Categoria: Cidade

HERANÇA DE PARINI: DÍVIDA DE R$ 700 MIL COM ECAD JÁ VIROU PRECATÓRIO

Como somente este blog e o jornal A Tribuna informaram, o prefeito Humberto Parini, que, em 1997, recorreu a notas frias para encobrir o prejuízo da Facip daquele ano, preferiu, como presidente da Facip do ano seguinte, 1998, deixar de pagar as tarifas devidas ao ECAD. Em 1999, o ECAD acionou a Justiça para receber seu débito, à época estimado em R$ 77 mil. Por uma agradável coincidência, o processo recebeu o número 1013.

Em 2011, depois de muitas idas e vindas, o processo 1013 chegou a um resultado: por conta do erro de Parini, ao comandar a Facip 1998, a Prefeitura de Jales, de acordo com a Justiça, vai ter que pagar, em números atualizados, cerca de R$ 700 mil ao ECAD e ao advogado Welson Olegário.

Agora, a novidade: a dívida já se transformou em precatório, devidamente cadastrado junto ao Tribunal de Justiça de São Paulo, juntamente com outros 68 precatórios, para pagamento ao longo dos próximos anos. E o pior de tudo: a maioria dos contribuintes – a quem caberá o ônus de pagar pelo erro do então presidente da Facip – nem está sabendo da dívida, uma vez que a imprensa domesticada não divulga.

Por outro lado, os órgãos de defesa do cidadão – ministérios públicos, câmara de vereadores, etc –  também não se manifestaram, ainda. Afinal, é justo que toda a população pague pela imprevidência de um presidente de Facip?   

MAESTRO CURITIBANO TRAZ CONCERTO PARA JALES

Um concerto de cultura e espiritualidade. É assim que o pianista, cantor e compositor paranaense Plínio Oliveira define o show que apresentará em Jales. Plínio, que já se apresentou em Jales várias vezes, sobe ao palco com o show da série “Concerto Filosófico”. Na primeira parte do espetáculo, Plinio fará a apresentação solo, apenas ele e seu piano, mesclando histórias e canções típicas de suas apresentações e encerra o concerto acompanhado da Orquestra de Sopros de Jales, cujo diretor é o regente Edivaldo de Paula.

O repertório do show é composto por um apanhado dos seus 31 discos além de alguns clássicos da música brasileira. “Tenho certeza de que o público irá se emocionar na apresentação. É um show de sensibilidade e emoção destinado a um público carente de música de qualidade. É uma forma de celebrar uma experiência musical saudável”, diz. Para ele, a música brasileira está cada vez mais sofrível. “Atualmente, o que se diz ser música é barulho e som alto”, afirma.

Visando a fraternidade, o maestro Plínio realiza um show beneficente por mês. “É um estimulo à beneficência. Eu me sinto socialmente obrigado a contribuir com as cidades que sediam meus shows e com as pessoas que compram meus discos, e nada mais justo que o ingresso seja revertido para a cidade, para instituições carentes”, afirma. Sendo assim, parte da renda do concerto será destinada às atividades do Grupo Adolfo Bezerra de Menezes de Jales.

Show Beneficente “Concerto Filosófico”.
Plínio Oliveira e participação especial: Orquestra de Sopros de Jales.
Dia 11 de fevereiro de 2012 (sábado) – às 20:30min.
Teatro Municipal de Jales.
Convites: Banca do Luís (R$ 20,00 – antecipado: R$ 10,00).

SANTA CASA E CONSIRJ SE UNEM EM PROL DA SAÚDE

(Por Vívian Curitiba)

O provedor da Santa Casa, José Pedro Venturini, acaba de criar uma comissão de apoio que está visitando as 15 cidades da região atendidas pelo hospital com o objetivo de mobilizar os prefeitos em ações em prol da Santa Casa e assim, fortalecer o apoio e união do Consirj – Consórcio Intermunicipal de Saúde da Região de Jales

A comissão formada pela assessora de comunicação, Vívian Curitiba, o empresário Carlos Roberto Cardoso e o corretor de imóveis, Milton Santana de Carvalho, já se reuniram com os prefeitos Euclides Scribone Benin (Dirce Reis), Francisco Airton Saracuza (Urânia), Guedes Marques Cardoso (Pontalinda) e o secretário de Saúde de Mesópolis, Paulo Lima que prometeram se empenhar na organização de um leilão beneficente ainda este ano.

“Se cada município se envolver na causa e fizer um leilão ou arrastão de alimentos por ano já vai ajudar e muito!”, disse Venturini. O provedor explicou que o hospital tem um déficit de aproximadamente R$ 1mihão por ano e que são as doações dos cupons fiscais, leilões, promoções e emendas parlamentares que ajudam a controlar a dívida.

CÂMARA DE JALES LANÇA PÁGINA OFICIAL NO TWITTER

Depois do sucesso no Facebook, a Câmara Municipal de Jales decidiu expandir sua comunicação institucional em redes sociais e lançou, na ultima sexta-feira, dia 03 de fevereiro, sua página oficial no Twitter, serviço de microblogs disponível gratuitamente na internet. O usuário poderá acessar a página através do endereço eletrônico twiter.com/camaradejales ou simplesmente @camaradejales para o envio de mensagens de até 140 caracteres.

Criado no dia 17 de janeiro, o canal de comunicação da Câmara de Jales no Facebook, registrava até o dia 03 de fevereiro, 131 pessoas curtindo a fan page. Somente em nível de comparação, a página da Câmara Municipal de São Paulo, município que, segundo o IBGE tem 10.886.518 habitantes, foi curtida por 815 internautas. Registra-se também o fato de que, dos sete maiores portais de internet mais conhecidos do país, seis estão com base na capital paulista. “Comparando esses dados, podemos dizer que a fan page da Câmara Municipal de Jales no Facebook é mesmo um sucesso. Em apenas 22 dias, 131 usuários utilizaram a opção ‘Curtir’ para facilitar o acesso à nossa página, onde eles podem conferir notícias atualizadas referentes à Casa e ao município, conhecer o trabalho realizado pelos vereadores, fotos e, além disso, podem comentar e avaliar o conteúdo postado”, disse o assessor de comunicação, Douglas Zílio.

Já o Twitter, rede social para microbloging, permitirá aos usuários enviarem e receberem atualizações e notícias em textos de até 140 caracteres, conhecidos entre os internautas como “tweets”. Essas atualizações serão exibidas no perfil dos seguidores da Câmara Municipal de Jales em tempo real. “O Twitter faz tanto sucesso quanto o Facebook no Brasil, ficando em segundo lugar no ranking mundial com significativos 33 milhões de usuários, desta forma, observa-se a importância de instituições governamentais possuírem essas contas nestas redes sociais para interagir e saber os anseios dos cidadãos” comentou o assessor geral do legislativo, Michel Pena.

“Estamos implantando ferramentas de comunicação de forma gradativa, planejada e integrada. E o mais válido e importante de tudo isso, é que o internauta não é mero receptor, ele participa, opina, critica e sugere através das mais diversas formas de interação como os comentários, e-mail e, agora, poderá fazer através do microblog Twitter, que passa a integrar nosso portfólio de comunicação”, concluíram os assessores de Comunicação e Geral da Câmara de Jales, Douglas Zílio e Michel Pena.

LANCHONETE ‘MEU REI’

Nesta lanchonete, localizada bem em frente ao Ambulatório Médico de Especialidades – AME de Jales, todos os clientes são tratados como reis e rainhas. Ali, pode-se comer um dos melhores salgadinhos da cidade e tomar um suco gelado, feito na hora. E se a fome for um pouco maior, pode-se almoçar bem, por um preço compatível com o bolso das pessoas simples que frequentam o local. 

Eu imaginei que o nome da lanchonete fosse uma homenagem à Bahia, mas a Gabriela, a filha do dono, me explicou que, na verdade, o nome é um agradecimento a Deus. Isso mesmo! A Gabriela disse que seu pai, o  Ricardo, considera que foi Deus quem o trouxe para Jales e por isso batizou a lanchonete com o nome “Meu Rei”. Ricardo morou muito tempo em São Paulo e, por obra do destino, veio parar em Jales, onde – ele garante – sua vida melhorou bastante.     

PREFEITO PARINI REPETE VELHAS PROMESSAS

Nada como um ano eleitoral prá fazer os políticos tirar o pé do chão. Hoje, no Jornal do Povo, tivemos a participação sempre especial do prefeito Humberto Parini, entrevistado pelo repórter-professor-vereador-poeta Osmar Rezende. O premiado estadista não disse nada de novo. Apenas repetiu as promessas de recapeamento. E prometeu, também, terminar as obras inacabadas, inclusive o prédio da tal Secretaria de Fazenda, na Avenida Jânio Quadros.

Por falar em recapeamento, eu quase não acreditei no que vi. Depois de vários anos de espera e de diversas operações tapa-buracos, a Rua Itália está sendo, finalmente, alvo de um recapeamento. Na verdade, apenas um trecho da rua, entre a Rua Elizabete e a Rua Nova York, está sendo recapeado. Mas já é alguma coisa.

A má notícia é que o serviço está sendo feito pela própria Prefeitura, o que pressupõe que não deverá durar muito. Normalmente, os recapeamentos realizados pela Prefeitura têm prazo de validade curto e, em pouco mais de um ano, começam a esfarelar-se. Na foto lá em cima, registrada agora à tarde, o pessoal da Prefeitura  trabalhando. E, na foto ao lado, a situação daquele trecho da Rua Itália até alguns dias atrás. 

UMA CALÇADA DA NOSSA PRINCIPAL AVENIDA

O Carioca que me perdoe a comparação, mas, se andar pelas ruas do Rio de Janeiro tem sido algo extremamente perigoso, caminhar pelas calçadas de Jales também tem lá sua dose de emoção. É certo que não temos bueiros explodindo, nem balas perdidas e tampouco prédios caindo sobre nossas cabeças, mas um simples passeio pelas nossas calçadas requer alguma elegância e muitos cuidados.

Há algum tempo, me disseram que uma cliente das Casas Pernambucanas  se acidentou na calçada ecológica que o prefeito instalou em nosso revitalizado centro comercial. Da mesma forma, consta que um conhecido empresário local, do ramo das comunicações, também teria sofrido luxações por conta de um tombo na calçada em frente à Mila Brinquedos.

Agora vejam o caso dessa calçada das fotos. Ela adorna a nossa principal avenida – a Francisco Jalles – bem no quarteirão do Jornal de Jales.  Explicando melhor, ela fica a menos de duzentos metros da casa do prefeito, mas é bem possível que ele não passe por aquela calçada há muito tempo. E, prá falar a verdade, eu também quase não circulo por ali, mas um amigo – comerciante – passa sempre e, hoje cedo, me pediu prá mostrar o estado da calçada.

E, como sou um grande colaborador da administração municipal, tratei de ir até lá e fotografar. O buraco lá de cima está a menos de vinte metros do buraco aqui do lado. No caso do buraco lá de cima, devo acrescentar que a casa em frente está em reformas, o que dá um certo ar de bagunça ao local, mas não creio que a cratera tenha surgido por conta disso. Já o buraco da foto ao lado nasceu pequenininho e foi crescendo, crescendo, até ficar assim. Certamente que ele ainda vai crescer um pouco mais, até que tomem alguma providência.   

JALES SERÁ PALCO DE DEBATE SOBRE CULTURA

O amigo Clayton Campos, da Escola Livre de Teatro – Elite, nos mandou uma boa novidade:

Os Pontos de Cultura das macros Grandes Lagos e Araçatuba se reunirão no próximo dia 09/02, das 13:30h às 17:00, no Centro Cultural Dr. Edílio Ridolfo. Na ocasião os “ponteiros”, como são conhecidos os agentes culturais que fazem parte desse programa, irão debater temas como as prioridades dos Pontos de Cultura das regiões de São José do Rio Preto e Araçatuba, a Sustentabilidade, entre outros assuntos.

Os Pontos de Cultura fazem parte de uma ação prioritária do Programa Mais Cultura, do MinC. A iniciativa visa firmar convênios, por meio da seleção por editais públicos, nos quais as entidades são responsáveis por articular e impulsionar as ações já existentes nas suas comunidades.

Existem três Pontos de Cultura conveniados hoje, aqui em Jales: o Ponto de Cultura Criança Feliz, a Escola Livre de Teatro e o Grupo Taikô, do Nipo Jalesense. E, como foi divulgado recentemente, em breve a cidade poderá ter mais cinco novos Pontos de Cultura, o que só faz fortalecer ainda mais a Rede e, conseqüentemente, trará muito mais conquistas para Jales e região.

MAIS COISAS NOSSAS

Reparando bem, acho que até os não-idosos devem ter alguma dificuldade para estacionar na vaga para idosos da foto. E, antes que o prezado visitante do blog comece a achar que eu tenho muito tempo prá ficar procurando essas anormalidades, esclareço que foi um amigo quem me ligou e deu a dica. A vaga reservada aos idosos, que você vê acima, faz parte do estacionamento de um prédio público, na Rua Vaticano.   

PREFEITURA FAZ OPERAÇÃO MEIA-BOCA NO JARDIM PÊGOLO

Não se pode elogiar! Ontem, nós mostramos os serviços – por sinal, bem feitos – que a nossa prefeitura realizou na Rua 14 e na Rua Minas Gerais. Agora, dêem uma olhada na porcaria de serviço que a mesma prefeitura fez na Rua Ermínia Mazuco Pêgolo, no Jardim Pêgolo 2. 

A foto lá de cima, que me foi enviada por um amigo do blog, mostra a esquina da Rua Ermínia Pêgolo com a Rua Antonio Belon. Reparem que a operação tapa-buracos “beneficiou” apenas a rua que foi mostrada na TV Record e ignorou totalmente os buracos da Rua Antonio Belon. E, nas fotos abaixo, o amigo pode ver o recém pintado muro da casa do poeta Francisco Valdo de Albuquerque, além de um trecho da rua, antes e depois da operação.

 

 

 

 

 

E, já que estamos falando da Rua Ermínia Pêgolo, ontem o Balanço Geral, da TV Record, reprisou a reportagem da Thaís Luquesi sobre os buracos daquela rua. Dessa vez, a reportagem veio acompanhada de comentários do apresentador Sandro Pires. Se você tiver um tempo, vale a pena dar uma olhada na matéria, aqui

1 397 398 399 400 401 410