Categoria: Geral

“EFEITO BOLSONARO” AUMENTOU CASOS E MORTES POR CORONAVÍRUS, APONTA ESTUDO

A charge é do Pelicano. E a notícia é do Brasil 247:

Pesquisadores identificam em estudo o “efeito Bolsonaro” na propagação da pandemia do coronavírus. Há uma correlação entre a preferência pelo presidente Jair Bolsonaro e a expansão da Covid-19, segundo estudo da UFRJ realizado em parceria com o IRD.

Segundo a pesquisa, para cada 10 pontos percentuais a mais de votos para Bolsonaro há um acréscimo de 11% no número de casos e de 12% no número de mortos.

“O estudo mostrou que a Covid-19 causa mais estragos nos municípios mais favoráveis ao presidente Bolsonaro”, destaca o texto da pesquisa.

Os pesquisadores consideram que o discurso de Bolsonaro induz seus partidários a adotarem com mais frequência comportamentos de risco (menos respeito às instruções de confinamento e uso da máscara) e a sofrer as consequências, informa o jornalista Diego Garcia na Folha de S.Paulo.

Outras instituições constataram o mesmo, como em um trabalho feito por pesquisadores da UFABC (Universidade Federal do ABC), da Fundação Getúlio Vargas e da USP (Universidade de São Paulo).

Esse estudo concluiu que em praticamente todas as ocasiões em que o presidente minimizou a pandemia, a taxa de isolamento social no Brasil diminuiu e mais pessoas se contaminaram e morreram, proporcionalmente, nos municípios em que Bolsonaro obteve uma melhor votação na eleição de 2018.

De acordo com os pesquisadores, esse foi o efeito que mais chamou a atenção, pois, em princípio, não haveria razão para explicar o motivo de cidades que votaram mais em Bolsonaro terem proporcionalmente mais mortes do que nos outros locais estudados.

APÓS FUX SUSPENDER LIMINAR QUE SOLTOU TRAFICANTE DO PCC, MARCO AURÉLIO DIZ QUE ELE É UM HIPÓCRITA

Deu no Brasil 247:

O ministro do STF Marco Aurélio Mello disse neste domingo (11) à CNN Brasil que o presidente da Corte, ministro Luiz Fux, agiu como um censor ao suspender sua liminar que colocava em liberdade o traficante do PCC André do Rap e afirmou que a decisão do colega enfraquece o Supremo.

“Ele [Fux] assumiu a postura de censor. Isso é perigosíssimo. Eu não sou superior a ele, mas também não sou inferior”, falou. “Atuo segundo o direito posto pelo Congresso Nacional e nada mais. Evidentemente não poderia olhar a capa do processo e aí adotar um critério estranho a um critério legal por se tratar deste ou daquele cidadão”.

Marco Aurélio ainda disse que Fux “lamentavelmente implementou autofagia, o que fragiliza a instituição que é o STF”.

O ministro afirmou ainda que a ação de Fux “é um horror”. “Sob minha ótica ele adentrou o campo da hipocrisia, jogando para turma, dando circo ao público, que quer vísceras. Pelo público nós nem julgaríamos, condenaríamos e estabeleceríamos pena de morte”, declarou Mello ao jornal Folha de S.Paulo. 

Ao ser perguntado sobre como ficaria a fuga de André do Rap, que agora pode estar já no Paraguai, Marco Aurélio ironizou: “quem sabe seja o caso de suspender o meu contracheque? Se eu começar a distinguir onde a lei não distingue, a babel estará instalada e eu passarei a ser um justiceiro. Eu não tenho esse poder. Eu não admito na minha vida de juiz uma autofagia”.

TRAFICANTE DO PCC LIBERTADO POR MARCO AURÉLIO PODE TER FUGIDO PARA O EXTERIOR. GOVERNADOR DÓRIA PROTESTA

O governador Dória protestou, em uma tuitada, contra a decisão do ministro Marco Aurélio, que libertou o rapaz. “Causa perplexidade a decisão do ministro do STF Marco Aurélio Mello, que determinou a libertação do traficante André Macedo, chefe do PCC condenado a 27 anos de prisão. O ato foi um desrespeito ao trabalho da polícia de SP e uma condescendência inaceitável com criminosos”, escreveu Doria.

A notícia é da CNN Brasil:

Não está descartada a possibilidade de que André Oliveira Macedo, conhecido como André do Rap e ligado ao Primeiro Comando da Capital (PCC), tenha conseguido deixar o país. Agentes da Polícia de São Paulo acompanharam o preso após ele ser liberado da penitenciária de Presidente Prudente (SP), graças a uma decisão do ministro Marco Aurélio Mello.

De acordo com integrantes da investigação, André pegou um jatinho particular com destino ao Paraná. A partir daí, a polícia investiga se o traficante seguiu para o Mato Grosso do Sul e usou cidades fronteiriças como Ponta Porã e Foz do Iguaçu para fugir do Brasil.

Dois departamentos da Polícia Civil de São Paulo foram mobilizados para capturar André do Rap. O Departamento Estadual de Investigações Criminais (Deic), formado por cerca de 500 agentes, e parte do Departamento de Homicídios. 

A polícia rastreia com quem André manteve contato ao sair da prisão e quem financiou o pagamento do jatinho particular que acelerou o deslocamento de André, uma vez solto por decisão judicial.

Procurado pela coluna, o governador de São Paulo, João Doria, cobrou um posicionamento de Marco Aurélio. “Cobre do ministro o ato de soltura deste bandido”.

Na noite deste sábado, o presidente do Supremo Tribunal Federal, Luiz Fux, pesou o nível de periculosidade do traficante e determinou o retorno imediato à prisão. Até o momento, ele não foi localizado.

JUSTIÇA DÁ 15 DIAS PARA OLAVO DE CARVALHO PAGAR MULTA DE R$ 2,9 MILHÕES A CAETANO VELOSO

A juíza do caso, eu já disse, tem parentes em Jales e já esteve por aqui. O pai dela, o respeitadíssimo professor de Engenharia da Universidade Federal do Rio de Janeiro, Francisco Casanova, também já visitou Jales algumas vezes.

A notícia é do portal Terra

O escritor Olavo de Carvalho foi condenado a pagar em até 15 dias R$ 2,9 milhões a Caetano Veloso, pela juíza Renata Gomes Casanova Castro, da 50ª Vara Cível, do Rio de Janeiro.

A multa se deve ao não cumprimento de uma liminar para que Carvalho removesse as acusações de pedofilia postadas em suas redes sociais contra o cantor, em 2017, e pelas quais acabou condenado.

Se não houver o pagamento voluntário, haverá acréscimo de multa de 10%, bem como protesto de título judicial, informou o Tribunal de Justiça do Rio de Janeiro (TJRJ).

POLICIAL MILITAR QUE POSAVA COM ARMAS É MORTA PELO MARIDO NA BAHIA

A notícia é da Fórum:

A Policial Militar Sylvia Rafaella Gonçalves Pereira, de 38 anos, foi morta nesta segunda-feira (5) em Ibotirama, no oeste da Bahia. A principal suspeita é de que o marido dela, Edson Salvador Ferreira de Carvalho, também policial, teria cometido feminicídio e se matado logo em seguida. Os corpos dos dois foram encontrados na casa em que moravam.

Além de policial, Rafaella também era influenciadora digital. Com mais de 70 mil seguidores no Instagram, ela costumava compartilhar fotos com armas e vídeos em que aparecia treinando tiros. Muitas das imagens foram feitas durante o expediente de trabalho.

Em uma das publicações, de 8 de abril deste ano, a PM comenta sobre o aumento da violência contra a mulher na pandemia. “As vezes a vítima não pode falar abertamente”, escreve. “Por causa do isolamento em decorrência da pandemia, a violência contra a mulher aumentou! Denunciem”, continua.

Edson Salvador trabalhava na Companhia Independente de Policiamento Especializado. Em julho, ele foi preso em flagrante por violência doméstica. Depois disso foi expedida medida protetiva em favor de Rafaella. No entanto, não há detalhes se a medida ainda estava em vigor.

De acordo com a polícia, o crime ocorreu por volta das 12h30. O casal tinha duas filhas com idades entre 3 e 7 anos. Elas estavam no imóvel quando ocorreu o crime, mas não há detalhes se elas presenciaram o feminicídio seguido de suicídio.

“Quando uma mulher morre, morre um pouco de todas as outras junto a ela. O feminicídio é um crime bárbaro, que quase sempre acontece no nosso lar, com quem unimos nossas vidas”, afirmou no Twitter a major Denice Santiago, candidata à Prefeitura de Salvador pelo PT e idealizadora da Ronda Maria da Penha na Bahia.

MULHER DIZ QUE DESVIOU R$ 50 MILHÕES DE EMPRESA POR TEMER MACUMBA DE MÃE DE SANTO

A notícia é do UOL:

Uma mulher de 34 anos procurou o Serviço de Investigação Geral (SIG) da Polícia Civil de Dourados (MS) para denunciar que foi vítima de extorsão por uma mãe de santo residente na cidade de São Paulo (SP). Ela relatou aos policiais que coagida pela religiosa desviou cerca de R$ 50 milhões da empresa na qual trabalha, temendo maldição de espíritos malignos.

De acordo com o delegado responsável pelo caso, Rodolfo Daltro, o nome da funcionária e da religiosa não serão revelados, a fim de não atrapalhar as investigações.

“A denunciante nos procurou há uma semana e declarou o ocorrido. Ela detalhou as conversas e entregou o aparelho celular que contém informações relevantes para esclarecimento do caso”, explica.

No depoimento prestado, a mulher revelou que realiza consultas espirituais com a mãe de santo desde 2018, pois, ela é famosa por atender artistas e personalidades da capital paulista. No depoimento prestado, contou que há cerca de um mês, a religiosa começou a exigir altos valores de dinheiro e caso não obedecesse seria amaldiçoada com a presença de espíritos que a levariam ao suicídio.

“Em razão do medo, a vítima confirmou que realizou 11 depósitos que totalizaram mais de R$ 50 milhões, subtraídos da empresa em que trabalha. Ela inclusive trouxe a planilha com os dados bancários, a fim de colaborar com identificação da suspeita”, acrescenta o delegado.

Depois que o depoimento da vítima foi concluído, o responsável pelo SIG apresentou uma representação ao Poder Judiciário, a fim de conseguir autorização para rastrear os proprietários das contas bancárias que receberam dinheiro, desviado da empresa.

As evidências apresentadas até o momento levam a crer que a funcionária foi vítima de extorsão, ainda que por motivos religiosos, contudo os depósitos realizados com recursos da empresa aonde trabalha podem ser configurados como prática de furto.

1 2 3 221