Categoria: Cidade

SANTA CASA PARTICIPA DE “I ENCONTRO PARA FORTALECIMENTO DE AÇÕES DE HUMANIZAÇÃO” DA REGIÃO DE JALES

A notícia é da assessoria de imprensa da Santa Casa:

Na última terça-feira, 16 de abril, a Santa Casa de Jales recebeu colaboradores que integram o Centro Integrado de Humanização – CIH nas instituições Ame, Consirj e Hospital de Amor, além da presença da articuladora de humanização Ana Virginia. 

 Após a identificação da necessidade do fortalecimento do vínculo  e apoio aos serviços da região de Jales o objetivo da reunião foi compartilhar as ações de humanização e apoiar os serviços, a iniciativa partiu após a participação no primeiro “Coletivo de Humanização” promovido pelas articuladoras Ana Virginia e Lucimara, no Departamento Regional de Saúde – DRS XV de São José do Rio Preto, no mês de março.

 Os colaboradores das instituições compartilharam com os colegas experiências das ações de humanização e tiraram dúvidas. A articuladora deu início a reunião realizando a “dinâmica do barbante”, identificando a importância do trabalho em rede, pois as instituições estão interligadas. 

 Para finalizar Ana Virginia ressaltou a importância deste primeiro encontro para potencializar a humanização nas instituições e o grupo sugeriu novas reuniões.

CONTINUA INTERNADO HOMEM ESFAQUEADO EM BAR APÓS DISCUSSÃO POR FUTEBOL

Deu no portal de notícias da Rádio Assunção:

Segue internado na Santa Casa de Jales em estado grave o homem que foi esfaqueado em um bar de Jales. O fato ocorreu na noite de sexta-feira, 19 de abril, segundo populares os dois envolvidos discutiram por futebol.

De acordo com informações da Polícia Militar, Geiveson Gabriel Rebolços, de 28 anos, estaria no local, quando começou a discutir sobre futebol com um colega, que ficou irritado e o atingiu com um golpe de faca. O suspeito fugiu do local antes da polícia chegar.

A vítima passou por atendimento médico na Santa Casa de Jales, onde continua internado. De acordo com a assessoria do hospital, a vítima está na Unidade de Terapia Intensiva em estado grave, com lesão do abdômen.

JORNAL DE JALES: MÉDICA CUBANA ESTÁ TRABALHANDO COMO BALCONISTA DE FARMÁCIA EM SÃO FRANCISCO

Eis a capa do Jornal de Jales deste domingo, cuja principal manchete diz que, segundo a empresa que organizou o Jales Rodeio Show, os peões do rodeio em cavalos receberam e não disputaram as semifinais e a final da competição. Em nota de esclarecimento distribuída na tarde de quinta-feira, 18, a direção da Gauri Eventos acusou os peões de terem recebido o valor estipulado em contrato e não cumprirem o compromisso, o que deverá gerar medidas judiciais por parte da empresa. Apesar desse pequeno incidente, os organizadores se dizem contentes com os resultados do evento, que, segundo eles, atraiu muito mais gente que no ano passado.

O jornal está destacando, igualmente, os 73 anos de idade do padeiro mais antigo da cidade. Além do 73º aniversário, o companheiro Ordalino Alves de Oliveira está comemorando, também, os 58 anos de atividade como padeiro, em carreira que começou em Votuporanga quando ele tinha apenas 15 anos. Em Jales desde 1963, Ordalino trabalhou algum tempo como empregado até comprar sua própria padaria, que funcionou durante muitos anos na Rua Oito e depois se mudou para a Via Pães, na Avenida Francisco Jalles, onde há 22 anos trabalha com o filho Ordalino Júnior.

O aniversário do Lar dos Velhinhos, que está completando 50 anos de fundação e voltando a ser presidido pelo ex-ferroviário Alicio Frassato; a manutenção da cassação do prefeito e do vice de General Salgado, acusados de compra de votos durante a campanha de 2016; a homenagem que os alunos do Projeto Guri fizeram ao aniversário da cidade, com uma serenata para o prefeito Flá Prandi; a prisão, pela Polícia Civil de Jales e região, de 21 pessoas envolvidas com tráfico de drogas; e a eleição da deputada Analice Fernandes para a presidência da Comissão de Saúde da Assembleia, que poderá resultar na ressuscitação da luta pelo Hospital Regional, são outros assuntos do JJ.

Na coluna Fique Sabendo, o jornalista Deonel Rosa Júnior está informando que a médica cubana Dania Yelises Gómez Cabrera, que, através do programa Mais Médicos, trabalhou durante três anos em uma unidade básica de saúde de São Francisco, está agora trabalhando com balconista de uma farmácia daquela cidade. Casada com um jalesense – o engenheiro agrônomo Artur Vicente Valério – a médica cubana permaneceu no Brasil, na expectativa de continuar exercendo sua profissão por aqui. Enquanto espera pelo exame do Revalida que lhe permitirá exercer a medicina no Brasil, Dania vai ganhando a vida como balconista.

A TRIBUNA: TROCA DE FARPAS NAS REDES SOCIAIS ENTRE RICARDO JUNQUEIRA E BETTO MARIANO VAI PARAR NA JUSTIÇA

No jornal A Tribuna deste final de semana, a principal manchete destaca o alerta que o Tribunal de Contas do Estado (TCE) enviou à Prefeitura de Jales e a pelo menos outras 64 prefeituras da região de São José do Rio Preto, chamando a atenção dos respectivos prefeitos para a má gestão do Orçamento, constatada no primeiro bimestre de 2019. No caso de Jales, o TCE apontou que a receita está sendo insuficiente para cobrir as despesas. O prefeito Flá explicou que não é bem assim e que até o final do ano a situação estará regularizada. Flá disse que a Prefeitura, como faz todos os anos, já empenhou no início de 2019 despesas – como merenda escolar e lixo – que só ocorrerão ao longo do ano.

Matéria do repórter Alexandre Ribeiro, o Carioca, mostra que vereadores do grupo de apoio ao prefeito Flá Prandi andam apresentando indicações pedindo que a Prefeitura realize obras que já foram licitadas e, em alguns casos, já estão em andamento ou até já foram concluídas. Segundo a matéria, na sessão do dia 11 de março, por exemplo, pelo menos seis indicações dos vereadores pediam ao Executivo a realização de obras que já estavam previstas. A prática indica que os vereadores usam a programação de obras da Prefeitura para fazer média com moradores de bairros beneficiados com melhorias e obter ganhos eleitorais.

A troca de farpas nas redes sociais entre o auditor fiscal Ricardo Junqueira e o administrador do site A Voz das Cidades, Betto Mariano, que já chegou à Justiça com pedidos de indenização por danos morais; o revés sofrido pelo ex-prefeito de Urânia, Francisco Airton Saracuza, que estava pleiteando o pagamento de R$ 95 mil a título de férias e décimo-terceiro; a resposta dos vereadores jalesenses, que foram acusados de promover “lambanças”; a serenata diurna que os alunos do “Projeto Guri” fizeram para o prefeito Flá no dia do aniversário da cidade; e a preocupante situação dos prédios públicos do município, que funcionam sem alvará dos bombeiros, são outros assuntos de A Tribuna.

Na coluna Enfoque, a reclamação de um morador do JACB, que diz estar havendo superlotação na EMEI “Diva Maciel Jorge”. Segundo o morador, a recém-inaugurada creche do JACB foi construída para atender 150 crianças, mas está atendendo cerca de 200. Na página de opinião, o blogueiro Hélio Consolaro escreve sobre o incêndio ocorrido em uma loja de produtos chineses, em Araçatuba, enquanto o professor Valmor Bolan se pergunta se a crise no Ministério da Educação será debelada. No caderno social, a coluna do Douglas Zílio destaca as subcelebridades que agitaram os camarotes do Jales Rodeio Show.    

DEU NA FOLHA NOROESTE DE HOJE

No jornal Folha Noroeste, edição digital deste sábado, a principal manchete destaca que o ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) Alexandre de Moraes revogou a decisão dele mesmo que tinha determinado a retirada de uma reportagem sobre o presidente da Corte, ministro Dias Toffoli, de uma revista eletrônica e um site de notícias.  Na segunda-feira (15), por determinação do ministro, o site O Antagonista e a revista Crusoé foram obrigados a retirar da internet a reportagem intitulada “O amigo do amigo de meu pai”. A decisão ainda determinou que os responsáveis pelas publicações prestassem depoimento na Polícia Federal (PF), com aplicação de multa de R$ 100 mil em caso de descumprimento.

O jornal destaca, também, que em 06 de outubro deste ano, haverá eleição unificada para Conselheiros Tutelares de todo o país para o quadriênio 2020/2023. No município de Jales as inscrições serão aceitas no período do dia 6 de maio a 5 de julho, das 8 às 11 horas e das 13 às 17 horas, no Conselho Municipal dos Direitos da Criança e do Adolescente (CMDCA) localizado no prédio da Secretaria Municipal de Assistência Social, sito a avenida Arapuã, nº 2803, Jardim Ipiranga, em Jales. A votação – como já ocorreu em anos anteriores – será no prédio da Escola Municipal Professora Elza Pirro Viana. O salário de conselheiro tutelar é, atualmente, de R$ 2.019,12, além de direitos sociais e trabalhistas.

Na coluna FolhaGeral, o sorumbático redator-chefe Roberto Carvalho está informando que, de acordo com a última atualização realizada em março deste ano, a dívida relativa ao financiamento feito pelo Município de Jales junto à Agência de Desenvolvimento Paulista (Desenvolve SP) para infraestrutura (recape e pavimentação), está calculada em R$ 4.867.289,34. O colunista informa, também, que, na terça-feira, 16, foi designada a deputada federal Doutora Soraya Manato (PSL/ES) como relatora do Projeto de Lei 03266/2015, de autoria do deputado Vicentinho (PT), que autoriza o Poder Executivo a criar a Universidade Federal da Região Noroeste Paulista com sede em Jales (SP).

ESCOLA LIVRE DE TEATRO INICIA TEMPORADA 2019 COM ESPETÁCULO “MEU QUARTO, MINHA INOCÊNCIA”

A Escola Livre de Teatro de Jales através de seu Núcleo de Produção e Difusão realizou no dia 11 de abril no Teatro Municipal de Jales o Lançamento da temporada 2019 do espetáculo “MEU QUARTO, MINHA INOCÊNCIA” que aborda o combate ao abuso e a exploração sexual de crianças e adolescentes.

Um tema nada simples e muito necessário nos dias atuais trazido à tona por um espetáculo mágico que toca profundamente a todos, principalmente, face ao mês de maio, em que este tema entra em foco.

Uma mensagem potente oferecida com a delicadeza dos personagens infantis que gritam por socorro. Uma história emocionante que mobilizou a todos os presentes, proporcionando uma roda de conversa de muito tocante.

Foram apresentados também pela Escola, outros espetáculos que estão disponíveis como o “Auto da Camisinha” que trata da prevenção às IST’s/AIDS e gravidez precoce, “Somos Todos José” que aborda cidadania e convivência entre as pessoas e as produções que estão sendo preparadas como “Que mosquito te Picou?” sobre a problemática da dengue e uma peça sobre o combate às drogas.

Entre os presentes na noite de lançamento, além do público espontâneo, estavam profissionais do Tribunal de Justiça, dos CRAS da região, da Unijales, Poder Legislativo, membros do CMDCA e artistas de Jales e região.

“O que mais me impressionou foi à delicadeza com que o tema foi abordado. Falar de abuso e exploração sexual é algo difícil, porém muito importante para que as pessoas consigam quebrar o silêncio e romper com o ciclo da violência. Nesse aspecto a peça é brilhante, uma vez que, com muita sutileza, ela encoraja e transmite força às crianças e adolescentes. Além disso, possibilita que todos tenham um olhar empático para a situação”, afirmou a psicóloga do TJ-SP, Ticiane Renata Auko Cardoso.  . 

“A peça ‘Meu quarto, minha inocência’ tem uma preocupação quanto ao conteúdo a ser exposto para as crianças e apresenta o tema de tal forma que respeita a condição de compreensão da criança. Fiquei emocionada com a intensidade do texto e com a atuação fantástica desse grupo. Parabéns!!!”, concluiu Ticiane.

FUNDO SOCIAL DOA ALIMENTOS ARRECADADOS NO JALES RODEIO SHOW PARA ENTIDADES ASSISTENCIAIS

A notícia é da Secretaria Municipal de Comunicação:

Sempre realizando importantes e bonitas ações em prol da população jalesense, o Fundo Social de Solidariedade (FSS), presidido pela primeira-dama Glauciane Pontes Helena Franco continua contando com diversas parcerias para realizar atendimentos às famílias mais carentes da cidade. Na quarta-feira 17 de abril, promoveu a doação de alimentos arrecadados em um evento para sete entidades assistenciais do município.

Na quinta-feira, 11 de abril, mais de quatro toneladas de alimentos foram arrecadadas nas portarias do Jales Rodeio Show. Pessoas que foram ao evento assistir ao rodeio e show gratuito da dupla Pedro Paulo & Alex foram estimuladas a doarem 1 quilo de alimento que a festa doou ao Fundo Social. Equipes do próprio FSS e os garotos da Ordem Demolay, de Jales, fizeram o recolhimento.

“Não tenho palavras para agradecer a população de Jales e região que atendeu nosso apelo e mais uma vez foi parceira e demonstraram o grande coração solidário que têm. Arrecadamos mais de cinco toneladas de alimentos, o que nos permitiu partilhar com as entidades assistências que poderão dar continuidade ao lindo trabalho que realizam em prol dos que necessitam. Esses alimentos vão fazer a diferença na vida de muitas pessoas”, ressaltou Glauciane.

Sete entidades foram beneficiadas com a arrecadação. Além do Fundo Social de Solidariedade, participaram da partilha feita no prédio onde funcionará a Secretaria Municipal de Educação – o chamado “Prédio da Aderj” – o Hospital de Amor, Lar dos Velhinhos São Vicente de Paulo, Santa Casa de Jales, APAE (Associação de Pais e Amigos dos Excepcionais de Jales), SACRA (Sociedade Assistencial e Cultural da Região da Alta Araraquarense) e AACAJ (Associação de Apoio à Criança e ao Adolescente de Jales). Cada entidade recebeu aproximadamente 600 quilos de alimentos.

EM OPERAÇÃO CONTRA O TRÁFICO DE DROGAS, POLÍCIA PRENDE 15 PESSOAS NA REGIÃO DE JALES

A notícia está pendurada no portal da Rádio Assunção:

A Polícia Civil de Jales promoveu durante a madrugada desta quarta-feira, 17 de abril, uma operação que visa combate do tráfico de entorpecentes na região de Jales, com o envolvimento de diversas forças policiais.

De acordo com o Delegado Operacional da Delegacia de Investigações Gerais (DIG) de Jales, Dr. Sebastião Biasi, em conversa com a reportagem do Jornal do Povo da Rádio Assunção FM, nesta manhã de quarta-feira ocorreu à execução de mandados de prisão e busca em residências, foram presos três em Pontalinda, sendo dois homens e uma mulher, além de 11 em General Salgado, sendo oito homens e três mulheres e um homem no distrito de Prudêncio e Moraes, totalizando 15 prisões.

As investigações da ‘Operação Tunes’ duraram cerca de oito meses, neste período seis pessoas já haviam sido presas em flagrante delito em Jales, com isso a operação recolheu 21 pessoas envolvidas com o tráfico de drogas.  

Ao longo da operação a polícia realizou a apreensão de drogas, dinheiro, materiais para o embalo dos entorpecentes, celulares, armas de fogo e várias munições.

Segundo o delegado Dr. Sebastião Biasi, com as investigações os policiais tomaram conhecimento de um roteiro em que a droga era distribuída em nossa região, passando pelas cidades de Aparecida do Taboado (MS), General Salgado, Jales, Fernandópolis e chegava em Pontalinda. 

Os presos estão à disposição da Justiça em cadeias da região.

REPORTAGEM DO SBT MOSTRA MORADORA DE JALES SE PREPARANDO PARA COMPETIÇÃO DE FISICULTURISMO

Uma reportagem da jornalista Vivi Santos, veiculada pelo programa “Bem na Hora”, do SBT, mostra uma dona de casa de Jales – Karina Rodrigues de Lima, de 37 anos, casada e mãe de dois filhos – se preparando para uma competição de fisiculturismo.

Karina conta que sempre gostou muito de musculação e que decidiu participar de competições no ano passado. A reportagem completa tem pouco mais de 11 minutos e pode ser vista aqui.

TRIBUNAL DE CONTAS DIVULGOU RELAÇÃO DE CIDADES COM PROBLEMAS NA GESTÃO FISCAL E ORÇAMENTÁRIA. JALES É UMA DELAS

O Tribunal de Contas do Estado de São Paulo (TCE), publicou, hoje (16/4), com base no disposto na Lei de Responsabilidade Fiscal (LRF), um alerta com a relação dos municípios que se encontram em situação de comprometimento das gestões fiscal e orçamentária.

Dos 644 municípios paulistas, 488 enviaram suas informações/documentos ao Sistema AUDESP permitindo as análises contábeis, enquanto 156 não prestaram as informações e poderão ser penalizados. Dos 488 analisados, apenas 61 municípios tiveram resultados que dispensam a emissão de alerta previsto na LRF.

Feitas as contas, nada menos que 427 municípios apresentaram problemas que vão desde déficit/desequilíbrio fiscal até falhas na arrecadação.

Jales é um desses municípios e está na relação por dois motivos: a) insuficiência de receita, que poderá comprometer o cumprimento de metas; b) existência de fatos que comprometem os resultados dos programas, com indícios de irregularidades na gestão orçamentária.

Santa Fé do Sul, Fernandópolis e Votuporanga também estão na relação, assim como quase todos os pequenos municípios da região: Aspásia, Dirce Reis, Dolcinópolis, Estrela D’Oeste, Marinópolis, Mesópolis, Palmeira D’Oeste, Paranapuã, Pontalinda, Santa Albertina, Santa Salete, São Francisco, Urânia e Vitória Brasil.

Os prefeitos dessas cidades terão que tomar providências, principalmente para melhorar a arrecadação, se não quiserem ter problemas no final do ano. 

1 2 3 447