PROFECIA DE PASTOR DIZ QUE AVIÃO VAI CAIR COM TRÊS PASTORES PODEROSOS

E não é só isso. O pastor Ezequias Silva – mais um enganador que está solto por aí – garante que Deus, descontente com alguns terráqueos, vai dar uma chacoalhada na Terra que irá tirar todas as redes sociais do ar.

E tem mais: o pastor disse que a ira do Todo Poderoso irá varrer deste mundo cruel pelo menos sete cantoras que estão em pecado. Tá duvidando? Então, veja/ouça com os próprios olhos/ouvidos, antes que a internet sai do ar:

JORNAL DE JALES: GARÇA E FLÁ PLANEJAM VENDER ESTÁDIO E INVESTIR DINHEIRO NA CONSTRUÇÃO DE OUTRO

Eis a capa do Jornal de Jales deste domingo, cujo principal destaque foi uma das primeiras ações do vice-prefeito Garça, que, em virtude de licença do prefeito Flá Prandi, assumiu o comando da Prefeitura na quarta-feira, 14, e permanece no cargo até a terça-feira, 20. Prefeito em exercício, Garça assinou portaria que nomeia uma comissão para avaliar o Estádio Municipal “Roberto Vale Rollemberg”, com o objetivo de vende-lo. A ação de Garça foi de comum acordo com o prefeito titular, uma vez que ambos estão convictos de que é preciso vender o estádio e investir os recursos na construção de outro, em novo local. A venda do estádio – que se transformou em um elefante branco – é uma forma de destravar aquela região da cidade.

Destaque, também, para a neuroeducadora jalesense Eugênia Maria Ramirez, que foi citada na biografia do cantor e compositor cearense Raiumndo Fagner, recentemente lançada. Escrito pela jornalista Regina Echeverria, o livro, batizado com nome de um dos sucessos de Fagner – “Quem Me Levará Sou Eu” – narra, entre outras coisas, um episódio em que Eugênia intermediou um contato Fagner com o ex-Beatle George Harrison, que quase culminou na gravação de um disco do cantor brasileiro em Londres, a convite do produtor musical George Martin, conhecido como o “quinto beatle”.

A 35ª Romaria Diocesana, marcada para este domingo, que terá a participação de um grupo de peregrinos de Santa Clara D’Oeste; a participação da ex-miss cidade de Jales, Iamonike Helena Silva, em um documentário da TV aberta Afro Brasil; o salto profissional da digital influencer jalesense Mari Saad, que agora está na tela da Globo, ao lado de apresentadores famosos, como Zeca Camargo e Cissa Guimarães; e os estudos da Prefeitura visando investir em programa de videomonitoramento, em parceria com a Prodesp, são outros assuntos do JJ.

Na lidíssima coluna Fique Sabendo, o jornalista Deonel Rosa Júnior destaca a participação do jalesense José Célio Martini na Conferência Nacional de Saúde, em Brasília, onde representou os conselheiros de saúde de Jales e região. Deonel diz que a prestação de contas do Martini causou surpresa na Prefeitura: ele gastou apenas R$ 212,00 em quatro dias de Conferência e devolveu o restante dos R$ 2 mil que a Secretaria de Saúde lhe havia adiantado. Martini – que atua como voluntário no Conselho de Saúde de Jales – explicou que a organização da Conferência ofereceu hospedagem, café da manhã e comida no bandejão, não havendo, portanto, motivos para ele gastar dinheiro público em supérfluos.

Pitaco do blogueiro: Para quem conhece o Camarada Martini há tempos, como é o meu caso, a notinha do Deonel não surpreende. Martini é do tipo que não aceita dinheiro que não lhe pertence. No governo Parini, ele atuou como voluntário no cargo de Ouvidor, utilizando seu próprio carro para desenvolver suas funções. E nunca aceitou nenhuma ajuda financeira do município, nem para o combustível do veículo.

GLOBO GOLPISTA ALERTA: BOLSONARO PODE MATAR O AGRONEGÓCIO

Ontem foi o ex-ministro Blairo Maggi – maior produtor de soja do mundo – quem disse que Bolsonaro pode destruir o agronegócio. Hoje é a vez da Globo – que ajudou a criar o ambiente de ódio que levou o Bozo ao poder – concluir que sua criatura é uma ameaça ao agronegócio. Deu no Brasil 247:

Em editorial publicado neste domingo, o jornal O Globo avalia que Jair Bolsonaro representa uma grande ameaça para o agronegócio brasileiro. 

Segundo o texto, Bolsonaro “desdenha de países que, nos últimos dez anos, repassaram US$ 1 bilhão dos seus cidadãos — a fundo perdido — para projetos sustentáveis, cujos únicos beneficiários são comunidades nas quais a presença do Estado brasileiro é rarefeita”.

O texto diz, ainda, que o presidente “critica em linguajar tosco chefes de Estado da Alemanha, França e Noruega, entre outros, por seus apelos à preservação ambiental, insinuando uma suposta conspiração contra a soberania brasileira.”

“Sem projeto alternativo, consistente, o governo se limita a renegar a Ciência, a desdenhar de debates e a estimular o desinvestimento externo. É política pouco inteligente. A incontinência retórica de Bolsonaro está criando um risco amazônico para o agronegócio, hoje responsável por 26% do Produto Interno Bruto.”

A TRIBUNA: MINISTÉRIO PÚBLICO QUER PENA MAIOR PARA EX-OFICIAIS DO CARTÓRIO DE IMÓVEIS DE JALES

No jornal A Tribuna deste final de semana, a principal manchete diz que Jales poderá ter pelo menos três candidatos a prefeito nas eleições municipais de 2020. Segundo matéria do repórter Alexandre Ribeiro, o Carioca, tudo indica que as próximas eleições, marcadas para daqui a 13 meses, serão muito mais disputadas do que as anteriores, realizadas em 2016. O prefeito Flá(DEM) seria candidato à reeleição e teria como adversários o empresário Luiz Henrique Nogueira(PODE) e um candidato do PSDB, que poderia ser o empresário Osvaldo Costa Júnior, recém-chegado ao partido. Ainda de acordo com a matéria, pode ser que Flá não repita a parceria com o PMDB, do vice-prefeito Garça.

O jornal está destacando, também, que, nos próximos meses, Jales poderá se tornar sede de um programa modelo de vídeo-monitoramento em vias públicas. O projeto seria parte de uma parceria entre a Prefeitura de Jales e a Prodesp – Companhia de Processamento de Dados do Estado de São Paulo – que poderia oferecer sua tecnologia para outros municípios tomando como base o modelo implantado em Jales. Nesta semana, uma comitiva de jalesenses – com representantes da Polícia Civil, Prefeitura e Conselho Municipal de Segurança – esteve em Taboão da Serra para, em visita à sede da Prodesp, conhecer o projeto.

Os 59 anos da instalação da Diocese de Jales, comemorados neste mês; a operação da Polícia Federal de combate à corrupção, que resultou na prisão de 14 pessoas suspeitas de fraudes em licitações na Prefeitura de Araçatuba; a condenação da oficial titular e do oficial substituto do Cartório do Registro de Imóveis de Jales, acusados de desvios estimados em R$ 2 milhões; e o anúncio feito pelo prefeito Flá sobre dois convênios assinados com o governo estadual, que vão garantir R$ 700 mil para obras em Jales, são outros assuntos de A Tribuna, que traz, ainda, um pôster do Jalesense Atlético Clube, bicampeão sub-16 da Taça Paulista.

Na coluna Enfoque, a informação de que o Ministério Público de Jales está recorrendo ao TJ-SP para aumentar as penas aplicadas pela Justiça de Jales aos ex-oficiais do Cartório do Registro de Imóveis. No recurso, o promotor Horival Marques Júnior menciona laudo pericial de 2017, que já estimava os desvios em R$ 2,8 milhões. Na página de opinião, os artigos do doutor Valmir Bolan e do blogueiro Hélio Consolaro, o velho Consa. E no caderno social, destaque, como sempre, para os flashes da coluna do Douglas Zílio. As comemorações do Rotary Clube de Jales também estão no caderno social. 

ERIC CLAPTON – “WONDERFUL TONIGHT”

Em sua autobiografia, o cantor e compositor britânico Eric Clapton conta que escreveu a letra de “Wonderful Tonight” em cerca de dez minutos. Deve ser por isso que a letra não é grande coisa. Aliás, reparando bem, as letras – em inglês – de muitas músicas que gostamos são verdadeiras porcarias.

Em muitos casos, as canções vertidas para o português possuem letras bem melhores que as originais. É o caso, por exemplo, de “Thill There Was You”, dos Beatles, que, vertida para o português, virou “Quando Te Vi”, com uma letra bem superior, do Beto Guedes, que nada tem a ver com a original.

Reproduzo pra vocês, apenas o começo de “Wondeful Tonight” traduzida: “É tarde da noite / Ela pensa em que roupa vestir / Coloca sua maquiagem / E penteia seu longo cabelo loiro / E então me pergunta: ‘estou bem?’ / E eu digo sim, você está maravilhosa esta noite…”. Sinceramente, até o Valdick Soriano escreveria coisa melhor.

A letra de Eric Clapton foi inspirada em uma situação doméstica. Ele estava brincando com a guitarra enquanto esperava a mulher se arrumar para irem jantar fora. “Eu me enchi de esperar a Nell e subi até o quarto, onde ela ainda estava decidindo o que usar. Então, desci de volta para a guitarra e a letra da canção veio rapidamente“.

Nell era o apelido de Pattie Boyd, uma modelo inglesa que foi casada com George Harrison e abandonou o ex-Beatle para ir morar com Eric Clapton. Além de “Wondeful Tonight”, Pattie inspirou outros dois clássicos ingleses: “Something”, do George, e “Layla”, do Clapton.

No Brasil, “Wonderful Tonight” ganhou uma versão do compositor Paulinho Rezende, batizada de “Esta Noite Foi Maravilhosa”, que preserva a ideia da letra de Clapton. Lançada em 1992 pelos cantantes goianos Leandro e Leonardo, a versão fez grande sucesso, integrando um disco que vendeu dois milhões de cópias.

No vídeo abaixo, Eric Clapton canta “Wonderful Tonight”, mas eu peço a sua atenção para a performance de uma das backing vocals, quase ao final da música. Vale a pena ver e ouvir.

CARTUNISTA FRANCÊS COLOCA BOLSONARO DEFECANDO NA BANDEIRA DO BRASIL

A charge é sem graça e de mau gosto, mas as bobagens que o Bozo fala são piores ainda. Deu no DCM:

Nicola Tabary publicou a charge no Hebdo de Charente-Maritime.

O primeiro balão diz:

“Não é bom o Sr. Bolsonaro fazer cocô em todos!!”

No desenho, o presidente responde:

“Sim! É bom!! Porque eu cago um dia sim e outro não para preservar o meio ambiente e o planeta!”

Essa é a imagem de Bolsonaro no exterior.

“NUNCA TIVEMOS UM IDIOTA TÃO COMPLETO NO PODER”

Do jornalista Leandro Fortes, em seu blog:

O fato é que não há como ignorar Bolsonaro. Obviamente, não por conta de ele ser presidente ou emanar alguma autoridade: nunca, na história desse País, tivemos um idiota tão completo no poder.

A questão é mais sensorial do que, digamos, realista. 

Na trapaça mais recente, Bozo estampou aquela carona avermelhada nas telas de toda parte para dizer que, no governo, o PT colocou 10 mil médicos cubanos, no Brasil, para montar células de guerrilha, deduz-se, comunista.

Ele está cercado, sempre, de uma entourage que dá risadinhas e gritinhos histéricos, um séquito de imbecis motivados.

De perto, em close, Bolsonaro é ainda mais asqueroso. As falas vêm de um boca pequena mas monstruosamente desarmônica, de onde se espera sempre emanações com hálito de fezes, sua narrativa preferida.

Perdido nas poucas conexões neurais que ainda lhe restam, o presidente rumina as ideias como um boi que, ao invés de capim, mascasse vísceras. O resultado é um fluxo pavoroso de estupidez pastosa, radioativa.

Aos poucos, embora de forma ainda envergonhada, os repórteres que o cercam começam a demonstrar certo incômodo profissional.

“O senhor tem provas?”, pergunta o rapaz, já na esquiva, ciente que mula irritada dá coice para todo lado.

Bozo não precisa de provas, na verdade, as despreza, por inúteis à sua jornada. Na cara congestionada, a pergunta lhe ativa a bílis negra, a boquinha convulsionada se enrola num torvelinho de língua, restos de dentes, lábios secos.

Os olhos se aproximam entre si, dão ao quadro geral uma aparência franca, cristalina, de demência. 

De novo, ele defeca, antes de fugir.

DEU NA FOLHA NOROESTE DE HOJE

No jornal Folha Noroeste, edição digital deste sábado, a principal manchete destaca dois convênios assinados pelo prefeito Flá Prandi nesta semana. A matéria diz que prefeito esteve em audiência nos dias 12 e 13 de agosto (2ª e 3ª-feiras) no Palácio dos Bandeirantes com o vice-governador Rodrigo Garcia e o secretário de Estado de Desenvolvimento Regional Marcos Vinholi, quando assinou convênios no valor de R$ 700 mil para obras de infraestrutura em Jales. Segundo o prefeito Flávio Prandi, R$ 250 mil serão destinados para a reestruturação do Velório Municipal. Os outros R$ 450 mil serão aplicados na execução de uma pista de caminhada, na Avenida Euphly Jalles, no Jardim Estados Unidos.

Destaque, igualmente, para a gerente de captação de recursos da Santa Casa de Jales, Luciana Vicente, que, segundo matéria do jornal, fará uma incursão à Assembleia Legislativa do Estado, onde deverá visitar os 94 parlamentares para solicitar a apresentação de emendas em favor do hospital. De acordo com Luciana – que faz esse trabalho de visitar a Assembleia pelo menos duas vezes por ano – essa visita será inovada com um “livro de ouro” da Santa Casa. O livro foi sugerido pelo deputado Sargento Neri, que está disposto a percorrer os outros 93 gabinetes incentivando os demais deputados a destinar recursos para o hospital.

Na coluna FolhaGeral, o hermético redator-chefe Roberto Carvalho comenta que, dia desses, o prefeito Flá Prandi e o agropecuarista Durval Rossafa Rodrigues, o Balim, mantiveram uma conversa de pé-de-ouvido. Segundo o colunista, a conversa não passou despercebida, uma vez que Balim – que já foi vereador – vem a ser o sogro do empresário Luiz Henrique Nogueira, potencial candidato a prefeito nas eleições do ano que vem, pelo partido PODE. Roberto observa que, até o momento, Flá e LH não podem ser classificados como aliados nem tampouco como opositores. Os dois – arremata o colunista – agem politicamente como bons surfistas, ou seja, observam as condições do mar antes de entrar na água.

ROMARIA: PEREGRINOS SAEM DE SANTA CLARA D’OESTE RUMO A JALES

A notícia está pendurada no site da Diocese de Jales:

Aproximadamente 100 peregrinos iniciaram a 4ª Caminhada da fé, saíram ontem, dia 16 de agosto, do Porto de Areia de Santa Clara d’ Oeste, às seis horas da manhã, rumo a 35ª Romaria Diocesana de Jales. O grupo está sendo acompanhado pelo Padre Mario Roberto Faria, da paróquia Nossa Senhora Aparecida de Três Fronteiras.

O grupo reúne diversas pessoas do Setor Pastoral Santa Fé / Palmeira, que durante a caminhada vão realizando suas orações, realizando a Leitura Orante da Bíblia e os encontros propostos no subsídio da Diocese.

A primeira parada foi na cidade de Santa Clara d’ Oeste para tomar um reforçado café da manhã e realizar o primeiro encontro do livrinho da romaria. Foram recepcionados pelo bispo emérito, Dom Demétrio Valentini.

Na sexta-feira foram 19km de caminhada até a cidade de Santa Rita d’ Oeste, na qual dormiram e retomaram a caminhada neste sábado pela madrugada. No meio do trajeto de ontem, os peregrinos almoçaram na Comunidade Rural Santa Luzia em Santa Clara D’ Oeste.

1 2 3 4 1.317