Categoria: Administração

FLÁ ASSINA CONVÊNIO COM MIT. PRIMEIRA VERBA DE R$ 600 MIL SERÁ UTILIZADA NA REFORMA DO TEATRO

O prefeito Flávio Prandi Franco, o Flá, esteve em São Paulo, nesta quarta-feira, para assinar o convênio do programa Município de Interesse Turístico, o MIT. Em abril deste ano, a Assembleia Legislativa aprovou o Projeto de Lei que classificou 46 municípios como MITs, por meio de uma proposta de autoria dos 94 deputados estaduais.

No total, a cidade vai receber repasse na ordem de R$ 594.781,59. Os recursos serão destinados à reforma do Centro Cultural Dr. Edílio Ridolfo, o Teatro Municipal de Jales e a Prefeitura ficará responsável pela contrapartida. A obra deverá entrar em fase de licitação no primeiro semestre do próximo ano.

O acordo foi firmado por meio do Departamento de Apoio aos Municípios Turísticos – DADETUR, da Secretaria de Estado do Turismo de São Paulo, e contou com a presença do prefeito Flá e da assessora do departamento estadual, Silvana Botta.

De acordo com a chefe de gabinete da Secretaria Municipal de Obras, Serviços Públicos e Habitação, Iris Piva Venâncio, entre as melhorias previstas na reforma do Teatro estão a substituição do telhado por um novo termo-acústico, iluminação, sistema de proteção contra descarga atmosférica, sistema de proteção contra incêndio, reforma dos sanitários, construção de banheiro com acessibilidade, substituição de esquadrias, substituição dos estofados das poltronas e pintura interna e externa do prédio.

PREFEITURA DIZ QUE VAI INVESTIR R$ 140 MIL NA REFORMA DO TERMINAL RODOVIÁRIO

Os mal cheirosos sanitários serão o principal alvo das reformas. A notícia é da assessoria de imprensa da Câmara:

O vereador João Zanetoni (PSB), através de requerimento, questionou se a Prefeitura havia firmado algum acordo com a empresa de transporte público Expresso Itamarati, para reformar os sanitários e outros pontos críticos do Terminal Rodoviário Intermunicipal de Passageiros “Prefeito José Antônio Caparroz”.

Zanetoni solicitou que a Prefeitura informasse se pretendia realizar manutenções no Terminal e se, ao menos, seria possível providenciar uma limpeza profunda em pias, azulejos e piso dos sanitários para eliminar o mau cheiro.

Em resposta ao requerimento, a Prefeitura afirmou que vai investir R$ 140 mil na reforma do Terminal. A licitação para execução do projeto está sendo finalizada.

O piso, os revestimentos das paredes, as instalações hidráulicas, pias e torneiras dos banheiros serão trocados. As áreas de circulação e estacionamento vão ser recapeadas. O Poder Executivo encaminhou, anexa à resposta, uma planilha detalhada contendo os itens que serão adquiridos para as reformas e os valores referentes à obra.

TRABALHO DO CRAS DE JALES É REFERÊNCIA EM ENCONTRO REGIONAL QUE REUNIU 49 MUNICÍPIOS DA REGIÃO

A notícia é da Secretaria Municipal de Comunicação:

O Centro de Referência de Assistência Social – CRAS de Jales participou na sexta-feira, dia 23 de novembro, do Encontro Regional dos Municípios promovido pela Diretoria Regional de Assistência e Desenvolvimento Social (DRADS), realizado no Anfiteatro da Fundação Educacional de Fernandópolis. O evento foi promovido com o objetivo de expor experiências exitosas de serviços da política de Assistência Social. Dentre os 49 municípios de abrangência da DRADS, o trabalho do CRAS de Jales foi escolhido como destaque na organização do fluxo de atendimento dos usuários da unidade, com foco na acolhida, além do acompanhamento das famílias referenciadas. 

O prefeito de Jales Flávio Prandi Franco, o Flá, a chefe de gabinete da Secretaria Municipal de Assistência Social, Luana Lourenço da Silva e representantes das equipes do CRAS e CREAS (Centro de Referência Especializado de Assistência Social) estiveram presentes no evento que reuniu centenas de pessoas da região. O tema discutido no encontro foi “A efetivação da política de Assistência Social e novos olhares sobre o fazer”. Foram abordadas as práticas “Acolhida no CRAS e no CREAS” e “O serviço de Convivência e Fortalecimento de Vínculos de zero a 6 anos, 15 a 17 anos e idosos”. 

O CRAS de Jales atualmente realiza atividades coletivas que buscam a prevenção de riscos e fortalecimento de vínculos familiares e sociais. Pelo Serviço de Atendimento e Proteção Integral à Família (PAIF), a unidade possui 2.347 famílias referenciadas, onde destas, a equipe técnica é composta por duas assistentes sociais e uma psicóloga que acompanham 808 famílias, por meio de grupos contínuos, visitas domiciliares e atendimentos particularizados. 

“O CRAS recebe ainda diariamente em média de 30 a 40 usuários que buscam serviços em torno do Cadastro Único para Programas Sociais, sendo que este serviço prestado também foi destaque mediante recente reordenamento de ações, consequente melhoria de índices e aumento de repasse de recurso financeiro pelo Governo Federal”, contou Luana. 

Durante o encontro de municípios em Fernandópolis, a apresentação das ações realizadas em Jales ficou sob a responsabilidade das assistentes sociais Nágila Ribeiro Soares e Nilcemara Veroneis Rossini. 

O prefeito Flá disse que ficou extremamente feliz em ver que o trabalho do CRAS de Jales foi escolhido como referência para a região. “Fico muito satisfeito em ver esse resultado, principalmente quando se trata de humanização. Fomos referência em acolhida, além do acompanhamento das famílias referenciadas. Pelo PAIF temos mais de 2.300 famílias referenciadas e 808 sendo acompanhadas por meio de grupos, atendimentos particularizados e visitas em domicílio. Quero parabenizar a todas as equipes envolvidas e reafirmar nosso compromisso em promover Assistência Social aos que necessitam”.

FLÁ VAI SE REUNIR COM VEREADORES PARA EXPLICAR EMPRÉSTIMO DE R$ 11 MILHÕES

O prefeito Flá Prandi deverá se reunir nesta semana com os vereadores para explicar o projeto que autoriza a Prefeitura a fazer um novo empréstimo de R$ 11 milhões, dessa vez junto ao governo federal, através do Ministério das Cidades. Nossa Prefeitura, como se sabe, já tem dois empréstimos, num total de R$ 7,8 milhões, junto à Agência Desenvolve SP, do governo estadual.

Segundo o prefeito, a Prefeitura só irá conseguir resolver os grandes problemas de infraestrutura da cidade – como é o caso do Jardim do Bosque e dos distritos industriais – com a obtenção de financiamentos como o que ele pretende fazer junto ao Ministério das Cidades. O novo empréstimo terá dois anos de carência e poderá ser pago em 10 anos.

O prefeito garante que o município tem capacidade de pagamento para assumir as parcelas desse novo empréstimo – estimadas em cerca de R$ 150 mil mensais – que começariam a ser pagas em 2021.

Ele vai explicar aos vereadores, que até lá a Prefeitura já acabou de pagar um dos empréstimos obtidos junto à Agência Desenvolve SP, além de finalizar outras dívidas com Sabesp, Elektro, IMPSJ, etc, que consomem cerca de R$ 450 mil mensais.

EMPRESA DE ARAÇATUBA VAI À JUSTIÇA PARA COBRAR R$ 7,2 MIL DA PREFEITURA DE JALES

Parece que a situação financeira da nossa Prefeitura é deveras periclitante. Uma empresa de Araçatuba – a LSV Indústria e Comércio – que fornece produtos de higiene e limpeza para a Prefeitura de Jales há vários anos, está recorrendo à Justiça para tentar receber uma dívida de apenas R$ 7,2 mil da municipalidade.

Segundo a ação de cobrança protocolada nesta semana, a dívida que, originalmente, era de R$ 6,4 mil, venceu há mais de um ano, em setembro de 2017. A empresa alega que já tentou uma solução amigável várias vezes, sem êxito.

O secretário de Fazenda, Nivael Renesto, confirmou, em conversa com este aprendiz de blogueiro, a existência da dívida. Segundo Nivael, a Prefeitura ainda tem cerca de R$ 400 mil em “Restos a Pagar”, relativos a 2017. O secretário diz que a Prefeitura deverá pagar essas dívidas, no mais tardar, em janeiro, quando o caixa do município estará mais reforçado.

O detalhe curioso é que a LSV forneceu os produtos para a Secretaria Municipal de Educação, justamente o setor  – digamos assim – mais “rico” da Prefeitura. Imaginem, então, o resto.

PREFEITURA DE JALES PREPARA INSTALAÇÃO DO ‘INSS DIGITAL’ NO GANHA TEMPO

E essa notícia também é da Secretaria Municipal de Comunicação:

O prefeito Flávio Prandi Franco, o Flá, recebeu na manhã da segunda-feira, 5, a visita do gerente executivo do INSS (Instituto Nacional de Seguro Social) em São José do Rio Preto, Bruno Veroneze Fernandes, para discutir os detalhes sobre a instalação do INSS Digital no Ganha Tempo de Jales. Trata-se de uma nova e importante ferramenta colocada à disposição da população que poderá solicitar serviços da Previdência Social. 

Após a assinatura do Acordo de Cooperação Técnica com o INSS, que deverá acontecer ainda neste mês, e a inauguração do INSS Digital, os moradores de Jales e região poderão efetuar o requerimento dos benefícios do INSS através da unidade que estará em uma das salas do Ganha Tempo, no Espaço Fioravante Boldrin, inaugurado no mês de abril e que já conta com uma unidade do Detran-SP e do Procon. 

Para dar andamento às tratativas, o gerente executivo do INSS, Bruno Veroneze esteve no gabinete do prefeito Flá, oportunidade em que esclareceu dúvidas quanto ao processo de instalação da unidade.

“Vamos concluir as tratativas o mais rápido possível, pois queremos que os segurados sejam beneficiados com atendimento humanizado, rapidez e eficiência. O INSS Digital no Ganha Tempo vai encurtar o tempo que se leva para dar entrada e a tramitação de benefícios que os trabalhadores tem direito. Vamos dar todo o apoio e respaldo com os que nos foi solicitado pelo INSS, disponibilizar um servidor, tudo para que a população seja a maior beneficiada”, frisou o prefeito Flá. 

Bruno Veroneze garantiu que com a nova unidade que será instalada em Jales, o projeto INSS Digital vai utilizar o processo eletrônico para diversas demandas da população, o que ocasionará em redução de fluxo nas agências e diminuição no tempo de espera pela resolução dos pedidos de benefícios.

FUNDO SOCIAL DE SOLIDARIEDADE PROMOVE CHÁ BENEFICENTE NESSE DOMINGO

A notícia é da Secretaria Municipal de Comunicação:

O Fundo Social de Solidariedade de Jales (FSS) realizará no próximo dia 11 de novembro a segunda edição do Chá Beneficente. O evento vai acontecer na Associação Nipo Jalesense, a partir das 14 horas. O Chá conta com o apoio da Prefeitura Municipal de Jales e também recebe doações de lojas do comércio.

O Chá Beneficente será a primeira ação do FSS para proporcionar um Natal mais feliz às famílias carentes da cidade. No ano passado mais de 600 cestas de alimentos foram doadas próximo ao período natalino.

“O Chá será uma tarde agradável com o objetivo de angariar fundos que sejam revertidos na compra de alimentos que serão utilizados na montagem das cestas de Natal que serão distribuídas para as famílias em situação de vulnerabilidade social do município. Quem adquirir o convite vai concorrer à brindes feitos através de sorteio, e poderá desfrutar de diversas delícias que serão servidas, além de refrigerantes, chá e outras surpresas”, contou a presidente do Fundo Social, Glauciane Pontes Helena Franco.

Os organizadores esperam que aproximadamente 200 pessoas participem do evento que vai contar ainda com o apoio do SAE-CTA (Serviço de Assistência Especializada e Centro de Testagem e Aconselhamento) que ministrará palestras e fará a distribuição de brindes

A presidente do Fundo Social agradeceu antecipadamente às empresas da cidade que doaram brindes para serem sorteados durante o Chá Beneficente. “Sem o apoio dos voluntários, das empresas parceiras e de todos aqueles que vestem a camisa do evento não seria possível promover o nosso Chá que é uma importante ação que contribui para a compra dos alimentos para as cestas natalinas. Já deixo aqui o nosso muito obrigado”, ressaltou Glauciane.

EDUCAÇÃO PARTICIPA DE CICLO DE FORMAÇÃO EM GESTÃO E LIDERANÇA

A notícia é da Secretaria Municipal de Comunicação:

O Arranjo de Desenvolvimento da Educação (ADE) do Noroeste Paulista promoveu no dia 25 de outubro, no Centro Universitário de Votuporanga – UNIFEV, a terceira sessão de uma formação voltada para aproximadamente 75 diretores e coordenadores pedagógicos que atuam nas escolas municipais da região.

O objetivo da formação, denominada, Laboratório de Mudanças, é potencializar a atuação e as habilidades de liderança dos profissionais. A ação tem apoio do Instituto Natura, por meio do projeto Rede de Apoio à Educação (RAE Polos).

A Secretaria de Educação de Jales foi representada pela supervisora de ensino Elaine Cristina Magri da Silva e pela coordenadora do ensino fundamental Elisa Mara Mastelari Ferri.

A formação, oferecida em quatro módulos, é realizada com o apoio do Instituto Natura e de “talentos locais”, profissionais que atuam nas redes de ensino com formação e competências alinhadas aos temas a serem tratados na formação.

O módulo desenvolveu, por meio de metodologias ativas, dinâmicas de grupo e jogos de interação, temas como individualidade e decisões em colegiado, autonomia, ética profissional e observação de sala de aula e liderança.

TRIBUNAL DE CONTAS CONDENA PREFEITURA DE JALES A DEVOLVER R$ 434 MIL

Em sessão ordinária realizada nesta terça-feira, 23, o Tribunal de Contas do Estado (TCE) condenou a Prefeitura de Jales a devolver o dinheiro repassado em 2014 – durante a administração da ex-prefeita Nice Mistilides, portanto – pelo Fundo Estadual de Assistência Social. A devolução está estimada em R$ 434.185,00.

Segundo o relator do caso e vice-presidente do TCE, o corintianíssimo conselheiro Antônio Roque Citadini, a Prefeitura de Jales “não prestou contas, portanto não há o que julgar”.

O substituto de conselheiro Márcio Martins de Camargo (foto) – filho do meu saudoso professor José Camargo, a quem devo tudo o que sei sobre regências verbal e nominal – declarou-se impedido de votar em função de suas ligações com Jales.

De acordo com o processo, a administração Nice, ao invés de prestar contas, limitou-se a apresentar cópias de comprovantes referentes a meras transferências bancárias para uma entidade, sem demonstrar a aplicação final do dinheiro.

O prefeito Flá Prandi afirmou que vai recorrer. 

PREFEITURA ABRE LICITAÇÃO PARA ASFALTAMENTO DE QUATRO RUAS NO CONJUNTO “JOÃO COLODETTI”

O Diário Oficial deste sábado registra a abertura da licitação – uma concorrência – para “execução de pavimentação asfáltica, calçamento, sarjetões e sinalização viária em diversas ruas do Conjunto Habitacional João Batista Colodetti”.

Onde se lê diversas ruas, entenda-se quatro ruas. A rua “Ramila Lima Rosa” – da foto acima – é uma delas. As outras três são as ruas “Américo Alves de Assis”, “Zenaura Camilo de Sá” e “João Bernardes Ferreira”, todas localizadas no inacabado conjunto “João Colodetti”.

O “João Colodetti”, para quem não se lembra, foi iniciado no primeiro mandato do ex-prefeito Parini e previa a construção – em regime de mutirão – de 120 casas para famílias de baixa renda. Depois de muita coisa obscura, o número de casas baixou para 60 e, mais tarde, para menos de 30. Algumas das casas não foram concluídas e encontram-se abandonadas até hoje. Outras, foram invadidas antes de ficarem prontas.

Voltando à pavimentação das quatro ruas do bairro batizado com o nome do saudoso pai do ex-vereador Elizier de Oliveira Colodetti, o Tié, convém ressaltar que o dinheiro para as obras virá do governo estadual, através de convênio assinado pelo prefeito Flá Prandi em julho deste ano, no valor de R$ 450 mil.

1 2 3 164