabilidade sobre a empreiteira.

‘ARRAIAL’ DA ANTENA 102 JÁ RECEBEU R$ 500 MIL DO MINISTÉRIO DO TURISMO

A farra com o dinheiro público, distribuído pelo Ministério do Turismo para feiras, eventos folclóricos, rodeios e outras festividades, parece ter diminuído depois que a Procuradoria Geral da República e alguns órgãos de imprensa começaram a investigar denúncias de desvios desses recursos. Em Jales, a Facip 2009, que recebeu R$ 720 mil em recursos públicos, está sendo investigada pelo Ministério Público.

Condenado pelo uso de notas frias na Facip de 1997, o prefeito Parini, desde que assumiu, já assinou três convênios – em 2008/2009/2010 – com o Ministério do Turismo, que, juntos, proporcionaram pouco mais de R$ 1,1 milhão para a nossa Feira Agropecuária. Ou, pelo menos, deveriam ter proporcionado.

Mas não foi só a Facip que recebeu verbas do Ministério do Turismo. O “Arraial na Praça”, evento promovido pela Rádio Antena 102, contou, nos últimos três anos, com R$ 496.500,00, provindos dos cofres públicos. Em 2008, a 6a. edição do Arraial foi contemplada com R$ 180 mil; em 2009, foram mais R$ 160 mil e, finalmente, em 2010, a festa junina da Antena 102 foi agraciada com R$ 106.500,00.

De vez em quando, no Antena Ligada, ouço pessoas criticando o mau uso do dinheiro público. Pergunta: será que o dinheiro distribuído pelo Ministério do Turismo, nos últimos três anos, foi bem utilizado? Pelo visto, aquele velho conselho “façam o que eu digo; não façam o que eu faço” continua cada vez mais atual.

PROJETO DA SANTA CASA DE JALES É FINALISTA DO ‘PRÊMIO MÁRIO COVAS’

(por Vívian Curitiba)

O projeto “Nasce Uma Criança, Plante Uma Árvore”, da Santa Casa de Jales, realizado em parceria com a Sabesp é finalista do Prêmio Governador Mário Covas, na categoria Inovação.  

Ao todo foram apresentados 239 projetos do Estado de São Paulo, sendo que apenas 40 passaram pela avaliação da banca examinadora. A próxima etapa é o julgamento dos 20 melhores trabalhos que serão premiados.

Os premiados serão escolhidos em cerimônia na Sala São Paulo no dia 26 de abril. Foram selecionados 26 finalistas em Inovação e 14 em Excelência na 7ª Edição do Prêmio Governador Mário Covas. Na premiação, os vencedores recebem o troféu das mãos de autoridades na Sala São Paulo, a maior e mais moderna sala de concertos da América Latina. 

De acordo com Antônio Rodrigues da Grela Filho, o Dalua, superintendente da Sabesp, a instituição já conquistou o Prêmio em 2009 com a implantação do saneamento rural (nas comunidades de Prudêncio Moraes e Bandeirantes D’Oeste) e em 2010 foram classificados entre os 40 primeiros com a estação de esgotos de Jales. “Nossa expectativa este ano é vencer o prêmio para a Santa Casa de Jales que tem trabalhado muito neste lindo projeto em parceria com a Sabesp”, disse Dalua.

Para o provedor da Santa Casa de Jales, José Devanir Rodrigues, o Garça, a classificação final já é uma grande conquista para toda equipe da CIPA – Comissão Interna de Prevenção de Acidentes, que idealizou este projeto e tem desempenhado uma importante função sócio-ambiental. “Estou otimista. Acredito neste projeto e sei que temos boas condições para vencer”, conclui o provedor.

II ENCONTRO LGBT DE JALES COMEÇA AMANHÃ

As lésbicas, gays, bissexuais e transexuais da região vão ter uma ótima oportunidade prá discutir seus problemas. Começa amanhã, sexta-feira, o II Encontro LGBT de Jales, com a abertura prevista para as 19:30 horas, na sede da Oscip A Rede da Cidadania, na Rua Dois, 1947. Segundo Murilo Pohl, presidente da Rede, cerca de 30 ativistas LGBT do Noroeste Paulista vão estar debatendo a diversidade na sexualidade e outros temas, como a homofobia, os direitos humanos e a história do movimento LGBT. Os detalhes do Encontro estão no blog da Rede da Cidadania, que você pode acessar aqui.

PEÃO MORRE PISOTEADO POR TOURO EM BRAGANÇA PAULISTA

Deu no portal de notícias da Globo, o G1:

Durante a Festa de Peão de Bragança Paulista realizada na madrugada desta quinta-feira (14), um peão morreu ao ser pisoteado por um touro de uma tonelada.

Ao cair do animal, a vítima Gustavo Daniel Pedro, de 21 anos, levou uma pisada do touro no peito. Ele chegou a se levantar e colocou uma das mãos no ferimento e voltou a cair.

O peão foi levado ao hospital da cidade onde não resistiu aos ferimentos e veio a falecer. Ele usava todos os equipamentos de segurança exigidos para o rodeio. Ele era solteiro e não tinha filhos.

O corpo da vítima será sepultado no Velório Municipal de Estiva Gerbi, São Paulo, cidade natal do rapaz. Você pode ver um vídeo do momento da queda, clicando aqui:

FACIP 2011 TEM PAVILHÃO DO ARTESANATO

Ao longo desses anos todos, uma das coisas boas da Facip é a área de artesanato. Neste ano, não vai ser diferente. Vale a pena visitar o pavilhão onde os nossos artesãos estão expondo seus trabalhos e produtos. Eu estive por lá na quarta-feira, à tarde, e pude ver que o pessoal do artesanato já estava com quase tudo pronto para receber os visitantes da Facip 2011. Abaixo, duas fotos do interior do pavilhão:

PARQUE DA FACIP NÃO FUNCIONOU NA ABERTURA

Algumas pessoas estão reclamando do fato de o parque infantil da Facip 2011 não ter funcionado ontem. Como foi registrado por este blog, o Vitinho Park só deu o ar de sua graça aqui em Jales na segunda-feira, a dois dias da abertura da Feira. Tava na cara que ficaria impossível colocar aqueles brinquedos todos prá funcionar em tão pouco tempo. A foto aí do lado foi tirada na terça-feira e mostra os funcionários do Vitinho Park lutando contra o tempo.

Esse é mais um indício da decadência da nossa Feira. Em outros tempos, o parque infantil começava a funcionar uma semana antes da abertura oficial da festa. E fazia-se promoções em escolas e entidades, com ingressos mais baratos, o que, de certa forma, era uma maneira de divulgar a Facip.

Agora é torcer para que o parque comece a funcionar hoje e que os brinquedos, instalados assim tão às pressas, não ofereçam nenhum risco às nossas crianças.

A TRIBUNA, EDIÇÃO ESPECIAL

O jornal A Tribuna vai circular, excepcionalmente, no feriado de amanhã, sexta-feira, com uma edição especial de aniversário da cidade. Será uma edição para ler e guardar, com 42 páginas. O primeiro caderno, com 16 páginas, trará muita informação, inclusive sobre a abertura da Facip 2011, que aconteceu ontem. 

O repórter Alexandre Ribeiro escreveu matéria sobre tudo que aconteceu na votação dos projetos que autorizam o prefeito Humberto Parini a vender alguns terrenos do município. Ele também vai repercutir a reunião que os empresários do Distrito Industrial III tiveram com o prefeito. Tem também a coluna Enfoque, onde o jornalista Paulo Reis Aruca conta tudo sobre os bastidores da política local.

 A Tribuna de amanhã trará, igualmente, uma matéria sobre os R$ 7 milhões anunciados pelo prefeito, no início do ano, que seriam investidos basicamente em recapeamento asfáltico. A falta de remédios nas unidades de saúde do município é outro assunto que estará nas páginas do jornal. E, por falar em A Tribuna, a edição de domingo passado pode ser lida clicando em tribuna 10-04-11

PREFEITURA FAZ HORA EXTRA PARA MAQUIAR RUAS E AVENIDAS QUE LEVAM À FACIP

Nada como uma Facip prá fazer a administração municipal funcionar. Ontem, à noite, o pessoal da Prefeitura fazia hora extra para tentar melhorar o aspecto das avenidas que levam até o recinto de exposições “Juvenal Giraldelli”. Aliás, desde a semana passada que a Prefeitura destacou algumas equipes para fazer aquela famosa “maquiagem” em alguns trechos da cidade. A maquiagem inclui operação tapa-buracos nas avenidas e ruas próximas à Facip, limpeza e jardinagem das rotatórias, uma mãozinha de cal nas guias e por aí afora. Eis algumas fotos:

As nossas praças continuam abandonadas. Já as rotatórias da Vila União e da Paulo  Marcondes, que ficam no caminho para a Facip, receberam uma pequena limpeza.

 E as ruas de muitos bairros continuam esburacadas. Enquanto isso, na avenida que leva à Facip, a operação tapa-buracos foi feita ontem. Mesmo assim, continua ruim.   

1 1.315 1.316 1.317 1.318 1.319 1.380