Arquivos do autor: cardosinho

MPF REQUER ADOÇÃO DE TELEMEDICINA NO ATENDIMENTO DE PACIENTES COM SINTOMAS DA COVID-19 NA REGIÃO DE JALES

O Ministério Público Federal (MPF) requisitou às Secretarias de Saúde dos municípios da região de Jales que adotem as providências necessárias para utilização da telemedicina no tratamento de pacientes com sintomas da covid-19. A medida, prevista na Portaria nº 467/2020, do Ministério da Saúde, já está sendo empregada nas cidades paulistas de Fernandópolis e Ouroeste, cujos modelos de atendimento poderão servir de referência para os demais municípios.

O uso temporário da telemedicina foi autorizado de forma excepcional para o tratamento das vítimas do coronavírus, visando à diminuição do atendimento presencial nos postos de saúde municipais e, por consequência, de aglomerações potencialmente perigosas para a disseminação da doença. As ações de interação à distância podem contemplar o atendimento pré-clínico, de suporte assistencial, de consulta, monitoramento e diagnóstico, por meio de recursos de tecnologia da informação e comunicação que garantam a integridade, a segurança e o sigilo das informações.

“A implantação de um sistema de atendimento com telemedicina é um instrumento valoroso para evitar a contaminação pela covid-19, dada a inevitável presença de portadores do novo coronavírus em locais de atendimento à saúde”, destaca o procurador da República José Rubens Plates. Ele é responsável pelo procedimento administrativo que acompanha as medidas e orientações do Centro de Operações de Emergências em Saúde Pública para a covid-19 no âmbito do MPF em Jales.

O pedido para adoção da telemedicina foi encaminhado às Secretarias de Saúde de 39 municípios da região de Jales.

DESMORALIZADO, BOLSONARO APAGA NOTÍCIA MENTIROSA QUE PUBLICOU EM SUAS REDES SOCIAIS

Para um mentiroso contumaz feito Bolsonaro, todo dia é dia de mentir, mas vê-lo sendo atropelado pela verdade em pleno “dia da mentira”, não tem preço. A notícia é da Fórum:

No 1º de abril, considerado dia da mentira, Bolsonaro publicou – e depois apagou – vídeo fake nas redes sociais para criar terror e culpar governadores por “fome, desemprego e caos” em meio à pandemia de coronavírus.

Após ser desmentido por reportagem da rádio CBN, emissora de rádio do sistema Globo, Jair Bolsonaro apagou do Twitter e do Facebook o vídeo em que um apoiador diz estar na Ceasa de Belo Horizonte, em Minas Gerais, apontando risco de desabastecimento e culpando governadores.

O vídeo foi publicado por Bolsonaro às 7h35 desta quarta-feira (1º). Pouco mais de uma hora depois, o repórter Bruno Bohnenberger, da CBN, foi ao local e constatou que as atividades estão normais e não existe risco de falta de produtos.

Segundo ele, a direção da Ceasa ressaltou ainda que não há risco de desabastecimento na cidade, nem no estado, pelo contrário: há, inclusive, produtos em excesso por causa da baixa procura em meio à pandemia do novo coronavírus. Alguns comerciantes relatam melhora nas vendas.

Tempos depois, a equipe que cuida das redes sociais do presidente, comandada pelo filho, Carlos Bolsonaro, apagou o vídeo.

BEM VOTADO EM JALES, DEPUTADO E JURISTA LUIZ FLÁVIO GOMES MORRE AOS 61 ANOS

Em outubro de 2018, Luiz Flávio Gomes(PSB), concorrendo ao cargo de deputado federal, foi o sétimo candidato mais votado em Jales, com 690 votos. Aqui em Jales, ele fez dobradinha com o candidato a deputado estadual, Delegado Sakashita.

A foto acima, onde LFG aparece ao lado do prefeito Flávio Prandi e do viticultor e comerciante Durvalino Fernandes Gouveia, é de agosto de 2019, quando o então deputado federal esteve em Jales. Naquela ocasião, ele participou de um simpósio promovido pela OAB local e da inauguração do Centro de Conciliação e Mediação LFG.

A notícia é do Notícias ao Minuto:

O jurista e deputado federal por São Paulo Luiz Flávio Gomes (PSB-SP) morreu na madrugada desta terça-feira, dia 1º, em São Paulo. LFG, como era conhecido, vinha lutando contra uma leucemia desde o ano passado. Gomes formou-se pela Faculdade de Direito de Araçatuba (SP) em 1979. Também estudou nas Universidades de São Paulo (USP) e na Complutense de Madri, Espanha, onde concluiu seu doutorado em Direito Penal. Na carreira jurídica, atuou como agente de polícia, delegado, promotor de Justiça, juiz de direito e advogado.

Nacionalmente, ganhou projeção ao idealizar e fundar a rede de ensino LFG, especializada em cursos da área jurídica e preparação para concursos, pioneira no Brasil em transmissão de cursos via satélite.

O PSB, partido de LFG, comunicou o falecimento do deputado com um comunicado em seu site. O presidente nacional da sigla, Carlos Siqueira, lamentou a perda. “Lamento profundamente a perda do deputado Luiz Flávio que, embora novato, se revelou um grande quadro político e parlamentar, além de um figura de extraordinário valor humano.”

Líderes políticos de diversos partidos também lamentaram a morte do deputado federal. O ex-governador de São Paulo, Márcio França (PSB), foi um dos que escreveu em homenagem à morte do companheiro de partido. “Hoje perdemos um amigo valente! Obstinado e inteligente! Estreou tarde na política, mas sempre com sucesso!.”

O senador Álvaro Dias (Podemos-PR) foi outro a lamentar. “Luiz Flávio Gomes lutava contra a leucemia há 6 meses. Em janeiro fez transplante de medula óssea e recuperava-se bem, mas passou mal ontem”, escreveu o ex-presidenciável.

DENGUE: MICRORREGIÃO DE JALES TEM MAIS DE 890 CASOS CONFIRMADOS. URÂNIA E PONTALINDA SÃO AS MAIS ATINGIDAS

Os municípios da microrregião de Jales contabilizam, até o momento, mais de 890 casos confirmados de dengue, de acordo com os dados mais recentes da Secretaria Estadual de Saúde de São Paulo. 

Apesar de ter população com menos de 10 mil habitantes, os números da cidade de Urânia merecem atenção. Das quase 400 notificações, 326 foram confirmadas. Todas as ocorrências foram locais, ou seja, ninguém foi infectado pelo vírus fora do município.

A cidade de Pontalinda também entra em estado de alerta. Entre os 169 casos notificados, 165 foram confirmados – é o segundo município com maior número de ocorrências da microrregião.

De acordo com o último Boletim Epidemiológico divulgado pelo Ministério da Saúde, em todo o estado de São Paulo foram 19 mortes em decorrência da dengue em 2020. Entre os quatro sorotipos da doença, os tipos 1 e 2 foram os mais frequentes.

Município mais populoso da microrregião, Jales tem 192 casos de dengue confirmados até o momento, e outros 136 em investigação. Em março, a Secretaria Municipal de Saúde realizou ação de capacitação de profissionais do setor como medida de combate à proliferação da doença.

Segundo o secretário de Vigilância em Saúde do Ministério da Saúde, Júlio Croda, a eliminação dos focos do mosquito em residências deve ser feito semanalmente.

“Essa eliminação de focos tem que ser semanalmente. O ciclo do mosquito, ele se completa em sete dias. Então, se você demora mais de sete dias para eliminar o foco, você não está sendo efetivo na eliminação porque ele já se transformou em larva, e em mosquito”. 

O Ministério da Saúde alerta que a população precisa continuar, de forma permanente, a combater o mosquito transmissor da dengue. A recomendação é ter atenção à limpeza dos locais que possam favorecer os criadouros do mosquito Aedes aegypti. Essa é a principal forma de prevenção.

CONSELHO MUNICIPAL DE SAÚDE APOIA O DISTANCIAMENTO SOCIAL E MANIFESTA PREOCUPAÇÃO COM FLEXIBILIZAÇÃO DA QUARENTENA

O Conselho Municipal de Saúde de Jales, presidido pelo companheiro José Célio Martini, emitiu comunicado nesta quarta-feira, 01/04, manifestando seu apoio ao distanciamento social defendido pela Organização Mundial da Saúde e pelo Ministério da Saúde.

Ao mesmo tempo, o Conselho manifesta preocupação com movimentos que pedem o afrouxamento da quarentena. Eis o comunicado:

O Conselho Municipal de Saúde (CMS – Jales), órgão plural de controle pela comunidade de ações e serviços de saúde, informa que vem agindo no enfrentamento à pandemia do novo coronavírus (COVID-19).

Somando esforços às autoridades sanitárias competentes, tem recomendado ajustes nos protocolos e planos de contingência. Além disso, baseado nas evidências científicas nacionais e internacionais, reforça a importância de os cidadãos seguirem o DISTANCIAMENTO SOCIAL para conter a disseminação do vírus.

Expressa preocupação com movimentos que tentam flexibilizar a quarentena, haja vista que um possível colapso no sistema de saúde pode trazer tragédias irreparáveis. Não é o momento para embates políticos e todo o mundo está fazendo o que é necessário.

Por fim, o CMS, certo da compreensão e sensatez dos jalesenses, convida todos a se engajarem nesse movimento em favor da vida e da saúde. Pede-se serenidade e respeito às determinações das autoridades de saúde pública.

MÉDICOS E PROFISSIONAIS DA SAÚDE ESTÃO SENDO INFECTADOS EM MASSA PELO CORONAVÍRUS

Deu no Brasil 247:

Um sem-número de médicos, médicos, enfermeiras, técnicos e fisioterapeutas estão sendo infectados pelo coronavírus nos hospitais de São Paulo. Só em quatro hospitais de São Paulo, mais de 600 profissionais foram afastados do trabalho desde o início da epidemia no país, informa a jornalista Mônica Bergamo na Folha de São Paulo. O número em apenas quatro instituições indica que pode estar já na casa dos milhares a quantidade de profissionais de saúde infectados em todo o país.

Segundo levantamento da jornalista, o cenário em alguns dos principais hospitais de São Paulo é dramático. O infectologista Pedro Mathiasi, do HCor, diz que “Há tensão e medo e um sentimento de autoproteção”, que os profissionais têm também uma sensação “de impotência” quando recebem a notícia de que um colega foi contaminado e que “a situação é agravada por muitos permanecerem longe das famílias, para preservá-las do risco”.

Veja o levantamento de Mônica Bergamo:

Hospital das Clínicas da Faculdade de Medicina da USP, maior hospital público do país: 125 afastados, 108 já testaram positivo para a Covid-19. 50 aguardam o resultado do exame.

Hospital Albert Einstein: 348 profissionais diagnosticados com a doença.

Hospital Sírio Libanês: 104 funcionários estão afastados.

HCor: 32 médicos, enfermeiros, técnicos de enfermagem e fisioterapeutas foram afastados.

RODÍZIO NA QUARENTENA DO PANAMÁ: HOMENS E MULHERES NÃO PODEM SAIR ÀS RUAS NO MESMO DIA

Para quem está reclamando do isolamento social aqui no Brasil, é oportuno lembrar que, em outros países, como é o caso do Panamá, a quarentena é bem mais rigorosa. Deu no UOL:

O governo do Panamá anunciou uma medida controversa para enfrentar o coronavírus. A partir de amanhã, homens e mulheres não poderão sair no mesmo dia para fazer suas compras básicas.

Desde o dia 25 está vigorando no país um sistema de rodízio que obriga os cidadãos que estão nas ruas a apresentarem um documento de identidade. O número final do documento determina se a pessoa pode estar na rua ou não.

Por exemplo, uma pessoa que tem o documento com final 7 pode estar nas ruas das 6h30 às 8h30 da manhã. Já quem tem o final 1 pode fazer compras ou resolver emergências médicas das 12h30 às 14h30.

Com a nova regra do gênero, homens poderão sair de casa às terças, quintas e sábado, enquanto as mulheres poderão circular às segundas, quartas e sextas. Sempre respeitando o horário do rodízio. A multa para quem não obedecer as regras varia entre US$ 50 mil a US$ 100 mil (cerca de R$ 259 mil a R$ 518 mil).

 

SOCIEDADE CIVIL E FUNDO SOCIAL LANÇAM CAMPANHA ‘JALES SEM FOME’

Por meio das redes sociais, mais especificamente em um grupo de Whatsapp para prevenção ao novo Coronavírus (Covid-19), a sociedade jalesense literalmente abraçou a causa e está promovendo a campanha “Jales Sem Fome”. A ação tem como finalidade atender às famílias que estão passando por necessidades financeiras em função do isolamento social para prevenção da doença.

Até o momento o grupo contabiliza mais de 170 participantes e conta com a mediação da presidente do Fundo Social de Solidariedade de Jales (FSS), Glauciane Pontes Helena Franco e também a participação da Assistência Social do município, o Centro de Referência à Assistência Social (CRAS), líderes de instituições, comércios e igrejas.

“A nossa intenção, quando montamos o grupo, foi que as pessoas evitem se deslocar e também auxiliar nesse momento complicado que estamos passando. Por isso, a comunidade jalesense se mobilizou e está realizando as entregas e doações para as famílias necessitadas. No momento, nós já atendemos cerca de 100 pessoas. Lembrando que supermercados, igrejas e os órgãos institucionais da Prefeitura estão realizando as entregas”, explicou Glauciane.

Para quem quiser ser um colaborador do “Jales Sem Fome”, é fácil. Basta entrar em contato com os representantes das instituições que estão promovendo e fazer sua doação.

Glauciane também lembra que a cesta da campanha pode ser montada com o padrão de 10 itens. O doador pode colaborar com o que for possível, ou então, acrescentar mais itens. Toda contribuição é válida. Para mais informações, o telefone de contato é o 17- 3621-5364.

JALES COMPLETA CINCO DIAS SEM REGISTRAR NOVOS CASOS SUSPEITOS DE CORONAVÍRUS

O balanço do coronavírus em Jales, divulgado agora à tarde pela Secretaria de Comunicação, mostra que Jales continua com 18 casos suspeitos, número que vem se mantendo inalterado desde o dia 26 de março. Enquanto isso, a Secretaria Municipal de Saúde continua aguardando o resultado dos 18 casos suspeitos enviados ao Instituto Adolfo Lutz.

O balanço de hoje traz outra boa notícia: a Prefeitura de Jales está  comprando testes rápidos, material que é importado e deve chegar ao Brasil no dia 06/04 para ser entregue a todas as prefeituras que adquirirem os kits. Os testes irão no combate ao coronavírus, mas há um porém: mesmo aprovados pela ANVISA, eles não são considerados oficiais, necessitando de contraprova do Adolfo Lutz.

1 2 3 4 1.400