DEU NA FOLHA NOROESTE DE HOJE

Na edição digital do jornal Folha Noroeste deste sábado, destaque para a condenação do ex-diretor de Cultura de Ilha Solteira, Nílson Miranda Nantes. Após investigação do MP-SP que apurou a dispensa indevida de licitação em contratação de empresas pela Prefeitura de Ilha Solteira para a realização de shows em 2010, o TJ-SP condenou o ex-diretor por fraude em licitação. Nantes também é alvo de sentença por tentar atrapalhar as investigações e foi sentenciado a 17 anos de prisão. O prefeito afastado da Ilha Solteira, Edson Gomes, ainda está sendo julgado no Supremo Tribunal Federal por envolvimento no caso.

Destaque, também, para o grupo de peregrinos católicos, com cerca de 50 pessoas, que deixará Rubineia na quinta-feira, 17, em caminhada de fé rumo a Jales, onde deverá chegar no domingo, 19, para participar da 34ª Romaria Diocesana, marcada para aquele dia. Este será o terceiro ano que o grupo – que vem crescendo – faz a caminhada. O grupo chegará em Urânia na noite do dia 18 onde pernoitará para, no dia 19, se unir a outro grupo, com aproximadamente 130 pessoas, que há 14 anos sai em peregrinação de Urânia a Jales para marcar presença na Romaria Diocesana.

Na coluna FolhaGeral, o diretor, editor, diagramador e redator-chefe Roberto Carvalho, o Neco, comenta que, segundo comentários à boca pequena, existe gente preocupada e andando com a pulga atrás da orelha ante a possibilidade da ex-tesoureira Érica Carpi decidir fazer uma delação premiada. Segundo o combativo colunista, depois de mais de uma década na Prefeitura, praticando desvios que somam milhões de reais, é de se esperar que a ex-tesoureira tenha muito a dizer.

REINALDO AZEVEDO: “PAGO PREÇO ALTÍSSIMO POR DIZER QUE LULA FOI CONDENADO SEM PROVAS”

Ídolo da coxinhada até algum tempo atrás, quando se dedicava exclusivamente a atacar Lula, Dilma e o PT, o jornalista Reinaldo Azevedo (ex-Veja) vem sendo muito criticado pelos coxinhas, por dizer o que eles não querem ouvir. Ou por escrever o que eles não querem ler. A notícia é do Brasil 247:

Durante participação na sabatina do candidato a vice-presidente na chapa de Lula, Fernando Haddad, no Banco BTG Pactual, o jornalista Reinaldo Azevedo reafirmou que Lula foi condenado sem provas, em um dos únicos casos na história em que o Ministério Público denuncia uma coisa e o juiz condena por outra. O jornalista diz ainda que paga um preço altíssimo por externar publicamente sua posição.

“Eu fico numa posição bem sui generis. Eu sou talvez um dos dez não esquerdistas que acredita que Lula foi condenado sem provas. Tenho escrito sobre isso, pagado um preço altíssimo por isso. Foi condenado sem prova para ser rápido. A denúncia do Ministério Público diz uma coisa, a sentença do juiz Sérgio Moro ignorou a denúncia e disse por escrito que a denúncia do MP embasava a condenação”, disse Reinaldo. 

“Deve ser um dos únicos casos na história em que o Ministério Público denuncia uma coisa e o juiz condena por outra. Portanto, condenado sem prova. Isso não quer dizer que eu ache que o Lula é inocente, não estou entrando nesse mérito. Para o Estado de direito, interessa a prova e a prova não existe”, acrescentou.

O TRÁGICO ASSASSINATO DE UM CASAL DE CICLISTAS POR SIMPATIZANTES DO ESTADO ISLÂMICO

Vamos todos torcer para que aquele casal de jalesenses – o Thiago Gabriel e a Flávia – que está percorrendo o mundo de bicicleta não resolva fazer um pit stop no Tadjiquistão. A notícia é do portal MSN:

A ideia era aproveitar a vida ao máximo, longe da mesa do escritório e da agenda de compromissos. Mas eles não podiam imaginar o que viria pela frente.

Os americanos Lauren Geoghegan e Jay Austin, ambos de 29 anos, pediram demissão de seus respectivos empregos em Washington DC, nos Estados Unidos, para embarcar em uma viagem de volta ao mundo de bicicleta.

“A vida é curta, o mundo é grande e queremos tirar proveito da nossa juventude e boa saúde antes de perdê-las”, escreveu Austin.

Foi essa a razão que levou o casal a fazer a viagem que terminou tragicamente no dia 29 de julho, quando foram mortos por simpatizantes do grupo extremista autodenominado Estado Islâmico, no Tadjiquistão.

Eles tinham acabado de completar um ano da aventura sobre duas rodas.

O casal estava registrando os principais momentos da jornada em um blog – dos grandes encontros a imprevistos e infortúnios.

Os relatos mostram que, em algumas ocasiões, eles confirmaram suas convicções sobre a bondade humana, mas em outras se viram diante de pessoas mal intencionadas.

“A maldade existe, é verdade, mas ainda assim é rara”, escreveu Austin, quando estava no Marrocos.

“Em geral, os seres humanos são bons. Algumas vezes, egoístas, míopes em outras, mas são bons. Generosos, maravilhosos e bons. Não temos uma revelação maior do que essa em nossa viagem”, acrescentou.

JUSTIÇA DE JALES NEGA HABEAS CORPUS A ÉRICA. EX-TESOUREIRA ESTEVE EM JALES ONTEM PARA NOVO DEPOIMENTO

Como o blog já informou, a defesa da ex-tesoureira Érica Carpi ingressou com um pedido de Habeas Corpus para sua cliente na segunda-feira passada. O pedido foi, no entanto, negado pelo juiz da 5ª Vara de Jales, Adílson Vagner Ballotti. Os detalhes sobre o pedido e a decisão da Justiça estarão no jornal A Tribuna, no final de semana.

Outro detalhe que o jornal está informando é sobre a prisão provisória dos réus Simone Carpi e Marlon Fernando Brandt, irmã e cunhado da ex-tesoureira. A prisão temporária terminou à meia-noite de ontem e alguns familiares chegaram a ir buscá-los nas cadeias onde estão presos, mas foram surpreendidos com a decretação da prisão preventiva de ambos.

E a ex-tesoureira – que está presa em cela comum da cadeia de Nhandeara, junto com outras detentas – esteve em Jales ontem, na sede da Polícia Federal, para prestar novos esclarecimentos ao delegado Cristiano Pádua da Silva. Ela continua garantindo que fez tudo sozinha.

POLÍCIA FEDERAL DOA VEÍCULO PARA USO DO PROJETO ‘CORPO E MENTE EM MOVIMENTO’

A Sacra-Sociedade Assistencial e Cultural da Região da Alta Araraquarense, recebeu a doação de um veículo proveniente da Secretaria Nacional de Políticas sobre Drogas (SENAD), que será utilizado pelo Projeto Corpo e Mente em Movimento para as visitas domiciliares às famílias acompanhadas pelo Serviço de Convivência e Fortalecimentos de Vínculos.

O veículo  Pálio , modelo 2015, foi apreendido durante operações de combate ao tráfico de drogas, pela Polícia Federal. A lei que regula o tráfico de drogas prevê a possibilidade de uso dos veículos apreendidos, desde que haja autorização judicial, tanto para órgãos policiais voltados à repressão ao tráfico de drogas, quanto para entidades dedicadas ao tratamento e prevenção ao uso de entorpecentes.

A entrega ocorreu no início do mês, na sede da PF, com a presença de representantes da entidade.

O projeto “Corpo e Mente em Movimento”, com sede no bairro São Judas Tadeu, foi criado há 15 anos e atende crianças e adolescentes, de 06 a 15 anos incompletos, de diversos bairros da cidade, cujos pais são carentes ou trabalham fora durante o dia. Toda a diretoria do projeto é formada por voluntários.

FLÁ EXONERA JUNQUEIRA E NOMEIA NOVO AUDITOR DE CONTROLE INTERNO

E a fumaça branca subiu pelas chaminés da Prefeitura, na Rua Cinco, para clarear um pouco os céus daquela região da cidade, cobertos, ultimamente, por algumas nuvens negras. É que, depois de alguns convites, o prefeito Flá encontrou, finalmente, um servidor efetivo com coragem suficiente para assumir a função de controlador interno do município.

Trata-se do corintianíssimo Fernando Machado, que, aparentemente, gosta de viver perigosamente. Ele é o novo responsável pelo controle interno da Prefeitura de Jales, nomeado pelo prefeito em substituição a Ricardo Junqueira, que colocou o cargo à disposição. Como se sabe, o controle interno vem sendo responsabilizado por não ter identificado os malfeitos da ex-tesoureira Érica.

Antes da nomeação de Fernandinho, chegou a ser noticiado que a escolhida para a função tinha sido a servidora Márcia Lúcia Marques. Competência e conhecimento não faltaria a Marcia. Ela já foi o braço direito do ex-procurador geral Izaias Barbosa de Lima Filho e dos ex-secretários de Planejamento João Missoni Filho e José Magalhães Rocha.

Fernandinho, de seu lado, trabalha há muitos anos na Secretaria Municipal de Obras, onde seu pai – o servidor aposentado Roberto Machado – também trabalhou. Atualmente, Fernandinho é o responsável pelo setor de habitação, vinculado à Secretaria de Obras.

Em tempo: A fim de que fique tudo muito claro, é interessante ressaltar que Ricardo Junqueira foi exonerado do controle interno, mas continua exercendo seu cargo de auditor fiscal do município, para o qual foi aprovado em concurso público.

BETTO MARIANO PROTOCOLA REPRESENTAÇÃO. RICARDO JUNQUEIRA COLOCA CARGO À DISPOSIÇÃO

O editor do portal A Voz das Cidades, Betto Mariano, protocolou ontem, no Ministério Público e na Câmara Municipal, uma representação contra o prefeito Flá Prandi e o auditor fiscal Ricardo Junqueira, que acumula, também, a função de auditor de controle interno.

Na representação, Betto pede a apuração de supostos atos de improbidade administrativa que, se confirmados, deveriam ser punidos – segundo o denunciante – com a perda da função pública para ambos e o ressarcimento aos cofres públicos dos proventos pagos a Junqueira pelo exercício da função de controlador interno.

Além disso, a representação pede também o afastamento imediato de Ricardo da função de auditor de controle interno.

Pelo menos com relação e este último pedido – o afastamento de Junqueira – parece que Betto não terá que se preocupar. Na terça-feira, antes da representação, Junqueira já tinha encaminhado ao prefeito Flá um documento onde colocava seu cargo à disposição.

Segundo fontes, a exoneração de Junqueira deverá ser anunciada nesta quinta-feira. O problema é que Flá precisa encontrar um substituto, uma vez que, de acordo com a lei, a Prefeitura não pode ficar um único dia sem o controlador interno. E, até onde se sabe, os servidores convidados para assumir a função não estão aceitando o convite.

A dificuldade para encontrar um servidor efetivo que tope assumir o papel de controlador interno – mesmo com o significativo acréscimo de R$ 2,2 mil ao salário – não é nova. Consta que, antes de instalar Junqueira na função, em fevereiro de 2017, Flá teria convidado vários outros servidores, que não aceitaram a incumbência. 

SANTA CASA DE JALES DÁ OPORTUNIDADE PARA JOVENS INGRESSAREM NO MERCADO DE TRABALHO

A notícia é da assessoria de imprensa da Santa Casa:

A Santa Casa de Jales através do Centro de Integração Empresa Escola – CIEE, está oportunizando a inserção de jovens no mercado de trabalho com a contratação de estagiários para determinados setores. 

No mês de junho a instituição contratou duas estagiárias para o setor de Captação de Recursos, para digitar Nota Fiscal Paulista, Luciana Vicente, responsável pelo setor, destacou a importância do programa “A instituição economiza viabilizando a contratação do jovem aprendiz além de oferecer oportunidade de inserir no mercado de trabalho.”

O provedor Junior Ferreira falou dessa conquista da Santa Casa de Jales “É muito bom contribuir para a formação dos jovens sem interferir no desenvolvimento físico e escolar. Com isso é possível diminuir o trabalho escravo que infelizmente existe em alguns lugares.”

Através da Lei nº 10.097/2000 os jovens podem ser contratados a partir dos quatorze anos em horários que não impeçam de frequentar a escola. Quem tiver interesse em saber mais sobre o programa e efetuar o cadastro poderá entrar em contato com o CIEE.

MAIS UMA PESQUISA APONTA LIDERANÇA DE LULA EM SÃO PAULO

Se o Lula está liderando estado de São Paulo, também conhecido por Coxinistão,  imaginem no resto do país. Aliás, é curioso que alguns institutos só estejam fazendo pesquisas em São Paulo, deixando de lado as pesquisas nacionais. Deu no Brasil 247:

O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva lidera a corrida presidencial no estado de São Paulo, com 21,8% dos votos, seguido por Jair Bolsonaro (PSL), com 18,4%, e pelo ex-governador Geraldo Alckmin (PSDB), com 14,0%. É o que aponta a pesquisa CNT/MDA com 2.002 eleitores em 75 municípios realizada de 2 a 5 de agosto. No cenário sem Lula, Bolsonaro é líder, com 18,9%, seguido por Alckmin (15,0%) e por Marina (8,4%) e Fernando Haddad (8,3%). O campo da pesquisa foi feito antes da definição da coligação PT-PC do B.

No cenário com Lula, Marina está em quarto lugar, com 6,7%. Ciro permanece estagnado: 5,0%; Álvaro Dias, do Podemos, tem 1,4%, Manuela D’Ávila tem 1,3% (ela não é mais candidata e as intenções de voto nela deverão reforçar ainda mais a chapa do PT). Depois, Guilherme Boulos, com 1,0%. João Amoêdo (Novo) alcança 0,8%, mesmo percentual de Vera Lúcia (PSTU).

O ex-ministro Henrique Meirelles MDB) aparece com apenas 0,7%. João Goulart Filho (PPL) e Levy Fidelix (PRTB) aparecem com 0,3% cada -ele também não é mais candidato, pois o general Mourão é agora o companheiro de chapa de Bolsonaro. Outro que não está mais na corrida é Paulo Rabello de Castro (PSC), agora vice de Álvaro Dias, que tinha 0,1% ao lado Eymael (DC). Brancos e nulos somaram 17,0% e indecisos, 9,8%.

Cenário sem Lula

No cenário sem Lula, atrás de Bolsonaro (18,9%) e Alckmin (15%) estão Marina (8,4%), Haddad (8,3%), estão Ciro Gomes (6,0%), Alvaro Dias (1,8%) e Manuela (1,7%). Boulos e Vera Lúcia atingem 1,1% cada. Meirelles alcança 1,0%. Amôedo tem 0,8%, João Goulart Filho, 0,4%, e Fidelix, 0,3%. Eymael e Rabello de Castro têm 0,2% cada. Brancos e nulos somaram 22,0% e indecisos, 12,5%.

A pesquisa tem margem de erro de 2,2 pontos percentuais para mais ou para menos, com 95% de nível de confiança.

1 2 3 4 1.185