Categoria: Cidade

EM CERQUILHO, OBRAS DO ‘MINHA CASA MINHA VIDA’ ESTÃO PARADAS; EM JALES, ESTÃO BEM DEVAGAR

A notícia, aparentemente, não tem quase nada a ver conosco, mas, segundo se sabe, aqui em Jales a construção das 368 casas do conjunto Nova Jalles, através do programa ‘Minha Casa Minha Vida’  também está indo bem devagar. O motivo é o mesmo lá de Cerquilho: falta de repasse dos recursos por parte da Caixa Econômica Federal.

As obras do Nova Jalles, que estão sendo tocadas pela Construtora Aradam, começaram em ritmo acelerado, mas, pelo que se comenta, a empreiteira resolveu tirar o pé do acelerador, uma vez que, até agora, os recursos investidos na construção das casas foram todos bancados somente por ela.

É sempre bom esclarecer que o prefeito Humberto Parini pegou carona na construção dessas casas, cujo projeto é de iniciativa de uma empresa privada – a Construtora Aradam. Nosso prefeito, que prometeu 1.000 casas populares, mandou instalar uma placa na Praça Euphly Jalles, dando a entender – aos menos avisados – que o Nova Jalles é uma obra da administração municipal, o que nao é verdade. Mas vamos à notícia de Cerquilho:

A construção de 60 casas do programa habitacional ‘Minha Casa Minha Vida’ em Cerquilho, no interior de São Paulo, está parada há dois meses. A entrega está prevista para para março de 2012, mas há casas que ainda nem começaram a ser construídas. Os futuros moradores temem que o sonho de sair do aluguel demore mais tempo para chegar.

O motivo do atraso seria problemas no repasse da verba. “A construtora alega que o dinheiro destinado às obras, que são R$ 960 mil, não está sendo repassado pelos bancos. Diante disso, a empresa pode prorrogar os trabalhos por até um ano”, explica Antônio Luvizzoto Neto, representante de projetos da prefeitura local.

Problemas com programas habitacionais são comuns na região. Em Itapetininga, no bairro Taboãozinho, os moradores esperaram mais de seis meses pela entrega das 350 casas. Com a demora, o local foi depredado.    

DOMINGO, NA TRIBUNA

O jornal A Tribuna, edição desse domingo, trará matéria sobre as famosas 29 casas populares que o prefeito Humberto Parini está prometendo entregar desde abril deste ano, mas, ao que tudo indica, somente serão entregues no ano que vem. Quando fizer isso, o nosso premiado estadista estará chegando à incrível marca de 53 moradias construídas e entregues em sete anos de governo.

A senhora da foto – a Matilde Módulo – é uma das personagens dessa história. Ela foi contemplada com uma das 29 casas, mas já não aguenta mais os sucessivos adiamentos. Por isso mesmo, a Matilde e outras famílias estão cogitando a idéia de “invadir” as casas, mesmo antes de concluídas.

Além disso, o Carioca está prometendo contar toda a história, inclusive os bastidores, da eleição de segunda-feira, na Câmara, que culminou com a escolha do vereador Luiz Henrique Viotto, o Macetão, para a presidência do Legislativo jalesense. É domingo, na Tribuna.

GARÇA AGRADECE À IMPRENSA

A assessora de imprensa da Santa Casa, Vívian Curitiba, me mandou algumas fotos do regabofes promovido pelo provedor José Devanir Rodrigues, em sua chácara, quando ele reuniu representantes da imprensa local para agradecer o apoio da mídia ao hospital.

Na ocasião, além de patrocinar o jantar, Garça entregou uma lembrança a alguns jornalistas presentes. E eu fiquei na dúvida se ilustraria este post com a foto do Paulo Aruca – de A Tribuna – recebendo o mimo entregue pelo Garça, ou com a foto da Ana Carla Bologna, da Revista Interativa. Optei pela Ana! Vocês acham que escolhi bem?

 

VEREADORES RECEBEM PESSOAS CONTEMPLADAS COM CASAS

Eu já falei sobre a reclamação dos mutuários das 29 casas do conjunto Renascer, em um post anterior. Na verdade, sempre é bom esclarecer que, naquele conjunto coube apenas 25 casas. As outras quatro estão sendo construídas no conjunto “João Colodetti”. Agora, reproduzo a notícia enviada pelo assessor de imprensa da Câmara, Roberto Timpurim, sobre o assunto:

Nessa segunda-feira, dia 12, durante a sessão ordinária da Câmara de Jales, os vereadores receberam um grupo de pessoas contempladas com casas no Jardim Renascer e que estão sendo construídas aproximadamente há dois anos. Os mesmos procuram a Câmara para reclamar da demora na entrega das casas.

Segundo eles, as casas deveriam ter sido entregues no início desse ano, fato que não ocorreu. Depois, houve a promessa de entregá-las no final de novembro, mas também não foram entregues.

Na reunião, os vereadores propuseram se reunir com o prefeito para cobrar o término das casas e a imediata entrega. Essa reunião será agendada e participarão três representantes dos futuros mutuários. Os vereadores pretendem dar uma resposta positiva a essas pessoas que sonham com a casa própria.

É de conhecimento público que essas casas estão sendo construídas pela empresa JC Grande, de Paranaíba – MS, em convênio com a Caixa Econômica Federal.

FERNANDÓPOLIS COMEMORA GERAÇÃO DE EMPREGOS

Está no site da Prefeitura de Fernandópolis! O prefeito Luis Vilar está comemorando a geração de empregos formais em nosso vizinho município, cujos números deverão chegar ao dobro do que foi obtido em 2008.  Conforme dados do Ministério do Trabalho, em 2008 foram criados 809 empregos em Fernandópolis, enquanto em 2011, até outubro, já haviam sido criados 1.390. Um razoável crescimento, sem dúvida.

E agora os números de Jales, que – segundo aquele instituto que premiou o nosso prefeito, o IBVG – é um dos municípios que mais crescem no país. Em 2008, quando o estadista foi reeleito, a cidade gerou 427 novos empregos formais. Agora em 2011, já foram gerados 462, mas nem de longe vai alcançar a performance de Fernandópolis.

Quer mais? No ano passado, enquanto Fernandópolis criava 1.608 novos empregos, Jales conseguiu abrir apenas 360 novas vagas de trabalho. Quer mais? Em 2004, antes de o estadista assumir o comando da cidade, a distância entre Jales e Fernandópolis, no quesito geração de empregos, era bem menor. Naquele ano, Jales gerou 505 novos empregos, enquanto Fernandópolis gerava 646.

Como se vê, na geração de empregos, Jales permaneceu praticamente estagnada nos últimos sete anos, enquanto nossas vizinhas – e a maioria das cidades brasileiras – deram um salto à frente. Tal constatação já seria ruim em qualquer situação, mas, considerando que o nosso prefeito é do mesmo partido do governo federal, ela fica pior ainda, pois demonstra claramente a incapacidade da administração municipal.  

MILHARES E “MILHARES”

O meu amigo Cuca, do jornal Folha Regional, deve estar delirando! Vocês repararam a manchete do jornal, neste final de semana? “Natal de Luz: milhares de pessoas acompanham o lançamento da decoração e iluminação natalina em Jales”. A não ser que o jornal esteja falando em sentido figurativo, a manchete cometeu um eloquente equívoco.

Se o jornal tivesse manchetado “centenas de pessoas”, já teria exagerado, uma vez que – segundo informações, já que eu não estive por lá – não havia nem duzentas pessoas na Praça “João Mariano de Freitas”, quando o prefeito cumpriu sua extensa agenda de inaugurações da segunda-feira passada.

Não é difícil calcular: umas 25 pessoas da orquestra de sopros, 20 do coral da Igreja Batista, 20 japoneses do Todoroki, uns 15  parentes do homenageado João Lapiá,  uma dúzia de assessores do prefeito e agregados, outra dúzia de representantes da ACE e outras entidades, e, finalmente, mais umas – sejamos generosos – 30 pessoas do povo. Quer dizer, no máximo 150 pessoas, sendo que a maioria estava lá para participar das apresentações.   

Vamos dar, porém, um desconto ao Cuca: pode ser que a intenção do jornal, ao exagerar na manchete, fosse despertar a curiosidade das milhares de pessoas que habitam as cidades vizinhas, onde a Folha Regional circula, atraindo-as para o nosso comércio. Se foi essa a intenção, vá lá! 

RUA ITÁLIA – PARTE II

Em janeiro, mostrei aqui neste modesto blog a situação da Rua Itália, no trecho entre a Rua Elizabeth e a Rua Nova Iorque, que, por sinal, continua praticamente do mesmo jeito. Agora, a pedidos, mostro outro trecho da Rua Itália, dessa vez entre a Rua Nove e a Avenida Francisco Jalles. 

Já vi inclusive o prefeito passando por esse pedaço da Rua Itália, que é bastante movimentado e possui vários estabelecimentos comerciais e residências, mas, mesmo assim, ele continua cheio de “costelas” e abandonado à própria sorte. Dê uma olhada:

 

JALES GANHA NOVA CLÍNICA VETERINÁRIA

Os donos de cães, gatos e outros animais de estimação estão ganhando, em Jales, mais uma opção para cuidar do seu bichinho. A Camarim Pet, da foto acima, é uma nova clínica veterinária que deverá iniciar suas atividades em alguns dias. O médico-veterinário responsável, como diz a placa, é o Renato Diamantino. A clínica está se instalando na Rua Nove,  bem em frente ao Salão de Beleza Daanju, nas proximidades da Unijales.  

VENTURINI É ELEITO PROVEDOR DA SANTA CASA PARA GESTÃO 2012-2013

(por Vívian Curitiba)

O empresário José Pedro Venturini foi eleito na noite de quinta-feira, dia 8, provedor da Santa Casa de Jales para o mandato 2012/2013. A eleição teve chapa única denominada “União Gera Progresso”, sendo realizada por aclamação com a presença de 38 membros da irmandade que o elegeram por unanimidade.

O atual provedor, José Devanir Rodrigues, o Garça, continua na diretoria do hospital como 2º vice-provedor. “Estarei ao lado de Venturini apoiando sua gestão e sendo útil no que for preciso, mas em 2012 ele assume a liderança e acredito que será um bom provedor”, disse.

Em seu discurso emocionado o empresário contou que resolveu aceitar o convite da diretoria como forma de retribuir para a cidade tudo o que ela lhe proporcionou e, desta forma, deixar seu nome registrado na história de Jales. “Foi nessa cidade que conquistei tudo o que tenho hoje, então, nada mais justo do que retribuir minha gratidão ao povo fazendo uma boa gestão a frente da Santa Casa”, explicou.

O novo provedor ressaltou ainda que é preciso intensificar campanhas de doação como leilões beneficentes, arrecadação de alimentos, jantares, sensibilizando as pessoas a colaborarem com o hospital e, em troca, devolver a população um bom atendimento em saúde.

PREFEITO APROVEITA INAUGURAÇÃO PARA GARANTIR QUE ESTÁ PAGANDO DÍVIDA

O vereador-professor-radialista-poeta Osmar Pereira de Rezende(PMDB) já pode dormir mais tranquilo. Há algum tempo, ele solicitou que fosse colocada uma placa ou um busto na Praça “João Mariano de Freitas”. Agora temos três placas!

E, para quem achava que o nosso premiado estadista não teria “cara-de-pau” suficiente para inaugurar a chamada “revitalização” da praça,  recomendo uma olhada nas fotos abaixo. Eu não estava lá, mas me disseram que, em seu discurso, Parini aproveitou a platéia amiga para dizer que, “ao contrário do que meia-dúzia de adversários anda espalhando”, a dívida com dona Minerva está sendo paga.

O que o prefeito não disse é que, graças a ele, as três parcelas que restavam saltaram de, mais ou menos, R$ 4 milhões, para R$ 7 milhões.    

  

1 423 424 425 426 427