Categoria: Política

DÓLAR CHEGA A R$ 3,74, MAIOR VALOR EM DOIS ANOS

O prezado leitor se lembra daquele juiz Catta Preta que pregava a derrubada da Dilma sob o argumento de que o dólar cairia e a coxinhada poderia largar suas panelas e viajar para Miami? Pois é… Deu no Jornal do Brasil:

A desvalorização do real frente ao dólar se manteve pelo sexto pregão consecutivo e a moeda norte-americana fechou a sexta-feira (18) valendo R$ 3,74, com um aumento de 1,04% em relação ao dia anterior. A alta acumulada da semana ficou em 3,85%. Desde o início do ano, a moeda norte-americana se valorizou 11,39% sobre o real.

Em anúncios de casas de câmbio de São Paulo, o dólar turismo, usado para quem vai fazer uma viagem internacional, estava sendo vendido a R$ 3,93, nas ofertas mais baratas para a compra de dinheiro vivo (papel-moeda). Já para compra de dólares na forma de cartão pré-pago, o preço de venda variava entre R$ 4,09 e R$ 4,10.   

Na última quarta-feira, o Comitê de Política Monetária (Copom) do Banco Central (BC) decidiu manter os juros básicos da economia brasileira em 6,5% ao ano, numa tentativa de lidar com o aumento da volatilidade internacional de capitais.

A desvalorização do real também pode ter influenciado a decisão do BC de manter a taxa Selic no mesmo patamar, uma vez que dólar mais caro pode significar aumento da inflação no médio prazo, devido ao encarecimento de produtos e serviços importados em moeda estrangeira.

PARINI, O COLECIONADOR DE MULTAS

O Diário Oficial deste sábado trouxe uma má notícia para o ex-prefeito Humberto Parini. Ele está sendo multado pelo Tribunal de Contas em função de irregularidades em um contrato firmado em 2009 com a ADERJ. A multa é de 200 Ufesp’s, ou pouco mais de R$ 5,1 mil. De sua parte, a Aderj terá que devolver cerca de R$ 11 mil aos cofres públicos.

Com mais essa, o TCE chega à décima-sexta multa aplicada ao nosso premiado estadista, das quais pelo menos nove já estão sendo cobradas na Justiça. No total, as multas do TCE ao ex-prefeito já somam 4.500 Ufesp’s, ou, em valores atuais, R$ 115,6 mil.

As multas do TCE não são as únicas. Em 2017, outro tribunal de contas – o da União (TCU) – aplicou duas multas ao ex-prefeito, num total de R$ 50 mil. O TCU julgou irregular a aplicação de alguns recursos do Ministério do Turismo  destinados a Jales para realização de festas populares (Facip, Arraial na Praça, Festa da Uva, etc).

Para não ficar para trás, o Tribunal de Justiça também já multou Parini duas vezes. Uma das multas, no valor de R$ 50 mil, diz respeito à contratação emergencial de duas empresas de Jales para fornecimento de combustíveis à municipalidade.

O caso ocorreu em 2009. A Prefeitura tinha contrato com uma empresa de Paulínea, que vendia combustível à municipalidade por um preço bem mais barato que o praticado em Jales. Parini e seu secretário de finanças, Rubens Chaparim, atrasaram os pagamentos, levando a empresa a rescindir o contrato e obrigando a Prefeitura a contratar as duas empresas de Jales, em caráter emergencial. Para a Justiça, a emergência foi fabricada por Parini. E foi mesmo!

A outra multa do TJ, de R$ 38 mil, é consequência do uso irregular dos recursos oriundos dos royalties do petróleo. O dinheiro – diz a lei – teria que ser utilizado em melhorias no asfalto, mas Parini preferiu utilizá-lo em outras coisas.

EX-VEREADOR ROSALINO ENTRA COM AÇÃO NA JUSTIÇA PARA RECEBER R$ 53 MIL DE FÉRIAS E DÉCIMO-TERCEIRO

O ex-vereador Luís Rosalino(PT) ajuizou, nesta semana, uma ação na Justiça local, pleiteando o recebimento de R$ 53 mil a título de férias, terço de férias e décimo-terceiro salário  referentes ao tempo em que foi vereador.

Ele não é o primeiro agente político da cidade a recorrer à Justiça para tentar receber direitos sociais a que julga ter direito. Rosalino é, no entanto, o primeiro ex-vereador de Jales a aderir à onda de políticos que estão entrando com esse tipo de ação. Atrás dele poderão vir outros.

O Fórum de Jales já recebeu cerca de 50 ações parecidas, mas quase a totalidade delas diz respeito a políticos dos municípios da nossa Comarca, como Vitória Brasil (07), Dirce Reis (09), Mesópolis (08), Pontalinda (05), Paranapuã (06), e Santa Albertina (10). Jales contabiliza apenas três – duas da ex-prefeita Nice e agora a de Rosalino.

É quase certo que, na primeira instância, a ação de Rosalino será julgada procedente. Ele terá, porém, que acender algumas velas para que, na segunda instância – ou seja, no Colégio Recursal – o processo caia na Turma certa.

Como se sabe, as três turmas do Colégio Recursal de Jales – formadas por juízes de diversas cidades da região – vem tendo entendimentos diferentes nas ações do tipo. Há alguns dias, por exemplo, a 1ª Turma negou ao ex-prefeito de Vitória Brasil, Eliseu Alves da Costa, o direito de receber R$ 21,6 mil de décimo-terceiro. Já a 3ª Turma confirmou que a Prefeitura de Jales terá que pagar R$ 24,2 mil de décimo-terceiro à ex-prefeita Nice Mistilides.

Para os juízes da 1ª Turma, o pagamento de férias e décimo-terceiro a agentes políticos depende da existência de lei municipal específica sobre o assunto. De outro lado, para os juízes da 3ª Turma, o pagamento desses direitos a todos os trabalhadores está previsto na Constituição e independe, portanto, de lei municipal.

SLOGAN EM CONVITE DE TEMER VIRA PIADA NAS REDES SOCIAIS

A comunicação do governo Temer vem produzindo coisas interessantes. Hoje, por exemplo, o presidente enviou uma nota de pêsames à família do cineasta Roberto Farias e, para exemplificar a importância da obra do falecido, citou o filme “Toda Nudez Será Castigada”. Que não é do Roberto Farias.

Depois de criticado nas redes sociais, Temer emitiu outra nota idêntica, mas sem citar nenhum filme. Mas essa não foi a única gafe do dia. Vejam a notícia do Brasil 247:

Convite do Palácio do Planalto para uma cerimônia que celebrará os dois anos de Presidência de Michel Temer, enviado a autoridades, traz o seguinte slogan: “O Brasil voltou, 20 anos em 2”. A frase pode ser considerada mais uma falha do governo Temer, uma vez que, retirada a vírgula, passa a mensagem de que o Brasil retrocedeu 20 anos durante o período Temer.

A notícia foi publicada pela Folha. O evento acontecerá na tarde dessa terça-feira 15, no Palácio do Planalto. O slogan virou piada nas redes sociais.

“Sobre como transformar uma mentira em uma verdade retirando uma vírgula”, comentou a pré-candidata do PCdoB, Manuela D´Ávila. “Se tirar a vírgula o slogan fica perfeito. Temer é o timoneiro do maior retrocesso já visto neste país”, disse Lindbergh Farias, senador do PT.

“Brasil voltou para aonde? E rápido assim? Slogan de um governo senil”, postou no Twitter o jornalista e escritor Marcelo Rubens Paiva. “Num tempo em que a pontuação é ignorada nas redes sociais, um gênio fez o seguinte slogan para o governo Temer: “O Brasil voltou, 20 anos em 2″. Se tirar a vírgula, a piada tá pronta”, escreveu o jornalista Kennedy Alencar.

REJEIÇÃO A ALCKMIN AUMENTA MAIS DE CINCO PONTOS E CHEGA A 55,9%. LULA É UM DOS MENOS REJEITADOS, COM 46,8%

 

A notícia é do portal Terra:

A pesquisa da CNT/MDA divulgada nesta segunda-feira, 11, apontou um alto índice de rejeição a todos os pré-candidatos, o que traz ainda mais indefinição ao cenário eleitoral.

Também foi identificado um aumento da rejeição a Alckmin. O percentual de entrevistados que declarou que não votaria “de jeito nenhum” no ex-governador de São Paulo passou de 50,7% em março para 55,9% em maio.

O fenômeno pode estar relacionado – segundo o presidente da CNT, Clésio Andrade – às recentes denúncias envolvendo o PSDB, que pode ter prejudicado os índices do tucano, considerado “ainda competitivo” por Clésio Andrade.

“Uma questão importante é que o (presidente Michel) Temer está fora de jogo, não tem condições de ser reeleito. Rodrigo Maia (DEM), Henrique Meirelles (MDB), Álvaro Dias (Podemos), também têm muita dificuldade, praticamente fora do jogo. E o Alckmin está começando a enfrentar algumas dificuldades”, disse Clésio a jornalistas.

Dentre os entrevistados, 46,4% declararam que não votariam em Ciro Gomes, o menos rejeitado. No caso de Marina, a rejeição chega a 56,5%. O presidente Michel Temer chega aos 87,8% de rejeição como candidato.

Lula está entre os menos rejeitados, com 46,8%. Já a rejeição de Jair Bolsonaro, assim como a de Alckmin, também aumentou, passando de 50,4% em março para 52,8% agora.

A rejeição terá, avalia Clésio, forte influência na decisão do eleitorado, principalmente no segundo turno.

“Cria uma dúvida de quem pode ser eleito, mesmo”, avaliou o presidente da CNT. “O segundo turno com certeza vai eleger o menos pior… mas com branco e nulo alto. Isso vai pesar, sim, a rejeição vai pesar no segundo turno”, afirmou.

CNT/MDA: MESMO PRESO, LULA CONTINUA EM PRIMEIRO NAS INTENÇÕES DE VOTO

Deu no Brasil 247:

Pesquisa realizada pelo instituto MDA para a Confederação Nacional dos Transportes (CNT) mostra que o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, que é mantido como preso político de 7 de abril em Curitiba, segue liderando a preferência da maioria dos eleitores brasileiros.

Na modalidade estimulada, Lula 32,4%, Jair Bolsonaro 16,7%, Marina Silva 7,6%, Ciro Gomes 5,4%, Geraldo Alckmin 4,0%, Álvaro Dias 2,5%, Fernando Collor 0,9%, Michel Temer 0,9%, Guilherme Boulos 0,5%, Manuela D´Ávila 0,5%, João Amoêdo 0,4%, Flávio Rocha 0,4%, Henrique Meirelles 0,3%, Rodrigo Maia 0,2%, Paulo Rabello de Castro 0,1%, Branco/Nulo 18,0%, Indecisos 8,7%.

Confira as simulações para o segundo turno, onde Lula vence em todas:

CENÁRIO 1: Lula 44,9%, Geraldo Alckmin 19,6%, Branco/Nulo: 30,0%,
Indecisos: 5,5%.

CENÁRIO 2: Lula 45,7%, Jair Bolsonaro 25,9%, Branco/Nulo: 23,3%,
Indecisos: 5,1%.

CENÁRIO 3: Lula 47,1%, Henrique Meirelles 13,3%, Branco/Nulo: 33,0%,
Indecisos: 6,6%.

CENÁRIO 4: Lula 44,4%, Marina Silva 21,0%, Branco/Nulo: 29,3%,
Indecisos: 5,3%.

CENÁRIO 5: Lula 49,0%, Michel Temer 8,3%, Branco/Nulo: 37,3%,
Indecisos: 5,4%.

A Pesquisa CNT/MDA ouviu 2.002 pessoas, em 137 municípios de 25 Unidades Federativas das cinco regiões do país.

JUSTIÇA NO BRASIL

No país que mantém como preso político o presidente mais popular de sua história e liberta operadores de campanha do PSDB com milhões na Suíça, a pesquisa CNT/MDA mostra a percepção dos brasileiros sobre o Poder Judiciário; para 90,3% a Justiça brasileira não age de forma igual para todos; 52,8,% consideram o Poder Judiciário pouco confiável e a avaliação sobre a atuação da Justiça no Brasil é ruim ou péssima para 55,7%

• A avaliação sobre a atuação da Justiça no Brasil é negativa para 55,7% (ruim ou péssima) dos entrevistados. 33,6% avaliam a Justiça como sendo regular e 8,8% dos entrevistados avaliam que a atuação da Justiça no Brasil é positiva (ótima ou boa).

• 52,8,% consideram o Poder Judiciário pouco confiável; 36,5% nada confiável; e 6,4% muito confiável.

• Para 90,3% a Justiça brasileira não age de forma igual para todos. Outros 6,1% consideram que age de forma igual.

• Dos entrevistados, 44,3% acreditam que, mesmo após as recentes ações da Justiça na Operação Lava Jato, a corrupção irá continuar na mesma proporção no Brasil. Enquanto isso, 30,7% avaliam que a corrupção irá diminuir e 17,3% acreditam que vai aumentar.

ATOR GLOBAL HERSON CAPRI DIZ QUE O MUNDO SABE QUE LULA É INOCENTE

Enquanto o ex-presidente Lula continua preso por conta de um apartamento que não é dele, o operador de propinas do PSDB, Paulo Preto, deixou a cadeia na sexta-feira, graças a um Habeas Corpus concedido pelo ministro Gilmar Mendes, que livrou o tucano até mesmo de prestar depoimento. 

Paulo Preto movimentou R$ 134 milhões em contas na Suíça e foi acusado por dezenas de delatores de cobrar propinas das empreiteiras em nome do PSDB. Segundo o deputado mineiro Rogério Correia(PT), “Lula preso e Paulo Preto solto é um soco no estômago do Brasil”.

E num depoimento corajoso, o ator Herson Capri, da Globo, disse que o Brasil e o mundo sabem da inocência do ex-presidente Lula e afirmou que ele só está preso porque “vence as eleições”. O motivo: ter sido o único que verdadeiramente governou para os mais pobres.

Na sua fala, Capri também pediu que o povo brasileiro se conscientize, se informe pelas mídias alternativas e saia às ruas em defesa da democracia e do direito de poder votar livremente em 2018. Confira o vídeo de Capri, feito por Claudio Kbene:

GILMAR MANDA SOLTAR PAULO PRETO, OPERADOR DO PSDB

A notícia é do Brasil 247:

O ministro do Supremo Tribunal Federal Gilmar Mendes concedeu nesta sexta-feira 11 habeas corpus a Paulo Vieira de Souza, conhecido como Paulo Preto, e apontado como operador do PSDB. O ex-diretor da Dersa é acusado de desviar recursos em obras do trecho sul do Rodoanel. Ele foi preso no início de abril, alvo da Operação Lava Jato.

Recursos recebidos por Paulo Preto são ligados principalmente ao ex-governador José Serra. De acordo com autoridades suíças, ele mantinha o equivalente a R$ 113 milhões em contas fora do Brasil.

O dinheiro estava em quatro contas bancárias, abertas em 2007, por uma offshore sediada no Panamá, cujo beneficiário é Paulo Vieira de Souza. Em 2017, o montante foi transferido para as Bahamas, apontaram os documentos da Promotoria suíça enviados ao Ministério Público brasileiro.

Em março, a Lava Jato denunciou o ex-diretor da Dersa por desvio de R$ 7,7 milhões, entre 2009 e 2011. O recurso era destinado ao realojamento de famílias desalojadas pela Dersa para a construção do Rodoanel, obra realizada na gestão do tucano José Serra (2007-2010).

Em fevereiro, uma reportagem no Valor Econômico apontava que a defesa de Paulo Preto apostava que teria decisão favorável de Gilmar no STF.

1 2 3 4 313