Arquivos mensais: Fevereiro 2013

SOBRE A MOVIMENTADA SESSÃO DE ONTEM

Carlos Roberto Cardoso da Silva e Luiz Henrique de Oliveira, líderes do MSC – Movimento dos Sem Cargo – sentaram-se à primeira fila para assistir a sessão. Apesar de continuar desprestigiado por Nice, Cardosão defende a aprovação do projeto para a Facip.

Desde a tarde de ontem, os vereadores de oposição já sabiam que Nice tinha escalado alguns assessores e simpatizantes para irem à Câmara pressionar pela aprovação do projeto. A informação inicial dava conta de que as nicetes levariam algumas faixas. Mas não se viu nenhuma faixa durante a sessão.

O ex-vereador Macetão era um dos presentes. Ele alegou, porém, que foi à Câmara para acompanhar a votação de um projeto que libera R$ 152 mil para a compra de um gerador de energia para a UPA. A falta do gerador é um dos motivos pelos quais a nossa UPA ainda não foi habilitada pelo Ministério da Saúde. Estima-se que a falta de habilitação esteja rendendo um prejuízo de R$ 100 mil mensais à nossa Prefeitura.

Alguns representantes de entidades – como Alício Frassato, do Lar dos Velhinhos – também acompanharam a sessão. Carlos Alberto Expedito de Brito Neto, o Betinho, e João Luiz Socorro de Lima, ambos da OAB,  ouviram tudo atentamente e em silêncio. Os irmãos França e José Teodoro – servidores municipais, que estariam sendo “perseguidos” por Nice – também estavam lá.

Durante a discussão do requerimento, somente os líderes de partidos puderam falar. Gilbertão foi o primeiro a discursar e, sem se impressionar com a presença dos aliados da prefeita, deixou claro que era contra a votação do projeto em regime de urgência. Sérgio Nishimoto, líder do PTB de Nice, preferiu o silêncio. Sem direito a falar, Tiago Abra(PSB), aliado da prefeita, teve que ouvir seu líder, Júnior Rodrigues, discursar contra o requerimento.

Curiosa mesmo foi a argumentação de Claudir Aranda, líder do PDT. Ele rebateu as críticas de Gilbertão, alegando que o projeto demorou para chegar à Camara por conta dos problemas com os bombeiros. Tenha santa paciência!

Os vereadores da oposição deverão receber, nos próximos dias, a cópia de um parecer jurídico extraoficial que enxerga inconstitucionalidades no projeto da Facip e o classifica como uma mera “carta de intenções”. 

O vice Pedro Callado deixou a Câmara um pouco desanimado. A alguns  mais chegados, Callado teria confidenciado que, se as coisas continuarem complicadas como estão, ele vai acabar optando por dedicar-se apenas à neta. Mas não é só o caso Facip que estaria desagradando o vice.

Muita gente contrária à aprovação do projeto também foi à sessão de ontem. Apesar de não se manifestarem  publicamente,  comerciantes, profissionais liberais, funcionários estaduais, servidores aposentados,  etc,  acompanharam tudo e, ao final, ficaram contentes com o resultado.     

NICE ESTÁ EM BRASÍLIA PARA NEGOCIAR DEVOLUÇÃO DE R$ 1 MILHÃO AO MINISTÉRIO DO TURISMO

A prefeita Nice Mistilides deve ter ficado sabendo do resultado da sessão de ontem através do seu novo celular. Afinal, quando a sessão acabou, por volta das 10:30 horas, ela já estava viajando para Brasília.

Na capital federal, nossa prefeita vai visitar o Ministério do Turismo, onde tentará negociar a devolução do dinheiro – cerca de R$ 1 milhão – que está sendo cobrado em função de irregularidades nas prestações de contas da Facip e da Festa do Motorista, ambas de 2009.

Por falar nisso, o Jornal de Jales abriu generoso espaço para o ex-prefeito Humberto Parini se defender das acusações da atual prefeita, que  responsabilizou o estadista pelos erros que estão levando o Ministério do Turismo a exigir a devolução de R$ 1 milhão.

Parini diz que o problema está na alteração de critérios do Ministério do Turismo, fato que estaria causando problemas em várias cidades. Disse, também, que as contas da Facip 2009 foram inicialmente aprovadas e, mais tarde, o Ministério pediu devolução de parte dos recursos do convênio.

Segundo o estadista, a Prefeitura teria apresentado novos documentos e, “estranhamente”, o Ministério aumentou o pedido de devolução. A Prefeitura apresentou, então, mais documentos e o Ministério agora está pedindo a devolução de R$ 1 milhão.

Conclusão: se o estadista tivesse continuado a apresentar documentos, a essa altura teríamos que vender a “Praça do Jacaré” e o Estádio Municipal  para pagar a conta.  

Em tempo: Desde quarta-feira passada venho tentando obter, junto à Secretaria de Comunicação da Prefeitura, informações sobre quais seriam os motivos que o Ministério do Turismo alega para pedir a devolução do dinheiro, mas parece que estamos diante de um segredo de estado.

PARA DEPUTADO CARLÃO, GOVERNO FEDERAL TRATA A SAÚDE PÚBLICA COM DESCASO

Com todo o respeito à opinião do deputado, é bom lembrar que o PSDB, quando no governo federal, tratou a Saúde com o mesmo descaso e ainda inventou a CPMF. Vamos a alguns trechos da extensa notícia enviada pela assessoria do deputado Carlão: 

O deputado estadual Carlão Pignatari (PSDB) afirmou, durante encontro realizado nesta segunda-feira (dia 25), no auditório Paulo Kobayashi, na Assembleia Legislativa de São Paulo, que o governo federal trata a saúde pública com descaso. Carlão é um dos articuladores do movimento “Tabela SUS! Reajuste Já”, cujo objetivo é fazer com que o governo promova um urgente reajuste na tabela de procedimentos do SUS (Sistema Único de Saúde). 

Ao discursar, Carlão lembrou que a organização do movimento entregou documento ao ministro da Saúde, Alexandre Padilha, em abril, julho e novembro, porém, “nenhuma resposta tivemos; isso é uma falta de respeito com os provedores dos nossos hospitais e com cada um que construiu sua Santa Casa, e a maioria com dinheiro do próprio município, através de eventos, leilões, bingos e rifas. E que hoje nós estamos vendo este patrimônio se deteriorar pela falta de pagamento justa que o SUS tem que fazer para os nossos hospitais”. 

Após intensos discursos dos presentes, ficou decidido que no dia 8 de abril não haverá atendimento eletivo (consultas previamente agendadas) em todos o País, sendo também que a data será a oportunidade para uma ampla discussão com a sociedade sobre a realidade no relacionamento com o SUS e a necessidade de investimento de 10% das receitas líquidas por parte da União. 

Ainda foi acertado que integrantes do movimento irão neste dia 26 a Brasília propor aos parlamentares que interrompam as votações até que o governo os receba e se manifeste sobre as reivindicações do setor. 

PROJETO QUE AUTORIZA DESPESAS DE R$ 2,3 MILHÕES COM FACIP NÃO FOI VOTADO. CALLADO DIZ QUE SE SENTE DERROTADO

A Câmara Municipal rejeitou, por 6 x 4, o requerimento onde se pedia urgência na votação do projeto que autoriza despesas de R$ 2,3 milhões para a Facip 2013. Com a decisão, o projeto seguirá os trâmites normais, ou seja, ele somente será votado depois de passar pelas comissões de Justiça e Redação e de Orçamento.

Como se vê nas fotos, a sessão foi acompanhada por um número razoável de pessoas. Pelo menos a metade da platéia era formada por aliados de Nice, especialmente convocados para pressionar os vereadores. A pressão das Nicetes, no entanto, não surtiu efeito.

Ao final, o vice Pedro Callado, que acompanhou a sessão ao lado do chefe de gabinete da prefeita, Roberto Timpurim, concedeu entrevista ao repórter Tony Ramos, do Jornal do Povo (Assunção AM), onde disse que se sentia derrotado. A entrevista deverá ser veiculada hoje.

Na verdade, Callado – ou Nice – perdeu apenas uma batalha, mas, a se julgar pela disposição dos vereadores de oposição, essa guerra não será fácil pra ele. Ainda nesta semana, os vereadores terão em mãos um parecer jurídico independente, onde está escrito que o projeto da Facip é “descaradamente inconstitucional”.

Os bastidores da votação de hoje foram bastante movimentados. A prefeita Nice, que, durante um mês, se esquivou de receber a presidenta Pérola Cardoso, vestiu as sandálias da humildade e, horas antes da sessão, foi até a Câmara, onde se reuniu com os vereadores.

Durante a tal reunião, Nice não tocou no assunto Facip, mas, evidentemente que a ida dela até a Câmara tinha tudo a ver com o projeto que deveria ir a votação mais tarde. No entanto, a repentina humildade da prefeita também não surtiu efeito.

OS 70 ANOS DO BEATLE QUIETO

A notícia é do jornal paranaense Gazeta do Povo:

Autor de algumas das mais belas músicas dos Beatles, como “Something”, “Here Comes the Sun” e “While My Guitar Gently Weeps”, George Harrison completaria hoje, se estivesse vivo, 70 anos. O mais jovem dos integrantes da banda, conhecido como o beatle quieto, Harrison era dono de um talento excepcional para tocar guitarra.

Refém do carisma de John Lennon e de Paul McCartney, e sem a alegria espontânea de Ringo Starr, George demorou para conquistar espaço para as suas músicas nos álbuns do grupo.

Nascido em Liverpool, em 25 de fevereiro de 1943, George entrou para os Bea­tles em 1958, apresentado por Paul McCartney. Lennon foi contra inicialmente por causa da diferença de idade entre eles. Harrison era quase três anos mais novo que John, mas depois de demostrar o que sabia fazer com uma guitarra, acabou superando a resistência. Ele tinha 15 anos.

A biografia e outros detalhes interessantes sobre a brilhante carreira de George Harrison podem ser vistos na matéria completa da Gazeta do Povo, aqui. E se você tiver um tempinho a mais, veja também o vídeo abaixo, onde George interpreta “Something”.

Por sinal, essa música foi composta para Pattie Boyd, a primeira mulher de George. A mesma Pattie inspirou, também, Eric Clapton – com quem ela se casou, depois de se separar de George – a compor “Layla”, “Wonderful Tonigth” e outras lindas canções. 

You need to a flashplayer enabled browser to view this YouTube video

REGIÃO DE JALES TEM 502 TÍTULOS ELEITORAIS AMEAÇADOS DE CANCELAMENTO

O Cartório Eleitoral de Jales divulgou, nesta semana, que a região de Jales possui 502 eleitores ameaçados de ter o título de eleitor cancelado, uma vez que não votaram e não justificaram a ausência nas três últimas eleições. A Justiça Eleitoral está informando, ainda, que eleições com dois turnos, como em 2010, contam como dois pleitos. Assim, mesmo que o eleitor tenha votado em 2008, mas não votou nos dois turnos de 2010, está em situação irregular.

Segundo o chefe do Cartório local, Christian Rodrigo Sonsini, o edital com os nomes dos 502 eleitores em situação irregular está afixado, desde o dia 20, no mural do órgão, na Rua Nove. Ele ressaltou que a Justiça Eleitoral não vai expedir qualquer tipo de notificação aos eleitores. “O não comparecimento ao Cartório implicará no cancelamento automático do título de eleitor, que será efetivado de 10 a 12 de maio de 2013”, afirmou o chefe do Cartório.

Christian explicou, ainda, que os eleitores poderão providenciar a regularização dos títulos a partir dessa segunda-feira, 25/02. “Os eleitores terão 60 dias, ou seja, até o dia 25 de abril, para nos procurar e regularizar a situação. Basta comparecer aqui ao Cartório, com o título e os documentos pessoais, para análise da situação e providência da regularização cabível”, disse Christian.

Abaixo, a quantidade de eleitores em situação irregular, em cada um dos dez municípios vinculados ao Cartório de Jales:  

Município

Qtde

  Município

Qtde

Aspásia

10

  Dirce Reis

06

Jales

330

  Mesópolis

21

Paranapuã

19

  Pontalinda

32

Santa Albertina

28

  Santa Salete

05

Urânia

39

  Vitória Brasil

12

 

ALIADOS DE NICE PLANEJAM PRESSIONAR PT POR APROVAÇÃO DE PROJETO FACIPESCO

Fontes palacianas me disseram, hoje pela manhã, que a cúpula prefeitural está confiante na aprovação do projeto que prevê despesas (e receitas, segundo Callado) de R$ 2,3 milhões com a Facip 2013.

Segundo meus informantes, os aliados de Nice acreditam que conseguirão a aprovação pressionando os petistas Luiz Rosalino e Pérola Cardoso com a possibilidade de instalar uma auditoria para investigar a administração  do ex-prefeito Humberto Parini.

Se conheço bem os meus ex-companheiros de PT, esse tipo de pressão não vai funcionar. Por sinal, a prefeita Nice terá muito mais a perder do que a ganhar, numa eventual briga com o PT.

Além disso, a presidenta Pérola não anda nada satisfeita com o tratamento que está sendo dispensado a ela. Há mais de um mês que Pérola tenta marcar uma audiência com a Ungida e não consegue.

ARRECADAÇÃO COM IPVA CRESCE 15% EM JALES

A arrecadação da Prefeitura de Jales com o repasse do IPVA deu um salto de 15% em janeiro deste ano, na comparação com janeiro de 2012. Em janeiro do ano passado, o IPVA rendeu R$ 2.190.791,13, enquanto agora em 2013, o imposto proporcionou R$ 2.522.226,74 aos cofres municipais.

Como boa parte dos proprietários de veículos paga seus impostos à vista, a arrecadação de janeiro corresponde, normalmente, a 1/3 da arrecadação total do ano. Isso significa que o IPVA poderá render R$ 7,4 milhões para Jales em 2013, ou R$ 1 milhão a mais que no ano passado. 

Entre as principais cidades da região, Jales foi a que apresentou o maior crescimento na arrecadação do IPVA. Em Fernandópolis, por exemplo, o crescimento foi de apenas 7,7%. Em outras cidades, como Santa Fé do Sul (8,2%), São José do Rio Preto (9,7%) e Votuporanga (10,6%), o aumento na arrecadação também ficou abaixo de Jales.

NICE CONFIRMA NORA COMO SECRETÁRIA DE PLANEJAMENTO

Pode-se criticar a prefeita Nice por muita coisa. Menos de não ser uma boa sogra. Na semana passada, ela confirmou a nomeação de sua nora, Angélica Colombo Boleto, como secretária de Planejamento. Além de reforçar o orçamento familiar, Nice tenta fugir à “Lei do Nepotismo”, ao nomear a nora como secretária.

Coisas de Brasil: a chamada Súmula 13, do STF, que trata da questão do nepotismo, proíbe a contratação de parentes para cargos menores, mas abre uma brecha para que os políticos nomeiem seus aparentados em cargos de primeiro escalão – como secretários ou ministros – também chamados de “agentes políticos”. Mesmo assim, Nice poderá enfrentar problemas.

Com a escalação da nora para o Planejamento, Nice deslocou o ex-titular, Vadinho, para a Secretaria de Obras. Os engenheiros Luciano Costa Telles e Zinaira Milene Rotta foram nomeados para a chefia de gabinete, respectivamente, das secretarias de Planejamento e de Obras.

Por outro lado, fontes fidedignas garantem que a prefeita teria nomeado o contabilista Morió Suzuki para a chefia de gabinete da Secretaria de Fazenda. Morió, segundo as informações, ficará encarregado de coordenar a Divisão de Compras e Licitações.

HOMEM É DETIDO TENTANDO FILMAR MULHER EM PROVADOR DE LOJA EM ARAÇATUBA

Deve ser alguma influência do Big Brother. A partir de agora, é recomendável que as mulheres, ao entrar em um provador, dêem uma boa conferida no ambiente. Vejam essa notícia do G1:

Um homem de 40 anos foi detido no sábado (23) em Araçatuba(SP) suspeito de filmar mulheres trocando de roupa no provador de uma loja no centro da cidade. Um das vítimas percebeu que era filmada pelo homem que estava em um provador ao lado e chamou a polícia.

Com ele, foram apreendidos um computador, três canetas com câmera e um aparelho celular. O homem foi liberado porque a suposta vítima não compareceu à delegacia. Mesmo assim, a polícia registrou boletim de ocorrência de ato obsceno e vai periciar os equipamentos. O caso será encaminhado à Delegacia de Defesa da Mulher.

1 2 3 4 16