Categoria: Cidade

JALES REGISTRA 07 CASOS POSITIVOS EM 24 HORAS. E UNIDADE DE SAÚDE DO JARDIM SÃO JORGE VOLTA A FUNCIONAR AMANHÃ

A Secretaria Municipal de Comunicação divulgou o balanço do coronavírus em Jales, nas últimas 24 horas. Segundo o balanço, 15 casos foram notificados pela Vigilância Epidemiológica Municipal para a Covid-19. Destes, 02 exames já receberam resultados negativos e os demais casos suspeitos seguem em análise e em isolamento domiciliar.

Dos casos já notificados anteriormente no boletim do município, 15 testaram negativo para a doença, mas infelizmente 07 casos testaram positivos (mulher de 26 anos, mulher de 57 anos, mulher de 78 anos, mulher de 46 anos, homem de 29 anos, homem de 46 anos e homem de 26 anos).

Desse modo, os casos positivos, que eram 14 ontem, saltaram para 21 nesta quarta-feira, dos quais 08 estão curados, 11 estão em isolamento e 02 estão internados. Os casos suspeitos que aguardam os resultados de exames, somam 13, dos quais 12 estão em isolamento domiciliar.

De outro lado, todos os integrantes da equipe da ESF Setuo Suetugo (Jardim São Jorge) que foram testados para ao novo coronavírus apresentaram resultados negativos. Portanto, essa unidade de saúde volta a funcionar normalmente amanhã, dia 28 de maio.

Das seis vagas da UTI adulto da Santa Casa de Jales, cinco estão ocupadas, o que significa uma taxa de ocupação de 83,3%. Dos pacientes internados na UTI, 02 são de Jales, 01 de Dolcinópolis, 01 de Pontalinda e 01 de Urânia.

DUPLA LUCAS E JOÃO MARCOS REALIZA LIVE SOLIDÁRIA EM PROL DA SANTA CASA E DA CAMPANHA ‘JALES SEM FOME’

A notícia é da assessoria de imprensa da Santa Casa:

A dupla Lucas & João Marcos promoverá uma live, em prol da Santa Casa de Jales e da campanha “Jales sem fome”, que ocorrerá no próximo sábado, dia 30 de maio, as 14h00 no canal do Youtube da dupla.

Vários artistas estão contribuindo com instituições que tiveram que cancelar ações e eventos que ajudavam a suprir o déficit devido a esse período de pandemia.

Além disso a Santa Casa de Jales ressaltou que está com custos acima do habitual, por conta das despesas extras para o combate do novo coronavírus (COVID-19), estão realizando campanhas de doação e outras formas de equilibrar as despesas e receitas.

Neste momento é importante a colaboração de todos, fique em casa para reduzir a transmissão e ajude a Santa Casa de Jales com doação de qualquer valor para agência do banco do Brasil número 0411-1, conta corrente 49.000-8 (CNPJ 50.565.936/0001-38). 

JALES CONFIRMA MAIS UM CASO POSITIVO DE COVID. E RIO PRETO REGISTRA O 19o ÓBITO

A Secretaria de Saúde de Jales informou, nesta segunda-feira, que outros 04 casos foram notificados como suspeitos para a covid-19, sendo que um deles necessitou de internação em UTI hospitalar, enquanto os outros três estão em isolamento domiciliar.

De outro lado, outros dois resultados de exames chegaram, sendo que um deles testou negativo e o outro – um homem de 53 anos que está em isolamento domiciliar – testou positivo, elevando o número de casos confirmados da covid para 14.

A Secretaria informou, também, que quatro dos seis leitos da UTI adulto da Santa Casa de Jales estão ocupados, o que significa uma taxa de ocupação de 66,6%. Os quatro pacientes internados na UTI são de Dolcinópolis, Pontalinda, Urânia e Jales.

Santa Fé do Sul contabiliza, nesta segunda-feira, 23 casos positivos, dos quais 22 já estão curados e 01 em isolamento domiciliar. Os casos suspeitos são apenas 02. Já Fernandópolis registrou mais um caso positivo nas últimas 24 horas, chegando a 38 casos confirmados de covid-19, dos quais 25 estão curados. A cidade registra, ainda, 05 casos suspeitos.

Votuporanga tem 33 casos confirmados, sendo que 21 deles já estão curados. Os casos suspeitos são 13, dos quais 11 foram registrados nas últimas 24 horas. Votuporanga tem 02 óbitos pela covid-19.

E Rio Preto registrou, nesta segunda-feira, a 19ª morte relacionada ao coronavírus. A vítima é uma mulher de 63 anos que apresentava comorbidades. Foram confirmados, também 05 novos casos positivos da covid-19, totalizando 560 casos na cidade.

JUSTIÇA DE JALES NEGA LIMINAR A ACADEMIA QUE PLEITEAVA O RETORNO DE SUAS ATIVIDADES

O juiz da 3ª Vara Cível de Jales, Adílson Vagner Ballotti, indeferiu o pedido de liminar de uma empresa local, do ramo de “academia para condicionamento físico”, que reivindicava o direito de voltar às suas atividades, obedecidos os critérios técnicos de prevenção ao coronavírus. A decisão é de sexta-feira, 22.

O pedido – com base no decreto presidencial que elencou as academias e salões de beleza entre as atividades essenciais – consta de um Mandado de Segurança proposto em face do prefeito Flá Prandi(DEM) e contra a norma municipal que impede o funcionamento de academias.

Na decisão que indeferiu a liminar, o magistrado jalesense pondera que a norma editada pelo prefeito de Jales está em consonância com o decreto do governador do Estado, que estabeleceu a quarentena e determinou expressamente a suspensão do funcionamento de academias e centros de ginásticas.

Ponderou, também, que, não obstante o decreto do presidente Bolsonaro, o Supremo Tribunal Federal (STF) já definiu que as medidas adotadas pelo governo federal para o enfrentamento do coronavírus não afastam a competência dos estados e municípios para estabelecer suas próprias normas e providências. Ou seja, nesse assunto a última palavra é dos governadores e prefeitos.

O juiz conclui sua decisão, afirmando que “mesmo diante do decreto federal, considerando que no Estado de São Paulo há norma específica a respeito do assunto, não há que se falar em liberação de academias para o exercício de suas atividades, ao menos enquanto não houver mudança da norma estadual ou cessação de sua vigência”.

Como se sabe, o prazo de vigência do decreto do governador João Dória vai – em princípio – até o próximo domingo, 31 de maio, podendo ser prorrogado caso a curva de contaminação do coronavírus não recue nos próximos dias, no estado de São Paulo.

CONSELHO MUNICIPAL DE SAÚDE DE JALES PEDE ALERTA TOTAL DIANTE DO AUMENTO DE CASOS DO CORONAVÍRUS NA REGIÃO

O Conselho Municipal de Saúde de Jales, presidido pelo companheiro José Célio Martini, distribuiu comunicado à imprensa manifestando extrema preocupação com a situação do coronavírus na região de Jales, que já começa a registrar óbitos.

No comunicado, o Conselho pede à sociedade e às autoridades que permaneçam em situação de ALERTA total, diante do aumento de casos positivos da doença, e recomenda que qualquer flexibilização deverá ser baseada em critérios técnicos. O apelo estende-se a todos os municípios vizinhos, que também são atendidos pelas instituições de saúde de Jales.

JORNAL DE JALES: EMPRESÁRIO JALESENSE QUE MORA NOS EUA DIZ QUE 20 MILHÕES DE AMERICANOS JÁ PERDERAM O EMPREGO

Eis a capa do Jornal de Jales deste domingo, cuja principal manchete desta que a secretária municipal de Saúde, Maria Aparecida Moreira, está desmentindo os rumores de que os casos suspeitos de coronavírus em Jales estariam sendo, propositalmente, subnotificados. Segundo a secretária, não existe a menor possibilidade de casos suspeitos da covid-19 estarem sendo escondidos, conforme estaria sendo especulado por moradores em mensagens postadas nas suas redes sociais. Ela explicou que o município é obrigado a fazer as notificações em sistema próprio, seguindo critérios do Ministério e da Secretaria Estadual de Saúde. Maria Aparecida aproveitou para alertar que em Jales, assim como no resto do Brasil, existem casos assintomáticos que contribuem para a expansão do vírus.

Destaque, igualmente, para a live promovida pelo meu ex-colega de Banco do Brasil, o padre Valdair Rodrigues, e a terapeuta sistêmica Ana Cláudia de Carvalho, no Youtube, onde ambos discutiram como deve ser o comportamento das famílias após a pandemia do coronavírus. A ideia surgiu de uma conversa entre os dois sobre os acontecimentos provocados pela pandemia da covid-19. A live foi ao ar no dia 14 de maio e, segundo o padre Valdair, os temas abordados alcançaram uma repercussão impressionante, com muitas pessoas comentando os assuntos e a sua importância para o momento.

A iniciativa do Ministério Público de Jales, que expediu uma recomendação a sete prefeituras da região com medidas para dar mais transparência nos gastos com a covid-19; o início da reforma do Terminal Rodoviário, que está sendo viabilizada com recursos do programa Município de Interesse Turístico; o agradecimento da família da família da garotinha Alice aos bombeiros que ajudaram a salvar a vida da criança, a prisão, pela Polícia Civil, de uma quadrilha especializada em roubo de gado que andou atuando em Jales; e uma entrevista com o empresário João Luiz Malagó, que mora nos Estados Unidos há 12 anos, são outros assuntos do JJ.

Na coluna Fique Sabendo, o jornalista Deonel Rosa Júnior está destacando alguns dos novos nomes que já estão se aquecendo para a disputa das eleições municipais, de olho em cadeiras da Câmara Municipal. Um deles, diz o colunista, é Paulo Henrique Castanheira, empresário do ramo de confecções, que se filiou ao DEM. O Podemos arrebanhou para suas fileiras o agente da PF, Robério Bandeira. Deonel ressalta que, sem muito alarde, o vice-prefeito Garça, presidente do MDB, conseguiu a filiação do cabeleireiro Xuxa. O partido de Garça conseguiu, também, os passes do ex-presidente da ACIJ, Luiz Carlos Gonzaga, e da enfermeira concursada da rede municipal de saúde, Carol Amador.

EM DOIS DIAS, JALES REGISTRA CINCO CASOS POSITIVOS DE COVID-19

Parece que o coronavírus está circulando com mais força em Jales, nos últimos dias. No sábado passado, a cidade contabilizava 70 notificações e 07 casos positivos da covid-19. Hoje, já temos 103 notificações e 13 casos positivos da doença. Somente nos últimos dois dias foram registrados 05 casos positivos, entre eles duas mulheres, uma de 25 e outra de 56 anos.

Como se vê no boletim acima, dos 13 casos confirmados, 07 já estão curados, 05 estão em isolamento domiciliar e 01 internado em unidade de síndrome gripal. Os casos suspeitos, no momento, são apenas 05, dos quais 04 estão em isolamento domiciliar e 01 – um homem de 56 anos – internado na UTI da Santa Casa.

Além desse paciente de Jales, a UTI adulta da Santa Casa tem mais duas pessoas internadas – uma de Dolcinópolis e a outra de Pontalinda – o que significa uma taxa de ocupação de 50%.  

Neste sábado, 23 de maio, está completando dois meses que o prefeito Flá Prandi decretou o estado de calamidade pública em Jales e que o comércio foi parcialmente fechado. No dia 23 de março, a cidade tinha 14 casos suspeitos, mas não registrava nenhum caso positivo.

A TRIBUNA: LOJAS COMERCIAIS DE JALES PODERÃO ABRIR NO FERIADO DESSA SEGUNDA-FEIRA. ORGÃOS PÚBLICOS FICARÃO FECHADOS

No jornal A Tribuna deste final de semana, a principal manchete trata do feriado estadual extemporâneo dessa segunda-feira, 25. A matéria diz que a Prefeitura de Jales decidiu deixar ao livre arbítrio dos comerciantes a decisão de abrir ou não abrir suas lojas. Aqueles comerciantes que optarem por abrir terão que, segundo o procurador geral Pedro Callado, observar atentamente a legislação trabalhista, inclusive naquilo que diz respeito ao pagamento de horas extras. O presidente da Associação Comercial e Industrial, Leandro Rocca, reforçou a observação, lembrando que os comerciantes devem ficar à vontade quanto a abrir ou não, mas, se o empregado trabalhar, terá que ser remunerado da forma que determina a lei.

Matéria do repórter Alexandre Ribeiro, o Carioca, mostra a situação de completo abandono a que está relegada a “Praça Japonesa”, situada em frente ao Terminal Rodoviário de Jales. Inaugurada em 2010, a pequena praça – que homenageia a colônia nipônica – se tornou mais um exemplo do descaso do poder público. Ainda falando da ausência do poder público, a matéria cita o bom exemplo de membros da comunidade da Vila União, um dos bairros marcados pelo tráfico de drogas. Um grupo de moradores do local se juntou para, com a ajuda de empresários, transformar o que era um terreno abandonado em um pequeno parque infantil para as crianças do bairro.

As ações da polícia de Jales, que resultaram na apreensão de um quilo e meio de maconha; a cobrança do MPF de Jales aos municípios da região noroeste sobre o combate ao mosquito da dengue; os recursos viabilizados pelo deputado federal Geninho Zuliani para a Santa Casa de Jales; as discussões sobre a reforma da previdência dos servidores municipais, que deverá resultar em aumento da contribuição deles para com o Instituto de Previdência Municipal; o recapeamento asfáltico que está sendo executado em todas as ruas do Jardim Zaffani; e a fiscalização sobre os lancheiros da cidade, que está sendo cobrada pelo vereador Tiago Abra, são outros assuntos de A Tribuna.

Na coluna Enfoque, informações sobre as recomendações do Ministério Público de Jales a sete prefeituras da região, a fim de que tomem medidas para tornar mais transparente a aplicação dos recursos destinados pelos governos federal e estadual para o enfrentamento do coronavírus. O promotor Horival Marques de Freitas Júnior quer evitar desvios desses recursos na região, como já vem ocorrendo em outras regiões do país. Na página de opinião, o colunista Valmor Bolan escreve sobre a desastrosa entrevista concedida pela ex-secretária nacional de Cultura, Regina Duarte, à CNN Brasil. E no caderno social, destaque para os aniversariantes da semana.  

DEU NA FOLHA NOROESTE DE HOJE

No jornal Folha Noroeste, edição digital deste sábado, destaque para o deputado Itamar Borges, líder do MDB na Assembleia Legislativa, que votou contra a emenda que possibilitaria o lockdown no estado, ou seja, o fechamento completo da cidade de São Paulo e dos municípios do interior e litoral paulista. A emenda foi apresentada por parlamentares, numa tentativa de alterar o projeto vindo do governador, que falava exclusivamente da antecipação do feriado do dia 09 de julho para a próxima segunda-feira, 25 de maio, com o objetivo de aumentar o percentual do isolamento social. Segundo o deputado, a bancada do MDB na Alesp é contra o lockdown. “Acreditamos que é preciso cuidar da economia do nosso estado, dar emprego e renda para a população, sem deixar de pensar na saúde e na vida”, disse o deputado.

Destaque, igualmente, para as eleições municipais deste ano, que podem ser adiadas. Para reduzir aglomerações e a exposição de eleitores ao novo coronavírus, uma das hipóteses em discussão é que as eleições tenham dois dias de votação, disse na sexta-feira (22), em Brasília, o ministro Luís Roberto Barroso, que assume a presidência do Tribunal Superior Eleitoral (TSE) na próxima semana. Para isso, seria preciso um gasto adicional de R$ 180 milhões, que é o custo estimado pelo TSE de um dia adicional de eleição. Diante do quadro de crise fiscal, porém, outra possibilidade seria expandir o horário de votação, para que dure 12 horas, o que teria um custo menor.

Na coluna FolhaGeral, o abespinhado redator-chefe Roberto Carvalho está informando que, manhã da quinta-feira (dia 21), sete vereadores participaram de uma reunião com representantes do Sindicato dos Servidores Públicos Municipais e da Prefeitura para discutir alterações no regime de previdência municipal. O sindicato sugeriu alterações para o projeto e enviará à Prefeitura um documento contendo as modificações pretendidas, como o aumento da alíquota de contribuição de forma gradativa até que atinja os 14% estipulados pela Emenda Constitucional 103/2019. Após incluir as alterações propostas pelo Sindicato, a Prefeitura encaminhará o projeto para que seja lido, discutido e votado na Câmara Municipal.

JALES REGISTRA 20 CASOS SUSPEITOS EM DOIS DIAS. E RIO PRETO JÁ CONTABILIZA 18 ÓBITOS POR COVID

Jales registrou 20 casos suspeitos nos últimos dois dias, dos quais 10 já testaram negativo e 01 caso testou positivo. Os outros 09 casos estão aguardando os resultados dos exames, sendo que 07 estão em isolamento domiciliar e 02 estão internados em UTI.

Desse modo, Jales contabiliza 08 casos positivos desde o início da pandemia, sendo que 07 deles já estão curados, enquanto o oitavo encontra-se em isolamento domiciliar.

Dos seis leitos da UTI para adultos da Santa Casa de Jales, cinco estão ocupados, o que resulta em uma taxa de ocupação de 83,33%. Dos cinco internados na UTI, 03 são de Jales, mas nenhum deles são considerados casos positivos. Os outros 02 internados são de Pontalinda e Santa Salete.

Santa Fé do Sul já contabiliza 21 casos positivos, todos curados, e 04 casos suspeitos em investigação, incluindo 01 óbito. Fernandópolis registrou 05 casos confirmados de covid-19 nas últimas 24 horas e chegou a 35 casos positivos, dos quais 17 já curados. Os casos suspeitos em Fernandópolis são 18.

Votuporanga registrou nesta quinta-feira, 21, mais dois casos positivos de coronavírus, chegando aos 31, dos quais 20 curados. Um dos novos casos positivos é de uma criança com menos de um ano de vida, sem comorbidades, que está em isolamento domiciliar. Além destes, um óbito suspeito – uma mulher com mais de 80 anos – foi registrado nesta quinta-feira e aguarda o resultado do exame. Votuporanga tem, ainda, outros 06 casos suspeitos em investigação.

Com 19 casos confirmados nesta quinta-feira, Rio Preto chegou a 505 casos positivos, dos quais 188 curados. A quinta-feira registrou, também, mais uma morte por covid-19 em Rio Preto, que contabiliza 18 óbitos, sendo que 50% deles são de pessoas acima de 60 anos.

1 2 3 4 5 498