EM CINCO DIAS, SAÚDE VISTORIA 5.800 IMÓVEIS COM OBJETIVO DE COMBATER O AEDES AEGYPTI

A notícia é da Secretaria Municipal de Comunicação:

Vistorias a imóveis e palestras educativas estão entre as atividades que fizeram parte da Semana Estadual de Mobilização Social contra o Aedes aegypti, realizada de 11 a 15 de fevereiro em Jales. O objetivo foi alertar a população sobre o risco oferecido pelo mosquito, assim como a importância da participação popular na prevenção.

Agentes de combate a endemias e agentes comunitários vistoriaram 5.793 imóveis conscientizando os moradores para evitar água parada e identificando possíveis criadouros do mosquito Aedes aegypti – transmissor da dengue, zika vírus e chikungunya, além da febre amarela urbana.

As ações, este ano, foram concentradas principalmente na área central do município, onde geralmente ocorrem as “subnotificações”, que são casos desconhecidos de dengue que não são notificados na Vigilância Epidemiológica devido à pessoa infectada procurar tratamento particular. O mutirão abrangeu áreas de maior incidência de casos: Jardim Paraíso, São Judas Tadeu, Jardim América, Jardim Trianon, Vila União, Jardim Nova Vida, Jardim Micena, Vila Inês, Jardim Europa, Jardim, São Jorge, Vila Talma, Jardim Eldorado, Jardim São Francisco, Jardim Oiti e adjacentes.

A mobilização se estendeu pela rede municipal de ensino com a participação do NASF (Núcleo de Apoio a Saúde da Família) orientando alunos e professores sobre formas de prevenção para promoção de um ambiente seguro e saudável, livre das doenças transmitidas pelo mosquito, por meio de uma palestra educativa ministrada pelo orientador Idair Lopes.

A coordenadora da equipe de Vigilância Epidemiológica Municipal, Vanessa Luzia da Silva, explicou que “em virtude do período das chuvas, aumenta a probabilidade de se encontrar água parada e, consequentemente, a infestação do mosquito. Desta forma, todos temos como ajudar, basta colaborar com a limpeza de seus imóveis e não deixar qualquer objeto que possa acumular água. A dengue pode matar e a luta contra essa doença é um compromisso de todos”.

ADVOGADOS FORMAM GRUPO EMPRESARIAL DE NETWORKING EM JALES

Através dos advogados Marcelo Fernando Dácia e Vinicius Montanher esta sendo formado em Jales um grupo empresarial, que tem por objetivo praticar networking.

Trata-se do BNI (Business Networking Internacional), que é a maior e mais bem sucedida organização de networking do mundo. Está presente em 75 países, com cerca de 230 mil membros, já gerou 38 bilhões em negócios entre os seus membros em todo o mundo.

O grupo é formado por empresários de vários ramos de atividade, que se reúnem com certa freqüência para gerar referência e negócios uns aos outros.

O objetivo principal do grupo empresarial não é vender produtos/serviços diretamente para os membros do grupo, mas sim buscar potenciais clientes na rede de contatos de cada membro do grupo.

A metodologia do grupo de networking é conhecida como marketing boca-a-boca, que é a forma mais eficaz para geração de negócios.

Marcelo Dácia, que é membro do BNI Start de São José do Rio Preto salienta que se não tivesse ampliado sua rede de contatos através do grupo de networking, não teria conseguido atingir alguns projetos que atua, envolvendo grandes empresários e marcas de renome do cenário nacional.

Em Jales já foram realizadas duas reuniões, ao qual já estiveram presentes cerca de 70 empresários e profissionais liberais. As reuniões do grupo empresarial BNI de Jales acontecem de quarta-feira de manhã no Sato Buffet.

JEAN WYLLYS É INOCENTADO POR TER CHAMADO BOLSONARO DE “RACISTA”, “CORRUPTO” E “CANALHA”

Jean Wyllys recebeu a notícia em seu exílio, na Alemanha, onde está sendo ciceroneado por deputados alemães. Deu na coluna da Mônica Bergamo, na Folha:

O Tribunal de Justiça do RJ julgou improcedente uma ação na qual o então deputado federal Jair Bolsonaro (PSL-RJ) acusa o seu ex-colega de Câmara Jean Wyllys (PSOL-RJ) por calúnia, injúria e difamação.

A ação se baseia em uma entrevista publicada pelo jornal “O Povo”, em agosto de 2017, na qual Wyllys se refere a Bolsonaro usando termos como “responsável por lavagem de dinheiro”, “burro” e “fascista”. Ele também usa as palavras “desonesto”, “desqualificado”, “racista”, “corrupto”, “canalha”, “nepotista” e “boquirroto”.

No processo, Bolsonaro pede R$ 20 mil reais de indenização por danos morais – o que foi negado pela sentença assinada pela juíza Marcia Correia Hollanda. A decisão alega que Wylly tinha imunidade parlamentar.

DIRETORIA DE ENSINO DE JALES ESTÁ ENTRE AS MELHORES DO ESTADO

A nota do ensino médio colocou a Diretoria de Ensino de Jales em segundo lugar no ranking das melhores do Estado de São Paulo, que leva em consideração o Índice de Desenvolvimento da Educação do Estado de São Paulo (IDESP) de 2018.

A nota conquistada pela Diretoria de Jales foi de 3,17 no ensino médio, atrás apenas da Diretoria de Catanduva, a primeira colocada com nota 3,18. Fernandópolis foi a terceira colocada, com nota 3,16, seguida por Itapeva (3,10), e Taquaritinga (3,04). O Estado de São Paulo tem – por enquanto – 91 diretorias. A última colocada, com nota 1,77, foi a diretoria do Leste Paulista.

Já com relação ao 9º ano do ensino fundamental, a Diretoria de Jales ficou em 5º lugar, com nota 4,02, a mesma nota de Taquaritinga, que ficou em 4º lugar. As três primeiras colocadas foram Itapeva (4,23), Fernandópolis (4,07) e Catanduva (4,06). A 91ª posição ficou com a Diretoria de Ensino de Itapevi (2,69). A segunda pior colocada foi a Diretoria de Lins (2,71).

Os dados divulgados recentemente levam em consideração o desempenho em português e matemática na rede estadual de ensino, além da taxa de aprovação, reprovação e abandono escolar.

FATEC JALES REALIZA CURSO SOBRE METODOLOGIA DE DESENVOLVIMENTO DE SOFTWARE

Se o curso superior de tecnologia tem foco no mercado de trabalho, seguir as tendências tecnológicas é necessário. No dia 16 de fevereiro, alunos e professores da Faculdade de Tecnologia Prof. José Camargo – Fatec Jales foram contemplados com um treinamento em Desenvolvimento Ágil utilizando Scrum, ministrado por Afonso Henrique Barrenha, Scrum Master certificado pela Scrum.org. O treinamento contou também com a presença de empresários e profissionais da área de Tecnologia da Informação.

Scrum é uma metodologia concebida inicialmente para a gestão e planejamento de projetos de softwares. Atualmente seus conceitos têm sido frequentemente aplicados em diferentes segmentos para aumentar a eficiência do trabalho em equipe.

O treinamento foi organizado pelo Centro de Aprimoramento da Produtividade (CAP), uma iniciativa da Fatec Jales para oferecer aos alunos, comunidade e empresas, treinamentos e informações relacionadas à produtividade pessoal e trabalho em equipe.

As informações sobre os eventos do CAP são publicadas em sua página do Facebook: https://www.facebook.com/capjales/.

ZONA AZUL: VEREADORES QUEREM INVADIR COMPETÊNCIA DO PREFEITO E FAZER ALTERAÇÕES EM LEI APROVADA POR ELES EM 2017

Nossos vereadores – sempre atentos e sensíveis aos problemas que afligem a população – estão propondo nada menos que quatro projetos de lei que visam criar facilidades para os usuários da chamada Área Azul, ou, para os íntimos, Zona Azul.

Um desses projetos, como já noticiado pelo blog, propõe isentar veículos de idosos e portadores de deficiência do pagamento da tarifa, desde que estacionados nas chamadas “vagas especiais”.

Outro projeto planeja cria um tempo – 15 minutos – de tolerância, onde os motoristas poderão realizar paradas rápidas para comprar uma cibalena na farmácia ou pegar um jornal na banca ou, ainda, apanhar o pão de queijo na padaria, sem necessidade de pagar a tarifa da Zona Azul.

Dos quatro projetos, o mais estranho é de autoria do vereador Macetão. Ele propõe obrigar a empresa responsável pela Zona Azul a devolver aos usuários metade da tarifa de R$ 15,00 cobrada daqueles motoristas que deixam de pagar a tarifa normal no prazo de 15 minutos.

Estranhas ou não, todas essas alterações deveriam ter proposto lá atrás, em 2017, quando aprovaram – sem maiores estudos – o projeto que tratou das regras para a nova Zona Azul.  

Qualquer alteração na cobrança da Zona Azul vai depender, no entanto, da boa vontade da empresa que ganhou a concorrência, uma vez que ela apresentou sua proposta com base nos critérios estabelecidos na lei aprovada pelos vereadores e nas receitas estimadas no edital da licitação aberta pela Prefeitura. 

Ademais, tudo indica que as alterações propostas pela Câmara são inconstitucionais, por “vício de origem”. Julgados recentes das instâncias superiores, incluindo o STF, já deixaram claro que a iniciativa de projetos de lei relativos à Zona Azul são de competência exclusiva do Executivo. Ou seja, do prefeito.

Os vereadores sabem disso, mas estão jogando para a torcida.   

ALOYSIO NUNES E PAULO PRETO SÃO ALVOS DA 60a. FASE DA LAVA JATO

Não se anime! Esse Paulo Preto é tucano e daqui a pouco estará livre. A notícia é do portal Poder360:

A Polícia Federal prendeu nesta 3ª feira (19.fev.2019) Paulo Vieira de Souza, ex-diretor da empresa paulista de infraestrutura rodoviária Dersa e operador financeiro do PSDB. A prisão faz parte da 60ª fase da Operação Lava Jato, denominada de “Ad Infinitum”.

O ex-senador e ex-ministro das Relações  Exteriores Aloysio Nunes Ferreira Filho foi alvo de 1 mandado de busca e apreensão.

De acordo com a PF, o objetivo é apurar 1 complexo e sofisticado método de lavagem de dinheiro envolvendo o repasse de quantias milionárias ao chamado Setor de Operações Estruturadas da Odebrecht. Ao todo, estão sendo cumpridos 12 mandados de busca e apreensão.

A Polícia federal bloqueou os ativos financeiros dos investigados. A operação é feita com base em depoimentos de doleiros e funcionários da Odebrecht em outras fases da Lava Jato. As transações investigadas superam R$ 130 milhões. O dinheiro correspondia ao saldo de contas controladas por Paulo Vieira na Suíça no início de 2017.

Segundo as investigações, a atuação de operadores financeiros, entre 2010 a 2011, facilitava que a construtora irrigasse campanhas eleitorais e efetuasse o pagamento de propina para agentes públicos e políticos no Brasil.

BOLSONARO GRAVOU VÍDEO POR EXIGÊNCIA DE BEBIANNO, DIZ JORNALISTA

Do blog do Josias de Souza, no UOL:

O vídeo divulgado por Jair Bolsonaro após o anúncio oficial da exoneração de Gustavo Bebianno foi gravado por exigência do ex-chefe da Secretaria-Geral da Presidência da República. O blog apurou que o conteúdo da fala do presidente foi minuciosamente negociado com o ministro demitido. Bolsonaro mimou Bebianno, recobrindo-o de elogios, no pressuposto de que receberá em troca o silêncio do ex-coordenador de sua campanha presidencial.

O comentário do Josias, completo, pode ser lido aqui. E o vídeo, que o prezado leitor provavelmente já viu, vai abaixo:

“FARRA NO TESOURO 2”: JUSTIÇA PRORROGA PRISÃO TEMPORÁRIA DE CORRETOR DE SEGUROS POR MAIS CINCO DIAS

A juíza Maria Paula Branquinho Pini, da 4ª Vara de Jales, prorrogou por mais cinco dias a prisão temporária do empresário e corretor de seguros A.B.R., preso na operação “Farra no Tesouro 2”, da Polícia Federal.

A prorrogação foi autorizada após representação da PF e concordância do Ministério Público Estadual. A Polícia Federal continua analisando equipamentos eletrônicos e documentos apreendidos na operação e ouvindo testemunhas e investigados sobre os fatos em apuração.

Segundo informações, a PF constatou incongruências entre os depoimentos do corretor de seguros e de N.G.J., o funcionário da Prefeitura que foi afastado de suas funções por tempo indeterminado. Não está descartada a realização de uma acareação. 

1 2 3 4 1.253