Categoria: Política

VEREADOR DE JALES PEDE APOIO DE DEPUTADO PARA RECAPEAMENTO DE BAIRRO

Vejam agora o que está sendo divulgado pelo site oficial do deputado Carlão Pignatari:

O deputado estadual, Carlão Pignatari, recebeu nesta semana, em seu gabinete, o vereador de Jales, Salatiel Souza de Oliveira, que lhe entregou um pedido de apoio para liberação de verbas. Os recursos serão destinados para realização de obras de recapeamento asfáltico, do bairro Jardim Paraíso, no município de Jales.
 

O valor apresentado em ofício é de R$ 400 mil. Conforme justificativa apresentada pelo parlamentar, os asfaltos das ruas do bairro Jardim Paraíso se encontram em total estado de precariedade, necessitando urgentemente ser recapeado, a fim de que sejam evitados maiores prejuízos e acidentes. Segundo o vereador, o bairro é uma das regiões mais populosas de Jales.

O deputado Carlão Pignatari deverá encaminhar o pedido ao governo do Estado pleiteando que as verbas sejam atendidas. “Precisamos trabalhar juntos para que possamos melhorar as condições de vida desses moradores que residem em localidades de precárias”, esclarece o deputado.

DOAÇÃO DO CAMPO DA FEPASA: MAIORIA DOS VEREADORES AINDA NÃO DECIDIU VOTO

Seis dos dez vereadores da Câmara Municipal ainda não decidiram se votam a favor ou contra os projetos de doação do campo de futebol da Fepasa para a União Federal. Pelo menos, é o que eles disseram ao jornal Folha Regional, que chegou às bancas neste sábado com uma matéria sobre o assunto.

Rivelino Rodrigues, Sérgio Nishimoto, Salatiel de OLiveira, Luís Especiato, Claudir Aranda e Pérola Cardoso preferiram não dar uma opinião definitiva sobre o assunto. Pérola, por exemplo, declarou que “vou aguardar a reunião que a administração municipal vai agendar junto aos dirigentes de futebol amador; quero também ouvir as justificativas do prefeito Humberto Parini e, a partir daí, formar minha opinião e decidir meu voto”.

O vereador Osmar Rezende foi o único que já se declarou favorável. “Sou a favor do progresso e desenvolvimento de nossa cidade e, por essa razão, sou favorável à doação do terreno onde está o campo da Fepasa para construção dos prédios da Justiça Federal e da Procuradoria da República. Não podemos correr o risco de perdê-las”, justificou Osmar.

Já os vereadores José Roberto Fávaro, Luiz Henrique Macetão e Aracy Murari Cardoso posicionaram-se contra a doação. O tucano Jota Erre resumiu sua posição, dizendo que “sou absolutamente contra a doação do terreno do campo da Fepasa. Sabemos que aquele campo é um patrimônio histórico da cidade e não existe justificativa alguma para essa medida”.

A petista Tatinha reconheceu a importância de o município proporcionar as condições para que a Justiça Federal e a Procuradoria da República tenham suas sedes próprias, mas não concorda com a doação do campo da Fepasa. “Eu suponho que a Prefeitura tenha outras áreas que possam ser disponibilizadas. E, se não tiver, que corra atrás de uma”, disse a vereadora.

PMDB CONFIRMA: GARÇA É O NOSSO CANDIDATO A PREFEITO DE JALES

O secretário municipal de Planejamento e presidente do PMDB local, João Missoni Filho, esteve durante a semana em São Paulo, onde participou de discussões da Executiva estadual do partido. Depois de conversar com dirigentes partidários e algumas lideranças peemedebistas, João voltou de São Paulo com uma certeza: o PMDB está fechadíssimo com o provedor da Santa Casa, José Devanir Rodrigues, o Garça e pretende investir na candidatura do aliado a prefeito de Jales.

“O Garça só não vai ser candidato se não quiser”, garantiu João. Entre os peemedebistas com quem ele conversou, está o jalesense Jarbas Elias Júnior, no momento uma figura bastante influente no partido. Jarbas, como se sabe, é muito próximo ao vice-presidente da República, Michel Temer, e ao atual presidente estadual do PMDB, o deputado Baleia Rossi. No ano passado, Jarbas foi o grande responsável pela organização do evento promovido pelo partido, em Jales, ao qual compareceu figuras importantes, inclusive a então pré-candidata Dilma Rousseff.

O encontro promovido em Jales acabou dando alguma projeção ao nosso apagadíssimo prefeito Humberto Parini, mas aquela não foi a primeira vez que Jarbas deu uma mãozinha ao nosso premiado estadista. Antes, como assessor da liderança do PMDB na Assembléia Legislativa, Jarbas já tinha desempenhado um papel importante no andamento da licitação que vendeu a folha de pagamento da Prefeitura de Jales ao Santander. A venda rendeu R$ 4 milhões à Prefeitura e mais R$ 850 mil ao antigo IPASM, mas, até onde eu sei, o prefeito Parini nem se lembrou agradecer ao peemedebista.

Voltando às eleições de 2012, pelo que adiantou Missoni, naquilo que depender de Jarbas e do PMDB, o Garça é o candidato.

PARINI MARCHA EM BRASÍLIA

Segundo fiquei sabendo, nosso premiado estadista Humberto Parini teria viajado a Brasília neste início de semana, onde, juntamente com outros 4.000 mortais, mais ou menos, participaria da 14a. Marcha de Prefeitos. Agora, imaginem vocês, um prefeito laureado como o nosso, “amigo pessoal” do ex-presidente Lula, “compadre” de ministros, senadores e deputados, tendo que se misturar à massa de prefeitos, vereadores e outros puxa-sacos, para, em romaria, implorar um caraminguás à presidenta Dilma.

Os jornais de hoje estão dizendo que a presidenta prometeu aos prefeitos marchadores um aumento de 26% nos repasses do FPM, em relação ao ano passado. Na verdade, isso já vem ocorrendo. Jales, por exemplo, não pode reclamar: de janeiro a abril deste ano, o repasse do FPM foi de R$ 4,7 milhões, ou 33% a mais do que os R$ 3,5 milhões repassados no mesmo período de 2010.

Mas a boa notícia, para o prefeito Parini, é que a presidenta anunciou a liberação de R$ 750 milhões, através da Caixa Econômica Federal, para obras que já tenham sido iniciadas. É o caso, por exemplo, da reforma da Praça do Jacaré, que foi iniciada há algum tempo, mas até agora não teve um centavo liberado. E, exatamente pela falta de pagamento, a empresa que está fazendo a obra, a Sanecc, de Votuporanga, suspendeu os serviços. Quem passar pela Praça do Jacaré, nesta semana, vai ver que a obra está pela metade e não tem uma viv’alma trabalhando no local.

Resta ao prefeito Parini, torcer para que o dinheiro da obra esteja entre os R$ 750 milhões que a presidenta Dilma prometeu liberar.

JOSÉ SERRA ESTRÉIA SEU BLOG COM CRÍTICAS A LULA E DILMA

Desocupado como eu, o ex-governador de São Paulo e ex-futuro presidente da República, José Serra, continua tentando encontrar maneiras criativas de preencher o ócio compulsório a que foi condenado, temporariamente, pelo eleitorado brasileiro, principalmente o nordestino. No Twitter, ele já é um dos políticos campeões, com 700 mil seguidores. Agora, Serra resolveu atacar na blogosfera.

O tucano estreou, ontem, o blog do José Serra, onde ele, segundo suas próprias palavras, pretende comentar sobre políticas públicas e temas que digam respeito ao futuro do país. Temas como o aborto e o esfarelamento do PSDB, nem pensar.

E logo no primeiro post, Serra entregou-se a um de seus maiores prazeres: sentar-se sobre o próprio rabo para falar mal do rabo alheio. Ele já começou suas atividades de blogueiro criticando Lula e Dilma, o que era esperável. Sobre Lula, o tucano escreveu: “Durante o mandato de Lula, graças ao seu talento de animador e à publicidade massiva, criou-se a impressão de que a era do crescimento dinâmico havia voltado para ficar. Impressão, infelizmente, sem fundamento”.

Quanto a Dilma, o professor Serra nos alerta que o novo governo “promete que vai enfrentar os desafios, mas mostra falta de convicção e de rapidez, além de falta de prioridades, cujo símbolo maior é o trem-bala”.

De qualquer forma, parece que o mundo da blogosfera está vendo com bons olhos e até saudando a chegada de José Serra. O blogueiro Brizola Neto, por exemplo, escreveu que “é bom que Serra venha para a polêmica, que defenda suas ideias abertamente e não através dos jornalistas que lhe são afinados”

Se você estiver a fim de visitar o blog do Serra, ou mesmo adicioná-lo entre os seus favoritos, então clique aqui.

INCOERÊNCIA: ESPECIATO PEDE VERBA PARA INSTALAR FONTE LUMINOSA NA PRAÇA “EUPHLY JALLES”

Dizem que a incoerência é uma virtude das pessoas inteligentes. Devo concluir, então, que nós, os petistas de Jales, somos gênios. Acabo de ouvir uma entrevista do vereador Luís Especiato(PT) ao Jornal do Povo, da Rádio Assunção, onde o meu companheiro comunica aos jalesenses que faltou à sessão da Câmara, de segunda-feira, por um motivo muito justo: ele viajou a São Paulo para uma visita ao escritório político do deputado federal João Paulo Cunha(PT), onde entregou três pedidos de recursos financeiros.

Um dos pedidos, esclareceu Especiato, refere-se à Praça “Euphly Jalles”. O vereador pediu R$ 400 mil para a revitalização da Praça, incluindo a instalação de uma fonte luminosa. E aí é onde reside a incoerência. Como já foi dito por aqui, em 2007 o prefeito Parini firmou um convênio com o Ministério do Turismo, no valor de R$ 82 mil, para a reforma daquela Praça e, segundo o convênio, parte desse dinheiro deveria ser aplicada na aquisição e instalação de uma fonte luminosa.

Depois de realizada uma licitação e contratada a empresa que deveria vender e instalar a fonte, o prefeito Parini, sem qualquer justificativa, resolveu suspender o projeto. O dinheiro, ao que consta, está na conta da Prefeitura há quase três anos, mas o prefeito, ao que parece, não quer saber de fonte luminosa. E agora, me vem o vereador Luís Especiato dizer que está pleiteando dinheiro para instalação de uma fonte na Praça “Euphly Jalles”. É ou não é muita incoerência?

ELEIÇÕES 2012: ESPECIATO COMEÇA A DESCONFIAR QUE VAI SER TRAÍDO

Parece que, finalmente, o vereador Luís Especiato(PT) está ligando o desconfiômetro. Corre por aí um certo zum-zum dando conta de que Especiato estaria um tanto quanto chateado com o prefeito Humberto Parini e sua doce companheira, Rosângela Parini. O motivo: o casal real estaria dando muita atenção à vereadora Pérola Cardoso.

Especiato parece estar começando a desconfiar que, por trás da exposição midiática de Pérola, estaria a vontade da primeira-dama de fazer dela algo mais que uma simples vereadora. Alguém já teria feito chegar a Especiato, que a intenção da primeira-dama, e, por consequência, do marido-prefeito, é ver Pérola disputando, na pior das hipóteses, o cargo de vice-prefeita, numa dobradinha com Clóvis Viola.

A estória é meio esquisita, mas da nossa primeira-dama se pode esperar tudo. Não é segredo prá ninguém, que dona Rosângela Parini não morre de amores pelo Clóvis. E Clóvis, da mesma forma, sabe que a primeira-dama não vai com a cara dele. Devo confessar, porém, que, ultimamente, tenho notado uma estranha alquimia entre Clóvis Viola e o casal real. Tudo leva a crer que a reaproximação tenha interesses eleitorais. De ambas as partes.

Acho que o Especiato faz bem em colocar a barba de molho.

SERRA PREPARA VÔO PARA O PARTIDO DE KASSAB APÓS PERDER ESPAÇO NO PSDB

A notícia está no jornal Correio do Brasil, desta quarta-feira:

Está aberta a janela para o candidato derrotado à Presidência da República José Serra voar para fora do ninho tucano. Na noite passada, uma reunião entre o governador Geraldo Alckmin e o senador Aécio Neves (MG) praticamente encerrou a discussão sobre o nome que irá conduzir o PSDB até as eleições municipais, no ano que vem.

Ambos resolveram apoiar a recondução do deputado Sérgio Guerra (PE) à Presidência Nacional da legenda e enterrar os sonhos de Serra, que desejava comandar o partido e se fortalecer para uma próxima disputa com a presidenta Dilma Rousseff, em 2014.

Uma alta fonte do governo paulista desconfia que Serra foi um dos incentivadores da criação do Partido Social Democrata(PSD), articulada por Kassab. O PSD, de acordo um secretário de Alkmin, será a opção natural de Serra caso ele resolva bater asas do PSDB.

ACUSADO DE ENVOLVIMENTO COM MENSALÃO DO DEM, ROBERTO FREIRE AMEAÇA TUITEIROS

Bob Freire desce do salto e faz ameaças. A notícia está no blog do Murilo Pohl:

O “ex-comunista” e nômade político Roberto Freire (PPS), botou todas as suas manguinhas truculentas de fora hoje, quando ameaçou pelo Twitter processar internautas por reproduzirem matéria sobre acusações feitas a ele e ao seu partido, de envolvimento no escândalo do Mensalão do DEM. As denúncias teriam vindo à tona por meio de depoimento arrolado nas investigações do escândalo.
         
Freire e o PPS são acusados pela diretora comercial da Uni Repro Serviços Tecnológicos Ltda, Nerci Soares Bussamra, de praticar chantagem e pedir propina para manter um contrato de R$ 19 milhões com a Secretaria de Saúde, comandada pelo deputado Augusto Carvalho, filiado ao partido.

 

Em represália, no TT, Roberto Freire deixou a veia totalitária falar mais alto e esbravejou: “Você sabia: Justiça admite processo por crime cometido na internet. Caluniar é crime, já processei uma caluniadora que se retratou”; “Vou escolher aqueles que melhor representam os caluniadores lulodilmistas como exemplo,@erimonatto Você e sua mulher se apresentam?”.

A notícia completa pode ser lida no blog do Murilo Pohl, clicando aqui.

DEPOIS DOS TUCANOS, PMDB TAMBÉM FLERTA COM CLAUDIR ARANDA

Pelo jeito, não é apenas o PSDB, do Cardosão, que está em busca de reforços. Recebi, agora à noite, o e-mail enviado por um amigo que traz uma novidade interessante. Segundo ele, na quinta-feira da semana passada, logo após a inauguração da EMEI “Gema Prandi Rosa”, no São Judas Tadeu, o presidente da Câmara, Claudir Aranda e o presidente do PMDB local, João Missoni Filho, sentaram-se a uma mesa do Bar do Valdir, onde, acompanhados pelo chefe de gabinete da Secretaria de Esportes, Ilson Colombo, tomaram umas biritas e trocaram impressões sobre a nossa conjuntura política.

Consta que Aranda – que, há alguns dias, foi sondado pelo PSDB – teria recebido um convite para se mudar de mala e cuia para as hostes peemedebistas. De acordo com a proposta, Claudir seria um dos homens de frente do PMDB e uma espécie de plano “B” do partido, para o caso de o virtual candidato, José Devanir “Garça” Rodrigues, não aceitar a incumbência de botar o bloco peemedebista na rua.

Curiosamente, nas duas últimas sessões da Câmara, Claudir parece ter tido surtos oposicionistas, ao fazer severas críticas ao governo Parini. Na sessão de hoje, por exemplo, Claudir disse que foi chamado às falas por ter criticado a administração na sessão passada, mas, segundo ele, não tem como ficar calado diante da incompetência de alguns funcionários de confiança do prefeito. O presidente da Câmara relatou que já pediu para que fossem retirados alguns entulhos que estão jogados na Rua Dezenove há mais de dois meses, mas até agora não foi atendido. “É duro ser vereador em Jales”, discursou Claudir.

1 317 318 319 320 321 332