DESTAQUES DOS JORNAIS

Estas foram as manchetes dos jornais locais, neste final de semana:

Folha Noroeste: “Governador Geraldo Alckmim estará hoje em Votuporanga para autorizar início da duplicação”

Folha Regional: “Produtores reclamam da chuva que atrapalha plantação e colheita de hortifrutis na região”

Jornal de Jales: “Prefeito de Santa Fé do Sul prega criação da Região Administrativa dos Grandes Lagos”

A Tribuna: “Duplicação começa imediatamente”

Na Folha Noroeste, a manchete principal faz referência ao evento marcado para Votuporanga, onde o governador Geraldo Alckmim esteve no sábado para anunciar o início da duplicação da Euclides da Cunha. O jornal destacou também que “restruturações e novidades marcam os 40 anos da Unijales”. Na coluna FolhaGeral, uma nota sobre a filiação do ex-juiz Pedro Callado ao PSDB e outra sobre o julgamento da ação de perda de cargo por desfiliação , movida pelo PMDB de Jales contra o vereador Luiz Henrique Viotto, o Macetão. Na coluna social, destaque para o aniversário do advogado Sidinei Aldrigue, que apagou velinhas ontem, sábado.

A Folha Regional foi ao comboio ouvir os produtores de hortifrutis e os consumidores que, segundo o jornal, aguardam ansiosamente a chegada do outono para sentirem no bolso a redução de preços dos produtos de época, como as frutas, legumes e verduras. O jornal destacou também as festividades de aniversário de Aspásia, onde o prefeito Lia do Bar preparou uma extensa programação para comemorar a data. Do mesmo modo, Vitória Brasil também comemorou 66 anos com uma série de atividades e eventos programados pelo prefeito Eliseu Alves da Costa. Na coluna Ella, o destaque é beleza oriental da fofíssima Lara Yoshida, realçada pelas lentes do fotógrafo Marcos Oliveira.

No Jornal de Jales a manchete principal faz referência a um texto do prefeito de Santa Fé do Sul, Toninho Favaleça, onde ele sugere a criação de uma região administrativa reunindo Votuporanga, Fernandópolis, Jales e, é claro, Santa Fé do Sul. Destaque também para uma ação da Polícia Federal que gravou ameaças de advogado a um aposentado e para a visita de dois sobreviventes da bomba de Hiroshima a Jales. Na coluna Fique Sabendo, o jornalista Deonel Rosa Júnior escreve que o PSDB, sem poder contar com o Dalua, agora investe todas as suas fichas no juiz aposentado Pedro Callado. E na coluna Contexto, uma análise sobre a iniciativa de um grupo de empresários jalesenses, que está a procura de um candidato para a sucessão do prefeito Humberto Parini.

No jornal A Tribuna, que foi a Votuporanga cobrir a vinda do governador Alckmim, o destaque principal foi, é claro, para o anúncio do início da duplicação. O repórter Alexandre Ribeiro esteve por lá e ouviu o governador dizer de viva voz que “esta é a maior obra do governo este ano, depois do Rodoanel Metropolitano de São Paulo”. Outra manchete de primeira página chama a atenção para o caso da Rodoviária, que está se tornando ponto de prostituição, uso de drogas e bebedeiras, depois que o prefeito Parini retirou o único vigia que trabalhava naquele local. Destaque também para a ação que o Ministério Público Federal de Jales está movendo contra um advogado, acusado de extorquir e enganar clientes ingênuos.

VEREADORES DE MESÓPOLIS RECLAMAM DE DITADURA IMPOSTA PELO PREFEITO

Recebi um e-mail de um amigo de Mesópolis, onde ele relata a falta de transparência da administração municipal e o regime ditatorial imposto pelo atual prefeito, Otávio Cianci. Segundo o amigo, o prefeito e os seus assessores jurídicos indeferem a maioria dos pedidos de informações encaminhados pelos vereadores e até mesmo por cidadãos comuns.

Desde o mais simples pedido, como a cópia de uma lei municipal ou a relação das pessoas beneficiadas por programas sociais, tudo é negado pelo prefeito e sua equipe, sempre sob a alegação de que a solicitação é impertinente ou alguma outra desculpa esfarrapada. A ordem, pelo jeito, é esconder os atos da administração. No indeferimento aí do lado, por exemplo, utilizou-se o “argumento” de que o requerente não tinha ética, disciplina e nem respeito à hierarquia. É mole?

Bem, segundo a informação que me foi passada, os vereadores tomaram a atitude correta: encaminharam uma representação ao Ministério Público, denunciando a atitude do prefeito Tavinho Cianci, que, ao que parece, se acha acima da lei. Deve ser por pensar assim que ele e alguns dos seus assessores não saem das páginas do Diário Oficial, acusados e ou condenados por coisas erradas.

É incrível que, em pleno 2011, ainda existam administradores públicos que não se acham na obrigação de prestar contas de seus atos aos contribuintes, que são, de resto, os seus patrões. Afinal, são os contribuintes que pagam os salários e todas as outras mordomias desfrutadas pelo prefeito e seus assessores. Infelizmente, o prefeito de Mesópolis parece que não se deu conta disso ainda.

TICO-TICO NO FUBÁ, COM O “DUO SIQUEIRA LIMA”

Falemos de coisas boas. O Poletto me mandou um vídeo e o texto abaixo, que eu, com alguns pequenos adendos, divido com vocês.

“Tico-Tico no Fubá” é uma canção de choro composta por Zequinha de Abreu, o bonitão da foto aí do lado. Com o tempo, tornou-se uma das canções brasileiras mais conhecidas de todos os tempos. Foi gravada por Carmem Miranda e Ray Conniff, entre outros.

Foi apresentada pela primeira vez em um baile da cidade de Santa Rita do Passa Quatro, em 1917 (o Célio Baião tava lá), sob o nome de Tico-Tico no Farelo. A canção recebeu o nome atual em 1931, uma vez que já existia outra de mesmo título, composta pelo violonista Canhoto. No mesmo ano, foi incluída, pela primeira vez, em disco, gravado pela Orquestra Colbaz.

Atingiu o ápice de sua popularidade nos anos 1940, quando foi incluída em cinco filmes americanos: Saludos Amigos, A Filha do Comandante, Escola de Sereias, Kansas City Kitty e Copacabana, em versão interpretada por Carmem Miranda. Em 2009, foi regravada por Daniela Mercury em seu décimo terceiro álbum de estúdio, Canibália.

Pitaco deste aprendiz de blogueiro: além da Daniela Mercury, outros grandes artistas da nossa MPB deram lindas interpretações ao “Tico-Tico no Fubá”. Recomendo ouvir as releituras do João Bosco, da Roberta Sá, do Ney Matogrosso e da deputada Leci Brandão. Todas muito bonitas. Vamos ao vídeo com o Duo Siqueira Lima. Vale a pena conferir:

You need to a flashplayer enabled browser to view this YouTube video

FILHA DO PREFEITO PEDE EXONERAÇÃO DO CARGO QUE TINHA NA REDE FERROVIÁRIA FEDERAL

O Diário Oficial da União, edição de ontem, publicou a exoneração da filha do nosso prefeito, Maria Gabriela Alves Parini, do cargo em comissão que ela ocupava na inventariança da extinta Rede Ferroviária Federal. O despacho assegura que a exoneração foi “a pedido”.

Como eu já escrevi aqui neste espaço democrático, enquanto a nossa punjante cidade comemorava, distraída, os seus sessenta e nove anos de fundação, no dia 15 de abril do ano passado, a filha do prefeito era presenteada com um empreguinho na Rede Ferroviária Federal. A RFF é vinculada ao Ministério dos Transportes, onde o deputado federal Valdemar da Costa Neto(PR) tem grande influência. Valdemar recebeu o “apoio” de Parini nas eleições de 2010.

E, para que não pensem que eu invento coisas, estou reproduzindo, abaixo, a publicação do Diário Oficial da União, Seção 2, página 48, edição de 25 de março de 2011: 

GABINETE DO MINISTRO

PORTARIA Nº 42, DE 24 DE MARÇO DE 2011 

O MINISTRO DE ESTADO DOS TRANSPORTES, no uso da competência que lhe foi subdelegada nos termos do inciso I, art. 1º, da Portaria Ministerial nº 1056, de 11 de junho de 2003, da Casa Civil da Presidência da República, resolve: Exonerar, a pedido, MARIA GABRIELA ALVES PARINI, CPF 327.735.728-74, do cargo em comissão, código DAS 101.2, da Inventariança da extinta Rede Ferroviária Federal S.A. – RFFSA, em caráter de transitoriedade.
ALFREDO NASCIMENTO

PARINI NÃO APARECE NO EVENTO DE ALCKMIM PARA LANÇAMENTO DA DUPLICAÇÃO

O prefeito de Jales, Humberto Parini, não deu as caras no evento de hoje cedo, em Votuporanga, quando o governador Geraldo Alckmim anunciou o início das obras da duplicação da rodovia Euclides da Cunha. Ao contrário de Parini, os demais prefeitos das principais cidades da região – São José do Rio Preto, Mirassol, Votuporanga, Fernandópolis e Santa Fé do Sul – fizeram questão de marcar presença no oba-oba com o governador.

Não se sabe se Parini foi convidado, mas, se foi, ele deve ter desconfiado que sua presença no evento não seria muito bem recebida. Afinal, além de ter classificado a promessa tucana de duplicação da rodovia de “estelionato eleitoral”, Parini e seu fiel-escudeiro, Liberato Caldeira – e mais dois outros trapalhões, cujos nomes não me lembro – andaram tramando um movimento de “protesto” contra a suposta fraude eleitoral.

O problema agora é descobrir por onde andou o nosso prefeito neste sábado. O Carioca propôs um enquete:

(   ) Parini, mais o Caldeira e os outros dois trapalhões, resolveram fazer uma pescaria no Pantanal;

(   ) Parini e a primeira-dama aproveitaram esta bela manhã de sábado para visitar um pai-de-santo, em Fernandópolis;

(   ) Parini, mais o Shimomura, o Chaparim e a Marli foram prá Israel conhecer novas plantações de pinhão-manso;

(   ) Parini foi a Ribeirão Preto resolver um probleminha no encanamento do apartamento.

DOMINGO, EM “A TRIBUNA”

O jornal A Tribuna despachou o repórter Alexandre Ribeiro para cobrir a vinda do governador Geraldo Alckmim a Votuporanga, hoje pela manhã, quando ele anunciou o início imediato das obras de duplicação da rodovia Euclides da Cunha. A cobertura completa estará na edição desse domingo. Além desse assunto, A Tribuna vai falar também da situação do nosso Terminal Rodoviário que, sem vigilância, está se tornando ponto de viciados.

O surto de conjuntivite, a filiação do doutor Pedro Callado ao PSDB, a Facip 2011, os novos números da dengue, o acidente com estudantes de Santa Fé do Sul e o problema das aves na Praça Euphly Jalles, são outros assuntos da edição de domingo de A Tribuna. E tem também a coluna do jornalista Paulo Reis Aruca, com os bastidores da política local, e a crônica do Marco Antonio Poletto, que, neste domingo, fala sobre música.

MAPA MOSTRA TAMANHO DE PÊNIS NO MUNDO INTEIRO. BRASIL ESTÁ BEM COLOCADO

Como são felizes as congolesas! Deu no Blog do Renato César Pereira:

O Brasil continua mostrando que é um “grande país” e segue firme em um importante ranking mundial: o do tamanho médio de pênis no mundo.

A competição é dura (sic!), mas estamos bem colocados: somos o 14. do planeta, com média de tamanho de pênis (ereto) de 16,10 cm.

O líder é o Congo, com 17,93 cm de média, enquanto o lanterninha da “competição” é a Coréia do Sul, com minguados 9,66 cm de média. Pobres coreanas!

A notícia completa e o mapa com a média de cada país, estão aqui. E, caso você queira ler alguma coisa a mais sobre assunto tão palpitante, então veja também a “científica” notícia divulgada nesta semana pelo Ethos On Line, clicando aqui

JUIZ DA INFÂNCIA PROFERE PALESTRA SOBRE “POLÍTICAS PÚBLICAS E ATO INFRACIONAL NO ECA”

(por Vívian Curitiba)

A 63ª Subseção da OAB/Jales promove no próximo dia 1, a partir das 19h30, na Casa do Advogado, a palestra “Políticas Públicas e Ato Infracional no ECA” com o juiz da Vara da Infância e Juventude da Comarca de Jales, Dr. José Pedro Geraldo Nóbrega Curitiba. A palestra é direcionada a advogados, conselhos tutelares, técnicos da rede social, instituições que lidam com crianças e adolescentes, estudantes de direito e profissionais da área jurídica e social.

De acordo com o juiz, serão abordados assuntos como a falta de políticas públicas para crianças e adolescentes em situação de risco, aplicação das políticas públicas existentes em relação ao direito fundamental de convivência familiar, a atuação dos advogados nos processos de acolhimento institucional diante das alterações da Nova Lei de Acolhimento Familiar e a atuação da rede social, advogado e conselho tutelar em processos de acolhimento institucional e processos infracionais.

A advogada Eliane Iglesias Modesto, presidente da Comissão da Criança e Adolescente da OAB, conta que o objetivo é esclarecer aos advogados quanto as políticas públicas e o ato infracional segundo o Estatuto da Criança e do Adolescente para que a lei seja melhor aplicada e as defesas melhor executadas.  “Acredito que o juiz responsável pela Comarca, por ser grande conhecedor do tema, vai esclarecer muitas dúvidas e ainda colaborar para a qualificação profissional dos advogados”, disse.

Após a palestra, o grupo espírita Maria Dolores apresentará um coral com crianças carentes que foram ressocializadas através do trabalho da instituição.

Os interessados em participar do evento podem se inscrever gratuitamente na OAB/Jales pelo tel.: (17)36323828 ou pelo e-mail: jales@oabsp.org.br.

A PEQUENA LORENA

Acabo de receber a ligação de um amigo que me comunicou o nascimento da pequena Lorena. A Lorena é a primeira filha do são-paulino Renocler Marques de Oliveira, e de sua esposa, a Alessandra.

Há muito tempo que o Renocler, que é funcionário da Prefeitura, e a Alessandra, vinham tentando um herdeiro. Se eu conheço bem o Renô, a essa hora ele está levitando de felicidade. Com certeza, a Lorena vai dar muitas alegrias aos pais. Mas vamos torcer para que ela seja corintiana.

A CRÔNICA DO PASCHOALINO – “A VIDA É…”

Vejam que coincidência: depois de batucar as linhas do post anterior corri à minha caixa de e-mails e encontrei por lá – recém-saída do forno – a crônica do Paschoalino Sempre Azords, que vai ser publicada no domingo pelo jornal O Debate, de Santa Cruz do Rio Pardo. O Paschoalino, eu já disse por aqui, é um jalesense radicado lá perto do Paraná. E qual o assunto da crônica? Ninguém menos que o escritor colombiano Gabriel Garcia Márquez, autor, entre outras obras primas, do livro “Crônica de Uma Morte Anunciada”. Vale a pena ler a crônica do Paschoalino. E você poderá fazê-lo clicando em Leia mais

1 1.315 1.316 1.317 1.318 1.319 1.369